História After - Camren - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Personagens Originais
Tags After, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Lauren Jauregui
Exibições 294
Palavras 423
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - 11


Quando vejo aqueles lindos olhos castanhos, de repente me dou conta de que não tinha reparado neles antes. E percebi que o motivo era Camila nunca ter feito contato visual comigo até aquele momento, com seus olhos incríveis, profundos e surpresos. Ela imediatamente desvia o olhar quando passo por ela, mas me segura pelo braço e tenta me puxar.

  “Não encosta em mim!”, grito, livrando meu braço de seu toque.

  “Você estava chorando?”, ela pergunta, com uma aparente curiosidade. Se fosse outra pessoa, eu até acharia que estava preocupado comigo.

   “Me deixa em paz, Camila.”

   Ela entra na minha frente, bloqueando minha passagem com seu corpo alto. Não estou nem um pouco a fim de seus joguinhos, não na situação em que me encontro.

  “Camila, por favor. Estou pedindo, se você tiver o mínimo de decência, me deixa. Pode guardar seus comentários maldosos pra amanhã. Por favor.” Não me importo que ela note a vergonha e o desespero na minha voz. Simplesmente preciso que me deixe em paz.

  Um breve momento de confusão transparece em seus olhos antes que ela abra a boca. Camila fica me observando por um instante antes de falar: “Tem um quarto no fim do corredor onde você pode dormir. Foi lá que pus Dinah”. Ela afirma isso sem se alterar. Fico esperando que diga mais alguma coisa, mas é tudo. Camila se limita a me encarar.

 “Certo”, respondo baixinho, e ela sai da minha frente.

 “É a terceira porta à esquerda”, Camila informa antes de sair andando pelo corredor e desaparecer dentro de seu quarto.

  O que foi isso? Camila sem nenhum comentário mal-educado? Provavelmente amanhã tudo terá voltado ao normal. Ela deve ter uma agenda em que programa seus comentários sarcásticos da mesma maneira que anoto meus compromissos, e tenho certeza de que faço parte de seus planos.

  A terceira porta à esquerda se abre para um quarto bem simples, bem menor que o de Camila, com duas camas de solteiro. Parece muito mais um dormitório de alojamento do que o amplo espaço que ele tem à sua disposição. Será que Camila é a líder da fraternidade ou coisa do tipo? A explicação mais provável é que todo mundo tem medo dela, por isso ficou com o melhor quarto. Dinah está deitada na cama mais perto da janela, então eu tiro os sapatos e a cubro antes de trancar a porta e me acomodar na outra.

Meus pensamentos estão confusos quando caio no sono, e as imagens de rosas nebulosas e olhos castanhos furiosos permeiam meus sonhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...