História Águas Temerosas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hidan, Kisame Hoshigaki, Madara Uchiha, Pain, Yahiko
Tags Akatsuki, Hidan, Kaimisha Gakunora, Kisame Hoshigaki, Kisameyyahi, Madakaihida, Madara Uchiha, Meyrumi Tsucuri, Yahiko
Visualizações 85
Palavras 4.313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um capitulo, espero que gostem ^~


Boa Leitura :*

Capítulo 2 - Cruzeiro Akatsuki


Fanfic / Fanfiction Águas Temerosas - Capítulo 2 - Cruzeiro Akatsuki

Acordei cedo com minhas malas já prontas, não aguento mais essa cidade vagarosa, olhei para a mala em preto e vermelho, me levantei da cama pegando meu celular, digitando uma mensagem para a Mey.

Kaimisha: ACORDA!!!!!!!!

...........

Mey Chata: Sabe que horas são?

Kaimisha: São 6 da madrugada oque tem?

Mey Chata: Isso 6 da MADRUGADA, embarcamos daqui 2 horas ainda!!!!!

Kaimisha: Larga de ser ranzinza acredito que o Yahiko já esteja acordado, nú e com uma baita ereção, liga pra ele tadinho...

Mey Chata: VAI TE CATAR!!!!

Kaimisha: BORA te espero lá!!!

Joguei meu celular em cima da cama indo ate o banheiro, entrei no box tomando uma ducha pois já dormo nua, faz bem para o corpo, e ainda sempre me levanto renova, ensaboei meu corpo, sentindo a água escorre pelas mexas do meu cabelo, um arrepio percorrer meu corpo ao sentir a água passar por entre minhas pernas, me lembrei do que aquele infeliz havia feito no ginásio, desci a mão devagar ate minha intimidade a passando suave, o piercing estava frio, passei meus dedos sentindo um calafrio atravessar minhas espinha, o cheiro do perfume dele veio forte em minha lembrança, sua mão acariciando meu clitóris, mordi o canto da minha boca sentindo-o latejar, apertei meu clitóris gemendo manhoso enquanto aprofundava meus dedos, a argola no piercing em meu seio estava latejando, o arrepio me fez enrijecer, passei meu peito devagar no azulejo frio arfando, minha mente estava começando a ficar nublado,  parei de imediato ouvindo o infeliz do meu irmão bater na porta.

Kaimisha: Oque inferno!

Karai: Vai se atrasar desmiolada, mamãe disse que precisa te deixa la antes de viajar!

Kaimisha: Eu sei, já estou indo.

Acabei de tomar meu banho saindo do box, sequei meus cabelos me vendo no espelho, olhei para minha língua que estava vermelha,-Hoje não, escovei meus dentes limpando meu piercing devagar, acabei de fazer minha higiene, voltei para o meu quarto indo ate o guarda roupas, abri o mesmo o vendo apenas com o básico, pois o restante estava em minha mala, peguei uma langeri na cor branca, depois um short preto de cós alto, uma blusa colada cruzada no pescoço branca, junto com uma sandália gladiadora rasteira detalhada preta, cheguei no espelho do banheiro fazendo uma maquiagem básica, junto com um batom vermelho escuro, passei meu perfume e deixei o cabelo solto, coloquei um brinco, e me olhei melhor.

Kaimisha: E hoje!

Sorri para mim mesma voltando para o quarto, peguei meu celular junto da mala que e de rodinhas a arrastando, abri a porta me deparando com o despacho de encruzilhada.

Karai: Que eu saiba você esta indo para um cruzeiro, e não uma festa rave!-Sorriu amargo.

Kaimisha: E que eu saiba você não deveria estar no inferno?-Sorri.

Ele se afastou indo ate a cozinha, sai do meu quarto indo para a sala.

Mairi: Não ira comer Kaimisha?

Kaimisha: Estou sem fome mãe, ainda mais estou ansiosa!-Sorri.

Mairi: Sei sei, então vamos já pegou todo?

Confirmei para ela indo ate a porta, respirei o ar frio que ainda pairava, o fel da noite estava quase se dissipando, andei ate o carro puxando minha mala, o coloquei no banco de traz, ouvindo minha mãe entrar no carro, entrei fechando a porta, desbloqueei meu celular.

Kaimisha: Já levanto Lesma?

