História Agentes Exo-L - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, EXO, Red Velvet, SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Irene, Jinki Lee (Onew), Joy, Kai, KiBum "Key" Kim, Kris Wu, Lay, Lu Han, Minho Choi, Personagens Originais, Sehun, Seulgi, Seungri, Suho, Taemin Lee, Tao, Wendy, Xiumin, Yeri
Tags Agentes, Baekela, Baekhyun, Chanyeol, Chen, Exo M, Exo-k, Grazisoo, Harem Muito Harem, Hunlua, Kai, Kaiana, Kris, Luhan, Luzi, Missão, Ot12, Sehun, Shippers Com Lua, Shippersdazi, Suella, Suho, Tao, Taoana, Xiulua, Xiumin
Exibições 200
Palavras 2.393
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Essa é minha primeira fanfiction do Exo, admito que estou meio receosa.
Mas o enredo dela é totalmente interessante, tenho toda uma ideia formada do que vai acontecer.
Prevejo muitas pessoas surpresas. Fanfiction totalmente Hétero com Harem e muita ação, mas também muita comédia.

Agradeço muito minha amiga Zi, por ter me apoiado nessa ideia e por me ajudar a desenvolver essa história.

Espero que gostem dessa fanfiction como amo escreve-la.

Boa leitura xD

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Agentes Exo-L - Capítulo 1 - Prólogo

 

  -     Essas são as cartas anônimas de ameaças feitas aos rapazes - O primeiro Manager  entregou as cartas. 
  
Nelas estavam escritas vários tipos de ameaças, desde coisas leves, até assustadoramente pesadas.

"Imagino como será divertido acabar com a vida de cada um de vocês, aconselho a aproveitarem enquanto podem" 

"Por quem deveria começar?  Isso é uma difícil decisão. Já me imagino cortando cada centímetro do corpo de vocês" 


  -     Eles viram o conteúdo dessas cartas? - A primeira garota de cabelo colorido questionou apreensiva.
  -     Não - O segundo manager respondeu- Nenhuma carta chegou ás mãos dos meninos, isso atrapalharia muito a vida deles.
  -    Certo - A segunda garota loira disse - Mas como faremos para nos aproximarmos sem levantar suspeitas?  
  -     Vocês serão Maquiadora e Estilista particulares do Exo - Isso fará com que consigam se aproxima deles, até ganharem sua confiança.
  -     Mas quando começamos? - A garota de cabelo colorido perguntou 
  -     Daqui á dois dias - O Manager disse - Iremos preparar os rapazes. 
  
  As duas agentes achavam desnecessário preparar os rapazes,diante de toda aquela situação. Mas acharam melhor concordar. 
  -     Vocês são muito novas, tem certeza que são qualificadas para esse caso especificamente? - Foram questionadas.
  
Iriam responder, mas alguém fez isso primeiro. Era SraJoy, superiora das garotas, treinaram elas desde crianças  para serem agentes. 
  -     Elas foram minhas melhores alunas - Disse a mulher de cabelos longos e pretos - Confiaria minha vida á elas, mas se não acreditam posso ligar para antigos trabalhos de ambas. 
  -    Não precisa - Lee Soo Man  disse entrando na sala dando sua  última palavra  - O currículo de ambas já diz tudo.

As garotas saíram da sala acompanhadas de sua antiga Superiora, foram para uma cafétaria e fizeram seus pedidos.
  -     Como chegou aqui tão rápido?  - Lua questionou, não continha sua alegria ao revê-la. 
  -     Sem querer me gabar, mas Lee Soo Man pediu para que um jato me pegasse - A mais velha disse arrancando risos das mais novas - Digamos que ter feito uma antiga missão para SM entertaiment tenha ajudado muito.
  -    Entendemos - A de cabelos coloridos disse - Nem acreditamos que faremos mesmo isso, proteger o Exo, é como um sonho.

Mau fechou a boca e sua Unnie deu um beliscão em seu braço exposto.
  -     Estamos acordadas, Noona - Disse entre risos e levou um tapa da mais velha.
 
  -     Respeite sua Noona - Disse. 
 
  -     Admito que sinto falta de vocês duas, me ajudavam tanto no orfanato.- Joy disse enquanto olhava as duas moças, admirada com seu amadurecimento. 
  
