História After all - CAMREN - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Exibições 1.269
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 43 - Capítulo-43


30 de novembro

Acordei antes de Lauren, precisava arrumar as coisas pra hoje mais tarde.

Já tinha combinado tudo com Mani e Dinah, elas iriam enrrolar a Lauren enquanto eu estivesse fora.

Fiz minha higiêne matinal e saí do quarto sem fazer barulho.

Bati na porta do quarto de Eliza e a mesma abriu a porta. Ela já estava devidamente vestida, então saímos.

Andamos horas e horas no shopping até eu encontrar um vestido digno da minha Lauren.

Um vestido branco que ia até na os pés, tinha uns detalhes de renda. Ia ficar lindo no corpo de Lauren.

Depois de escolher o vestido dela eu escolhi um mais simples pra mim, porém, também branco.

Saímos da Loja e ficamos andando à proucura de alianças.

Entramos em umas três lojas e nada.

-Mãe, vamos, alí tem uma joalheria.

Falou Eliza me puxando pelo braço.

Entramos e logo fomos atendidas por uma moça ruiva, que por sinal era muito bonita( que Lauren não me ouça).

-Bom dia senhora, o que deseja?

-Eu quero ver as alianças.

A moça deu um sorriso e se abaixou para pegar.

Quando ela me mostrou o primeiro par ,meus olhos brilharam. Eram aquelas. 

As alianças eram de ouro branco, nada muito chamativo, mas tinha umas pedras de esmeralda que me lembrava os olhos do meu amor.

-São essas!

-Tem certeza, senhora? Temos mais opções.

-São essas. Quero que grave uma frase na parte de dentro. Quanto tempo demora pra ficar pronto?

-Três horas. Pode falar a frase que eu vou anotar.

Falei a frase que eu queria e depois saí da joalheria.

Eliza reclamou que estava com fome, então paramos pra lanchar em uma lanchonete do shopping.

-Mamy, eu tenho certeza que a mamãe vai amar as alianças.

-Você acha?

-Sim, são lindas.

-Você acha que ela vai gostar da surpresa?

-Pode ter certeza que ela vai amar.

Depois que terminamos de lanchar, fomos comprar um vestido novo pra minha filha.

Ela escolheu um vestido azul que batia na altura da coxa.

Andamos pelo shopping até dsr a hora de buscar as alianças.

Paguei tudo e depois fomos pro estacionamento.

Entrei no carro e liguei pra Dinah.


Ligação on

-Dinah, como estão as coisas?

-Ela está tão pra baixo. Mila, ela acha que você esqueceu.

-Ai, estou com dó do meu amor.

-Mani está lá em cima no quarto com ela.

-Ela perguntou por mim?

-Sim. Eu disse que você foi levar a Eliza pra comprar roupa.

-Ela comeu alguma coisa?

-Não.

-Eu já estou indo pra casa, não deixem ela sozinha.

-Mila, eu vou desligar, ela está chorando.

-Vai lá, Chee. Daqui à pouco eu chego aí.

Desliguei a chamada e dirigi pra casa. 

Deixei as coisas no carro e entrei.

Subi pro quarto e me deparei com Lauren com a cabeça no colo de Dinah enquando Normani fazia carinho em sua barriga.

-Está tudo bem, Lauren?

-Sim.

-Então por que estava chorando?

-Mani estava me contando como foi o nascimento do Lou, não é Normani?

-É sim.

Falou Mani concordando. Eu sabia que era mentira, mas fingi que acreditei.

-Eu vou tomar banho, estou morrendo de cansaço.

Me tranquei no banheiro e coloquei o ouvido na porta.

-Vocês viram? Ela não lembra, gente.

Eu estava com muita pena da Lauren, mas não pude evitar de rir da situação.

-Laur, não chora. Vai que ela lembra depois.

-Ela não vai lembrar, Mani.

-Não fica assim. Por que você não fala pra ela?

-Você está maluca, Dinah? Ela tinha a obrigação de lembrar. Nós faríamos 15 anos de casadas.

-Vai ver que depois do divórcio ela não quis mais comemorar. Até por que você se separaram, então não tem o porquê dela comemorar essa data.

-Cala essa boca, Dinah.

Mani falou e eu me segurei pra não rir.

-Mas mesmo depois do divórcio, ela vinha comemorar comigo. Ás vezes tinhamos até uma recaída.

Ela falou essa parte em um sussurro, provavelmente, ela estava com vergonha.

-Laur, vai ver ela se esqueceu, por que está com muitas coisas na cabeça.

Falou Normani.

Entrei no box e tomei um banho rápido, quando acabei as meninas já não estávam mais lá.

Coloquei minha cabeça pra fora e vi Lauren sentada na cama vendo televisão.

-Amor, pega uma toalha pra mim?

-Pega você, você tem pernas pra usar.

-O que houve com você?

-Me erra, Camila. Cala à boca que eu estou vendo televisão.

Saí do banheiro nua e molhada. Parei na frente dela e ela bufou.

-Karla, sai da minha frente.

-Pede direito, senhora reclamona.

-Não teste a minha paciência. Sai da minha frente agora!

-Não!

Lauren atirou um travesseiro em minha direção, mas eu desviei, o travesseiro bateu na cômoda e derrubou um vidrinho que tinha alí em cima.

-Olha o que você fez.

-Eu não fiz nada.

-Você quebrou o presente que a Eliza me deu no dia das mães quando ela tinha 4 anos.

-Eu não tive culpa.

-Eu te odeio, karla.

Lauren levantou e foi pegar p vidrinho partido no chão.

-Amor, você vai se cortar.

-Sai de perto de mim.

-Amor, por que você está chorando?

-Me deixa em paz.

Fui até o closet e coloquei uma roupa, quando voltei Lauren ainda edtava ajoelhada catando os vidros.

-Lo, você vai se cortar.

-Já falei pra me... Aí, meu dedo.

-Que droga, Lauren. Por que você não me escuta?

-Tá doendo.

Ajudei Lauren a se levantar e puxei ela pro banheiro pra lavar o corte.

-Por que hoje está tudo dando errado?

-Lauren, pelo amor de Deus. Para de chorar.

-Está doendo.

-Olha o tamanho desse corte. Não está doendo nada. Por que você está chorando?

-Por que eu estou com vontade.

Ela puxou sua mão que eu estava segurando e saiu do banheiro.

Lauren irritada já era impossível. Agora imagine Lauren grávida e irritada. 

As pessoas devem ter pena de mim, afinal, eu escolhi passar o resto da minha vida ao lado dessa mulher. 


Notas Finais


Volto jajá.
(Erros, corrijo dps)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...