História Águias Negras. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Exibições 1
Palavras 441
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Luta, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa leitura amorinhas >.<

Capítulo 2 - KitKat


Fanfic / Fanfiction Águias Negras. - Capítulo 2 - KitKat

Desliguei o celular e fui em direção ao restaurante, estava com muita fome , cheguei lá fiz logo meu pedido e fiquei esperando o Nicolas, depois de uns 20 minutos avisto um menino alto, nem magro nem gordo, com cabelos negros e olhos verdes, aquele era o Nícolas. 
Com toda a história nem tive tempo de me descrever, sou uma menina não muito alta, magra e muito pálida, meus cabelos são longos e negros, meus olhos são um tom acinzentado.
O Nicolas se aproximou e perguntou se poderia sentar e fiz sinal que sim.
-Olá KitKat.
-Oi Nicolas - Sorri meio sem jeito. - o que tens a dizer?
-A parada é bem simples gatinha, exatamente 46 ladrões fugiram da prisão.
-Hm, gostei um pouco dessa notícia.
-Não se empolgue muito, o Tuques disse que os polícias querer aproveitar a ocasião para tentar nos pegar, já que eles sabem que nós vamos limpar a cidade.
O Tuques é um gênio da internet, ele deu um jeito de invadir a centrar da delegacia e assim fazer com que seja mais fácil saber os planos deles.
-Não podemos deixar isso tão óbvio - falei meio preocupada -o que vamos fazer?
-O Lucas deu a ideia de irmos bem de madrugada para as ruas, entre 3hrs e 5hrs, não é possível que eles tenham ido tão longe.
-Por mim você sabe que ta fechado!
-Não trabalha amanhã?
-Tô com essa semana livre, o Fábio, quer dizer, meu chefe tem que visitar uns parentes e só volta semana que vem.
Percebi a cara do Nicolas de raiva quando chamei o Fábio pelo nome, ele sisma em dizer que o Fábio vive dando encima de mim, como se ele se importasse com isso.
-Uhmm...
Ele ficou meio pensativo, nossa comida chegou e começamos a comer em silêncio até que.
-Kat? 
-Nico?
-Seria muito estranho se, ahn...
-Se?
-Se eu te chamasse pra jantar qualquer noite dessas?
-N-nã-ão, quer dizer, não seria estranho. - Falo com um pouco de dificuldade, ele está mesmo me chamando pra sair?. 
-Então você aceitaria jantar comigo amanhã às 19hrs?
-S-sim. - senti meu rosto corar. 


Terminamos de comer e fomos para casa, ele pilotando a moto e eu na garupa com meus bração em volta da sua cintura. Eu sempre fui muito fria com todos mas com o Nicolas era diferente, ele conhecia meus dois lados, ele já me salvou três vezes de tiros certeiros e nas três vezes senti seu coração batendo angustiado, os olhos verdes fixados em mim. Eu não conseguia explicar o que eu sentia e o que ele sentia, se é que ele sente algo por mim...


Notas Finais


Foi um pouco pequeno mas com o tempo farei capítulos maiores, espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...