História After the storms - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Tags Drama
Visualizações 13
Palavras 887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo frequinho aí pra vocês! Boa leitura.

Capítulo 18 - You're perfect the way you are


Mesmo que o vento frio me deixasse mais calma ainda estava agitada demais para conseguir pegar no sono, já tinha me acostumado com noites tranquilas e então quando tive o pesadelo foi como se me quarto estivesse me sufocando.

Não podia ficar dentro do meu quarto, tinha que sair dali, mas sair para onde? Não me importava, não me importava mais com nada.

Saí do meu quarto e comecei a andar pelos corredores, meus pensamentos voavam em minha mente, não sabia para onde estava indo, não sabia em qual direção os meus pés estavam me levando, e de novo sinceramente não me importava.

Não sabia que horas eram, não sabia se o Sol iria nascer daqui algumas horas ou daqui a alguns minutos. Minhas mãos tremiam como todo o resto do meu corpo, era como se eu não conseguisse respirar, como se tivesse uma agonia tão grande no meu peito que não me fazia pensar direito, não me fazia raciocinar como um ser humano normal.

Quando saí do transe percebi que estava em uma ala familiar do palácio, prestando atenção nos detalhes percebi que estava em frente a última porta do corredor. Não quis nem saber, bati na porta já entrando, não me importava se alguém visse ( mas no fundo eu era covarde e esperava que não).

Sabia que ele estava ali, sabia que também não iria a lugar nenhum a essa hora. Fui em direção a sua cama e parece que acabara de acordar, estava meio grogue  de sono. Ele ficava lindo quando estava com o cabelo bagunçado e com os olhos pequenininhos de sono.

- Allyson o que você está fazendo aqui?! - perguntou ele notando a minha presença.

- Não sei... não devia está aqui,eu sei disso ahhh, to cansada de mais para falar. Só preciso que você me abrace até eu pegar no sono - disse e ele me olhou supreso, mas depois deu um sorriso torto que eu adorava.

Ele suspirou e ele deu um tapinha  ao seu lado na sua cama. Fui rapidamente até lá e ele me abraçou como eu pedi. Estava enconstada em seu peito e ele estava encostado na cama. Ficou alisando as minhas costas e beijando o meu cabelo, não sabia que ficar desse jeito poderia ser tão bom.

- Prometo que já vou embora, daqui a pouco amanhece e não vou tomar o seu tempo, sei que sou insuportável. - disse fechando os meus olhos quando ele beijou a minha testa.

- Ally, são uma e meia da manhã - disse e riu baixinho - Não vai amanhecer nem tão cedo, e você não é nada insuportável, tá talvez um pouco. - disse e eu ri um pouco.

- Você também não é nada agradável senhor Fox - disse me desescostando um pouco dele para conseguir olhar o seu rosto - Mas se quiser que eu saia eu saio, sei que ontem foi um dia longo e você pode esta cansado... 

Eu me interrompeu me beijando, me fazendo entender que ele não queria que eu fosse embora. Era exatamente como eu me lembrava, seus lábios eram tão macios como se fossem feitos de algodão doce. Quando percebi eu estava de costas para a cama e ele por cima me beijando, me afastei um pouco para beijar o seu rosto. Ele caiu ao meu lado de frente para mim e ficou acariciando meu rosto e meu cabelo, já estava quase dormindo.

Ele me puxou mais para perto dele ao ponto de meu nariz ficar a milímetros do seu. Ele era tão carinhoso, a forma como me olhava ou me tocava fazia as minha pernas ficarem bambas.

- O que vamos fazer? Ally não podemos mais...

- Por favor, eu não quero falar disso, não agora aqui com você - disse e ele abaixou os olhos - Fox eu não sei o que está acontecendo comigo, não consigo parar de pensar em você. Queria que fosse diferente essa situação, não que você não estivesse nela, mas que fosse em outro lugar, em que nós fôssemos pessoas diferentes. Imagine a gente se conhecendo em algum lugar e fôssemos comer algum podrão da vida em uma lanchonete de rua. - ri e ele riu também - Seria maravilhoso se eu pudesse ser normal. - disse e ele pegou a ponta do meu queixo e me fez olhar para ele de uma forma tão delicada que eu nem imaginava ser possível.

- Você é perfeita do jeito que é, não queria que fosse ninguém que não fosse você aqui na minha frente em um Palácio deitada na cama de um selecionado completamente apaixonado por você. - disse e meu coração parou quando ele disse isso. Não sabia se ele ainda estava batendo. Beijei ele como nunca beijara ninguém, tive a prova que ele voltara a bater porque ele disparou a mil batimentos por segundo, era como se só existisse eu e ele no mundo inteiro e ninguém pudesse nos interromper.

Ficamos assim durante um bom tempo nos beijando e trocando carícias até que estava com tanto sono que meus olhos estavam quase se fechando quando escutei ele sussurar :

- Boa noite princesinha, acho que as dicas do COMO CONQUISTAR UM HOMEM funcionaram direitinho. - disse e eu ri me perguntando porque ele ainda se lembrava disso. Foi aí que dormir feito uma criança com a cabeça encostada em seu peito ouvindo os batimentos do seu coração.















Notas Finais


Me digam se esse capítulo no ficou muto cute? Espero que tenham gostado, Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...