História After Midnight - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chen, Lu Han, Sehun, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Chenmin, Hanhun, Hunhan, Xiuchen
Exibições 34
Palavras 1.393
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hihihi, bom, não vou dizer que ja sei os dias que vou atualizar a fanfic porque eu realmente não sei, estou na semana de prova na escola, e corro risco de reprovar por causa do bendito teorema de Pitágoras, e acho que é só isso, espero que gostem desse capítulo!
2BJS

Capítulo 2 - Me arrependo de ter conhecido você...


07/03/2016 - Domingo às 09:37.



Havia se passado 5 anos desde o que aconteceu entre Minseok e Luhan. As vezes ele se arrependia por não chegar em casa mais cedo e acabar desconfiando ou até descobrindo antes, se arrependia também de ter confiado em Luhan. Teve que aturar seus pais falando sobre isso por dois meses enquanto não arrumava outra casa para morar, porque aquela não servia mais como sua. Não podia mais falar "Estou indo para casa, nos vemos amanhã no trabalho" quando estava voltando de um dia cansativo.

- Hora de arrumar a casa não é, Shin?- Minseok havia "adotado" um gato para não ficar sozinho dois anos depois.

Não se sentia tão sozinho ao ponto de entrar em depressão, ele adorava ficar sozinho, assim tinha tempo para pensar sobre suas escolhas ou sobre qualquer outra coisa, e também tinha que pensar em seu trabalho. Depois das coisas que passou, conseguiu se formar no que tanto queria. Psicologia. Adorava escutar as histórias das pessoas, e saber que poderia ajudá-las, mesmo que demorasse, ele sentia que poderia fazer algo.
   

          ------




      08/03/2016 - Segunda-feira às 06:45


- Eu realmente não estou afim de ir trabalhar...- Acordou com o barulho do celular tocando.- Bom dia Sra. Lee- Odiava ser acordado por besteiras, por mais que seja a justificativa- Unhum... Sim... Okay... Em alguns minutos estou ai! Até mais.

Levantou-se da cama e foi em direção ao banheiro. Sua chefe havia dito que ele iria cuidar de estagiário. Cuidar. Ele também não gostava daquilo, lembrava que sempre cuidava do Luhan quando ele estava doente. Odiava lembrar do Luhan. Mas era impossível esquece-lo, ele foi uma boa pessoa em sua vida, apesar de tal ato.


 Minseok adorava tirar um tempo do seu fim de semana, pegar uma caixa que deixava guardarda de baixo de sua cama e olhar todas as fotos que havia tirado com Luhan e as cartas que ele escrevera. No final do dia acabava chorando.

     Era bom, e ruim ao mesmo tempo lembrar do Luhan.

    Mas ainda não conseguia confiar em outra pessoa, ele tinha medo de que isso se repetisse.

   Logo após tomar seu café, saiu de casa e foi em direção ao trabalho. Ainda estava frio por causa do inverno. Minseok adorava o inverno...

 

           Ao chegar no trabalho, cumprimentou todos e foi em direção do escritório da sua Chefe, a Sra. Lee, que era um amor de pessoa, em certas horas. A mulher é como uma tia para Minseok, sempre tenta ajuda-lo de todas as formas, e ele adora trabalhar com ela, nem que seja por pouco tempo no dia.

- Bom dia Min, vejo que está bem disposto!- Ela adorava mexer com o mais novo, mesmo sabendo que ele não iria se chatear.

- Não...- Sorriu e se jogou no sofá da sala de sua chefe.

- Bom mocinho, o seu estagiário está aqui!- Ela apontou para a porta que foi aberta imediatamente, fazendo com que Minseok quase caísse no chão.- Ele vai ficar conosco por 5 meses, e depois irá procurar um emprego em outro lugar, ou até aqui mesmo! Então;  vamos nos apresentar não é Minseok?- Ela sorriu ao ver ele se levantando o mais rápido possível.

- Prazer, Kim Minseok.- Foi em direção ao "garoto" de cabelos escuros, que parecia ser mais novo que ele.- Irei cuidar de você.

- O prazer é todo meu, me chamo Kim Jongdae.-  ele soltou um sorriso ao apertar a mão de Minseok- Cuide bem de mim.


Conhecia aquele nome de algum lugar, tinha certeza que o rosto era familiar... Mas da onde?


- Minseok; agora quero que você mostre todo o lugar para o Jongdae, e não esqueça de fazer o relatório sobre o caso da filha da Sra. Layne, certo?- Ela se sentou novamente, pegando tosos os papéis e esperando os dois irem embora.


            ------




- E fim... espero que tenha entendido onde está todas as coisas e os lugares, iria odiar ter que explicar tudo de novo! - Minseok soltou um sorriso de lado e se sentou no sofá que havia em sua sala- Não vai se sentar? Quer algo para comer? Passamos os dias resolvendo coisas e eu acabei não almoçando...

