História Agora e para sempre - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Hentai, Inosai, Naruhina, Naruto, Revelaçoes, Romance, Sasusaku
Visualizações 105
Palavras 1.446
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oláaa, primeiro de tudo, queria pedir minhas humildes desculpas por ter demorado praticamente duas semanas para poder atualizar a fic, então vim me explicar porque eu estou fazendo enem e como é final de ano e final de semestre estou atolada de coisas para poder fazer, e vou tentar atualizar a fic todos os domingos como eu estava fazendo antes, e espero conseguir, então mais uma vez desculpa a todos e esse capitulo ficou um pouco curto e está sem revisão, mas espero que gosteeem, tenham uma boa leituraa, até as notas finais.

Capítulo 11 - Aceita?


Fanfic / Fanfiction Agora e para sempre - Capítulo 11 - Aceita?

Sakura Haruno

Acordei sentindo uma dor de cabeça enorme, acompanhada de uma dor no pé da barriga, sentia um incomodo no braço e quando consegui focar em minha visão eu estava no laboratório de Karin.

Mas... o que aconteceu? Porque eu estou aqui.

- Ai. – reclamei de dor quando tentei me mexer.

- Ei, o que pensa que está fazendo, mocinha? – ouvi a voz de Karin e rapidamente olhei para ela e vi ela em pé ao lado da minha cama e Sasuke dormindo na poltrona ao seu lado.

- Eu acordei e... senti dor. – disse e ri fraco. – O que aconteceu? – perguntei.

- Nós temos que conversar. – disse ela séria e sacudiu o ombro de Sasuke e vi que ele realmente estava exausto. – Levanta, Sakura já acordou também. – ela disse e ele levantou na hora vindo até mim.

- Como você está? Fiquei tão preocupado. – ele disse um pouco desesperado e logo segurou meu rosto colando nossas testas e roçando nossos narizes.

- Eu estou melhor, não se preocupe, estou aqui. – disse segurando em seu rosto e ele selou nossos lábios e eu sorri assim que o selinho se desfez.

Ele entrelaçou nossas mãos e olhamos para Karin esperando que ela dissesse algo.

- Sasuke já sabe do caso, Sakura, eu vou pedir você que fique o mais calma possível. – ela começou a falar e eu senti um imenso aperto no peito e meus olhos começaram a marejarem eu apertei forte a mão de Sasuke que se sentou ao meu lado na cama me abraçando.

- Eu... – disse com a voz chorosa.

- Não, você não perdeu o bebê. – ela disse e todo o meu aperto no peito sumiu, sendo substituído por um alívio descomunal. – Quando você foi levada por aquela mulher, quando Sasuke te resgatou, você teve um sangramento, eu já havia te dito que precisávamos aumentar a dosagem do soro e fazer algumas alterações e foi o que aconteceu, o soro parou de fazer efeito e você teve um sangramento, e por sorte conseguimos trazer você de volta a tempo, o bebê está bem, fiz exames e você já está recebendo a dosagem do novo sono e está instável, mas a gravidez é de risco, você não pode fazer esforço nenhum, tem que manter repouso imediato, e não pode comer besteira, nada de batata frita para você mocinha. – ela disse como se eu fosse uma criança pequena.

- Eu gosto de batata frita. – fiz um biquinho e ela riu junto de Sasuke.

- Depois que o pequeno nascer, vai poder comer quanta batata frita você quiser. – disse Sasuke fazendo carinho em meus cabelos e eu sorri o olhando.

- Eba! – comemorei. – Eu já posso ir para o quarto? Me sinto tão cansada. – reclamei.

- Espera só o soro acabar e você já pode ir.

(...)

- Estava pensando em como vai ser nosso bebê. – disse fazendo carinho dos cabelos de Sasuke que estava deitado de forma cuidadosa em cima da minha barriga com o ouvido ali na tentativa de escutar algo.

- Eu acho que vai ser uma garotinha que terá olhos tão lindos quanto os seus e cabelos pretos como os meus. – ele disse de uma forma arrastada e sonolenta, ele estava cansado.

- Eu já penso que talvez seja um menino, a sua cara, dizem que os primeiros filhos são a cara do pai. – sorri e ele me olhou como se lembrasse de algo.

- Eu fui até a aldeia, se lembra não é? – ele perguntou e eu assenti esperando que ele continuasse. – Hinata disse que sente sua falta, mandou forças e positividade para você e para o nosso pequeno ou pequena e me pediu para te dar uma noticia. – disse ele e eu sorri me lembrando de minha querida amiga que sinto tanta falta.

- E qual é? – perguntei acariciando seus cabelos e ele fechou os olhos.

- Ino está grávida. – ele disse e na mesma hora parei.

Minha melhor amiga estava grávida.

O olhei e então senti as lágrimas já começarem a escorrer e Sasuke se levantou assustado e me puxou para perto me abraçando.