  -Você poderia ficar conosco, tem mais um quarto sobrando - Zi disse sorrindo. 
  -     Seria ótimo, mas tenho que voltar,  assuntos importantes que preciso terminar no Brasil. 
  
Zi Pov's 

Mesmo tristes aceitamos que nossa segunda mãe, Joy, tenha que voltar para o Brasil dentro de dois dias. Ela cuidou de nós como suas filhas durante anos naquele orfanato. 

Nossa nem me apresentei ainda,  como sou mau educada. Me Chamo Graziela, mas prefiro ser chamada de zi,  tenho vinte anos embora não pareça, e meu tamanho ajuda fazendo parecer que sou mais nova. Marmeid hair , olhos castanhos e tenho um corpo, digamos,  bem farto.  Sou alguém que se olhar muito parece que você está olhando para um  saco de lixo. Embora muitas vezes as pessoas repreendem quando digo isso, Lua sempre briga comigo. 

Sofri assédio sexual desde criança, minha mãe se é que posso chamá-la assim,  se casou denovo e meu padrasto era um bêbado drogada que sempre batia nela, numa noite estava com  sede e fui tomar água, quando estava passando pela sala e chegando na cozinha ele me pegou desprevenida. Depois disso mais agressões ocorreram bem piores do que a primeira, uma delas deixou uma cicatriz nas minhas costas que fiz questão de cobrir com uma tatuagem. 


 A última ocorreu numa noite que cheguei tarde da escola, pois fiquei de castigo propositalmente só para não voltar cedo para casa. Chegando no meu "doce lar" meu padrasto me esperava com um cinto em mãos e me bateu até que eu desmaiasse. No dia seguinte quando fui para escola sozinha como sempre, os professores e funcionários viram meus machucados pelo rosto e corpo. Chamaram a polícia, minha mãe perdeu minha guarda e meu padrasto foi preso,  acabei indo parar em um orfanato.  


Na semana que cheguei conheci Luana, ou Lua como apelidei a garota magricela de olhos verdes e cabelos loiros ondulados. Juntas fizemos uma espécie de "treinamento especial" naquele orfanato, a maioria das crianças faziam sempre que chegavam por lá. Mas somente as que realmente quisessem continuavam a segunda fase, que começou com uma divisão de equipe de três, uma garota chamada Milena  foi colocada junto conosco. 


Nosso treino aumentou, mas mesmo assim gostávamos do que fazíamos,  tínhamos um bom tratamento. Até que Joy nossa superiora, nos contou no fim do treinamento, que todo nosso esforço seria recompensado e que como prometido nos tornariamos Agentes. Iríamos proteger pessoas e salvar vidas. Nossa primeira missão com Quinze anos, não foi nada fácil afinal tivemos que nos infiltrar no meio de uma máfia de Cafetões /estupradores, Nos disfarçamos como as garotas que iriam ser usadas para diferentes tipos de coisas.  

Em uma noite entramos no quarto do chefe,  com a desculpa de uma noite inesquecível, aquela foi a primeira vez que atiramos em alguém, e que enfrentamos um grande número de inimigos. Nem preciso dizer que voltamos super machucadas para casa, sorte que Lua entende de medicina.  Depois dessa missão podíamos decidir se continuaríamos com essa formação ou se seguiriamos nossos caminhos separadamente.  Eu e Lua decidimos permanecemos unidas,  porém Milena decidiu seguir seu rumo sozinha até foi transferida para outro lugar.
 

Mas essa missão seria diferente iríamos proteger o grupo de K-pop, Exo, no qual ambas somos fãs parecia até um sonho. E o motivo é simples, uma gangue que já se livrou de antigos grupos no auge de suas carreiras está ameaçando os rapazes. Sempre enviando cartas com o mesmo símbolo,  que foi reconhecido pela nossa superiora, já que ela enfrentou algo assim no passado. 

  -     Meninas, só quero que me prometam uma coisa - Ela disse seriamente nos olhando no fundo dos olhos.
  
Estávamos na sala do nosso apartamento, conversando sobre como seria essa missão.

  -     Diga, Joy - Respondemos em uníssono. 
  
