História Afinal, seja doce. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Visualizações 6
Palavras 838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Finalmente, entre nós.


Fanfic / Fanfiction Afinal, seja doce. - Capítulo 1 - Finalmente, entre nós.

Era noite, por meio das 18:00, quando minha mãe bateu em minha porta e entrou sorrateiramente em meu quarto. Não havia mais ninguém  na casa, só nós duas, ela me chamou para ir até a sala com intenção de conversarmos. Passamos alguns momentos conversando sobre a situação financeira familiar ,e de nossas mudanças em custos, tendo que mudar algumas coisas em minha rotina. Obrigada a sair do "melhor colégio" de Domankaju, o qual nunca me adaptei, para ir para uma escola pequena no centro da cidade. Entre diversos diálogos  decidimos também mudar de apartamento, iria morar em apê condominial, próximo a escola. É, meu ano estava começando turbulento.

As mudanças começaram 2 semanas depois, logo cedo, as 10:00 AM de uma terça feira. Eu não queria me despedir da casa onde cresci e me vi amadurecer em relação a tudo, então fiquei na casa por mais um tempo a procura de me despedir. Deixei todas as minhas lembranças, em lágrimas , e tive de pegar um táxi para ir até meu novo apartamento. Chegando no estacionamento da rua procurei um táxi por todo caminho, mas tinha sido falho, pois era feriado e não tinha ninguém pelas ruas. Atravessei as ruas desertas, com meus devaneios e peguei um ônibus até o centro, que coincidentemente tinha um ponto ao lado da minha casa. Entrei, guardei todas minhas coisas e comecei a repor minha decoração.  O quarto era 2 vezes menos que meu antigo, tive que me desfazer de vários quadros  , porém coloquei todos meus poster's favoritos. A decoração estava delicada, mas com o meu toque alternativo, e aquilo me deixava a vontade. 

Minha mãe entrou no quarto sorridente, com roupas em mão,me perguntando o que achei do lugar.  Sorri e disse que estava a me adaptar. Ela me entregou as roupas, era meu fardamento, a aula começaria em 3 horas. Comecei a me arrumar para minha chegada na Sweet Amoris, não conhecia ninguém no lugar, não sabia como aparecer, afinal a primeira impressão é a que fica não? Escolhi algo que me confortasse e desisti da ideia de me parecer normal. Escolhi uma calça jeans preta, uma camiseta dos Beatles com tons de vermelho e preto e o meu tênis de sempre. Não me maquiei, só prendi meu cabelo num coque bagunçado e segui meu caminho.

Estava perdida pelo bairro, não sabia como chegar a escola, me encostei numa parede depois de alguns minutos de caminhada e tentei ligar para alguém, mas ninguém podia me ajudar até pq meus amigos estavam em um bairro nobre. Continuei andando sem rumo até que vi um grupo de rapazes sentados próximo a uma árvore, tocando violão. Cheguei timidamente e os questionei sobre a escola.

Ana - Com licença, vocês saberiam me dizer onde fica a SA? - Perguntei meio cabisbaixa.

Um dos rapazes não parava de me olhar com um sorriso em rosto, o que me deixou envergonhada, até que recebi a resposta do mesmo.

?? - Algumas ruas daqui, é próximo. É seu primeiro dia de aula lá? - Perguntou animado.

Ana - Sim, na verdade é meu primeiro dia no bairro e não sei onde fica nada. - Ri delicadamente e pedi para que me dessem um endereço. O rapaz de cabelos negros pediu um bloco de notas ao amigo, o que gerou um grande rebuliço, e me deu tudo anotado. - Obrigada.

?? - Que é isso. - Sorriu simpaticamente.

Após alguns minutos cheguei na escola, segui até as salas sem tentar dialogar com ninguém e completei as aulas. No horário da saída os rapazes que me ajudaram estavam reunidos no pátio ainda com os violões. O moreno estava tocando She's a Woman e olhando para mim, o que resultou em risadas dos outros meninos. Eu ia seguir meu caminho até em casa, mas a música me entreteve e fiquei a observar de longe. Alguns rapazes bebiam, outros namoravam algumas meninas e eu? Eu estava conectada com a música. Ele acenou para que me juntasse a eles e o segui. Sentei - me ao seu lado e pedi para que continuassem tocando. Após algumas músicas ele parou para conversar comigo, perguntar meu nome e eu me apresentei. Ele se chamava Armin e foi um dos únicos que realmente tentou me colocar no grupo. 

Armin - Em que sala está Aninha? - Perguntou sorrindo.
              Ana - Na sala 3-b. - Completei. - Aninha? - Questionei contrariada.
             Armin - Você é tão delicadinha e pequenininha, tem cara de Aninha. - Riu
             Ana - Delicadinha? Eu não sou delicadinha! - Respondi irritada.
              Armin - Verdade, você é uma fofa! - Riu. 
             - E você é um retardado! - Completou um rapaz de cabelos ruivos, que particularmente me chamou atenção.
           Armin - Dá pra me deixar em paz Castiel? - Disse irritado.
             Ana - Não se incomode Armin - Ri.

Quando Castiel sentou-se ao meu lado, recebi uma mensagem em meu celular. Era minha mãe me pedindo para ir pra casa. Levantei-me e me despedi de todos, seguindo meu caminho para casa só.

 


Notas Finais


Eu escrevi tudo direto no spirit, e no celular!
Desculpem qualquer errinho.
e... desculpem a fto minha AUHAUSHDUASH
era pra ver a camisa nhom nhom


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...