- O que foi? – perguntou confuso enquanto eu chorava mais puxando sua blusa.

- Eu... eu... – não conseguia falar.

- Shiii... eu estou aqui amor, calma, respira fundo. – ele disse e eu senti minha barriga mexer e parei de chorar e me soltei de Sasuke e coloquei as mãos sobre a mesma com os olhos arregalados e Sasuke estava assustado. – O que foi? – ele perguntou assustado.

Puxei sua mão e a coloquei em minha barriga e mexeu mais uma vez e ele ficou em silencio e depois abriu um sorriso lindo e radiante era o seu sorriso que eu mais amava, era o mais verdadeiro.

- Isso foi... – ele começou a falar, mas não terminou, apenas continuou com aquele sorriso enorme nos lábios.

- Sim, foi! – sorri e ele me beijou na mesma hora e ficou por cima de mim tomando o maior cuidado para não me machucar.

O beijo foi ficando cada vez mais intenso e paramos por falta de ar e nos mantemos juntos com nossas testas coladas e sorrimos.

- Minha ficha realmente caiu vamos mesmo ser pais. – sorriu roçando nossos narizes e eu o puxei selando nossos lábios mais uma vez em um beijo calmo dessa vez.

- Sonhei tantas vezes com esse dia. – admiti assim que o beijo se partiu.

- Eu também, muitas e muitas vezes. – disse ele animado e se levantou me ajudando a levantar também.

Ele ficou pensativo por alguns minutos e então se recompôs e me olhou com um sorriso radiante.

- Amor, tem algo que eu quero te pedir. – disse ele segurando minha mão com cuidado com seus dedos gélidos.

- Pode falar, amor. – sorri acariciando o rosto lindo dele com cuidado.

- Eu sei que não sou o homem mais perfeito do universo, sei que não a mereço por tudo de ruim que eu fiz e eu reconheço cada um dos meus erros, cada detalhe deles, eu sei o quanto te fiz sofrer e sei que você nunca mereceu nada de ruim que eu lhe causei, nem você e nem ninguém. – ele disse fazendo meu coração acelerar e minha respiração vacilar um pouco. – Mesmo depois de tudo que aconteceu, você permaneceu aqui do meu lado e eu acabei me apaixonando perdidamente por você, por cada detalhe seu, por cada parte do seu corpo, você se tornou meu tudo, o tudo que eu preciso, você se tornou minha morfina, meu ponto de equilíbrio, meu ponto de sanidade em meio a tanta loucura, você me completa como ninguém já mais completou e quando estamos juntos nosso amor transborda, e transbordou tanto que gerou uma nova vida. – ele disse e eu já chorava.

Malditos hormônios de grávida.

- Ela ou ele é a prova do nosso amor Sakura, é a prova de que vamos nos amar enquanto vivermos e eu não quero mais ninguém, eu não quero que você queira outra pessoa porque quando se trata de você me encontro tão possessivo. – ele disse tentando limpar minhas lágrimas que já caiam. – Quando a Karin me disse que tinham levado você, eu senti um vazio imenso, eu não podia perder você... eu não podia perder vocês. – ele colocou a mão em meu vente e voltou a me olhar nos olhos. – Vocês agora são tudo para mim e eu não podia deixar perder tudo que eu demorei tanto tempo para ter por perto. – ele acariciou minha bochecha tentando limpar minhas lágrimas. – Eu senti tanto medo. – disse ele com a voz falha e encostou sua testa na minha. – Senti tanto medo de ficar sem você, me levou quase a beira da loucura e quanto tive você em meus braços mais uma vez, eu sabia, sabia que era você a mulher da minha vida e que eu te quero para o resto da minha vida e que eu sempre vou te proteger, porque eu te amo, amo tanto que não cabe mais em mim e eu não viveria em um mundo onde você não estivesse ao meu lado, eu não sobreviveria sem o seu amor. – ele respirou fundo e beijou meus lábios e eu já soluçava. – Sakura Haruno... você aceita se casar comigo? Vamos fazer ser para sempre.

Meu corpo inteiro entrou em colapso, eu havia mesmo ouvido Sasuke me pedir aquilo?

Eu não sabia se chorava ou se ria pelo fato de tudo que eu sonhei finalmente estar se realizando, eu não estava acreditando, mas é real, Sasuke Uchiha o meu amor de infância está mesmo parado em minha frente me pedindo em casamento depois de tantos anos.

- Sim Sasuke, eu aceito. – disse me jogando em seus braços.


Notas Finais


Entãooo, deixe seu comentário aqui me contando o que acharam do capítulo? Prometo que quando tiver tempo escreverei um capitulo maior, continuem favoritando e comentando e se puder me ajudem a divulgar, obrigadinhaa, até o próximo capitulo.
Beijos.
- Najumoon


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...