  -     Se por acaso vocês se envolverem com os garotos - Ela fez uma pausa e fitou sua aliança, sabíamos o que aquele pequeno objeto dourado  significava para ela - Se perceberem que estão sentindo algo mais forte. Desistam da missão e peça para outras pessoas assumirem seus lugares. Porque mesmo que tudo ocorra bem, vocês não poderam ficar juntos.
  
Ela nos alertou e concordamos. Afinal qual seria a  chance de nos envolver com eles? Mesmo trabalhando na SM isso seria impossível, acho até estranho porque eles parecem muito surreais, perfeitos demais.

Mas não posso culpa Joy, ela participou de uma antiga missão na SM desse mesmo tipo. Acabou se apaixonando pelo seu protegido e Ultimate Bias na época. Aconteceu que esse amor era recíproco, ele até descobriu a verdade sobre ela ser uma agente e aceitou numa boa, até ficaram noivos escondidos da mídia.

 Mas como nem tudo é perfeito, além de não terem aceitado esse relacionamento, pelo fato de ser uma das regras não nos relacionarmos seriamente com nossos protegidos. E não podemos ,de modo algum, sair da agência.  Ainda sequestraram o grupo. 


Quando pegaram os rapazes do grupo todo e descobriram a localização do inimigo. Joy foi atrás com sua companheira de missão, depois de uma luta bem acirrada, achavam que tinham conseguido,  mas se enganaram.  Um tiro acertaria em cheio Joy no peito, mas seu amado tomou seu lugar sendo atingido no abdômen. 

Depois de uma declaração e de um pedido, seu coração parou de bater e ele se foi deixando Joy sem chão. Anos depois ela assumiu o orfanato de seu Pai como herança e passou a treinar a pedido do mesmo,  mesmo que contra sua vontade,  algumas crianças que eram acolhidas por lá. Mas nunca se esqueceu de seu amado e nunca conseguiu tirar aquela aliança do dedo.
  -     Não se preocupe, Joy - Falei segurando em sua mão - Ficaremos bem.

Lua Pov's 

Joy terminou de falar e concordamos assentindo. Aliás seria impossível eu me apaixonar de verdade por alguém, sempre tive problemas em demonstra sentimentos, e a razão é o meu passado. Eu vi pessoas que amo morrerem na minha frente, aquilo me tornou uma pessoa fria de alguns sentimentos, com excessão de Joy e Zi nunca demonstrei amor ou afeto á nenhuma outra pessoa. Posso ser chamada de sádica muitas vezes, mas não quero passar pela morte de alguém que amo novamente. Mesmo se for um simples acidente que não leve sua vida, não suportaria. 

Sou Luana ou Lua como fui apelidada por Zi e acabei gostando,  mesmo com as irritantes músicas cantadas para me irrita. Tenho dezenove anos, embora não pareça por conta do meu tamanho e rosto de pré-adolescente, cabelos longos ondulados e loiros,  olhos verdes e tenho as bochechas fartas, digamos que minha gordura se acumule nelas, já que sou magra. 


Quando tinha sete anos vi meu Pai ser morto praticamente na minha frente. Ele tinha uma dívida com bebidas e cigarros em um bar, acabou pagando sua dívida alta com sua própria vida. Isso afetou minha vida, tenho constantes pesadelos com aquela noite, e depois disso tudo mudou fui criada por meu avô, mas ele faleceu um tempo depois, acabei indo parar no orfanato onde conheci Zi. 

Fiquei com depressão depois daquilo. Cogitei até mesmo o suicídio, apelando para automutilação como forma de escapatória e desculpa,  muitas vezes notaram minhas marcas, mas somente Joy podia me repreender por isso. Já que eu e Zi nos demos bem por sermos duas depressivas fodidas na vida e uma sustentava a outra, depois disso nunca mais nos separamos.

Agora  vem a parte ironica, com o fim da minha depressão profunda, que as vezes vem com pequenos surtos.  Nos tornamos agentes e juntas equipadas de armas de fogo, facas e todos tipos de outros equipamentos mortais, concluímos missões e salvamos vidas. 

  -     Já sabe como faremos para proteger todos ao mesmo tempo?- Questionei enquanto mantinha meus olhos fixos na tv, que passava um dos nossos dvd's especiais do Exo - Não é dizendo que não conseguiremos, mas lembrando que são doze.
  -    Com certeza nos avisaram quando algum  deles estiver sozinho, para que possamos protegê-lo sem levantar suspeitas - Zi respondeu e voltou a  comer  sua Pipoca. 

