História Afraid To Love You - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Justin Bieber, Traição
Exibições 78
Palavras 1.484
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


leia as notas finais.

Capítulo 5 - Capitulo 5


Fanfic / Fanfiction Afraid To Love You - Capítulo 5 - Capitulo 5

Aí ela olhou para a cadeira dela e  ele estava sentado, Olhando os dois, Ele ficou olhando com raiva, pq ele sabe que no fundo ama ela mas não quer admitir.

- o que veio fazer aqui? - perguntou barbara meio desajeitada

- vim chamar vc para jantar - ele disse olhando a mão do Ian na minha cintura

- e que eu não acho que seja uma boa ideia - falei sorrindo sem mostrar os dentes sentindo Lan apertar ainda mais minha cintura.

- pq ? Porque vc vai sair com o seu amantezinho - falei tentando não demonstra minha raiva.

Não sei pq eu estou com raiva, eu não gosto mais dela, e eu tenho a minha amante, mas eu não aguento ver ela com Ele.

- olha quem quer falar de amante aqui né? - falei sorrindo debochada colocando as mãos na cintura vendo ele fechar os punhos com raiva então caminho até ele apoio minha duas mãos na mesa olho em seus olhos e falo - pelo jeito deu pra perceber que estou ocupada agora se me dar licença - falei apontando para a porta.

Não acredito que ela está me expulsando, para ficar com esse idiota.

- estou vendo como vc esta ocupada, abrindo as pernas como uma vadia para o primeiro que aparece. - disse olhando nos olhos dela.

Como assim assim vadia? Eu não acredito que ele falou isso meu sangue ferveu na hora e não me segurei dei um tapa em seu rosto fazendo o mesmo virar  brutalmente para a esquerda tive um enorme vontade de chorar mais me manti firme olhei em seus olhos que naquele momento se encontravam arregalados/incrédulos e disse:

- não me chame de vadia você fala isso como se eu fosse qualquer uma ou será que eu sou mesmo uma vadia -  falei fazendo pose fingindo pensar - e tem razão talvez eu seja mesmo uma mais não esquece de uma coisa Justin foi das vadia aqui que tava do seu lado quando você mais precisou foi essa vadia aqui quem te apoiou quando ninguém mais apoiou foi essa vadia aqui que tava do teu lado quando sua mãe estava entre a beira e a morte e foi essa vadia aqui quem se apaixonou por você de verdade e se apaixonou por você Justin e não pela merda do teu dinheiro.

Me senti um lixo, quando ela disse aquelas palavras, olhar nos olhos dela e ver que ela estava se controlando para não chorar, e ver que eu fiz isso, pq no fundo eu sei que ela sempre esteve comigo. Quando eu vi que minha mãe estava quase morrendo,  mais ela estava lá comigo o tempo todo, mais agora eu conheci a Lauren e é por ela que eu estou ficando apaixonado.

- vc nunca mais me bata de novo porque vc vai ver o que vai acontecer, e a  Lauren não está comigo por causa do meu dinheiro, ela me ama. - disse - e tenha mais cuidado pq se não fosse eu, vc estaria na merda, pq quem ajudou vc a levantar a empresa do seu pai foi eu.

- pode me ameaçar a vontade nunca sentirei medo de você Justin pelo contrário cada vez mais sentirei nojo e eu não sitei nome de ninguém se a carapuça serviu meu bem não posso fazer nada e sim foi vc quem ajudou a levantar isso tudo e cara você não sabe o quanto eu sou grata a você por isso - falei sorrindo com os olhos marejados mais me mantive firme não quero chorar na sua frente - so desejo que você seja muito feliz Justin que ela te faça muito feliz ja que eu não consegui espero também que o sexo esteja melhor para ela espero que ela não finja como eu fingia.

Eu a olhei indignado, sem saber o que falar virei e fui embora, peguei o carro e fui embora para a casa da Lauren, não estava mais com vontade de ir para a empresa, o meu dia acabou quando ela me disse aquelas palavras.

Eu estava realmente destruída não sei de onde me saiu força para não desabar ali mesmo e coragem para falar aquilo falei para Lan que iria para casa pois estava muito cansada ele me entendeu e fez questão de me deixar na porta assim aí adentrei a casa corri em direção ao meu quarto e ali me permiti chorar ali me desabei em lágrimas e assim fiquei até pegar no sono e dormir ali mesmo jogada no tapete.

