História After all - CAMREN - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Exibições 515
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 44 - Capítulo-44


16:00

-Amor, eu tenho uma surpresa pra você.

-O que é?

-Eu não posso falar agora, mas você tem que confiar em mim. Você confia?

-Confio.

-Eu vou te vendár.

-Não. Você sabe que eu não gosto disso.

-Confia em mim.

Peque a venda e tampei os seus olhos.

-O que você vai fazer?

-Vou te dar banho.

-Ah, Camila, você tampou meus olhos pra se aproveitar de mim?

-Não Lauren, Cala à bola.

Tirei a roupa dela e a ajudei a entrar na banheira. Comecei a fazer massagem em seus ombros que relaxaram no mesmo instante.

-Amor, toma banho comigo.

-Mas eu já tomei.

-Vem, por favor.

Entrei na banheira com ela. Depois de 20 minutos saímos do banho.

-Já posso tirar essa venda?

-Não. Agora eu vou te vestir.

Peguei uma lingerie branca e ajudei ela a se vestir.

-Deixa eu advinhar, é branca.

-Acertou.

Peguei o vestido que eu tinha escondido dentro do Closet e a ajudei a vestí-lo.

-Amor, que roupa é essa?

-Eu comprei hoje pra você.

-Por que comprou? Alguma data especial?

-Não. Eu só queria te agradar, você está merecendo.

-Ah sim.

Ela esperava que eu falasse alguma coisa, mas eu não falei.

-Fica parada que eu vou colocar minha roupa.

Coloquei meu vestido e arrumei o meu cabelo colocando uma coroa de flores.

-Amor, você quer que eu deixe seu cabelo solto?

-Sim.

Coloque uma coroa de flores na cabeça de Lauren.

-Eu vou ter que tirar a venda, você promete que vai ficar de olhos fechados?

-Prometo.

Tirei a venda e fiz uma maquiagem leve no rosto dela.

-Qual cor de batom você quer?

-Vernelho.

-Amor, vermelho não vai combinar com a roupa.

-Então coloca um rosa clarinho.

Passei o batom e depois dei um selinho nela.

Coloque a venda no lugar e fiz minha maquiagem.

-Estamos prontas.

-Prontas pra quê?

-Eu vou te levar em um lugar muito especial pra mim.

Ajudei Lauren a descer as escadas e entrar no carro.

-Amor, você vai deixar Eliza sozinha em casa?

-Eliza já está lá nos esperando.

-Ai, Camila, eu quero tirar isso.

-Calma, já estamos chegando.

Parei o carro perto da praia  e ajudei Lauren a descer.

-Tire as sandálhas.

-Mas amor, eu não posso ficar descalça.

-Tira.

Ela me obedeceu. Ficamos descalças e eu levei ela até a areia.

-Estamos na praia.

-Sim. Não sei se você sabe, mas aqui é um lugar muito importante pra mim.

Nós andávamos de mãos dadas pela areia fofa. O vento batia em nossos cabelos e os fazia balançar conforme ele queria.

-Aqui é um lugar muito importante pra mim também. Foi aqui que a pessoa que eu mais amo me fez mulher.

-É exatamente por isso que eu te troxe aqui.

Continuávamos a andar lentamente.

-Sabe, Laur; nesses cinco anos que nós ficamos separadas foi tempo suficiênte pra ver que eu ainda sou completamente apaixonada por você. E, hoje eu agradeço à Deus por ter nos separado. Sabe por quê? Porque nós não estávamos preparadas. E agora nós estamos. Porra, você não tem noção do quanto você me faz feliz?Você me deu a coisa mais importante da minha vida e, agora está esperando outra.

Passei as mãos em sua barriga que já estava visível.

-Que lindo amor.

Paramos de andar e eu levei as mãos ao seu rosto secando suas lágrimas.

-E é por todo esse amor que eu quero te fazer a pergunta mais importante da minha vida.

-Pode perguntar.