Mey Chata: Graças a você sim!

Kaimisha: Já estou indo, então anda e esta levando camisinha ?

Mey Chata: NÃO!!!!!

Kaimisha: Não tem problema estou levando uma caixa para agente!

Mey Chata: Kai por Kami-sama não estamos indo para um Harém de homens.....

Kaimisha: Uiii que delicia que seria se fosse, mas com o Yahiko e o Hidan em um navio 7 dias, amiga ka entre nos, você ira ficar dolorida ;9

Mey Chata: COMO ASSIM CRIATURA!

Kaimisha: Woo inocência, não acha que o Yahiko tem algo pequeno entre as pernas!

Mey Chata: Kai vai a merda, e ainda mais o Yahiko nem deve estar se lembrando de mim.

Kaimisha: Veremos Mey!

Coloquei meu celular no bolso ouvindo o carro ser ligado, olhei para minha mãe que sorria com a minha oportunidade, mal ela sabe oque realmente quero fazer nessa viajem, preciso des estressar, e ensinar minha amiga como pegar um homem, ficamos na estrada por uns 15 minuto e logo vi o porto, era um prédio todo em branco, vários navios grandes estavam atracado em seus devidos lugares, um era maior do que o outro, minha mãe estacionou olhando para mim.

Mairi: Juízo mocinha, tome cuidado, se acontecer alguma coisa escute seu capitão esta bem?-Disse seria.

Arqueei uma sobrancelha pensando, se o capitão for bonito, claro que segurei tudo oque ele me dizer queria mãezinha.

Kaimisha: Claro mãe!

Desci do carro pegando minha mala no bando de traz, peguei do lado dela o envelope o tirando, no papel estava escrito Cruzeiro Akatsuki, olhei para os lados o procurando, ele era o ultimo e o maior, estava com detalhes branco preto e vermelho, olhei para minha mãe que me acenou do carro com lagrimas em seu rosto, sorri para ela acenando de volta, logo ela saiu pois tinha uma viajem urgente para fazer referente a empresa, peguei minha bagagem vendo que já havia varias pessoas ali, entrei mais ao fundo vendo uma moça orientando as pessoas.

Miru: Senhora qual o seu navio?

Kaimisha: O Akatsuki.

Miru: Ele estará pronto daqui a 1 hora se quiser se sentar. -Sorriu.

Kaimisha: Não obrigada estou esperando uma amiga.

Olhei mais por cima procurando uma cabeleira grisalha mais não achei nada, andei a paços lerdos ate a entrada esperando a Mey, que ainda não chego não sei por qual motivo, vi vários carros deixando vários tipos de pessoas, uns casados, outros com crianças, idosos, e adolescentes, logo outro taxi chegou revelando um cabelo preso em um rabo de cavalo loiro platinado, tirou sua mala de dentro do carro e pagou o taxista, Mey estava com um vestidinho curso que ira ate a metade de suas coxas na cor azul com detalhes em branco, um decote em ‘’v’’ profundo, e uma sandália rasteira trançada na perna,-Ao menos veio mais bonitinha, mais ainda precisa de mais detalhes, ela olhou para mim e sorriu, pegou sua mala de rodinha na cor branca e azul e se aproximou de mim.

Meyrumi: Já pode embarcar?-Diz animada.

Kaimisha: Ainda não, mas vamos dar um jeito em você primeiro.

Inclinei-me pegando no pequeno bolso um batom, a mesma estava com apenas um brilho e um lápis preto em seus olhos, passei minha mão em seu cabelo o soltando, os longos fios loiros caíram bem no vestido curto, passei o batom vermelho claro que tinha que combinou e destacou seus lábios.

Meyrumi: Precisa mesmo disso?

Kaimisha Precisa!

Sorri vendo o resultado melhor, ficamos conversando sobre coisas banais ate a hora que foi dito no microfone que poderíamos embarcar no navio, olhamos para o rumo do nosso navio vendo que avia 2 homens recebendo os visitantes, suspeito so de ver a altura, um havia o cabelos longos negros e desgrenhados, a farda branca destacava os fios negros, o quepe de capitão me atiçou a saber como seria seu rosto, o outro era da mesma altura mais bronzeado uma pele um tanto diferente, o mesmo tinha o cabelo curto na cor azul escura.

