História After Midnight - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Drogas, Encontros, Meia-noite, Reabilitação, Romance, Sexo
Exibições 11
Palavras 770
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá, leitores!

Depois de muito tempo com essa ideia na cabeça estou decidindo compartilhar com vocês...e eu espero que vocês realmente gostem.

Está sendo um grande passo pra mim voltar a escrita já que é um grande amor que eu tenho, mas infelizmente desanimei muito quando minha conta foi banida nesse mesmo site com muitas de minhas histórias, mas agora estou animada para recomeçar tudo de novo com ideias novas.

Sem mais delongas e vamos ao primeiro capítulo, na qual será pequeno, mas conforme o tempo irá melhorando, hihi.

Plágio é crime!

Me inspirei nessa fanfic com a música/clipe After Midnight do Blink 182...

Enfim, enjoy it!

Capítulo 1 - Prólogo.


Adam

Eram 8:30 e eu já estava na sala de distração, na qual era como eu chamava, na reabilitação ou clínica psiquiatrica, tanto faz, enquanto eu encarava fixamente as peças de quebra cabeça que estavam jogadas a mesa a minha frente de forma um tanto bagunçada. Era um quebra cabeça de 1000 peças, eu gostava de monta-los para passar o tempo, já que particularmente demorava muito para passar aqui nesse lugar. 

-Adam? Você está tão distraído hoje que não vai conseguir terminar de montar o quebra cabeça do dia hoje.-Jack, um dos senhores que já estava na reabilitação a anos falou, se sentando na cadeira a minha frente, com um sorriso nos lábios. Jack era uma das poucas pessoas na qual eu conversava aqui, já que foi ele quem me ajudou a me adaptar com o lugar e me ajuda quando tenho minhas crises.

-É...estou meio aéreo hoje, mas então, quer me ajudar? Digo tentando sorrir de forma simpática ao senhor, já que não gostava muito do meu sorriso, mas eu tentava, pelo menos.

-Claro, eu adoraria! Jack diz com um tom animado na voz, na qual me deixa minimamente feliz, eu gostava de ver as outras pessoas felizes e animadas, era uma forma de remédio para mim, me deixa mais calmo e coloco em minha cabeça que algum dia serei eu ali, por mais que demore.

Bom, meu nome? Eu sou Adam, tenho 19 anos e está completando um mês que estou aqui na reabilitação. Meus pais? Vivem a vida trabalhando e conforme minha infância e adolescência, fui obtendo esses problemas comigo mesmo por falta de atenção, interação social, bullying que praticavam comigo na escola e outras coisas a mais. Com 16 anos comecei a beber e a me drogar para tentar fugir um pouco da minha realidade, mas conforme os dias foram passando, minha situação foi piorando, até um dia que quando meus pais chegaram de sua viagem de trabalho, eu estava tendo uma de minhas crises. Coxas sangrando e uma overdose por vir. Foi então que eles decidiram me colocar aqui, como se eu fosse um grande problema, mas eles também contribuíram para minha auto destruição. 

Eu só queria um pouco de atenção.

-Adam? Você está realmente perdido em pensamentos, rapaz, escutou o que eu disse? Jack diz enquanto soltava uma risada rouca, estalando os dedos em frente ao meu rosto, fazendo eu acordar de meu desvaneio.

-Oi? Desculpa...eu não escutei, pode repetir? Pergunto em um tom sem graça, observando o senhor de cabelos grisalhos e olhos azuis claros que me encarava atentamente.

-Ouvi dizer que vamos ter uma nova paciente aqui...deve ter sua idade, acho que chega hoje.-Jack comenta desviando seu olhar para as peças do quebra cabeça, tentando achar uma que combinasse com a outra, me deixando pensativo.

-Sério? Espero que ela se adapte aqui...-Murmuro em um tom baixo, os primeiros dias aqui são sempre ruins, você não conhece ninguém e ninguém conversa com você. Apenas te olham com pena como se estivessem pensando "mais um para conviver conosco".

Sinto meu corpo dar um pulo da cadeira na qual estava sentado ao escutar um pequeno alvoroço e logo esse alvoroço entrar na sala na qual eu estava presente. Arregalo meus olhos ao ver uma garota de cabelos curtos e castanhos com uma bombinha, aspirando a mesma rapidamente. Nunca havia visto ela. Ela tinha seus olhos esbugalhados, como se estivesse assustada com tudo em volta, enquanto os enfermeiros a carregavam em direção aos quartos. A garota olhava tudo em volta, assim fixando seus olhos escuros em mim, pareciam ser negros de tão escuros, me deixando um pouco fraco e envergonhado, mas logo os enfermeiros a tiram da sala. Pelo visto ela estava tendo uma crise por estar sendo seu primeiro dia e ter acabado de chegar.

-Essa deve ser a garota nova...-Jack murmurou enquanto observava a porta ser fechada e logo desviando seu olhar para mim novamente.

-É...estou curioso para saber do porquê dela estar aqui.-Comento, mordiscando levemente meu lábio inferior, sentindo meu rosto esquentar de uma forma absurda, me fazendo levar as mãos até o mesmo.

-Pelo visto vocês vão se dar muito bem.-Jack diz de forma confiante, me deixando um pouco balançado.

Eu nunca tive um amigo, ainda mais uma amiga. Isso me assustava um pouco. Mas eu queria tentar, eu queria entender o real sentido de ter alguém com quem você possa contar e confiar.

Ou até entender como é amar alguém.

I can try to get by

But every time I start to panic

I'm a little bit shy

A bit strange and a little bit manic

Wishing Well - Blink 182.


Notas Finais


Entãaaaaaao, o que vocês acharam? Lembrando que é só o primeiro capítulo, então não é muito grande e com muita emoção, mas ainda assim, espero que tenham gostado.

Se vocês quiserem, no próximo capítulo, posso postar uma foto de como imagino os personagens, mas se não, deixo a imaginação de vocês serem criativos e criarem a própria aparência deles!

Aliás, desculpem qualquer erro...eu estou um pouco enferrujada, enfim, beijos e até o próximo capítulo! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...