História Águas claras de um amor diferente (lapidot) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Alexandrite, Ametista, Bismuth, Connie, Garnet, Garnet, Greg Universo, Jasper, Lápis Lazuli, Leão, Malaquita, Opal, Peridot, Pérola, Rose Quartzo, Rubi, Safira, Sardonyx, Steven Quartzo Universo, Stevonnie, Sugilite
Visualizações 18
Palavras 1.219
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Orange, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieee dsclp eu sei, eu sei... eu n postei pq bom... essa e uma das 1° fic que eu faço de romance.. então... eh... dsclp. Provavelmente vai demorar sim, pois lapidot e mto complexo e não e algo que vc desenvolva o romance delas na hora, e algo demorado então... dsclp se demorar também pra um beijo ou coisa do tipo acontecer, bom e so isso amo vcs e também... e eu resolvi fazer a aventura da Lapis q eu disse q n ia fzr, e isso tchau.

Capítulo 2 - Mesmo com asas bem ruins


Fanfic / Fanfiction Águas claras de um amor diferente (lapidot) - Capítulo 2 - Mesmo com asas bem ruins

[N/A sim eu resolvi escrever a aventura q a lapis e as outras gems fazem kk]


LÁPIS - RUINAS

Esse lugar me da medo, não esperava que era uma caverna tão grande e escura, bom eu sei que  eu deveria estar agradecendo até porque Steven me trouxe aqui com as outras pra me fazer melhor, me fazer perder o medo, e eu de fato sou grata, mas a unica coisa que eu quero e sair dessa droga...


O lugar e pertubador, cheio de cacos de gems no chão, fusões mutantes a se esconder atrás das sombras para não morrerem, e Steven quer me deixar melhor assim? Desculpa mas eu não concordo, talvez isso seja apenas uma missão deles e eles me trouxeram para me deixar melhor e sair daquele celeiro, mas eu gosto de lá, fico lendo meus livros, de vez em quando brinco com o nosso cachorro abóbora, e ate nadamos na piscina dos fundos... mas aqui... sinto que eu ja vim aqui a anos, a séculos, porque sinto isso? Não pode ser uma espécie déjá vu.

Ouvi Steven a falar com perola garnet e ametista que no fim desse lugar horrendo existia um palácio de gelo e cristais. Estavamos andando até que vem uma gem vestida com uma roupa de uma guerreira rebelde, será que era uma das de Rose quartz?

Ela vem de cima invocando sua arma e sorrateiramente pula em direção a Pérola,  Garnet que ja tinha tido a visão do movimento da mesma ja tinha invocado a luva da mão esquerda e bate na lança dela fazendo ela cair rolando no chão. Ela segurava a lança como uma selvagem, onde esta Peridot em uma hora dessas, ela me acalmaria e diria que está tudo bem.... 


Steven avança com cautela convencendo de que nós viemos em paz, a mesma não fala nada, não dara pra ver o rosto dela ela estava de capuz e uma venda nos olhos.

Steven pergunta o nome da mesma ela fala âmbar, Garnet fica amedrontada e cai o óculos sai de seus olhos em um piscar de olhos.

- Garnet! Você esta bem? - diz Steven a socorre-la...

Ela começa a ter uma discussão com ruby e safira ainda na fusão,  elas se desfunde


Âmbar da um sorriso e fala "e essa" e some com uma risada sádica 

Ficamos por muito tempo a tentar reconciliar as duas para se fundirem novamente e explicar o que estava acontecendo, Porém depois de se fundirem novamente ficaram em pleno silencio mesmo nós implorando para ela falar, eu ja estava entediada então me encostei em uma rocha pontuda no chão e fechei os olhos lembrando de um momento com peridot

Lembranças de lapis 

Acordo me espreguiçando com os olhos cansados e toda mole ainda, não ouve bater de cílios, nenhuma piscadela suave em direção a consciência. Um despertar mecânico como um assustar abrir de pálpebras de boneco de ventríloquo. 