Meyrumi: Nossa...

Kaimisha: Qual deles rsrsrs

Meyrumi: O da direta!

Kaimisha: Bom saber, porque o moreno fica pra mim kkkk

Meyrumi: Kai que isso você nem o conhece!

Kaimisha: Ta na cara que ele e o capitão e ainda mais parece ser um gatinho.

Meyrumi: Louca rsrs

Kaimisha: Louca não, vivendo oque e bom kkkk vamos.

Pegamos a alça de nossas malas, e caminhamos ate a moça que pegara a passagem, entregamos as  nossas a ela, que nos entregou uma chave, provavelmente a de nosso quarto, caminhamos ate aonde os outros estavam, não havia mais fila e mais ninguém a nossa frente, ele estavam sorrindo, nos aproximamos, meu peito ardeu ao ver aquele homem.

???: Sejam bem vindas senhoritas,  eu serei seu capitão nesta viajem!

???: Oque precisarem podem nos avisar, que será providenciado, sou o administrador geral do navio!

Abri minha boca mais nada sairá da mesma, meu coração estava disparo, o sorriso lascivo em seus lábios, o olhar forte sobre mim, respirei fundo tentando recobrar minha sanidade, olhei para a Mey que estava igual a um pimentão.

Kaimisha: O prazer e todo nosso, me chamo Kaimisha e essa e a Meyrumi.

Kisame: Meu nome e Kisame esse e o Madara e um prazer conhece-las meninas!-Sorriu.

Meyrumi: Prazer. -Sussurrou.

Ele sorriu lascivo a olhando de cima abaixo, -Interessante, andamos sentindo olhares sobre nos, olhei para traz vendo duas orbes negras me encarando, meu peito estava a mil, o ar entrava com dificuldade em minha boca, o navio e muito grande, fomos para o convés esperar o navio zarpar, coloquei minhas malas no canto junta da Mey que já estava na ponta olhando o restante embarcar.

Meyrumi: Kami.....

Kaimisha: Admite que eu deixo kkkk

Meyrumi Que homem e aquele?-Sorriu sem jeito.

Kaimisha: Te avisei ele e seu alvo, e você vai ter ele!

Meyrumi: Para Kai, olha pra mim, e obvio que aqui tem mulher muito melhor do que eu...

Kaimisha: Puts, cala essa boca, você vai ter esse cara nos seus pés ou não me chamo Kaimisha!

Ela sorriu voltando a olhar para baixo, sorri olhando junto, -Madara, um capitão complicado de não o desejar, mas você esta na minha mira, mordi minha boca o vendo olhar para cima, ele sorriu para mim levando a mão com a luva branca em seu quepe o abaixando suavemente em comprimento, Kisame olhou para cima sorrindo, os dentes dele são afiado.

Kaimisha: Sorri garota- Sussurrei para ela.

Meyrumi mordeu sua boca de leve sorrindo, olhei para ela surpresa ao ver essa atitude, Kisame sorriu mais largamente mandando um piscada para a mesma, Mey saiu da ponta indo ate uma das paredes mais próximas, eu ri da atitude dela, mas já e um grande avanço.

Meyrumi: Oque eu fiz......

Peguei nas mãos da mesma as sentindo gélidas, o sorriso divertido estava em sua face, sorri vendo que ela parecia uma criança que acabou de fazer travessura.

Kaimisha: Esta sedo você mesma, se solta que essa carinha de anjo esconde uma mulher selvagem. -Digo a incentivando.

Ela riu do meu comentário, voltamos a olhar para as grandes vendo a criatura devota a Jashim e o ruivo sorrindo, ele cumprimentaram mais abertamente ele.

Meyrumi: Será que se conhecem?

Kaimisha: Acho que so saberemos mas tarde.

Meyrumi: Como assim?

Kaimisha: Minha inocente Mey, isso e um navio, não temos como fugir daqui.-Sorri maliciosa.

Ela sorriu e negou com a cabeça, pegamos nossas malas andando pelos corredores do navio, ele e bem grade e com varias salas, acho que levaremos um dia todo so para velo, vimos que nas portas de cima havia alguns número, olhei para a chave vendo que era o número 101.

Meyrumi: Deve ser la em baixo por ser os quartos.

Concordei com ela, fomos ate as escadas mais próximas as descendo.

