História Afraid - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Jihun "Woozi", Seungcheol "S.Coups"
Tags Colegial, Drama, Jeongcheol, Lemon, Meanie, Mingyu, Romance, Tragedia, Verkwan, Wonwoo
Visualizações 24
Palavras 1.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


não demorou muito ne rsss
leiam as notas finais
leitura bucetop pra vcs

Capítulo 2 - Câmara Secreta


Fanfic / Fanfiction Afraid - Capítulo 2 - Câmara Secreta

O cheiro agradável de livros novos invadiu as narinas de Mingyu, que se deu por satisfeito ao sentir o aroma refrescante da livraria. Por um instante queria apenas observar os exemplares ali presentes, sem se preocupar com o mundo lá fora, livrarias tinham esse efeito sobre si. Até que se lembrou do motivo de estar ali.

Caminhou lentamente procurando a sessão de literatura estrangeira, ouvindo o som de seus sapatos batendo contra a madeira resistente que havia no chão do local. Acabou não achando a sessão onde havia o livro que estava procurando. Decidiu por perguntar a um dos funcionários onde se encontrava o tal livro que queria.

— Fica na sessão de drama no andar superior, é só subir aquela escada ali no canto que você poderá ver. — respondeu uma jovem simpática com alguns livros em sua mão, provavelmente encarregada de organizar os mesmos.

O mais alto agradeceu a moça e se encaminhou até a escada, que havia um esqueleto enorme de um tiranossauro revestido de papelão com várias pinturas do lado.

Ao subir, avistou várias sessões separadas por uma pequena mesa com bancos de madeira, a maioria estava vazia, ao caminhar mais um pouco enxergou a sessão de dramas, ao chegar avistou um garoto que aparentava ser mais novo que ele sentado na mesa de qualquer jeito, lendo algum livro desconhecido. Por um momento, hesitou em procurar o livro, mas ignorou a timidez e continuou a procurar o mesmo.

Moletom preto, calça jeans escura e coturnos da mesma cor.

O garoto parecia tão concentrado na leitura que quando notou a presença do outro no recinto, deu um pequeno pulinho de susto. Mingyu não resistiu e soltou um riso baixinho.

Seus olhos brilharam quando encontrou o que estava procurando.

Extraordinário.

Seu amigo Jihoo o havia falando desse o tempo inteiro, sobre o quanto gostaria de ler e essas coisas, e como o aniversário dele seria na próxima semana, não custava nada comprá-lo para dar de presente.

— Este é muito bom. — ouviu uma voz grave e rouca soar atrás de si.

Mingyu se virou e involuntariamente posou seu olhar sobre a íris negra do outro, quase não prestou atenção no rosto do garoto.

— Ah é? — disse desviando rapidamente o olhar para o exemplar de cor azul nas suas mãos, não conseguindo segurar por muito tempo e voltando a encarar o outro após três segundos.

Os óculos de armação redonda combinava perfeitamente com seu rosto e com seu olho negro.

— O que está lendo? — o mais alto perguntou, tentando puxar assunto.

— Uhmm… — virou para ver a capa do livro. — Harry Potter e a câmera secreta.

A voz grave e levemente rouca o fez sentir pequenos arrepios pelo seu corpo.

Sem pensar duas vezes, decidiu usar um dos truques mais velhos que existiam, mas que ainda funcionava.

— Posso ver? — pediu gentilmente. Precisava conversar mais com aquele garoto.

Esperou o outro desviar o olhar do seu livro quando pegou o pequeno papel que havia em seu bolso com seu número de telefone e o escondeu na página seguinte que o outro iria ler.

— Eu já assisti os filmes, porém nunca li nenhum dos livros. — disse ainda nervoso pelo seu ato.

Devolveu o livro pro dono.

— Preciso ir… — falou na esperança de saber pelo menos o nome daquele garoto.

— Wonwoo.

— Wonwoo. — repetiu. — Foi bom conversar com você.

O garoto fez uma careta engraçada.

— Ah, eu sou Mingyu.

— Então tchau… Mingyu. — despediu-se voltando sua atenção para o livro que estava lendo.

Enquanto o mais alto estava retornando para a escada, Wonwoo o observou por cima do livro o vendo se encontrar com alguns amigos lá embaixo, provavelmente preocupados com o paradeiro dele.

Jeon deixou um sorrisinho escapar e balançou a cabeça para os lados voltando para sua leitura.

Virou a página e se assustou quando uma pequena folha de papel rasgada caiu sobre seu colo, curioso, o abriu e viu que havia um número ali e logo abaixo havia escrito "fale comigo ;)".

Wonwoo sorriu procurando o outro com os olhos e o encontrou na porta de saída lhe observando, o mais alto abriu um sorriso e deu uma piscada, saindo da livraria.

— Agora minha vida virou um romance clichê. — pensou alto ainda observando o pedacinho de papel em seus dedos.

— Por que comprou um livro? — Jeonghan perguntou confuso, aparentava estar com sono.

Hansol mexia no celular enquanto os dois falavam.

— Presente pro Jihoo, não fale nada pra ele.

— Ah.

Logo saíram do grande shopping e voltaram pra casa graças ao Uber que Hansol havia pedido.

O caminho foi silencioso, seus dois amigos estavam no celular e Mingyu estava lendo algumas páginas do livro que havia comprado para seu amigo, graças às recomendações de Wonwoo, que despertou seu interesse por aquela história. Tomava cuidado para não amassar as páginas, senão seu amigo iria perceber e ficar bravo e provavelmente o mandaria comprar outro.

Ao chegar em casa, se jogou na cama e pegou seu celular para verificar se havia alguma mensagem, resmungou ao perceber que o mesmo estava sem bateria, pegou seu carregador e o deixou carregando encima da cama. Resolveu tomar um banho.

Retirou suas vestes e entrou no banheiro ainda com a cabeça longe dali, pensando em coisas aleatórias, deixou a água fria escorrer pelo seu corpo com esperança de que sua dor de cabeça diminuísse um pouco.

Após sair do banho, colocou seu pijama – pois não iria mais sair do quarto aquele dia –, e foi verificar seu celular que já havia carregado 14%.

Esperou o aparelho iniciar enquanto olhava fixamente para algum lugar no quarto bagunçado, quando notou haviam-se passado 3 minutos. Riu de si mesmo.

Digitou sua senha e abriu seu Whatsapp, várias mensagens de grupos desconhecidos chegavam freneticamente e Mingyu se dava ao trabalho de ter que sair de todos eles diariamente, mas de repente uma mensagem lhe chamou atenção.

Um contato desconhecido e sem foto havia lhe enviado uma mensagem, curioso do jeito que era, abriu a conversa para ver do que se tratava.

Desconhecido: oi

Desconhecido: é o wonwoo

Desconhecido: vc me disse pra falar contigo.

Riu.

Adicionou o contato do outro em seu celular.

mingyu: ah oi

mingyu: falei mesmok

As mensagens foram visualizadas.


Notas Finais


sei que tem muita coisa que vcs querem saber mas prometo que tudo vai ficar claro com o tempo ok.
mas enfim
é isso, espero que tenham gostado. (comentem o que acharam ok, gosto de interagir com vocês e não sou muito confiante com minha escrita)
até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...