História After You - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Originais
Personagens Justin Bieber
Tags Erotismo, Julie, Justin, Romance, Suspense, Traição, Vandalismo
Exibições 52
Palavras 1.754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello seus lindos!! Aqui está o 15° Cap... Espero que gostem, eu realmente estou muito ocupada nesse último mês por isso a minha ausência mas eu continuarei postando espero que vocês continuem acompanhando...
Xoxo: Any

Capítulo 15 - True Love


Nunca pensei que os dias aqui na Itália seriam tão maravilhosos, cada dia que passa eu me sinto mais livre, sem ficar me culpando pelos outros se machucarem por minha causa; ainda penso no Harry, principalmente no Justin, como tantos problemas que ele pode ter ele é quem mais me preocupa.

Verificando meus emails para saber se recebi algum dos meus pais, minha mãe me manda emails quase todos os dias mas hoje não foi o caso, destraida como sempre nem percebo que tenho que ir ao mercado pra minha Nona quando estou quase a desligar o notebook recebo uma chama de vídeo, assim que ligo vejo Justin minha primeira reação é de espanto. 

- Oi Julie ! 

-Oi.. Justin?! Falo confusa. 

- Eai como você está, me conta tudo oque está rolando ai! Ele fala animado, o Justin que eu conheço já estaria todo bravo querendo satisfações do porque viajei sem falar nada pra ele. 

- Estou bem obrigada aqui é maravilhoso não está acontecendo nada muito interessante mas tudo ao seu tempo, como você está!?. Sorrio sendo gentil. 

- Que ótimo fico feliz por você estar bem, eu estou ótimo, esse último mês sem você foi difícil mais estou me virando bem, sinto sua falta espero que sejamos bons amigos agora! Ele sorri.

- Acredite ou não também sinto sua falta e é claro que podemos ser amigos, também é ótimo saber que você está bem; eai oque tem feito de bom?. Agora estou mais confiante em conversar com ele.

- Então depois que você foi embora eu pensei bem nas coisas que eu te fiz e também aos meus pais e as pessoas ao meu redor e decidi mudar de uma vez, entrei para um grupo onde ajudam pessoas a superar o câncer isso me ajuda muito todos os dias! Ele parece tão bem agora, foi apenas eu me afastar de uma vez pra ele ser essa pessoa maravilhosa estou orgulhosa. 

- Justin isso é incrível, estou tão orgulhosa de você gostaria de ver isso pessoalmente mas sei que mesmo daqui posso sentir você mudando muitas coisas pra melhor! Minhas bochechas doem de tanto sorrir, realmente estou muito feliz por ele. 

- E, eu conheci uma pessoa. Ele fala.

- Ah.. é, sério!? Gaguejo sem querer meu coração acelera mais mantendo a postura. - Que bom Justin, ainda bem que você seguiu em frente espero que ela te ame muito eu sempre soube que no fundo desse seu coração aí tinha um garoto extraordinário! 

Ele fica em silêncio por minutos, eu nem sei oque dizer. 

- Eh.. Justin eu preciso ir no mercado pra minha Nona outra hora conversamos mais ok!?

- Ok, até mais Julie. Ele se despede sua expressão é fria como eu sempre via.

Desço rápido pra ir ao mercado que fecha daqui uma hora, compro o necessário, pra minha Nona funciona assim, acabou alguma coisa corre pra comprar mais pra não faltar, volto pra casa sem pressa nenhuma, se tem uma coisa que eu amo aqui é andar por essas ruas e absorver toda a tranquilidade e inspiração das paisagens me acalma muito. 

Já na porta de casa entro gritando. 

- Nona!!! Grito. - Cheguei, vou colocar as coisas na cozinha!! 

- Não precisa gritar julie sou velha mais não sou surda! Ele ri. - Tem um rapaz lindo te esperando lá fora. Ela sorri.

