História Agent Evans - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ação, Drama, Policial, Romance, Suspense
Visualizações 3
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Policial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem!!!

Capítulo 1 - Agent Evans


É 01:30 da manhã de 24 de Agosto. Charlie e Kethlen estão no quarto numero 243 do luxuoso hotel Elegant´s. Charlie está amarrado e amordaçado preso na porta da sacada do quarto. Kethlen está deslumbrante vestindo um vestido vermelho com decote e fenda pra lá de ousados. Charlie está inquieto e olhando fixamente para Kethlen. Se ele fosse capaz de matar alguem apenas com o olhar, Kethlen já estaria morta,mas para o seu azar não tem essa capacidade e estáva nas mãos de Kethlen. Ela é uma das melhores assassinas profissionais da Eve.
Kethlen tira a mordaça da boca de Charlie.
- Você é uma deles! Você é uma Eve. – dispara ele em fúria para a mercenária que age tranquilamente.
- Sim, eu sou uma deles e como você sabe demais, eu serei obrigada a fazer oque eu mais gosto: matar.- fala ela com frieza.
- Você sabe que cedo ou tarde vão descobrir que você me matou e logo você e essa organizacão de merda vai ser descoberta.
Kethlen puxa uma navalha de sua bota de veludo e salto alto preta e a põe de imediato no pescoço de Charlie.
- Vai, anda, termina logo com isso, me mata! – diz ele para ela.
Kethlen desce a navalha até o estomago de Charlie, quando ela está preste a perfurar o agente, ela hesita e guarda a navalha.
- Eu poderia matá-lo e jogar o seu corpo inutil no rio, mas tive uma ideia melhor. – Kethlen guarda a navalha e puxa uma pistola prata de um apetrecho em sua perna direita. Charlie se desamarra sem deixar a assassina perceber.Ela aponta a arma para Charlie e continua a frase.- Eu vou atirar no seu peito e fazer todos pensarem que você se matou.
Sem dar chance de Kethlen atirar, Charlie avança e lhe joga no chão. Ela dá um chute no estomago de Charlie e rapidamente o acerta com dois tiros certeiros no peito.
- Vadia desgraçada. - Charlie diz a Kethlen antes de cair e morrer.
Passado algum tempo, Kethlen limpa cada parte do quarto para tirar suas digitais , limpa a arma e a coloca na mão de Charlie, veste seu casaco sobretudo preto e sai do quarto.
De manhã, uma das camareiras do hotel entra para limpar o quarto como de costume e dá te cara com o corpo de Charlie Mason no carpete do quarto. Aos gritos a empregada sai do quarto.

 

Na agencia de gentes secretos Stwart, uma reunião no salão principal está havendo , Edward Kyle dá um comunicado a todos os agentes presentes.
- Sinto-lhes dizer que Charlie Mason, um dos nossos melhores agentes foi morto na madrugada de hoje no hotel Elegant´s.
Bloom , uma das agentes presentes fica mexida com o comunicado.
- Para a mídia e os outros, Robert Clarke se suicidou com dois tiros no peito. Como voces sabem o mundo lá fora não tem conhecimento de que somos agentes secretos, mas continuando, nós sabemos que ele não se matou, mas sim assassinado por um dos terroristas da Eve.
Natasha Willians, colega de trabalho e tambem melhor amiga de Bloom , percebe que a amiga não está bem.
- Vem vamos até a minha sala.- diz ela saindo da sala com Bloom.
Na sala, Bloom se desmancha em lagrimas diante da colega de trabalho.
- Acalme-se, não chore.- diz Natasha.
- Como você quer que eu fique calma. O Charlie se foi! O amor da minha vida se foi.- diz ela com o rosto coberto de lágrimas.- Mas agora eu vou atrás da pessoa que fez isso comigo, que me tirou a pessoa que eu mais amava em toda a minha vida. – termina ela agora secando os olhos e furia no tom de voz.
- Como você vai fazer isso? – pergunta Natasha.
- Ainda não sei mas vou encontrar uma maneira. – diz Bloom.
Bloom vai até a diretoria falar com Ramon Simon, o Presidente da agencia de espiões.
- Senhor, gostaria muito de ficar na sala do agente Mason se o Senhor permitir.
Ramon toma um gole do Café que estava em sua mesa segundos atrás e logo em seguida responde Bloom.
- Senhorita Evans fique a vontade para fazer oque quiser com a sala do agente Mason . Se quiser pode mudar para lá. – Ramon se levanta de sua cadeira.- Sei que vocês dois eram muito próximos.
- Obrigado Senhor. – agradesce Bloom.- Gostaria de pedir mais uma coisa. Gostaria de de investigar e ir atrás da pessoa que nos tirou um de nossos melhores agentes.
- Você pode ficar com a missão, venha amanhã para lhe apresentar um dos melhores hackers que temos para ajuda-la.
Bloom o agradece e sai da sala.

Na sala que era de Charlie, Bloom está vendo as coisas do ex noivo e então ver uma fotografia onde os dois estão abraçados e se lembra daquela data.
10 de Abril de 2013. Ela e Charlie estavam de férias no Brasil. Os dois caminhavam a noite abraçados na praia de Copacabana.
- Eu te amo. – diz Charlie.
- Eu tambem te amo. – diz Bloom para ele.
Então, Charlie tira do bolso de sua cauça, uma caixa e se ajoelha na frente da amada.
- Bloom Grace Evans, você aceita casar comigo? – pergunta ele com brilho nos olhos.
Com os olhos cobertos de lágrimas, Bloom faz que sim com a cabeça.
Depois de por o anel no dedo de bloom, Charlie a pega nos braços e lhe dá um beijo.
- E aí, vamos tomar um banho de mar? -pergunta ele apaixonado.
- Vamos tomar banho de mar- diz Bloom sorridente.
Charlie caminha com Bloom em seu colo em direção ao mar.
De volta ao presente Bloom seca os olhos que encheram de lágrimas por conta da lembrança.
- Eu vou encontrar quem fez isso. Eu vou!- diz ela com raiva.

Ás três horas da tarde, todos estão no enterro de Charlie. Todos os agentes secretos e familiares assistem o caixão ser enterrado. Natasha fica ao lado de Bloom que não faz nada a não ser olhar seu grande amor ser enterrado.
Horas mais tarde, Bloom está no apartamento dela e do Charlie, entra em seu quarto e vai direto para o banheiro para tomar banho. Já tomando banho ela começa a se lembrar da noite romântica que teve com Charlie.
Os dois estavam abraçados dançando Earned It na sala da cobertura.
- Eu te amo, eu não imagino a minha vida sem você. – disse Charlie com as duas mãos acima do quadril de Bloom.
- Eu também te amo e vou ama-lo a cada dia mais.- disse Bloom emocionada com a declaração de Charlie.
Os dois se beijaram e Charlie a pegou no colo e a levou para a cama.
Bloom volta para o presente.
No quarto, ela está arrumando os travesseiros da cama para deitar e dormir.
Na Eve, Kethlen vai á sala de Sr. Cullen, o superior da Organização.
- Senhor, a missão foi cumprida.
- Ótimo. Agora que temos Charlie Mason fora do caminho, podemos continuar com o nosso antigo plano.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...