História After Hate Always Comes Love? Is The Question... - Capítulo 21


Escrita por: ~ e ~Hillary_0811

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 58
Palavras 1.385
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Setembro Amarelo


Fanfic / Fanfiction After Hate Always Comes Love? Is The Question... - Capítulo 21 - Setembro Amarelo

Perdão Hillary por está postando sem ter te avisado antes mas é algo que eu preciso fazer. Te amo!

Eu tenho um problema grave no coração, eu tenho muitas doenças, não sou o exemplo de Boa Saúde.

Minha família sempre exige que eu sempre me esforce e dê o melhor de mim para que eu venha ser uma pessoa com um futuro grande e promissor, que eu venha ter uma vida perfeita no futuro e isso acaba me maltratando de uma forma absurda.

Eu pretendia me matar, estava tudo certo para que eu me suicidasse de uma vez e acabasse com todo o meu sofrimento, acabasse com a minha dor e com toda aquele puta confusão que estava na minha mente, acabasse com tudo aquilo de uma vez e pudesse arrancar o mal pela raiz.

Eu só queria não ter nascido, era a única coisa que eu pensava e necessitava, não ter nascido.

Minha relação com os meus pais nunca foi boa, minha mãe nunca se importou comigo e meu pai simplesmente atacava o foda-se pra mim como se eu fosse a poeira que vaga pelos lugares como o vento. Eu sempre fui uma pessoa infeliz e que nunca via o lado bom das coisas pois pra mim só existia as cinzas, destruição, dor, sofrimento, angústia e etc...

Eu sempre procurava maneiras de tirar do meu peito tudo o qur havia de ruim mas nada do que eu planejava fazer dava certo e tudo parecia apenas piorar. Foi então que eu fui diagnosticada com depressão, foi então que eu percebi que eu já estava no buraco mais profundo existente, fundo, bem fundo, quase achando petróleo. Era lá que eu estava.

Eu nunca fui uma pessoa de ter amigos pois meus pais me privavam disso, eu sempre fui uma pessoa sozinha e solitária, o que só me fazia sofrer mais ainda. Eu quase nunca saia de casa, sempre trancada dentro de enormes paredes constituídas por tijolos e cimento. Eu sempre sonhei em ser livre e poder sorrir verdadeiramente mas adivinhem, isso nunca aconteceu.

12, 13, 14 e 15 anos, atualmente estou com 15 anos e só tenho a dizer que minha vida melhorou bastante depois que eu conheci meus melhores amigos atualmente, aqueles que me fazem rir e estão sempre comigo para tudo o que eu precisar, aqueles que me alegram quando estou com crises de depressão e que estão ali, quando eu preciso corro para eles:

Alana

Emmanuel

Paulo

Hanna

Tereza

André

Jully

Bruna

Yngrid

Carol

Bianca

Sofia

Sara

Quando essas pessoas entraram na minha vida, principalmente as duas primeiras, minha vida de certa forma ganhou cor e eu agradeço a elas por fazerem cada dia meu se tornar melhor. 

O que eu quero dizer é: 

Por mais que sua vida seja repleta de dificuldades e tormentas, sempre terá pessoas ou situações que iram te alegrar. Você mesmo pode começar a cuidar mais de si, você pode fazer com que tudo isso seja apenas uma fase e você só continua avançando se quiser.

A vida é como um vídeo game, ela começa com as fases fáceis e vai aumentando o nível de dificuldade lentamente, até chegar um momento em que você pensa em dar clicar em um botão errado e aparecer na sua tela o famoso Game Over

Você precisa lutar, você precisa descobrir novas formas de ser feliz sem depender tanto das pessoas, você precisa saber se resolver, se achar e se encaminhar nos caminhos que devem ser seguidos por serem bons. Deus pode ajudar nisso, os deuses da religião que você segue pode ajudar você nisso se você crê.

Porque estou falando tudo isso?

Porque eu tenho depressão e eu sei o quanto tudo isso é extremamente difícil de se lidar mas eu te digo, usa-te como uma arma contra todas aquelas dificuldades que aparecem em sua frente. Prove que você é blindado e e que nenhum não pode de deixar abater, nenhuma obra maligna nem nada pode te fazer desistir e abaixar a cabeça, você é mais que isso, você pode mais que isso, você tem capacidade pra fazer mais que isso.

