História Ages Ago - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber, Romance
Exibições 621
Palavras 901
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sejam bem vindos à MAIS uma fanfic minha HAHAHHA. Não adianta, não consigo me conter.
Primeiramente, eu nunca dediquei uma história minha, mas, sei lá... Acho justo dedicar essa. Ela não tem nada a ver com nenhuma das pessoas à quem vou dedicar, não considerando suas histórias pessoais, porém acho justo dedicá-la.

Dedico essa história a todos que se foram, que eu perdi. Que poderiam ser tudo e não foram.
Meu irmão, que morreu jovem de mais.
Meu primo, que morreu jovem de mais.
E meu amigo, que morreu jovem de mais.
Eles não mereciam ir, não tão cedo, mas foram, então... Creio que seja justo dar algo que possam ser lembrados.

Essa história foi baseada/inspirada no filme "The Lifeguard" (A salva-vidas). Não copiei o enredo nem nada do tipo, mas teremos algumas coisas em comum. Creio que jamais alcançarei o que foi o filme, honestamente falando, mas... Veremos. Oficialmente o melhor filme que já vi até hoje, é tudo que lhes digo.

AVISO VÁLIDO PARA TODA A HISTÓRIA DE AGES AGO: Eu, Cams LaFont, não apoio nenhuma prática ocorrida em nenhum momento, seja uso de drogas, bebida, desvio de menores ou pedofilia (a que me refiro nessa história é a relação da personagem principal com o Justin, que é de menor), etc. Tudo aqui é fictício.

"Ages Ago": "Há muito tempo atrás". Não é bem nesse sentido, pra ser honesta eu sequer consigo explicar o nome da fanfic no sentido que deveria ser, porque é muito mais profundo do que uma simples tradução, PORÉM posso tentar explicar a partir da idade deles. O nome da fic se referencia à diferença da idade deles.
Sim, eu estou escrevendo OUTRO romance. O choque é louco, mas é divertido. Realmente gosto da história, e espero que também gostem!
Boa leitura <3

Capítulo 1 - Prólogo


Voltei meus olhos para meu pai, com Matt pedindo espaço.

Passei por cima de meu pai, indo para o lado vago da cama e cruzando as pernas em baixo de mim.

— Você parece bem, pai. — Ele concordou com a cabeça, avaliando seus dedos conectados ao aparelho.

— E eu estou, querida. — Ele me encarou. — Eu só sei que as coisas serão diferentes a qualquer momento, e estou feliz por isso. Estou em paz, sabe? Não há o que me preocupar ou se preocupar.

Encarei ele, meus olhos tristes.

— Você... Você poderia ficar mais?

Ele negou com a cabeça, parecendo divagar. Meu pai parecia beirar a loucura, saindo da lucidez, mas ainda parecia bem.

— Eu não te chamaria aqui se não soubesse que não há mais o que segurar, querida. Ann, Mattie, eu amo vocês, mesmo, mas está na hora de me deixar ir. Eu vivi o suficiente, e graças a você — ele me encarou —, eu pude realizar o nosso sonho. — O sonho dele e de minha mãe. — É o suficiente, querida, e creio que seja o que é justo. É justo para todos nós. Vocês dois deram o seu máximo para que, mesmo com um câncer como o meu, eu pudesse viver, e obrigada por isso, vocês fizeram muito, mas vocês precisam me deixar ir. Agora é você — ele olhou para meu irmão — e você. — Então olhou para mim. — É só vocês dois, e vocês precisam se apoiar. É assim que a família funciona, lembrem-se disso nos melhores e nos piores momentos, porque vocês são tudo de apoio um para o outro.

Concordei com a cabeça, limpando o canto do rosto, que insistia em fazer as lágrimas caírem.

— Você sabe que... — Franzi o cenho. — Eu não... — Soltei um suspiro. — Eu só não queria que você fosse agora, tem tanta coisa que você deveria ver.

Ele riu, tossindo, então tossindo novamente várias vezes antes de continuar.

— Eu sei que queria, meu amor, sei mesmo, mas... Não há mais o que ver.

Meu irmão concordou, limpando os olhos.

— Nós te amamos. — Foi ele quem falou, comigo concordando.

— Muito. — Acrescentei.

