História After Midnight - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange
Personagens Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellbit, Mistério, Romance
Exibições 38
Palavras 372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá povo que frequenta nosso querido Espírito, como vocês estão? OLHA EU DE FANFIC NOVA! (Olha eu?)

Caso seja sua primeira vez lendo algo meu, eu sou a Renata e tecnicamente essa é minha quarta fanfic — eu desisti da primeira, apesar de nunca ter apagado.

Enfim, antes de ler A.M tenho coisas a dizer:

➡ As personalidades do Rafael e da personagem principal são minhas, mas, infelizmente, Rafael Lange não me pertence, nem a atriz que é a pp;

➡ A personagem principal — que eu não digo o nome por ser segredo por enquanto — é interpretada pela Maia Mitchell, mas não é ela;

➡ Cada capítulo tem o título de uma música, ideia da Bianca (~xxxbia);

➡ A capa foi feita pelo blog Fuck Designs. A capa veio com o nome "Midnight After", e eu não sei se foi algo proposital que a editora fez ou se ela se enganou, mas eu decidi postar mesmo assim por conta da demora e minha ansiedade. E se alguém achar ruim: "você conhece minha capa, não minha história", ~IsacsFuck, 2016;

➡ O primeiro capítulo, vulgo prólogo, acontece entre o último e o epílogo. E por que você colocou aqui, Renata? Sei lá, achei que ia ficar bom. Ele também é uma carta, por isso está inteiramente em itálico;

➡ Eu vou postar quando eu tiver vontade, pois a fanfic já está acabada;

➡ É uma shortfic, tem quinze capítulos + prólogo e epílogo. Não sei qual a média de palavras dos capítulos, mas não serão muito longos;

➡ A fanfic NÃO é movida a comentários — mesmo porque eu acho isso ridículo —, mas eles são um ótimo incentivo.

Acho que isso é tudo, se esquecer de algo falo depois.

A música desse capítulo é Meet You There — Simple Plan.

Tradução: Te encontrarei lá.

BOA LEITURA!

Capítulo 1 - Prólogo — Meet You There


"Ainda não acredito que tudo acabou dessa forma. Ainda não acredito que não fui capaz de perceber quão mal você estava.

Não queria que você fosse embora. Em todas as vezes em que discutimos e eu gritei pedindo para que fosse embora, nunca era, de fato, verdade. Ficar perto de você era a melhor sensação que eu poderia sentir.

Mas o que eu poderia fazer se você já tinha decidido fazer aquilo? Eu não poderia te segurar para sempre, eu não conseguiria. Você é livre como um pássaro, sempre fez o que queria, mesmo eu pedindo o contrário.

Eu sabia que você partiria, mas mesmo assim não estava preparado. Não achava certo ter que te dizer tchau — apesar de nós nunca termos realmente nos despedido — e ver todas as lágrimas caindo. Não achava certo ter que lhe dar o último beijo e te ver partindo para um lugar que eu desconhecia.

Eu nunca vou te esquecer, porque eu não posso. Você é parte de mim, sem você eu sou quase incompleto.

Era tudo perfeito. Mas, é como dizem, tudo que é perfeito tem fim. Nada dura para sempre. Eu esperava que fôssemos eternos, e eu acreditava que seríamos, até o dia em que eu encontrei seu caderno e li tudo que não queria.

Não importa o que todos dizem e pensam a seu respeito. Não importa o quanto dizem para eu te tirar da cabeça, pois você foi uma vaca egoísta por me deixar para trás depois de tudo que passamos juntos, depois de tudo que eu fiz por você. Mal sabem eles que você fez mais por mim do que o contrário. Nada do que os outros dizem tem importância, porque eles não conheceram a parte de você que eu conheci.

Por mais que você agisse como se nós fôssemos completos desconhecidos e dissesse que eu não sabia nem um terço sobre você, eu sentia que você não podia ser mais sincera comigo.

Você era tudo, entende isso? Você era tudo que eu já pude querer ter. Agora, sem você, eu não sou nada.

Eu te amo. Te amo como nunca amei alguém na minha vida. E eu preciso de você aqui mais do que nunca.

— Rafael Lange."


Notas Finais


Esse foi o prólogo. Eu tô muito insegura sobre as pessoas gostarem ou não da fanfic, mas eu gostei do resultado e vou psotar de qualquer jeito.

Espero que tenham gostado. Se sim, deixa um comentário para me deixar mais feliz e ciente da sua opinião e favorite já que é novo aqui!

Beijos e queijos.

FUI!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...