História After You - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow, Eddie Thawne, Eobard Thawne / Flash Reverso, Felicity Smoak, John Diggle, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Wally West (Kid Flash)
Tags Barry Allen, Caitlin Snow, Lily Snow, Snowallen, Snowbarry, The Flash
Exibições 218
Palavras 944
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi, galera! Tudo bom com vocês?
Bem, essa é a minha primeira fic aqui no site, até porque me cadastrei recentemente, e estou um pouquinho atrapalhada hahaha
Então, eu espero realmente que vocês gostem, porque fiz com todo carinho, pois eu tenho um amor enorme por fanfics com o Barry e a Caitlin.
Eu sou um pouquinho dramática, então espere vários encontros e desencontros (adoro!).

Capítulo 1 - Capítulo 1 - Lily Snow


Capítulo 1 — Lily Snow

Os pequenos e delicados raios de sol entravam de forma tímida pela janela de vidro, entreaberta. Junto deles, o vento trazia um ar frio, e fazia com que a cortina rosa bebê, lotada de desenhos engraçados, balançar lentamente.

Deitada na cama, junto de inúmeros bichinhos de pelúcia, estava um corpo pequeno, de criança, mais precisamente uma garota. A cabeleira castanho claro estava espalhada por todo o travesseiro, e seus bracinhos finos apertavam com força o animalzinho, uma tartaruga roxa, de pelúcia. Sua expressão não era boa, demonstrava que a pequena não estava tendo bons sonhos.

A porta foi aberta lentamente, e por ela passou uma mulher, magra e alta, com os seus — já não tão longos — cabelos castanho claro soltos. A adulta, ao perceber que a menor estava tendo algum tipo de pesadelo, sentou-se rapidamente ao seu lado, um tanto afobada. Com carinho, acariciou seus cabelos por um tempo — coisa que alívio a menina, um pouco. Suavemente, tocou em seu ombro, chacoalhando-o delicadamente logo em seguida, fazendo-a abrir os olhos incrivelmente verdes e dando um sorriso cansado.

— Pesadelos de novo, filha? — perguntou Caitlin Snow, lançando um olhar preocupado para a única filha.

— Sim, mamãe — respondeu, triste. — É sempre a mesma coisa...

— E o que é essa coisa, querida? Por que nunca me conta o que é?

— É que... é que... é diferente! A senhora me acharia louca, mamãe.

— Sonhos são loucos, filha. — falou Caitlin, dando seu melhor sorriso encorajador. — Não precisa se preocupar, o.k? Não vou rir do que quer que sejam esses sonhos, certo?

— Eu sonho com o vento! — admitiu ela, rapidamente.

— Com o vento? — a mulher ergueu uma de suas sobrancelhas, dando um sorriso divertido para a filha.

— Sim, com o vento... ou quase isso. Para ser mais sincera, parecem raios. Dois raios; um amarelo e o outro vermelho. — Caitlin congelou nessa parte, tinha certeza que havia ficado pálida. — Eles brigam por algo, ou por alguém... É isso! O vermelho quer salvar a mulher e o amarelo quer fazer algo de ruim com ela, mamãe. O amarelo é malvado.

— E... e você vê algum rosto? Lembra de algo mais?

— Não, só isso... — falou, fazendo uma cara engraçada, tentando lembra-se de algo, dando logo em seguida um gritinho — Ah! Tem um garoto gritando... acho que ela é a mãe dele.

— Só isso?

— Só. — fez-se uma longa pausa, enquanto Caitlin apenas acariciava os cabelos e o rosto delicado da filha — Mamãe, acha que estou ficando louca?

— Você? Acho que sim. Está ficando louca, louquinha. Mas vou te contar um segredo, certo? As melhores pessoas são¹. Agora vou descer e preparar o seu café. Não enrola para sair da cama, o.k? Porque se você se atrasar de novo, vamos ouvir uns bons sermões da diretora da sua escola.

×××

Caitlin suspirou ao fechar a porta branca do quarto de sua filha. Barry, pensou. Sua filha, Lily, sonhava com Barry, ou melhor, sonhava com o Flash. Ela desejava internamente que Barry estivesse com ela, que ele estivesse presente durante a infância da filha.

A mulher havia se mudado de Central City para Nova Iorque há doze anos atrás, após descobrir que estava grávida. É lógico que a gravidez inesperada foi um descuido de ambos, mas não queria que Barry abrisse mão de uma vida ao lado de Íris por causa dela. O único que sabia disso era Cisco que, vez por outra, visitava as duas e possuía uma grande amizade com a afilhada.

Caitlin não podia negar, ela sentia algo por Barry; carinho, saudade... mas havia algo mais, um sentimento mais profundo, que ela só veio entender com o passar dos anos, ao lembrar dele todos os dias quando via a pequena Lily. Não era paixão, era mais forte, bem mais forte e avassalador. Caitlin amava Barry Allen.

×××

— Panquecas! — exclamou a pequena ruiva, sentando-se animadamente na cadeira — Estou morrendo de fome, mamãe.

— Cuidado para não sujar o uniforme. — advertiu, pegando sua caneca de café. — Sei o quanto você pode ser atrapalhada.

— Nossa, mãe, quanta confiança você tem em mim, hein? — pelo menos está mais animada, pensou Caitlin, aliviada — Quantas vezes mesmo eu já sujei o uniforme?

— Só esse mês? — ambas riram — Agora vamos, mastiga depressa, senão vamos nos atrasar.

— Mãe, se esqueceu que está falando com Lily Snow? Não tem como não me atrasar, parece até que o universo conspira contra a minha pontualidade.

— O pior é que é verdade. — falou Caitlin sorrindo. Ela adorava observar a filha, talvez fosse porque a criança possuísse o mesmo sorriso contagiante de Barry.

×××

Caitlin chegou rapidamente em seu trabalho, logo após deixar Luna na escola, e assinar uma advertência por atraso. Agora a mulher trabalhava como pediatra, função que começou exercer após se encantar com a maternidade.

Seu superior, o sr. Hudson, havia deixado um bilhete com sua secretária, informando-a que precisava vê-la com extrema urgência.

— Algum problema, sr. Hudson? — perguntou Caitlin, entrando na sala do diretor do hospital.

— Nada de problemas, dra. Snow. — falou sorrindo. Ele era um típico senhor simpático de meia-idade que sorria para todos, além de possuir um certo brilho no olhar que o deixava mais jovem do que era verdadeiramente. — Pode comemorar, Caitlin! Você conseguiu uma promoção!

— Sério?! — abraçou-o, emocionada. — Eu não acredito!

— Só tem um problema. — falou ele, ficando sério.

— E qual seria?

— Você terá que ir para Central City.


Notas Finais


¹ - É uma frase de Alice no País das Maravilhas <3
Então, o nome da filha da Caitlin é Lily, pois amo esse nome <3 E ela é ''interpretada'' pela Annalise Basso. Se em alguma parte estiver o nome Luna é porque inicialmente ela se chamaria assim, como uma referência a filha do Mercúrio, o homem mais veloz da Marvel haha e porque eu amo a Luna Lovegood (sim, a pessoa que vos fala é Potterhead), mas eu preferi colocar Lily mesmo, então se tiver outro nome é porque passou na minha revisão.
Espero que tenham gostado <3 E se sim, por favor, favoritem e comentem. Eu amo fazer novas amizades com os leitores.
After You? Sim, é por causa do livro da Jojo Moyes sz
Beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...