História After The Storm - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 1.429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom depois de ler varias fics , finalmente aprendi ( eu acho) a como fazer uma, então espero que gostem , e me digam oque estão achando ...

Capítulo 1 - Uma nova bosta de vida...


Fanfic / Fanfiction After The Storm - Capítulo 1 - Uma nova bosta de vida...

-Kamilla porra vem logo , que demora do caralho - fala minha Mãe me apressando para descer com as malas , já que vamos viajar. até que ela poderia me deixar aqui no Rio de Janeiro , mas ela me obrigou a ir com ela , ainda bem que fiz um curso de inglês se não fosse isso eu iria passar uma puta vergonha no EUA...

- puta que pariu Mãe affz ja vou - falo descendo as escadas com minhas malas ..

- porra kamilla vai levar a casa toda ? - quando vou dar uma resposta ela me interrompe - não quero resposta , pega essas merdas e vamos logo para o aeroporto ..- minha Mãe fala , e com as piores caras que eu consigo fazer eu entro dentro do carro ..

Minha Mãe se chama Luciana Torres ela tem 31 anos , ela simplesmente estava em uma merda de festa aos 14 anos e foi transar com um desconhecido ainda mas sem camisinha , quando minha Mãe descobriu que tava gravida foi atrás do desgraçado filho da puta que me botou nessa merda de mundo , o meu nojento "pai" mas ele disse que não iria assumir a criança então meteu o pé , minha Mãe (que eu não sei porque eu chamo ela assim ja que ela não me trata como uma filha) até pensou em me jogar fora , mas minha vó ( a única pessoa que me amou de verdade nesse mundo , pois ja faz 3 meses que ela faleceu ) não deixou então digamos que a Luciana (minha Mãe) teve obrigação de me criar ... Eu não tinha muitos amigos no Rio , só a Samara e o Diego , eu já fiquei com o Diego mas não foi nada sério , mas atualmente a Samara tá namorando o Diego e meio que os dois me deixaram de lado , então eu não faço nem questão de ir para outro país ...

Bom eu já falei a metade da minha vida de bosta então... Eu sou Kamilla tenho 17 anos faço 2 ano do EM e sou uma loira natural , do cabelo Liso e olhos castanhos claros ,Sou magra tenho um piercing no septo, um no umbigo e um no nariz , tenho uma tatuagem na virilha de diz .

"As estrelas fazem parte de nós"

Minha vó ( a Flávia) me falava isso direto , ela dizia que quando ela sentia falta do meu avô ou estava triste , ela sempre olhava as estrelas , e isso já era rotina para ela , já que meu avô fazia muita falta a ela , e que as estrelas ja faziam parte dela , então todas as noites antes de dormir eu e minha vó sempre ficava observando as estrelas antes de dormir ... Ela faz muita falta para min , aquela mulher eu chamo de mãe porque ela foi a única que me tratou como alguém da família...

-passageiros do destino EUA ....

- Kamilla nosso vôo - minha Mãe fala tirando os fones do meu ouvido , logo quando chega minha musica preferida " Soap - Melanie Martinez"

- Porra Luciana logo na minha música preferida

- Cala a boca e Vem logo caralho - fala minha Mãe fazendo o maior escândalo no aeroporto , minha relação com minha Mãe era sempre assim , palavrão para ca e para lá ela não se importava , assim como eu ...

Me levanto e sigo ela ...

Minha Mãe vai trabalhar como modelo no EUA para uma revista sex , eu odeio essa coisa de modelo , as vezes minha Mãe me obriga a ir a alguns eventos e isso é muito chato ...

Chegando no avião me sento ao lado da minha Mãe e boto meu fone de ouvido com a musica do projota  "canção pro tempo" e assim pego no sono ...

- srta.Torres chegamos - a aeromoça fala acordando eu e minha Mãe , olho ao redor e todos do avião já haviam saído , e isso me fez ficar com vergonha , minha Mãe toda descabelada sai do avião logo sigo ela , recolhemos nossas malas , agente come alguma coisa e sai do aeroporto , com um celular na mão minha Mãe chama um táxi..