Atrás da casa da nona tem uma área aberta, que usamos para festas e outras coisas é tipo uma área pra lazer é exatamente esse lugar que ela se referiu como "lá fora". 

- Em que posso ajuda-lo!?  Pergunto. 

- Não sei ainda estou pensando! Assim que ele se vira, fico boquiaberta como assim não pode ser!.

- Meu Deus! Minhas mãos estão tampando minha boca. - Como assim você aqui? Fico feliz mais ao mesmo tempo confusa. 

- Feliz em me ver? Ele sorri e vem até mim me abraçando. - Finalmente, estava morrendo de saudades!

- Não tô entendendo como você chegou aqui? Me afasto pra ver mesmo se ele está aqui na minha frente. 

- Bem, pra mim te explicar primeiro você vai ter que me oferecer uma taça de vinho! Ele continua sorrindo, e que sorriso lindo. 

Entramos em casa, sentamos no sofá, peguei duas taças de vinho nos servindo. 

- Nona esse é o Harry, Harry essa é minha Nona. Os apresento, ambos se cumprimentam e Nona nos deixa a sós. 

- Assim que você foi embora eu e o Justin fomos na sua casa, sua mãe disse que você tinha vindo pra cá, o Justin foi pra casa acabado mais eu insisti muito pra ela dizer exatamente onde você estava e ela foi muito gentil em dizer, eu vim pra cá no mesmo dia mais ia ficar muito chato pra você que tinha acabado de sair de lá justamente por minha causa me ver tão rápido, então eu me hospedei num hotel aqui perto de um amigo do meu pai, inclusive tive muita sorte se não teria que gastar uma grana alta, e esperei passar um tempo pra você se acalmar esquecer de todo aquele problema, as meninas me disseram que o Justin conheceu uma garota lá num projeto que eles estão participando. 

- Não acredito que você veio até aqui por mim, Harry você sempre me surpreende. Sorrio. - Sim eu soube, falei com o Justin à 1 hora atrás, você sabe quanto tempo eles estão juntos?. 

- Foi uns dias depois que você veio pra cá, então já faz um mês e pouco, isso te incomoda? Harry pergunta. 

- Não pelo contrário se ele está tão apaixonado por ela eu poderia ir visitar meus pais sem ter problemas com ele, estou sentindo falta deles. Sorrio. 

- Julie eu senti tanto sua falta. Ele me abraça.

- Harry! Retribuo o abraço. Também senti a sua muito mesmo! 

- Talvez agora que o Justin seguiu em frente nós poderíamos dar certo. Ele segura meu rosto com uma mão. 

- Harry vamos deixar rolar não vamos forçar nada, está tudo muito recente se for pra acontecer que seja mais vamos com calma ok! Falo com cautela, pra ele não pensar que é só ele chagar pra mim me entregar pra ele e não é bem assim. 

.......................................................................


Finalmente o fim de semana, vou passar dois dias em Pasadena pra ver meus pais, Harry me acompanha fico inquieta no avião a viagem toda nem dormir eu consegui. 

 Estava com saudades do frio daqui na Itália é sempre quente. Do aeroporto pra casa é impossível ficar quieta, assim que Harry estaciona o carro vou correndo abrir a porta, meus pais não sabem que estou aqui, posso ver eles conversando na cozinha. 

- Surpresa! Grito. 

- Filha! Minha mãe grita e vem correndo me abraçar.

- Minha princesinha! Meu pai me abraça. 

Lágrimas começam a escorrer pelo meu rosto, acho que nunca senti tanta falta deles como agora. 

- Como está a nona!? Mamãe pergunta enxugando as lágrimas. 

- Está bem, mandona como sempre! Todos riem. 

- Harry obrigada por trazê-la de volta! Mamãe vai até ele que está parado na porta e o abraça. 

- Mãe eu vou ficar dois dias. Falo sem graça desanimando meus pais. 

- Esse tempo que você passou longe foi o suficiente, nós ainda somos seus pais e ainda mandamos em você! Meu pai fala com rigidez.