- Bom...  Tanto faz, pode pedir o que quiser.- Sorriu ao ver a expressão de "Sério isso" do Minseok.


- Aish! Então vamos comer um Kimchi! Tem um lugar legal aqui perto, não chega a ser aquelas coisas, mas pelo menos mata minha fome de vez em quando, o que acha?- Levantou-se e foi até sua mesa pegar o dinheiro.

- Okay! Assim poderíamos conversar mais sobre nós dois.- Ele sorriu mais uma vez.



      Seu sorriso é bonito.


Seguiam até o lugar que o Minseok havia falado. Estava tudo em silêncio. Não tinha nenhum assunto.


- Então... Você tem quantos anos? E por que esta aqui? - Olhou para Jongdae enquanto andava por uma rua não muito movimentada.- Se não quiser responder, tudo bem!- ele sorriu antes de olhar para Minseok.

- Vou completar 22 em Setembro... E por que eu vim parar aqui? Bom... minha mãe morreu a 6 anos e meu pai resolveu se mudar para Daegu, por causa do seu trabalho, nesse tempo eu ainda estava na faculdade sem saber o que queria seguir, então psicólogo foi uma ótima opção!- Ele olhou para Minseok enquanto andava, e olhava para frente algumas vezes para não esbarrar em alguém.- E você?

- Me desculpe pela pergunta... Eu tenho 23, completo 24 em março... Bom, eu não tenho muito o que falar, sempre gostei de psicologia, é algo que me faz bem, faz com que eu me sinta feliz!- Ele sorriu e apontou para o lugar entrando e indo em direção a uma mesa.


  ------



Já passava das 21:00 da noite. Eles haviam conversado sobre várias coisas, mas sempre que Jongdae queria saber mais coisas sobre Minseok, ele mudava de assunto. Tinha medo, medo de contar sobre seu passado, poderia até falar sobre o presente, e até imaginar um futuro, mas odiava o passado. Para outras pessoas parecia até ser drama, mas para ele não era. Sabia que existiam pessoas com condições e preocupações piores que as suas, mas odiava ser julgado, e odiava julgar as pessoas.


Jongdae resolveu acompanhar Minseok até sua casa, que por coincidência era perto da sua.

- Está entregue! - Sorriu mais uma vez ao chegar perto da porta da casa do mais velho.- Sua casa namorada deve ocupar bastante espaço da casa - se sentou em um dos degraus.

- Eu não tenho namorada - sentou-se ao seu lado -  e nem pretendo ter, deve ser chato... aish!

- Ah... então um namorado? - Olhou para ele novamente, dessa vez com uma expressão um  pouco séria.

- Por que está tão interessado na minha vida? Huh?- Fuzilou o mais novo com os olhos.

- Por que sempre muda de assunto quando se trata da sua vida? - começou a olhar para ele novamente.

- Deve ser porque a vida é minha? E eu não preciso ficar dando satisfações dela para um "estranho"!- Levantou- se com um ar determinado e foi até a porta.- Passar bem Senhor Jongdae!

- É bom ouvir isso de novo, até amanhã Minseok!


Tudo que poderiam ver era a cara de confuso que Minseok passava para as pessoas que andavam pela rua.

     - ...Ouvir de novo?- Fechou a porta e só fez se jogar na cama, incapaz de tirar sua própria roupa, e acabou pegando no sono.



        ------ 



Minseok acordou com o gato lambendo seu rosto. Lembrou do que aconteceu na noite anterior e não estava nenhum pouco afim de ver a cara do Jongdae hoje.

- Eu poderia inventar uma desculpa...- falou para si mesmo e pegou seu celular, discou o número da Sra. Lee e esperou que alguém atendesse.

- Diga Minseok, estou indo para uma reunião, seja breve!

- Estou me sentindo mal, não vou poder ir hoje... Me desculpe - Ouviu um suspiro do outro lado da linha.

- ...Okay, mas trate de me explicar amanhã, certo?

- Certo- Falou baixo com medo de que ela pudesse falar algo- Obrigada...

Voltou a dormir logo após desligar o celular. Logo após acordar não parou de pensar em Jongdae, não pelo fato de estar atraído por ele, mas por tentar entender o que ele quis dizer com aquilo.


 É bom ouvir isso de novo...


Notas Finais


1- Vocês devem saber o que é um Kimchi ne? Se não, vou deixar um link aqui:
https://soskpop.files.wordpress.com/2013/12/kimchi-acelga-em-conserva-1024x768.jpg

2- Isso não era pra ser bem um começo, é meio que mostrando a personalidade do Minseok
3- Hihihi, vou fazer a personalidade do Min igual a minha! " Ah, então você deve ser chata e grossa" Sou muito chata e grossa sim, mas só com pessoas que merecem, e também tenho meus momentos tpm fora da tpm (vai entender)
ACHO QUE SÓ
ESPERO QUE TENHAM GOSTADO, E ATE MAIS, BJS, OBRIGADA PELOS FAVORITOS!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...