História Águia Arqueira - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow
Personagens Felicity Smoak, John Diggle, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Ray Palmer, Roy Harper (Arsenal), Thea Queen
Exibições 15
Palavras 339
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Terceiro capítulo, aproveite!

Capítulo 3 - Capítulo 3| A dúvida


-Você é louca, louco sei lá. Você tem algum tipo de retardo mental!

Então eu desligo o telefone e então eu decido sair, ir para o lugar para onde sempre vou quando quero  me acalmar ou pensar em alguma coisa, e é o que eu quero fazer então eu desço correndo as escadas e vou também correndo para fora do prédio e dou sinal para um táxi parar.

-Por favor para o vale do Heron- peço gentilmente 
-Moça mas vai ficar muito caro, é muito longe- diz o taxista.
-Eu pago o dobro do que der no final da corrida se o senhor me tirar daqui agora.
-A senhorita não está fugindo da polícia né?
-Não senhor, é que este lugar me trás más recordações, enfim vai querer ou não o dobro?
- Sim, sim senhorita

Ele então acelera o carro a caminho do meu destino, e eu então passo a me focar na paisagem, mas aquela ligação não saiu de meus pensamentos, quem era e de quem estava falando?
E quanto ao homem da sala de reunião, ele parecia o Olliver, mas era impossível, ele morreu, ao menos foi dado como morto, e enquanto eu penso nisso tudo eu ouço a voz do taxista;
-Senhorita chegamos, peraí a senhorita é a Angelic Misceus ?
-Sim, sim, mas quanto deu no taxímetro ?
-300,00

Peguei então minha carteira e dei-lhe 600,00

-Pronto, obrigada.
-Senhorita se a senhorita quiser um táxi para vir busca-la eis aqui o meu cartão.
-Obrigada.

Saí do carro então segui a trilha e fiquei numa colina, admirando a paisagem, tentando resolver os enigmas da minha cabeça, tentando encontrar uma explicação lógica, algo que  faça sentido, inútil tentativa, afinal minha vida inteira não tem o mínimo de sentido, quando eu levo um susto pois eu escuto o celular tocar, e então eu atendo;

-Alô!
-Angelic Misceus onde você está?
-E te interessa Henry ?
-Se não me interessasse não perguntaria!
-Eu... eu recebi uma ameaça e..
-Como assim uma ameaça?
-Alguém ligou para mim e disse...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...