- Não vamos brigar eu vim pra me divertir com vocês estava morrendo de saudades qual é! Falo.

Então corremos pra nos arrumar e saímos eu meus pais e Harry para jantar e conversarmos, a noite foi ótima ficamos até tarde uns com os outros.

Em casa já me despedindo do Harry...

- Obrigada por hoje! Agradeço a ele. 

- Eu que agradeço. Ele sussurra me beijando suavemente logo me deixando indo para o carro. Sorrio, parece que essa é a primeira vez que nós beijamos. 

De manhã, tomando meu café delicioso converso com meus pais. 

- Então oque vai fazer hoje? Meu pai pergunta.

- Acho que vou visitar a escola dar uma passada no fliperama e depois ir ao jogo, vocês deviam ir é hoje a noite as oito. 

- Estaremos lá. Papai responde. 

As horas passam rápido demais, acompanhada do Harry ele me mostra oque mudou na nossa escola fiquei tão pouco tempo aqui, na quadra  de basquete vejo as amigas do Harry elas vem correndo pra me abraçar faço o mesmo. Conversamos sem parar, muito legal que elas fazem parte também do grupo pra ajudar as pessoas com câncer, preciso ir ao fliperama  caminho até Harry pra avisa-lo que estou de saída.

- Julie? 

- Sim? Assim que eu me viro vejo Justin. - Aí meu Deus, oi tudo bem? O abraço. Ele só me olha sem dizer nada.

- Julie é melhor irmos já estamos atrasados! Harry me puxa. 

- Justin não vai apresentar sua amiga!? Uma garota estranhamente parecida comigo pergunta.

- Sam essa é Julie, Julie essa é a Sam, minha... Ele trava antes de falar oque todos já sabiam.

- Prazer em conhece-la você é linda. Tento ser gentil.

- O prazer é meu, obrigada você também é muito linda. Ela é gentil também.

- Eu preciso ir, foi um prazer te conhecer e foi legal te ver de novo Justin! Sorrio, é oque mais faço ultimamente. 

Sigo ao fliperama só eu e Harry, conversamos sobre a Sam ser parecida comigo virando motivo de piada pra nós dois, é engraçado. Oito horas e o jogo de futebol vai começar encontro meus pais na arquibancada e lá assistimos todo o jogo comemorando no final a vitória do nosso time, me despedindo do Harry ali mesmo vou indo pra casa com meus pais, estou totalmente cansada, tomo um banho bem quentinho e deito relaxando todo meu corpo. Posso ouvir minha janela abrir.

- Harr.. Justin? Me assusto achando que fosse o Harry. 

- Porque você voltou? Ele pergunta sério. 

- Estava com saudades dos meus pais. Respondo.

- Só isso mesmo? Ele continua sério.

- Sim! Respondo com mais firmeza. 

- Você e o Harry estão namorando? Justin continua o questionário.

- Não, somos só amigos. Me sento na cama.

Ele tira a camisa, fazendo meu coração disparar. 

- Justin... Antes que eu pudesse continuar ele tampa minha boca subindo em cima de mim. 

- Você vai embora, fica 2 meses e meio fora eu tento te esquecer e você me ferra voltando pra cá fica desfilando com aquele Nerd por aí, eu ainda te amo, ainda te quero, eu ainda consigo sentir seu cheiro todas as noites antes de dormir, eu te amo Julie! Ele sussurra as palavras no meu ouvido já desabotoando a calça. - Minha Julie!


Notas Finais


Yeeh espero que tenham gostado desse Cap suas lindas(os)... Adicionem After You na biblioteca de vocês,assim fica mais fácil de saber tudo oque acontece nessa louca história de amor! Por favor não deixem de acompanhar, sempre que eu puder vou estar postando um novo capítulo, comentem muito dêem likes, fico muito agradecida.
Xoxo: Any :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...