História After -Camren Version - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Drama, Romance, Sexo
Exibições 200
Palavras 862
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura!

Capítulo 4 - Você não faz meu tipo


-Hum, onde está a Vero? -a minha voz sai mais como um grito do que eu pretendia, as minhas mãos estão apertadas em volta do tecido mole da minha toalha, os meus olhos continuam para baixo me certificando que a toalha está cobrindo bem meu corpo nu.

Ela olha pra mim com os cantos da boca um pouco levantados mas sem dizer uma palavra.

-Você me ouviu? Perguntei onde a Vero está -repito tentando ser um pouco mais educada do que a última vez.

A expressão que se assumiu em seu rosto se amplia e ela finamente murmura -Não sei -e se vira para a pequena tela plana em frente a cama da Vero. O que ela ainda está fazendo aqui se ela não sabe onde a Vero está? Será que ela não tem seu próprio quarto? Eu mordo a minha língua tentando manter meus comentários grossos para mim.

-Ok? Bem pode, sair ou algo assim para eu poder me vestir? -percebi que ela nem notou que eu estava de toalha ou talvez tenha reparado mas não a incomodou.

-Não se gabe, você não faz meu tipo para olhar -ela zomba e se vira cobrindo a cara com as mãos, ela tem um sotaque inglês grosso, por que ela está em Washington? Sem saber o que dizer ao comentário grosso dela ranjo os dentes e caminho até minha cômoda. Talvez ela seja hétero, é o que dá a entender ''Não faz meu tipo para eu olhar'', ou isso ou ela me acha feia. Apressadamente eu boto a calcinha e o sutiã depois uma camisa branca lisa e um short cáqui.

-Já se vestiu? -ela pergunta.

-Não poderia ser mais desrespeitosa? Quer dizer, honestamente você está no meu quarto enquanto eu me visto e ainda tem coragem de ser grossa comigo? Não te fiz nada, qual é seu problema? -digo mais dura do que queria mas pelo olhar de surpresa na cara dela as minhas palavras tiveram o efeito pretendido sobre a menina tatuada.

Ela silenciosamente me encara enquanto estou esperando seu pedido de desculpas, ela cai na gargalhada. Ela olha pra mim e ri, o riso dela seria agradável se a mesma não fosse tão idiota, as covinhas dela saltam enquanto ela continua rindo me fazendo sentir como uma idiota sem saber o que fazer ou dizer. Normalmente eu não gosto de conflitos e esta menina parece ser a última pessoa que eu deveria começar uma briga. A porta se abre e a Vero entra apressadamente.

-Desculpa estou atrasada e com uma alta ressaca -diz ela e seus olhos encontram os meus e em seguida olha para a Lauren -Desculpa Mila eu esqueci de te dizer que a Lauren estava vindo aqui -ela encolhe os ombros e se desculpa.

Eu realmente pensei que eu e a Vero poderíamos trabalhar na nossa vida juntas, talvez até construir algum tipo de amizade mas com sua escolha de amigos eu realmente não tenho mais certeza.

-A sua namorada é uma grossa -as palavras saem antes que eu possa parar.

Ambos caíram na gargalhada. Por que todos riem de mim? Isso está ficando irritante.

-A Lauren não é minha namorada -ela ri dizendo com uma voz que não transparece brincadeira.

-O que você disse? -ela se vira para a Lauren com uma cara séria -A Lauren tem, uma forma única de conversar -explica, ela está basicamente tentando me dizer que ser rude já é natural nela. Boa, a Lauren encolhe os ombros e muda de canal.

-Há uma festa hoje á noite, devia vir com a gente Mila -ela oferece e é a minha vez de rir.

-Festas realmente não são minha ''praia'', além disso eu tenho que ir comprar umas coisas para o meu lado do quarto.

-Vamos lá, é só uma festa! Agora está na faculdade, apenas uma festa não vai doer. E como que vai chegar na loja? Pensei que não tinha carro -pergunta ela.

-Eu nem sequer conheço alguém além disso eu ia entrar e falar pelo skype com o Austin -digo e a Lauren ri novamente -E ia pegar um ônibus pra ir na loja.

-Você não quer pegar um ônibus no sábado! Aquilo é uma autentica lata de sardinhas, a Lauren pode te deixar na loja, não é Laur? E você me conhece na festa. Basta vir por favor! -ela implora, eu só a conheço há um dia. Deveria confiar nela? Conheço aquele discurso mas ela parece muito doce, mas uma festa?

-Eu não sei, e não quero que a Lauren me leve na loja -eu digo e a Lauren revira os olhos com uma expressão divertida.

-Oh não! Eu estava realmente ansiosa pra sair com você -ela diz com uma voz tão cheia de sarcasmo que eu tenho que lutar contra a minha vontade de lhe atirar um livro na cabeça -Qual é Vero você sabe que essa garota não vai aparecer na festa -ela ri e por algum motivo eu quero provar que ela está errada.

-Na verdade eu vou -digo com o sorriso mais simpático que eu podia fazer naquele momento, a Lauren ri novamente e a Vero me abraça.

-Nós vamos nos divertir muito! -ela grita.


Notas Finais


Adoro vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...