Kisame: Precisam de ajuda?-Diz baixo.

Olhei para traz vendo o Kisame nos observar, na verdade olhar para a Mey descaradamente.

Meyrumi: Só estamos procurando nosso...quarto....

Ela estava ofegante apenas de olhar para ele, mas não era por menos, seus olhos trasbordavam desejo.

Kisame: Qual o quarto?-Diz baixo.

Kaimisha: 101 rsrs.

Kisame: Entendo, fica no andar de abaixo, corredor a direita.

Ele disse aquelas palavras olhando para a boca dela, -Esse ta no papo, olhei para frente vendo o Capitão subir novamente no navio, seus olhos negros, não consigo parar de me arrepiar quando os encontro, sorri para ele que me olhou dos pés a cabeça, não fico longe da Mey nisso, eles conseguem tirar nossa concentração, ele se aproximou de mim a paços lentos, a cada paço meu coração falhara uma batida, o batom em meus lábios estava seco, abri minha boca devagar, o vendo sorrir lateral, ele se aproximou o suficiente para o cheiro de seu perfume ser sentido, minha mente divagava em sua boca, em seu corpo, no sorriso prepotente.

Madara: Querem ser acompanhadas?-Disse suave.

Sua voz rouca e grave me vez arfar, sorri de volto o vendo arquear uma sobrancelha.

Kaimisha: Não precisa nos encontramos não e Mey?

Olhei para ela que estava encarando aquele homem, Kisame passou seus dedos de leve no fio loiro o puxando devagar, o mesmo se inclino cheirando a pequena mexa, puxei Meyrumi que estava delirando com ele, andamos puxando as malas indo ate as escadas que levara a aparte debaixo.

Kaimisha: Regra básica não de tanta moral, não deixa ele tocar em você, deixa ele te desejar.

Meyrumi: Mas ele não tocou em mim....

Kaimisha: Mas ele quer, so sua mexa já foi o suficiente para ele te desejar mais, mas, vamos com calma!

Meyrumi: kkkkk sim sensei!

Kaimisha: Kai-san me chame assim agora kkkk

Meyrumi: kkk vai nessa!

Andamos por um salão que havia alguns corredores, ele tinha um grande lustre, juntos com varias flores decorado em ouro, o ar era bem agradável e aconchegante, algumas crianças vieram de um dos corredores passando por nos, olhamos para ele, entrando no mesmo, os número das portas estavam crescentes, do 96, fomos mais ao fundo ate chegar ao 101, destranquei a porta abrindo a mesma, o quarto e bem grande, achei que seria pequeno e ruim de se ficar, mas muito pelo contrario, e bem arejado, entramos mais ao fundo, vendo que na frente havia uma cama king com lenções em preto com vermelho.

Kaimisha: Parece um Motel!

Meyrumi: Exagerada!

Meyrumi entrou se sentando na cama, ela cabia uma 3 ou 4 pessoas tranquilo, os grandes travesseiro a deixava mais aconchegante, mais a frente havia uma pequena sacada com uma porta de vidro, andei ate a mesma vendo a água, -Alto, voltei para o quarto vendo que havia um pequeno corredor, antei ate ele abrindo a pequena porta, acendi a luz, era um pequeno quarto com uma cama de casal menor, o lugar era pequeno, com um guarda roupas mediano, os lenções na cor vermelha vinho, -Mas privacidade, andei de volta para o quarto vendo outra pequena porta a frente ao lado da TV de 45 polegadas, abri a mesma era um banheiro simples com um box, azulejos pretos, e uma lavatório com um espelho.

Meyrumi: Curiosa rsrsrs

Kaimisha: Chata rsrs

Joguei-me sobre a cama do lado dela, ela estava olhando os detalhes que haviam no teto, uns desenho estranho parecendo cortes, com preto e branco.

Meyrumi: Kai...

Kaimisha: Hun....

Meyrumi: Acha que eu tenho chance?-Diz receosa.

Olhei para ela que se virou para mim também, franzi o senho sem entender.

Meyrumi: Com o Yahiko...

Kaimisha: Esta gostando mesmo dele, não esta?-Sorri.

Meyrumi: Não....eu so o acho bonito....

Kaimisha: Miga sabe que sou sincera, mas só acho que você merece coisa melhor...

