História After The Storm - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren, Drama, Fifth Harmony, Romance
Exibições 8
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, mozamores!!!!

A a a a a a a a a eu estou tão feliz! Peço desculpas desde já se eu demorar a atualizar, pois minha vidinha anda uma correria e eu não estou sabendo adiministrar bem o meu tempo. Enfim, peço a vocês um pouquinho de paciência. Esse capítulo é importante. Espero que leiam atenciosamente para depois me falar o que estão achando da fanfic.

A música de hoje é:

Play 1 = Mirrors - Justin Timberlake.

Ps: Super recomendo o fã clube da "ninha" Bia no insta (727harmonizer). E quem quiser me encontrar no site do passarinho o meu tt é @Mrstrouxa5H.

Capítulo 2 - Mirrors


Fanfic / Fanfiction After The Storm - Capítulo 2 - Mirrors

07 de Agosto de 2014 – Miami, Flórida.

Algumas horas haviam se passado desde que Lauren chegou em casa. No interior do quarto onde agora ela se encontrava enclausurada, permitiu que seus pensamentos fossem voltados sobre o que era o amor. Apesar de muito jovem, ela sempre sonhara em viver algo tão intenso quanto o que seus livros descreviam, mas, apesar de tanto ler sobre o tema, a morena de olhos esmeraldas nunca encontrou um conceito que fosse aceitável para a sua mente... Era como se todas as definições fossem efêmeras diante um sentimento tão complexo.

- É como diz o ditado... – Pensou alto enquanto fitava o teto de seu quarto. –Se você quiser algo bem feito, faça você mesmo. – Encerrou sua fala e dirigiu-se a sua escrivaninha em busca do notebook que ali estava para logo em seguida voltar à cama, colocar o aparelho sobre o colo e dar inicio ao seu mais novo texto.

Após longos minutos, seu pensamento sobre o amor estava concluído...

"Tentando descrever o amor"

Segundo alguns dicionários, amor é um sentimento de dedicação absoluta de um ser a outro; sentimento belo; significativo; especial... E é conhecido por muitos como: a maior força da humanidade. 
Partindo de um ponto de vista mais filosófico da coisa, afinal, o que é o Amor? 
Sim, é óbvio que é um sentimento... Mas, tentem descrever, tentem elaborar um conceito mais complexo... 
Pois é, acho que se fôssemos elaborar um conceito, teríamos diversas opiniões e isso só ficaria claro que o amor não é compreendido por todos da mesma forma. 
Para alguns escritores ele é uma fonte de inspiração, para os apaixonados é o sentimento mais belo, para os amigos ele é força e união, para religiosos o amor é Deus... Por que o amor é isso não é? É cuidar, proteger, dedicar-se...
O amor também é plural. Temos tantos amores no decorrer da vida, pois existe o amor entre dois seres e este independe de sexo, raça e religião; o amor familiar, o amor entre amigos. É algo mais amplo do que imaginamos e, que de certa forma foge do nosso controle e da nossa compreensão, ele vai além do que se vê, pois ele rompe obstáculos, encurta distâncias, quebra tabu... O amor é um ato de rebeldia em especial nesse século que estamos vivendo, onde tudo é mais mecânico do que dinâmico. 
Notaram como podemos entrar em diversos temas falando de um único sentimento, depois de tudo isso que foi lido você conseguiu descrever? 
O amor é uma força? Um cuidado? Não, não... Uma beleza? Uma proteção? Uma dedicação? 
O que é o Amor? 
De acordo com a mente louca que possuo, nem usando as explicações mais claras e objetivas, nem as palavras mais belas, nem lendo todos os textos sobre o tema eu conseguiria descrever o amor porque é um mistério, a melhor palavra que o descreve é essa. 
Mistério? Sim, mistério de uma força, mistério de uma dedicação, mistério de uma proteção, de uma inspiração é o mistério de uma beleza... A beleza que se tem em entregar-se, em passar por cima dos obstáculos, a beleza quando os lábios se tocam, quando olhares se buscam e quando braços se abraçam. A mesma beleza quando você vê seu filho pela primeira vez ou quando você volta de uma viagem e reencontra seus pais, aquela beleza quando você sente Deus e quando você faz uma carta para quem gosta... e diante disso tudo se tem uma sensação inexplicável, mais uma vez o tal amor e seus mistérios, como eu disse acima ele vai além do que se vê e também além de uma descrição que uma menina curiosa e sonhadora fez sobre ele, afinal amor não se descreve.
Amor é algo que se sente, não importa em quê ou em quem se dê esse luxo: Ame.  

