História Afraid to love you - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Exibições 29
Palavras 1.171
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura

Capítulo 4 - Just like old times


                Melanie  POV'S
  O dia mau tinha começado e já  estava maravilhoso.O cheiro do Luke  estava empregado em minhas roupas  o que era bom,pois ele tinha um perfume muito bom.Mas nada se compara com a felicidade de ter encontrado os meninos. 
  Estávamos indo encontrar com a tia  Karen,eu estava começando a me angustiar com o silêncio predominante
naquele táxi então decidi me pronunciar. 
        - Hey,estava com saudade Gordon. - Ele me deu o dedo do meio me fazendo rir,sabia que ele não gostava quando eu o chamava assim. 
        - Eu também,você estava fazendo falta. - Sorriu pra mim. 
        - Eu sei, eu sei. - Falei vitoriosa e ele apenas sorriu. 
        - Tava demorando.-Revirou os olhos e pediu pro taxista parar, pelo jeito tínhamos chegado. 
        - Chegamos Mel. - Ele falou meio nervoso, o observei e ele parecia tão  nervoso quanto eu. 
        - Estou  ansiosa. - Ele sorriu. 
        - Eu também. - Parecia mais  calmo,ou tentou me acalmar. 
  Assim que sai do carro me deparei com um restaurante meio afastado da cidade, ele era lindo. Fomos entrando e por dentro tinha uma decoração meio rústica.Na medida que íamos adentrando Mike ia tirando a touca e os óculos escuros.Andamos até um lugar mais reservado onde não foi difícil avistar a tia Karen sorrindo e com os olhos lecrimejados. 
        - Meu Deus,eu não os vejo a tanto tempo. - Nos puxou para um abraço e que abraço.
        - Eu estava com tanta saudade. - Falei enquanto secava algumas lágrimas. 
        - Eu também minha menina, mas olhe pra você, está tão crescida,tão linda. - Senti meu rosto corar enquanto dava um sorriso de canto. -E você Michael, está tão diferente desde a última vez que nos vimos. - Mike abraçou a mãe e nos sentamos. 
  Na hora de fazermos os pedidos,Mike e tia Karen quase tiveram uma pequena discussão, pois Mike queria pizza mas tia Karen o olhou feio e acabou pedindo macarrão pra todos nós.Enquanto comíamos aproveitamos para colocar o papo em dia . Michael tinha cada história engraçado de fãs que eu e tia Karen quase morremos de rir. 
        - Então filho, vocês ficam até quando?-Notei que tia Karen tinha um olhar meio perdido em se imaginar longe do filho outra vez. 
        - Bom,nosso show em Chicago foi cancelado então entraremos duas semanas em pausa para  descansar,depois vamos começar a turnê pela a Austrália por 6 meses, poderemos ficar em casa esse tempo.
-Michael abriu um sorriso contagiante. 
        - Que notícia maravilhosa Michael.-Tia Karen sorriu de orelha a orelha. 
        - Já que pretendo morar aqui teremos bastante tempo pra aprontar como nos velhos tempos. -Olhei maliciosa para Michael.
        - Se prepare para os melhores meses da sua vida irmãzinha. - Sorriu maliciosamente e começamos a rir. 
        - Temos que ir embora. - Michael falou apontando com o queixo para um paparazzi que estava do outro lado da rua, ele ainda não tinha nos visto, Mike colocou os óculos e a touca novamente.
  Eu e Michael saímos pela porta de trás enquanto tia Karen pagava a conta. Mike me levou até o carro da tia Karen,entramos e começamos a rir sem nenhum motivo aparente,ficamos esperando até que tia Karen voltasse pra nos levar pra casa,ela tinha que voltar pro trabalho então não tínhamos muito tempo. 
         - Que bom que ele não nos viu. - Tia Karen falou enquanto entrava no carro. 
        - Pois é, eles estão por toda parte.
 - Michael revirou os olhos me fazendo voltar a rir. 
  Por sorte o restaurante não era tão longe da casa dos Clifford, então não tive muito o que ver de Sydney durante o trajeto. 
        -Chegamos. - Tia Karen falou animada. 
        -Que saudade de casa. - Michael falou e eu o abracei. 
        -Você vai gostar das mudanças que fizemos  Mel. - Tia Karen sorriu. 
- Vamos entrando. 
  Quando estramos acabei concordando com a minha tia,a casa estava ainda mais bonita do que eu lembrava.
        - Uau. - Foi só o que pude dizer. - É linda. 
        - Que bom que gostou mesmo.-Tia Karen sorriu. 
        - Lar doce lar. - Falou Mike todo feliz. 
        -Vamos ver o seu quarto, arrumamos o melhor que podíamos sem saber o seu gosto,se quiser pode mudar a decoração. - Tia Karen falou e a única coisa que eu pensei foi que se eu quisesse mudar uma agulha no meu quarto lá em Los Angeles eu não poderia, afastei esses pensamentos e sorri. 
        - Tenho certeza que vou amar.
-Subimos as escadas. 
  Assim que eu abri a porta veio a confirmação de que eu iria mesmo amar, era simplesmente incrível. Tinha uma cama de casal cheia de almofadas e uma TV acoplada na parede, mas o que mais me chamou atenção foi a estante cheia de livros que eu gostava e que queria ler a muito tempo  e ainda uma poltrona super convidativa com uma mochila que parecia cheia, provavelmente era pro colégio, tive que me segurar pra não pular nela e ficar lá o resto do dia.Logo abaixo da janela uma escrivaninha com alguns cadernos e canetas e um notebook, dava até vontade de estudar. Era simples e era a minha cara . Quando achei que não podia me surpreender mais,vi o banheiro que tinha uma banheira,eu sempre quis ter uma banheira. 
        - É...Lindo. - Corri para abraça - los. - Não tenho palavras para agradecer, eu amo vocês. - Os apertei ainda mais. 
        - Nós também te amamos querida. - Tia Karen sorriu. 
        - É Mel,você até que é legal. -Mike falou brincalhão e eu dei um soco fraco no ombro dele e como resposta ele me colocou nos ombros e se atirou na cama comigo e começou a fazer cosquinha, eu ria igual uma retardada . Michael só parou quando tia Karen avisou que tinha que voltar pro trabalho, mas voltaria com tio Daryl, nós assentimos e eu encarei o Mike mortalmente, pulei em cima dele e começamos uma guerra de travesseiros. Ficamos brincando até ficarmos cansados, antes qualquer um diria  que éramos um casal, mas não tinha maldade entre nós, não que ele seja feio  ou algo assim,ele é lindo mas nos amávamos como irmãos e isso era fato.Acabei ficando incomodada com o silêncio então decidi me pronunciar. 
        - Mikey? - Chamei. 
        - Hum? 
        - Como está a vida de famoso?-Acabei perguntando qualquer coisa só pra termos um assunto. 
        - Sabe Mel,ainda parece um sonho,é espetacular mas cansativo e você viu,temos que estar disfarçados ou coisa assim e as vezes incomoda um pouco,mas quando estamos no palco parece que não temos mais problemas e olhando os meus amigos ali comigo, eu vejo o quanto tenho sorte. -Me olhou sorrindo. 
        - Que lindo Mike, nem parece você falando. - Sorri e ele me deu o dedo do meio. - Mas vocês estão felizes então eu também estou. - Sorri e era verdade,  ver os meus meninos felizes era tudo o que eu queria. 
         - Senti sua falta tampinha. -Mike falou me fazendo sorrit ao lembrar os anos em que morávamos juntos. 
  Acabamos adormecendo ali em meio a lembranças e sorrisos. 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, até o próximo capítulo.bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...