Ele riu, tossindo outra vez.

— Eu sei que sim, criei duas pessoas incríveis. Continuem sendo assim incríveis, lutem pelo que acreditam e terminarão tão bem, ou melhor, que eu.

Ele me encarou, sorrindo, parecendo querer mudar de assunto.

— Como está a empresa, querida?
— Ganhamos um prêmio local mês passado por sustentabilidade.

Ele sorriu, então encarando meu irmão.

— E a aula de literatura inglesa?

— Consegui fazer todos os meus alunos passarem sem sequer pegarem recuperação. Foram as melhores médias da disciplina em anos.

Ele aumentou o sorriso ainda mais.

— Viram? Vocês fazem o que amam e tem um ao outro.

Eu sorri para isso, então segurando sua mão.

— Eu não quero que isso seja uma despedida.

Meu pai sorriu, negando com a cabeça.

— Não é uma despedida, querida. — Ele apontou com a cabeça para um remédio na mesa de cabeceira. — É só um boa noite, por hoje. — Ele piscou para mim.

Analisei ele por um instante antes de ver meu irmão pegar o remédio, então lhe entregando um copo de água logo em seguida.

— Querem dormir comigo essa noite? Faz tempo que não fazemos isso.

Ri fracamente, engolindo o choro.

— Fazem mais de quinze anos, pai.

Ele deu de ombros.

— Nunca é tarde pra voltar aos velhos hábitos, é?

Sorri para isso, então concordando. Tomei um banho, com Jack informando que já tinha arrumado dois quartos para eles, já que passariam a noite ali para apoio. Eu sabia que ele estava preocupado com Matt.

Logo em seguida eu me via me deitando entre meu pai e meu irmão, eu e meu irmão no canto da cama, com meu pai já cochilando.

Encarei ele, analisando o medidor de batimentos ao seu lado, com os bips frequentes.

Passei meus dedos pelos seus, vendo a aliança de casado ali, mesmo após mais de vinte anos.

Matt me abraçou quando deitei.

Quando acordamos, o bip era constante.

Ele sabia que morreria naquela noite. Sabia perfeitamente disso. Eu não sabia como, mas ele sabia.

Jack estava na porta do quarto, encarando a cena conforme notávamos o que havia acontecido.

Meu pai tinha morrido enquanto dormia. Completamente indolor.

Era o melhor que ele teria, é verdade.

Ele já tinha sofrido o suficiente nos últimos dois anos.

Matt me abraçou, com nós dois respirando fundo.

— Estava na hora. — Foi o que ele falou em meu ouvido, comigo concordando.

Analisei o corpo de meu pai, concordando.

É. Estava na hora.

Muitas coisas estavam na hora e... Era isso.

— Eu vou sentir falta dele. — Falei, com Matt rindo fracamente.

— Eu também, Ann.

Olhei para meu irmão, com ele piscando outra vez.

Em menos de vinte e quatro horas, com tão pouco tempo para me despedir, eu ainda assim consegui me despedir.

Era difícil deixar algo assim importante para trás, mas...

Às vezes era necessário. E às vezes a vida te obrigava a isso.

Matt me ajudou a levantar da cama, então encarando o corpo de meu pai, me abraçando.

— Você vai ficar quanto tempo?

— Até o verão acabar.

Ele concordou com a cabeça.

— Então temos muito tempo pra garantir que nossas vidas valham juntas antes de nos separarmos novamente, pirralha.

Sorri para ele, respirando fundo, sentindo o peso do mundo sair de meus ombros.

Era incrível como, em minutos, uma vida podia mudar.

E eu realmente não fazia ideia do quanto aquilo era verdade.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, mesmo. Foi um cap bem simples, só o prólogo pra introduzir o que vai acontecer, e esse prólogo é de uma situação de um capítulo. No caso, é apenas uma cena de um capítulo inteiro que vocês ainda lerão.
Obrigada por tudo, desde já <3

Caso queiram falar comigo: http://ask.fm/CleliaM e https://twitter.com/CamsLaFont (+ twitter oficial como eu mesma pros livros que publicarei: https://twitter.com/CleliaKMuller )
Grupo das minhas fics no fb: https://www.facebook.com/groups/1507397299492399/

Vejo vocês no próximo :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...