Nunca esqueça que tudo acontece por um motivo e tudo o que acontece de ruim é para melhorar. Sempre lembre que todas as vezes que alguma merda acontece na sua vida você sempre aprende como resolver a próxima merda que será pior do que a que você passou anteriormente. Eu aprendi que para tudo se tem jeito, menos para a morte. 

Uma das fontes da minha melhora significativa em tudo isso foi o Bangtan Sonnyeondan também conhecido como BTS ou agora como Beyond The Scene


Flashback On

Alguns tempos atrás

Era aquele dia, não podia passar mais e eu precisava acabar com tudo isso de uma vez, não aguento mais tudo o que está acontecendo e eu sou uma verdadeira bomba explosiva. Eu tenho que me suicidar de uma vez por todas mas antes vou me despedir da internet e assistir meu último vídeo suicida.

Entrei no Youtube e a primeira coisa que eu vi foi:

"BTS - No More Dream & We Are Bulletproof pt 2"

O que é BTS? Isso é alguma banda nova?

A curiosidade bateu mais alto e eu cliquei no vídeo, começou o vídeo e logo eu pude ver 7 garotos asiáticos entrando no palco e se posicionando. Uma batida contagiante e que muito me agradava começou a soar pelos meus fones de ouvido e automaticamente fui envolvida pela vibe da música.

Os meninos começaram a cantar e as vozes eram uma mais linda do que a outra e até mesmo os rappers tinham as vozes bonitas. Os corpos, faces, cada parte do corpo desses meninos, o jeito deles, presença de palco, coreografia estavam me deixando maluca e estavam mexendo comigo de uma forma inexplicável.

Por Deus o que está acontecendo comigo?

Porque de alguma maneira sinto que preciso continuar viva por esses meninos? Porque sinto que preciso cuidar desses meninos? Porque eu estou desenvolvendo sentimentos por esses meninos?

Quase 7 minutos de vídeo se passaram e eu já estava que nem uma louca procurando saber quem era BTS no Google e quando eu descobri tudo sobre eles inclusive as redes sociais trateis de começar a saber cada vez mais e mais sobre eles e passei o dia todo assim. Sabe minha vontade de me suicidar? Sumiu!

Tudo o que rondava na minha mente agora eram 7 garotos Sul-Coreanos que havia formando um Boygroup chamado BTS mais conhecido como Bangtan Boys ou Bangtan Sonnyeondan. Já estava ali sabendo de tudo e mais um pouco, sabendo sobre os shipps e os caramba todo. Eu estava realmente me sentindo feliz.

Flashback off

BTS de certa forma fez com que eu não me matasse apesar de eu ainda me cortar e tentar me suicidar. Nenhuma das outras 8 vezes que eu tentei ao longo do tempo deu certo porque alguém sempre me impedia e eu acabava enxergando que sempre iria ser assim. Eu desisti de mim mesma, eu não existia mais.

Havia morrido por dentro e ninguém percebeu.

Para completar mais ainda o meu estado caótico de emocional frágil uma amiga mais que especial para mim morreu. Quando eu soube foi um choque e eu trauma terrível, eu sinto muita falta dela e as vezes só quero morrer para vê-la de novo.

Eu ainda tenhos minhas Unnies e meus Dongsaegs, eu sou a Noona do grupo então sempre me apoiam mais. Paulo é o meu panda, quando preciso de abraços ele está lá, disposto a me abraçar pelo tempo que for necessário sem reclamar, apenas me confortar.

Alana com ela eu posso desabafar e falar tudo o que eu sinto mesmo as vezes ela me dando algumas oatadas e nem olhando na minha cara, mesmo nos períodos de estresse e das tribulações eu ainda amo a minha Inseta Gay. Ô menina linda! Minha viada é mais que biuriful ( erro proposital ).

Cada um dos meus amigos tem um pedacinho único no meu coração e eu agradeço a Deus e mundo por tudo o que bem acontecendo de Bom na minha vida pois eu sei que tudo o que eu sofro e sofro um dia será recompensado e eu terei grandes vitórias por toda a minha, eu sei que um dia vou vencer tudo isso e vou voltar a ser uma pessoa feliz, verdadeiramente feliz.

Por isso eu digo:

Não se matem, não vale apena, você vai apenas causar mais sofrimento ainda.

"E quanto mais dor recebo, mais eu vejo que sou indestrutível..."

-Pabllo Vittar

Quem quiser conversar me chama no chat.

Hillary, te amo sua doida ❤


Notas Finais


Obrigada por lerem o texto.
Bjos, amo vocês! ❤

~Tia Park~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...