Meyrumi: Porque diz isso.

Sentei-me na cama olhando para ela.

Kaimisha: Yahiko não tem um historio muito bom, dizem que ele gosta de torturar e que não ama ninguém!

Meyrumi: Porque fica me infernizando sobre ele então?

Kaimisha: Porque você esta afim dele, agora vamos desfazer essas malas e andar por ai.

Ela sorriu descrente, peguei minha mala a levando para o outro quarto, sei que nem irei ficar nesse quarto mesmo, sorri com meu pensamento, Meyrumi entendeu e desfez a dela no outro guarda roupas, ficamos uns 30 minutos só para colocar tudo em ordem.

Meyrumi: Estou com fome. -Gritou.

Kaimisha: Vamos no restaurante, la deve ter o café da amanha....

Olhei no meu celular vendo que já era 9:45, talvez ainda tivesse algo para comer, acabei de arrumar meu canto saindo, vi Meyrumi arrumar seu cabelo sorrindo, indiquei para saímos e logo, demos o fora daquele quarto fechando a porta, andamos pelo corredor.

Meyrumi: Ótimo onde fica o restaurante.

Kaimisha: Relaxa agente encontra.

Começamos a andar pelos corredores, e pelos longos salões, descobrimos que a parte da frente havia uma piscina com vários tobogãs, e uma ala de crianças, havia academia, pista de boliche, um salão de dança e outro de festa, um salão que era a boate noturna, um bar mais elegante, e isso só na parte superior, imagina mais ao fundo, acabamos por entrar m uma aria mais arejada com farias mesas, o restaurante era enfeitado com flores, tecidos brancos com verde fazendo o contraste, as mesas e cadeira eram brancas com dourado, o tabaco nas vigas destacavam-se, nos aproximando vendo que o café da manha já havia acabo, agora infelizmente teríamos que esperar o almoço.

Meyrumi: Por sua culpa estou com fome!.-Diz irritada.

Kaimisha: Minha culpa?

Meyrumi: Você me apreso, então vim sem tomar café.....

Kaimisha: KKKK foi mal, calma o horário do almoço deve ser em breve.

Ouvimos uma voz grave suar nas caixinhas espalhadas pelo navio.

Madara: Senhores e senhoras, iremos zarpar em breve espero que estejam gostando da estadia no cruzeiro Akatsuki lhe desejamos boas férias.

Meu corpo inteiro vibro com sua voz no auto falante, mordi minha boca em antecipação, como deve ser ouvir essa voz rouca apenas para mim.

Meyrumi: Kisa.....

Olhei para ela que viu o Kisame informando algumas coisas a alguns garçons, o mesmo estava serio, e ditando ordens olhei para ela que estava perdida em seus pensamentos novamente.

Kaimisha: Parece que ele gosta do poder!

Meyrumi: Sou Submissa?-Sorri.

Kaimisha: Pelo visto sim, pois os dois homens que você gosta, gostão de ditar ordens.

Meyrumi: KAI!!!!

Kaimisha: Oque kkkk so falei a verdade.

Pelo visto o azulado ouviu a voz da Mey, ele nos olhou rapidamente sorrindo, ele pegou uma pequena cesta das mãos de um dos garçons e andou ate nos.

Kisame: Meninas, oque fazem aqui?-Sorriu

Kaimisha: Meyrumi esta com fome, achamos que ainda serviriam o café da manha..

Kisame: Hun sinto muito mais ele e retiro as 9:30.

Meyrumi: Tudo bem agente espera, muito obrigada Kisame-san...

Ela iria sair mais ele se pois a frente dela, sorri ao ver o nervosismo da mesma.

Kisame: Me da só um minuto!- Diz baixo.

Ela concordou o vendo se retirar.

Meyrumi: Kami.....

Kaimisha: Estou adorando isso!!

Meyrumi: Ver a desgraça alheia?

Kaimisha: KKK SIM

Meyrumi: Você não presta kkk.

Kaimisha: Sei disso, mas agora tenho outras preocupações, na verdade preocupações melhores!

Meyrumi: Tenho ate medo de sab.....