  -     Mas é claro quem suspeitaria de duas jovens com aparência inocente - Falei e rimos, Joy também que estava conosco na sala, ela só teria que voltar á noite para o Brasil. 
  
  -     Então esses são os rapazes que vocês iram proteger? -.Joy questionou nos encarando 
  -     Sim, Joy - Zi respondeu- Não são lindos? 
  -     É, são realmente muito bonitos - Falou, mas parecia preocupada com algo - Vocês gostam deles a muito tempo? 
  
  -     Sim. Já temos até nossos Bias -Falei.- Mas não tenho Ultimate ainda. 
  -     Eu acho que tem sim, Lua - Zi disse e me lançava um olhar sugestivo- Eu diria que é uma porta e que você  gosta  dele.
  -    Por que você sempre fala que é o Sehun? - Perguntei, ela riu.
  -     Digamos que eu sinta as coisas- Ela disse e piscou para mim.
  -     Você poderia usar esse sentido de Mãe Dina em outras situações - Retruquei
  
De noite nos despedimos de Joy, ela embarcou no avião, voltamos para nosso apartamento. O dia seguinte seria super corrido, teríamos que comprar novas roupas e equipamentos para nosso disfarce na SM. 

Zi Pov's 
Fomos convocadas para uma reunião de última hora na SM. Espero que não seja uma mudança repentina de opiniões sobre nós duas.  
  -     Por favor, sente-se! -  Lee Soo Man pediu e assim fizemos, estava nervosa afinal era uma pessoa importante bem em nossa frente - Como devem saber a superiora de vocês e eu somos  conhecidos a muito tempo. 
  -     Sim, senhor - Respondi. 
  
Os managers do Exo também estavam lá. Não tinha muita gente , porque quanto menos pessoas souberem melhor, evita muita coisa desnecessária. 
  -     Ela recomendou vocês duas com muito gosto. Fiquei surpreso por serem tão novas e com tanta experiência em missões - Disse - Também me avisou sobre vocês serem Exo-Ls.
  -     Sobre isso..
  -     Está tudo bem - Continuou - Na verdade esse foi um dos motivos pelo qual me interessei por vocês duas nessa missão. Talvez isso ajude em um desempenho melhor. 
  -     Sim,  mas não se preocupe - Lua disse chamando a atenção dele - Nossa agência tem uma política rígida sobre não nos envolvermos  com nossos protegidos. 
  -      Na verdade essa regra deve ser mais de Joy, do que da agência -Ele respondeu,  assentimos - Tenho certeza que vocês se sairam bem nessa missão.
  -     Vocês precisam se aproximar deles muito além do profissional para conseguirem realizar tal missão - um dos managers falou. 
  -     Podemos protegê-los de longe. Afinal o intuito dessa missão é proteger o Exo e encontrar o inimigo - Tentei agir conforme as regras .
  -     Protegê-los não importa o que aconteça, para isso algumas regras precisam ser quebradas - Lua disse e olhei para ela com reprovação, apenas ignorou meu ato.
  -Vocês irão se aproximar deles conforme o combinado. Sendo estilista e maquiadora, de resto nós damos um jeito, não precisam se preocupar.
 

Deixamos a SM e continuei nervosa, não sou acostumada com quebrar regras, afinal sei muito bem o que pode acontecer se algo sair errado. E não quero que a mesma história se repita. 
  -     Que estória  foi essa de Quebrar as regras? - Perguntei irritada para Lua. 
 -Se é para realizarmos essa missão não importa como seja feita- Respondeu simplista - Sei que você vai se acostumar e acabar gostando. 
  -     Só espero não me arrepender depois - Falei olhando para cima como se pedisse proteção. 
  -     Depois eu que sou a rainha do drama! - Lua disse fazendo uma careta. 
  -     Mas você é Lua, consegue ganhar de mim - Respondi rindo, ela acabou fazendo um bico e suas bochechas ficaram ainda mais fartas. 
  -     Que seja. Vamos logo que estou querendo  um café - Disse. 

Estou com mal pressentimento sobre essa missão


Notas Finais


Espero ter agradado. O próximo capítulo já está pronto, mais rápido possível eu posto. Conforme os comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...