Pov. Justin Bieber

Cheguei na casa da Lauren, ela estava la me esperando.

- OI Amor – disse dando um selinho nela, deitei na cama.

- Oi bebe, estava com saudade. – falou ela deitando do meu lado.

Comecei a beijar ela ferozmente meu "amiguinho" já estava ficando animadinho comecei a tirar a roupa dela, abocanhei seu seio direito e fiquei massageando o esquerdo, ela ficava gemendo e isso estava me dando mais prazer, depois eu beijei sua boca e ela começou a tirar minha blusa e depois minha calça só me deixando de boxe, fui descendo o beijo ate seu pescoço, fui beijando sua barriga ate chegar em sua amiguinha comecei a fazer movimento circulares com a língua ela começou a gemer meu nome isso estava me levando a loucura, fiquei mais um tempo ali ate ela goza depois subi e beijei sua boca pra ela sentir seu gosto, tirei minha boxe e a penetrei com toda força e cada entocada ela gemia meu nome fiquei mais um tempo naquela posição já estava cansado deitei na cama e a Lauren subiu em cima de mim e ficou rebolando encima do meu membro coloquei minha mão na sua cintura pra deixar a velocidade que eu queria , chegamos ao nosso ápice fiquei ali deitado na cama por um tempo retomando o meu folego.

Depois de um tempo, olhei para ela e estava dormido, levantei botei as minhas roupas e fui para o carro, fui para casa, chegando lá, estava indo para o escritório quando a Barbara estava saindo de lá, ela estava muito gostosa só de lingerie.

Pov. Bárbara

Acordei e percebi que dormia no chão levantei e me olhei no espelho estava em um estado deplorável maquiagem borrada cabelos desgrenhados roupa amarrotada eu estava um verdadeiro lixo e tudo isso por uma pessoa que realmente não queria o meu bem me deu uma enorme vontade de chorar mais me mantive firme ainda amo Justin mais prometi a mim mesma que iria encarar isso de cabeça erguida e que não choraria mais estava seguindo para o banheiro para preparar um delicioso banho de banheira quando cheguei na porta do banheiro e me senti mal uma tontura muito forte que tomou conta de mim me apoiei nas paredes para não cair mas não adiantou de nada eu realmente cai logo vi tudo ficar escuro e apaguei.

Não sei quanto tempo fiquei inconsciente mais quando retomei a mesma me levantei imediatamente.

 

- não deve ser nada Bárbara deve ser só stress - falei pra mim mesma e segui ao banheiro tomei meu banho vesti uma lingerie preta coloquei um robby preto de cetim e fui em direção. ao escritório tomará que Justin não esteja aqui não estou com paciência pra olhar em sua cara chegando no escritório fui em direção a mesinha de bebidas que ali se encontrava e me servi uma dose dupla de whisky e fui em direção a mesa resolver umas papeladas de hoje ja que sai mais cedo fiquei ali por algumas horas estudando papeladas, assinando contratos e entre outros quando terminei peguei a garrafa de whisky e sai do escritório indo para meu quarto quando fechei a porta do escritório dei de cara com Justin nem o olhei direito segui para meu quarto quando estava chegando perto do mesmo ouço sua voz

- Adoro suas lingeries - falou me fazendo parar e olhar para ele que se encontrava com um sorriso torto nos lábios

- Ian também adora - falei debochada

- Desde quando vc bebe? -falei olhando para a garrafa na mão dela.

-e desde quando você se importa? – ela falou olhando nos meus olhos.

- é verdade não me importo, vc gosta do Ian? Ou só está transando com ele para me provocar? – eu queria saber se ela gosta mesmo dele.

- te provocar e a última coisa que pretendo e não é da sua conta com quem eu transo ou deixo de transar que eu saiba não temos mais nada Justin - falei me virando e indo para meu quarto.

Antes dela subi segurei no seu braço e falei.

- então pq vc não pede o divórcio? - disse olhando nos olhos dela.

- Eu estou farta de você Justin você quer o divórcio? Então eu o assinarei - falei por fim me soltando e saindo o mais rápido possível. 


Notas Finais


Desculpa a Demora.
Não e so eu que escrevo a historia agora estamos com mais uma autora.
ela que escreveu quase tudo.
espero que vcs gostem.
estou querendo fazer um grupo no whats, quem gostar da ideia deixe comentario.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...