-Lauren Michelle Jauregui Morgado, você aceita se casar comigo... denovo?

-Claro que aceito, meu amor.

-Mas tem uma condição.

-Qual?

-Eu quero agora.

Tirei a venda e Laureb me olhou espantada.

-Como a gente vai se casar agora?

Virei ela de frente.

Seu olhos brilharam ao ver todo mundo sentado nos assistindo.

Nós estávamos na frente da juíza.

Eu sequei suas lágrimas e segurei suas mãos.

-Você aceita ser a senhora Cabello denovo?

-Sim. E você aceita ser a senhora Jauregui denovo?

-Sim.

A juíza de paz falou algumas palavras até que chegou a hora das alianças.

Eliza veio té nos duas e entregou a caixinha.

Peguei sua mão esquerda e dei um beijo.

-Nessa aliança eu mandei marcar a frase: I'll be there for you. Que é pra você lembrar que quando precisar, eu estarei lá por você. 

Coloquei a aliança em seu dedo e dei mais um beijo.

Ela pegou a outra aliança, levantou minha mão esquerda e deu um selinho.

-Eu quero acordar ao seu lado todos os dias da minha vida; eu quero estar lá nos momentos felizes, nos tristes. Eu quero estar ao seu lado nas suas quedas pra te ajudar a levantar, e dizer que você é foda.

Ela suspirou e continuou.

-Não vou falar que eu te amo com todas as minhas forças, por que a soma de todas as forças é zero. Então não faz muito sentido.

Todos riram, inclusive eu.

-Eu só sei que quero ver esse seu sorriso todo dia que eu acordar, até os últimos dias da minha vida.

Colocou a aliança no meu dedo e deu um selinho.

-Pelo poder concedido a mim, eu vos declaro casadas.

Dinah e Vero puxaram o coro e logo todos estavam gritando.

-Beija! Beija! Beija!

Puxei Lauren pelo pescoço e colei os nossos lábios. Nossas línguas travaram uma batalha pelo domínio na qual eu ganhei. Terminamos o beijo com alguns selinhos.

-Lauren passiva!

Gritou Dinah que logo recebeu um tapa de sua esposa.

-A passiva sou eu? Tem certeza?

Respondeu ela em um tom de deboche.

-Não vão jogar o buquê?

-Somos todas casadas, não tem o porquê jogar o buquê.

Falei rindo.

-Eu não sou casada.

Falou Ally.

-Você pensa que eu não sei que você está pegando o estagiário lá do escritório?

Dinah falou e todos riram. Menos Ally que se engasgou com a bebida.

-Dá um buquê pra Ally.

Falou Lucy ninando Lorenzo.

Lauren logo pegou o menino no colo.

Eu dei o meu buquê pra Ally que ficou toda boba.

-Mas e o buquê da Lolo.

-Dá pra Eliza.

-Dinah!

-Eu não falei nada demais.

Lauren segurou Lorenzo com uma mão e com a outra entregou o buquê pra nossa filha.

Eu confesso que fiquei bastante surpresa, mas se ela quis fazer isso significa que ela amadureceu.


Seguimos pra festa em casa, lá estava tudo arrumado. A cerimônia tinha sido mais íntima, mas a festa não.

Tinha alguns amigos meus e de Lauren, amigas de Eliza.

Todos nos parabenizaram pelo casamento.

A festa durou até umas duas horas da manhã.

Depois de uma pequena briga entre Dinah e Veronica pra ficar com Eliza. Veronica acabou levando minha filha, alegando que ela era madrinha mas Eliza passava mais tempo com Dinah do que com ela.

Estávamos sozinhas.

-Como se sente sendo a senhora Cabello?

-Eu me sinto a mulher mais feliz desse mundo.






Notas Finais


Amei fazer esse cap <3

Comentem oq estão achando. Eu preciso saber da opnião de vocês.
Pode comentar: Tah, sua fic é uma merda.
Kkk eu n vou ficar triste.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...