Eram seis horas da manhã, um dia depois do incidente de eu ficar com Jasper fundida e apreendida em meu corpo de luz, eu ainda estava dolorida, mas a vida não e um mar de rosas, muito menos para mim, tudo na minha vida deu errado ate ágora, e ainda por cima estou deitada em uma cama estranha, eu estava inconsciente, provavelmente eu fiquei umas semanas sem abrir os olhos, como um morcego em plena luz do dia; É eu devo estar acahando que se passou alguns dias, mas pra falar a verdade onde estou? Percebo que estou sozinha no quarto a primeira oportunidade que eu vi a janela ao meu lado tentei voar para longe, mas eu estava muito machucada e bati na parede fazendo um barulho estrondoso.


Ouço alguém a subir as escadas, com a mão na barriga e mancando eu abro a janela e tento voar mas chega o mesmo.


- PERIDOT!! 

-Calma Lapis 

 Eu bato nas janelas em  imensa força a quebrando e ela me segura pra eu não voar o que da certo, porem eu fico pendurada pelas mãos da mesma quase caindo do que parecia ser um celeiro ela diz que esta tudo bem, e que ela não e mais a mesma, que ela so era assim por causa de Jasper, eu estava com medo mas algo me dizia que era a verdade e o que tinha que ser feito foi feito.

Eu voltei a pisar no chão do quarto fiquei cara a cara com peridot quase encostando um nariz ao outro e percebo a vergonha dela, ela simplesmente revira o olho e agitada diz 

- fiz café da manhã vamos! - ela pula do andar ate em baixo ignorando a escada ao lado dela, eu apenas a olho e observo e exploro um pouco aquele quarto, uma coisa que eu não podia negar, a cama era confortável, eu olho para a televisão e os montes de fitas de uma série no qual os rolos de fitas ja estavam gastos, significa que alguém ja assistiu várias e várias vezes.

Deixo de enrolar naquele cômodo e desco as escadas ainda com a cara inchada e olhos emburrados de sono, eu derrepente sinto um cheiro que desperta meus neurônios, de fato era panquecas com massa feita de banana e de recheio chocolate.

Desco com um pouquinho mais de animação e vejo a loira a fazer umas 15 panquecas bem recheadas em cada prato.

- sente-se - diz ela ainda fazendo a comida e não perdendo a concentração.

-o chão esta gelado não eh? - digo eu com um pouco de frio.

- tem pantufas de coelhinhos no armario do seu quarto.

- meu quarto? - digo eu confusa

- sim, ja que vai ficar aqui até melhorar não custa nada você ter seu próprio espaço, até porque eu imagino como deve ser horrível ter sua privacidade invadida toda hora... - ela vira a ultima panqueca desliga o forno vira e fala - eu só quero recomeçar, do zero, se quiser pode ir embora, mas saiba que eu so quero seu bem - diz saindo apenas uma gota d'água de seus olhos fadigados de estar a muito tempo acordada - eu fiquei semanas esperando você acordar, eu não saía daquele quarto, e quando você finalmente bateu os cílios eu falei pra mim mesma " vomos ser melhores amigas, e não importa o que acontecer, sempre estaremos juntas"

eu me aproximo da mesma levanto o queixo dela e...

A LEMBRANÇA E INTERROMPIDA POR STEVEN DESPERTANDO LAPIS

- Lapis?  Você esta bem?- diz Steven 

- sim so estava lembrando de algo...

- ok então vamos Garnet está de volta

- eae - diz Garnet a me olhar 

- oi - respondo levantando

- ok então vamos? - diz Steven indo na frente 

Eu estava andando e lembrando de Peridot, Steven percebe que algo esta diferente em mim e pergunta:

- o que foi Lapis?- diz o mesmo de sobrancelhas baixas.

- nada Steven, está tudo bem- digo disfarçando 

- certeza? Esta tão tristinha- diz ele fazendo uma careta fofa apertando as bochechas

- aii que coisa fofaaa - pego ele e abraço apertando, os dois começam a rir, as outras gems atrás vê eu e Steven e começam a sorrir, menos Pérola que estava séria. A mesma ultrapassa empurrando nós dois nos separando e diz empolgada:

- Chegamos! O Palácio de gelo.

Eu percebo aquela guerreira a olhar todas atras de nós, eu apenas a ignoro.

Ela rasteja pelo chão pula nas sombra que tinha e some.

Que merda e essa...~penso eu~ melhor so seguir em frente... 








Notas Finais


Eiii não fecha o cap não! Se vc gostou avalia e deixa comentário dando sua ideia ou do que achou ^^ obrigado amo vcs ☆.☆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...