Ela travou ao ver Kisame retornar, as mangas do uniforme estavam ate os cotovelo, o blazer branco mais torado, ate eu admito e coisa de mais em uma único homem, mas não faz meu tipo, ele se aproximou com dois salgados em uma pequena bandeja, os dois estavam quente, peguei um pois estava morrendo de fome Meyrumi pegou o outro em seguida, mas com receio pois seu rosto estava vermelho, Kisame a devorava a cada gesto que ela fazia.

Meyrumi: Arigato Kisame-san...

Kisame: Apenas Kisame.-Sorriu.

Sua respiração havia travado, a vontade de rir estava fazendo minha garganta arder, ela o ofereceu sorrindo, ele se inclina mordendo um pedaço, os olhares não sessavam nem um único minuto, seus rostos estavam próximo, ele se erguei novamente piscando para ela, passei a mão em seu braço ou ela abaria tento um parada respiratória.

Kaimisha: Ate mais tarde!!-Gritei.

A puxei que cortou de imediato o contato com ele, ela respirou mais aliviada, adamos comendo nossos salgados, que estavam uma delicia, meus comprimentos ao cozinheiro, logo paramos em uma das grades do 3 andar, olhamos para baixo, e minha visão foi privilegiada com aqueles cabelos negros, o quepe tampando seu rosto, as mãos com as luvas branca, sorri pensando como seria esse homem sem essas vestimentas todas, fiquei o observando cumprimentar alguns passageiro, Meyrumi deu a ideia de irmos para a piscina, mas antes temos que passar em nossos quartos, andamos a paços lentos descendo as escadas,  passando pelos corredores.

Madara: Kaimisha!

Arrepiei-me ao ouvir a voz grave dizer meu nome, olhei para o lado o vendo se aproximar, seus paços como sempre ficara em câmera lenta, respirei fundo sentindo o cheiro amadeirado de seu perfume, esse homem ainda ira acabar com meus dias nesse navio.

Kaimisha: Sim Madara-san.

Madara: Gostaria apenas de saber se estão sendo devidamente atendidas, ou se precisam de alguma coisa?

Sorri lateral, com a ultima pergunta, ele arqueou uma sobrancelha sorrindo de canto, como posso desejar tanto saber o gosto daqueles lábios, mordi o canto da minha boca só para o provocar, e ele rebateu sorrindo anasalado, Madara se aproximou de mim o suficiente para deixar nossos corpos próximos, ele se inclino deixando seus lábios próximos ao meu ouvido, sua respiração bateu quente contra minha pele.

Madara: Esta brincando com fogo menina, cresse primeiro antes de pensar em querer isso!

Kaimisha: Engraçado, achei que o capitão seria melhor na cama do que falando!-Rebate.

Ele se afastou sorrindo, vez um aceno de que iria prosseguir e se distanciou.

Meyrumi: Oque foi isso?

Kaimisha: Estou excitada....

Meyrumi: Kai!!!

Kaimisha: Oque só disse a verdade!

Olhei ele se distanciando, mas logo ele se virou sorrindo lateral, eu o quero, sorri para ele que entrou em uma das cabines, então e ali a cabine do capitão, bom saber, continuamos andando ate chegamos ao nosso quarto, estranho ainda não vimos os meninos, Meyrumi foi ate o guarda roupas pegando seu biquíni, andei ate o pequeno quarto abrindo o meu, -Qual usar, abri uma das gavetas vendo meu biquíni preto, com uma argola entre os seios, peguei o mesmo junto com uma canga preta com detalhes em branco, peguei meu óculos Ray Ban, dourado com a lente marrom,  comecei a tirar minha roupa a jogando em cima da cama, tirei minha sandália a deixando em um canto, logo vesti a parte debaixo, coloquei meus óculos amarrei o biquíni atrás e chamei a chata, para amarrar em meu pescoço.

Meyrumi: Oque?-Preocupou.

Kaimisha: Amarra pra mim?-Sorri amarelo.

Ela fechou o senho se aproximando, seus dedos logo amarram prendendo por completo o biquíni, olhei para ela que estava com um biquíni em coche azul turquesa seus seios ficaram maiores, o cabelo estava preso em um coque, me aproximei tirando o palito que o segurava.

Meyrumi: Mas..

Kaimisha: Nada disso, falei que você ira transar nesse navio, e você não vai fazer isso se inibindo!

Meyrumi: Já falei que te ideio hoje?

Kaimisha: Tambem te love, agora vai pegar um óculos e vamos.