- Branca de Neve? – Lauren foi desperta de seu devaneio pela voz de seu pai e por seguidas estaladas de dedos próximas ao seu rosto.

- Ah... – Suspirou um pouco perdida e sentiu os braços de seu pai em volta de seu corpo.

- Ainda sonhando com o amor da sua vida, princesinha? – Perguntou depositando um beijo na testa da filha.

- Só estava escrevendo, Papai! Não tem nada demais nisso. – Respondeu se soltando dos braços do pai e encarando-o. – Pensei que o senhor já estivesse ido para o plantão.

- Eu estava indo, mas decidi te deixar um beijo, pequeno felino. Sua mãe me informou de que irá sair com as meninas, não se esqueça de que amanhã temos um almoço importante, está bem?

- Pode deixar Dr. Jauregui! – Afirmou batendo continência enquanto o pai se afastava.

- Amo você, filha. – O homem falou a olhando carinhosamente.

- Também amo você, papai... – Respondeu sem hesitar devolvendo o olhar carinhoso. – Do fundo do meu átrio esquerdo e com muita ocitocina. – Completou por fim, fazendo seu pai gargalhar. 

PLAY NA MÚSICA

Mais duas horas se passaram e Lauren já dirigia seu carro pelas ruas de Miami Beach na companhia de Ally e Normani. A baixinha estava no banco de trás com uma garrafa de vodka nas mãos cantarolando a música de Justin Timberlake, o que deixava Lauren um pouco irritada.

- I can tell you there's no place we couldn't go...Just put your hand on the glass. – Ally gritava no banco de trás, enquanto Normani ria e Lauren respirava pesadamente. A morena entrou no estaciomento com seu carro utilizando-se de uma velocidade acima da média.

- I'll be tryin' to pull you through, you just gotta be strong...Cause I don't wanna  lose you now . – Agora Normani já acompanhava Brooke com aquela canção.

Lauren virou-se na tentativa de encarar a menor que estava um tanto alterada, mas para sua surpresa quando voltou seu olhar para frente avistou duas jovens quase em cima o capô de seu carro obrigando-a a freiar bruscamente, assustando as duas garotas que encararam o veículo em pânico.

- Porra, Lauren! Você quase matou a Dinah antes de conhecer ela. – Normani gritou deixando o veículo para ir ao encontro de Dinah.

Dinah e Normani se abraçaram e começaram a rir, mas Lauren continuava agarrada ao volante em uma troca de olhares intensa com a outra garota que estava de pé com seus olhos voltados para a morena.

- I'm lookin' right at the other half of me... - Allyson cantou baixou bem próxima ao ouvido de Lauren, rindo no momento seguinte, e estourando a bolha que sua amiga se encontrava com a jovem de olhos castanhos.

- It's like you're my mirror. – Lauren falou pausadamente desligando o carro.


Notas Finais


Como estamos???

Eu amei escrever esse capítulo. Socorro!!

Quero deixar aqui meus sinceros agradecimentos a "Ninha" Bia por ter me dado todo o apoio e por amar essa fic tanto quanto eu. Não posso esquecer a convencida da Maíra, que fica enlouquecendo comigo na busca do melhor caminho para seguir com a narrativa e quero mandar um beijão para as meninas do Harmovale que sempre tornam meus dias mais alegres com aquela farofa tour KKKKKKK. Ah, beijo em cada um de vocês!

Até qualquer hora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...