História After Midnight - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chen, Lu Han, Sehun, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Chenmin, Hanhun, Hunhan, Xiuchen
Exibições 48
Palavras 886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom, não é minha primeira fic( kajsmama), então não tenho muito o que falar, eu espero que gostem, dêem amor a essa fanfic, porque euzinha aqui, em particular, to amando escrever ela( e eu acho que é só isso)...
Me desculpem por qualquer erro( acho que vários) e mais uma vez, espero que gostem...

Capítulo 1 - Prólogo


16/10/ 2011- Domingo às 20:26 


Minseok havia passado o dia todo trabalhando para pagar a sua faculdade. Queria chegar logo em casa, para comemorar o aniversário de 3 anos de namoro com Luhan. Um relacionamento estranho diria o Kim, já não andava bom a muito tempo. Hoje, resolvera fazer uma supresa. Comprou um bolo, duas garrafas de vinho, alguns doces, e algumas camisinhas. Queria que seu namorado o visse com outros olhos, como o homem dos sonhos, no qual todas as garotas sonham e brigavam entre si para ver quem ficava com o "Príncipe".


          Ao chegar em casa, viu tudo escuro, então acabou deduzindo que o seu namorado havia saído para fazer algo. Deixou todas as coisas em cima do balcão, e foi em direção ao banheiro, tomou um banho "gostoso" para um dia cansativo no trabalho. Depois de fazer tudo que tinha que fazer, foi em direção ao quarto.


    - Aish! - acabou batendo o dedo mindinho na cômoda que estava perto da porta.



            Ele parou no momento em que viu seu namorado, o homem no qual ele havia confiado sua vida, que tinha lhe dado tudo, deitado com outro homem, ele parecia ser mais alto, ja que estava por cima do mesmo.


 - Min... Eu posso explicar! - o garoto de cabelos castanhos se levantou ainda nu, tentando chegar perto do namorado.


- A quanto tempo? - de começo, estava com a cabeça baixa e os olhos marejados.- A QUANTO TEMPO ISSO LUHAN?! - uma coisa que o Minseok não sabia segurar, era sua voz, e sua paciência é claro.


- Min...- Tentou mais uma vez e um tapa foi dirigido em sua face.


- Não me chame de "Min"- Empurrou o garoto um pouco mais alto que ele - não me chame de amor, não me chame de nada! Finja que eu não existo para você Xiao Luhan!- já não aguentava mais segurar todas aquelas lágrimas. E depois de tudo isso havia corrido com toda sua força sem rumo.





              Quando percebera, ja estava em uma bar próximo a sua "Antiga casa", literalmente bêbado. Voltaria no dia seguinte para pegar suas coisas para voltar a morar com seus pais. Eles iriam jogar várias coisas na cara do Kim.

"Eu te disse, você não teria futuro com ele", e outros comentários como "Sabemos que você não é gay meu filho, isso é só uma fase, e claro que iremos aceitar você de volta". Mas não era isso que ele queria escutar, queria alguém que chegasse lhe abraçando, e falando que nunca iria deixar ele se machucar, e que faria de tudo para lhe amar, apesar da sociedade.


         Ele já não sabia quanto tempo estava dentro daquele bar, mas sabia que estava bêbado o suficiente para sair vomitando em todo mundo. Então resolveu sair do bar antes que ficasse pior a sua situação. Já não conseguia andar direito pelo simples fato de estar complemente "drogado". Esbarrou em alguém sem querer na saída do bar.


- Me desculpe... - Segurou a camisa do estanho enquanto botava seu almoço e lanche da tarde para fora. Sim, ele ainda era um estranho para o garoto.


- Você está bem? - o estranho parecia preocupado com ele. - Eu posso te levar para casa... caso esteja se sentindo mal...- Ele sorriu antes de segurar o Kim que já estava vomitando mais uma vez perto dos seus sapatos que pareciam ser caros.


- Por que todos perguntam isso? - Sorriu cínico para o estranho e se sentou no meio fio observando os carros de passagem, e os casais trocando beijos apaixonados. - Isso tudo é uma farsa, sabe?


- O que é uma farsa? - o estranho parecia interessado em sua conversa.


- O amor... digo, aquela coisa de "eu te amo" não passa de uma farsa... - o Kim lançou um olhar um tanto indecifrável para o estranho. - O que acha?


- Acho que você ainda não encontrou a garota certa... Então não posso lhe dizer nada.-  ele lhe lançou um sorriso verdadeiro, que fez com que o Kim começasse a chorar.- N-não foi isso que eu quis dizer... droga, nunca sei o que fazer quando alguém esta chorando! - ele tentou passar a mão nas costas do menor que parou de chorar por um momento e começou a lhe observar.


- Me beija. - Ele puxou a gola da camisa do estranho e selou os lábios do mesmo.


     Um beijo em um estranho.

Não parecia tão ruim logo de cara, era algo bom, não tão bom quanto beijar Luhan, o chinês fazia valer a pena cada segundo que mantinha seus lábios colados nos do Kim. Sentiu a coisa começar a esquentar, então teve logo que parar.

- Me desculpe mais uma vez. - o estranho parecia ter gostado daquilo. 

- Bom... não me importei. - o estranho lhe lançara outro sorriso antes de se levantar e puxar o pequeno junto. - Vamos, vou te levar para casa... Você ainda não me disse seu nome.

- Kim Minseok... Me desculpe mais uma vez.- Se levantou segurando no braço do tal "estanho". - O seu, senhor "Estranho"?- acabara soltando um sorriso.

- Kim Jongdae... temos o mesmo sobrenome, bom saber...


Depois daquilo, o Kim já não fazia idéia de como havia chegado em sua casa na noite anterior, só lembrar de ter beijado alguém. Mas... quem?


Notas Finais


Bom, isso é o começo, espero que tenham gotado, falem comigo, deixem opiniões! Elas serão bem-vindas.
E obrigada a quem está começando a ler...
Quero falar uma coisa, eu não sei quando vou usar a 1 pessoa e a 3, então eu vou avisar nas notas iniciais a cada capítulo para ninguém ficar " Wtf?"


Vou deixar o meu Twitter aqui em baixo caso alguém queira conversar comigo: @Scathecloss


Beijos e até a próxima!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...