História Aftertast - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Exibições 32
Palavras 926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


LEIAM AS NOTAS FINAIS!!!!!!!!!!!!!!

Capítulo 14 - Minha Salvação


Fanfic / Fanfiction Aftertast - Capítulo 14 - Minha Salvação

Pov - Luce

Aquilo era um sonho? Com certeza não! 

Meus olhos estavam ardendo e minha cabeça latejando, pisquei algumas vezes e vi um teto branco, ok, aquilo definitivamente não era o meu quarto. Virei minha cabeça e vi meus pais conversando com um médico, e foi ai que eu me lembrei. A mordida do cachorro, eu colocando a mão pra me proteger e de repente tudo ficar escuro. 

- Olhem.. Ela acordou - Disse minha mãe correndo me abraçar. 

Logo meu pai chegou perto de mim e segurou a minha mão, me dando conforto.

- Como está o cachorro? - Perguntei.

- Não sei querida, ele fugiu assim que te mordeu..

Não consegui pensar em mais nada, só no meu braço esquerdo que não parava de doer. 

Depois de fazer uma bateria de exames eu finalmente pude voltar pra casa, com o braço enfaixado, mas, ainda assim quase inteira. Fui direto para o meu quarto, tomei um longo banho e coloquei aquelas roupas com cheiro de hospital para lavar. Fui até a cozinha e vi meu pai e minha mãe conversando.. Me escondi em um canto e tentei ouvir.

- Ela não vai no show do Justin Bieber - Minha mãe falou com uma calma que chegava ser irritante.

- Por que não? - Meu pai disse pegando um biscoito e jogando na boca. Senti meu estomago revirar.

- Ela não pode ir sozinha.. Ela não tem maturidade alguma. Foi só dar um pingo de confiança que ela quase morreu sendo atacada por aquele cachorro..

- Meu amor, você sabe como a nossa princesinha é.. Ela faz de tudo pelos animais, ela tem um coração puro, essa é uma de suas belezas..

- Sim, eu sei!!! Só não vou deixar a minha criança lá sozinha quando ela não sabe nem se cuidar direito...

- Ela não é mais criança, e você sabe que ela tem total maturidade para se cuidar, ela nunca nos causou problemas meu anjo, você precisa confiar mais na nossa filha. - Meu pai disse abraçando minha mãe por trás. 

Nem precisei ouvir o resto, eu sabia que meu pai iria convencer a minha mãe. Ele era o ponto fraco dela, o amor dos dois é incrivel. Mas se minha mãe acha que estou irresponsavel só porque eu fui tentar ajudar um animal, ela estava bem enganada. Meus olhos se encheram de lagrimas e eu corri para o quarto fechando a porta e me trancando, naquele momento perdi totalmente a fome, deitei e abracei meu ursinho, assim que encostei meu braço na cama ele doeu muito. Olhei pro machucado gemendo baixinho. Talvez eu seja mesmo uma pessoa sem maturidade, uma pessoa que não sabe nem cuidar de si propria, eu mereço tudo isso que esta acontecendo, tudo o que minha mãe disse era verdade, eu era uma criança sem noção do mundo. 

Deitada fiquei esperando o sono vir para me livrar daquela maldita dor. Depois de um tempo escuto as pedras na janela e eu já sabia perfeitamente quem era. Corri em direção as cortinas e abri, esperei ele atravessar pela sua ponte e aterrissar no meu quarto. Não me contive, me joguei nos braços dele mesmo com um braço só. Ele me apertou com tanta força que senti meu corpo ficar mole, a sensação era boa, ter o Shawn ali comigo.

- E-eu fiquei com tanto medo de ter acontecido algo mais grave com você - Ele falou soluçando..

- SHHHH - Tampei a boca dele com o dedo fazendo ele se calar - Agora não, apenas me beije..

Ele nem precisou ouvir duas vezes, assim que falei isso ele me apertou ainda mais contra seu corpo e me beijou, me beijou com tanto desejo. Eu senti medo, dor, alivio, paixão e felicidade em um beijo só, eu estava completamente apaixonada, mas dessa vez era diferente, tinha algo a mais. Era incrivel como o corpo dele se encaixava perfeitamente com o meu, como a sua boca reagia com a minha, como tudo nele era perfeito. 

Ele me levou até a cama sem parar momento algum de me beijar, ficou por cima de mim e beijou meu pescoço. Passei a mão por todo o seu braço e seu peitoral, sentindo cada musculo se contrair, meu pescoço também me entregava dando leves arrepios. Ele foi beijando todo o meu corpo até chegar na parte machucada, não pude conter um gemido de dor e ele logo se afastou..

-Desculpa Lu, e-eu não queria te machucar - Ele disse com o olhar triste e perdido.

- Triste eu estava antes de você aparecer, agora, eu sou grata por ter você na minha vida, aqui e agora..

Ele me beijou ainda mais, só que com mais calma, ficando cada vez mais lento e terminando com varios selinhos na boca.

-Precisamos falar sobre isso.. 

- Hoje não, por favor, já me machuquei de mais por apenas dois dias.. - Falei cansada..

- Vou deixar você descansar um pouco - Ele se levantou e eu puxei ele de volta..

- Fica comigo hoje, por favor 

Vi que ele ficou meio receoso, mas logo aceitou..Dei um sorriso enorme e ele se deitou no mesmo lugar de antes.. Me abraçou por trás e beijou a minha nuca, senti meus pelos se arrepiarem..

-Boa noite, Tesouro - Ele disse apertando meu corpo muito mais com o dele..

- Boa noite, meu amor 

Falei isso e fechei os olhos, não me importando com o amanhã, eu só queria ficar com ele, o motivo de todos os meus sorrisos e a minha salvação.


Notas Finais


Sim, fiquei um tempo enorme sem postar, mas vou fazer um outro post explicando direitinho... Me perdoem por ficar meses e meses, eu juro que nunca mais vou fazer isso, juro juradinho...
Mas e ai??? Continuo????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...