Olhei-me no espelho arrumando meu cabelo, -Acha que sou uma criança capitão, irei te mostrar do que essa criança e capaz, peguei uma sandália rasteira e a calcei, andei ate a frente vendo Mey já pronta ao menos o óculos salva do seu mal gosto as vezes, e um Ray Ban todo em preto espelhado, ela pegou uma canga branca com vermelho, saímos trancando a porta, peguei as chaves e as coloquei na lateral do meu biquíni, andamos a paços lentos, parei ao ouvir a voz que tanto conhecia bem, olhei para dentro de um dos salão vendo duas meninas conversando com o Yahiko e o Hidan, que as aulas comecem, andei na direção deles devagar, Mey me acompanhando fazendo caras e bocas, mas mesmo assim o fez, as cangas estavam em nossa cintura, passei atrás das meninas atraindo a atenção do meu albino preferido, ele sorriu de canto me analisando de cima a baixo, sorri em vitória, Yahiko olhou para a Mey comendo cada parte que ainda teria em seu corpo, ela olhou para ele sorrindo de canto, andamos rápido saindo de lá.

Meyrumi: Pra que isso?

Kaimisha: Se quer um homem, tem que faze-lo te desejar, e você esta se saindo muito bem.

Meyrumi: Mas Kai, eu não quero isso assim...

Kaimisha: Lembra-se da promessa.

Meyrumi: Não foi uma promessa!

Andamos com ela de bico do meu lado, logo chegamos ate as piscinas que ainda estavam com poucos pessoas, Meyrumi colocou suas coisas em uma das cadeiras de sol e mergulhou na piscina, ela sempre gostou de nadar, a maioria das vezes que saímos de dia vamos ao club, eu me deitei relaxando um pouco, não havia um sol legal ainda para se bronzear, olhei ela nadar em estilo seria,- Kami-sama por favor que o Kisame apareça, olhei para cima vendo um par de olhos lilases me observar, Hidan sorriu de canto para mim, abaixei meus óculos piscando para ele que negou e logo saiu, olhei para baixo vendo quem eu queria aparecer, -Missão cupido, Kisame veio falando algo com o senho franzido para um dos empregados, ele fez menção em querer entrar em uma das cabines.

Kaimisha: Kisame-san..-Gritei.

Acenei o vendo me olhar, ele fez um gesto para o outro e se aproximou de mim.

Kisame: Precisa de alguma coisa Kaimisha? Disse serio.

Kaimisha: Não nada de mais, so te agradecer, acabei não fazendo isso.

Kisame: Não precisa, so fiz meu trabalho.

Kaimisha: Mesmo assim muito obrigada, eu e a Meyrumi gostamos muito,  não e mesmo Mey?

Olhei para o lado e ele junto, Meyrumi saia da piscina com os fios platinados grudados em seu corpo, Kisame abriu minimamente a boca a encarando descaradamente de cima a abaixo.

Meyrumi:....Sim....

Kisame: Interessante....

Kabuto: Senhor Hoshigaki precisamos de você na sala de controle!

Olhei para o lado vindo um homem de aparecia estranha e cabelos grisalhos o chamar.

Kisame: Meninas me deem licença.

Kisame se aproximou da Mey pegando em sua mão de leve, ela estava muito corada, seu peito sua e descia, ele beijou o dorso de sua mão devagar.

Kisame: Ate mais tarde Mey....

Ela confirmou minimamente e logo ele saiu.

Kaimisha: Uiiiii

Meyrumi: Hun.....

Kaimisha: Viu não foi difícil, ele esta querendo você.

Meyrumi: Você fez isso?-Diz indignada.

Kaimisha: E como acha que ele viria aqui.

Meyrumi: Kai você e doida, e se alguém visse, ou..

Kaimisha: Ou nada relaxa e vem na minha!

Ela se deitou do meu lado sorrindo boba, mesmo que fique com vergonha ela esta amando esse jogo, só espero que o Yahiko não queira bancar o idiota, se não teremos problemas, além do mais agora tenho minha própria missão, e irei compri-la do meu jeito.

 

Continua......


Notas Finais


Ai meu Kami-sama, ja vou avisando, porque sou má, no próximo as coisas iram começar a ficar boas kkk.

Beijos Roubados:* *Bolo de Carne*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...