Depois de um tempo o táxi chega , o motorista já é idoso um pouco careca e cabelos brancos e uma barba mal feita .depois de ter guardado as malas no porta-malas do carro eu e minha Mãe entra no mesmo , eu passo endereço pro motorista e logo segue o caminho , depois de alguns minutos o motorista para em frente a um portão e minha Mãe logo interfona para o porteiro e em seguida abre o portão , onde há uma estrada de pedras e uma mansão logo na frente , ao redor da casa é coberto por grama e atrás da casa há uma piscina enorme , com uma churrasqueira algumas cadeiras bóias e etc ... Assim que a estrada de pedras acaba , saímos de dentro do carro , em frente a casa tem duas pessoas um homen e uma mulher , enquanto o taxista tira nossas malas os desconhecidos se aproximam...

- Boa Tarde , Dona Torres - falou a mulher cumprimentando minha Mãe com um abraço , dês de quando minha Mãe virou uma pessoa gentil ? - Boa tarde srta.Kamilla eu sou a empregada da mansão e de vocês sou a Felicity - ela fala estendendo a mão , eu como sou muito educada não aperto sua mão e sim abraço a moça que aparenta ter ums 40 anos ela é cheinha com um cabelo castanho curto , e olhos azuis ela está usando um avental com margaridas estampadas...

- por favor me chame de Milla - ela acena com a cabeça ...

- filha esse é o Otávio marido da Felicity e mordomo da mansão- minha Mãe fala apontando para o homen que está ao lado da Felicity ele aparenta ser um pouco mais velho que a dona Felicity , ele usa uma barba um pouco alta com poucos cabelos brancos , e um cabelo penteado para trás preto , olhos castanhos escuros e ele está vestido com um terno social ...

- prazer srta.Kamilla - ele fala beijando minha mão

- por favor me chame de Milla - ele acente e aponta para trás da minha Mãe , mostrado que o motorista já terminou de tirar nossas malas , minha Mãe paga ao mesmo , que saí pelo portão da mansão , o Otávio pega um carrinho daqueles que carregam malas e bota as malas no mesmo, quando entramos na nossa mas nova casa meu queixo quase cai de tão grande que é . o Otávio deixa o carrinho com as malas na sala e retira só aquelas que tem meu nome...

Esse trabalho da minha Mãe foi o melhor de todos a nossa antiga casa era vem pequena e eu dividia o quarto com a minha Mãe , essa mansão é incrível nem acredito que vou passar a minha vida aqui , embora não goste da minha Mãe e do emprego dela , eu gostei bastante em ter me mudado , agora vou ter meu próprio quarto ...

O Otávio sobe as escadas com as minhas malas e eu o sigo , em um corredor com três portas ele abre a última e bota as malas no canto da parede , entro dentro do quarto e fico mas impressionada ainda, as paredes do quarto são roxas com listras brancas e o teto é branco , no canto da parede tem uma cama de casal com dois criado-mundo pequeno , um de cada lado com um abaju , em frente a cama tem uma TV grande pendurada na parede , embaixo dela tem uma estante pequena e larga , com alguns livros , tem um tapete pequeno retangular de veludo cor de pele , no meio do espaço que há entre a cama e a televisão , no outro canto da parede tem uma cortina enorme que dar acesso a varanda que é linda com duas cadeiras e uma mesinha , no outro lado da parede tem outra porta , onde fica o banheiro , que é muito grande , no outro lado da parede tem um guarda roupa branco , que quando eu abro logo descubro que é um closet e por fim e não muito importante tem um ar-condicionado na parede em cima da Tv ...

Enquanto Otávio sai do meu mas novo quarto eu resolvo desfazer as malas , e pelo visto vai demorar umas 2 horas...


Notas Finais


Cometem ...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...