História Ai, ai ,ai... - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Gravidez, Romance, Suga
Visualizações 46
Palavras 458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Eu quero vê-lo


(S/n) POV on:

Eu senti mãos no meu braço. Abri os olhos. Minha mãe estava do lado da minha maca. Ela sorriu e disse alguma coisa que eu não conseguia ouvir. Senti lágrimas escorrendo de meus olhos. Virei a cabeça para escondê-las. Mas meu pai estava do outro lado, me observando.

Tudo doía. Minha mandíbula estava esquisita. Um médico entrou no quarto. Ele tinha duas lousas brancas e dois canetões nas mãos. Ele me deu uma das lousas e um dos canetões em silêncio. Ele parou na mesinha na minha frente e começou a escrever algo.

"Meu nome é doutor Miguel. Não tente falar." - escreveu ele.

"O que aconteceu comigo?" – escrevi na minha lousa.

"Bateram muito em você. Bateu a cabeça, é normal você ter esquecido."

"Por que eu não consigo ouvir? "– perguntei

"Quando você bateu a cabeça, houve uma lesão no seu tímpano. Nós corrigimos. Você vai voltar a ouvir." – escreveu o médico.

"Por que não posso falar?"

"Tivemos que quebrar sua mandíbula depois que você convulsionou." – aquilo foi o bastante para mim. Por culpa de duas ARMYs eu estava nesse estado.

O médico começou a conversar com os meus pais. Eu queria ficar sozinha. Só que eu não podia falar. Eu fechei meus olhos. Até isso doía. Abri meus olhos e olhei para o meu braço. Tinha um líquido amarelo transparente pingando na minha veia. Estendi meu braço livre e toquei no braço do meu pai. Minha visão estava estranha em um olho.

"Meu celular." – escrevi.

Meu pai tirou um aparelho com a tela trincada do bolso. As telas dos meus celulares nunca trincavam.

Eu entrei na minha lista de contatos e selecionei o Yoongi.

comecei a mandar vários “oi” para ele.

"(s/n)? é você escrevendo?" – recebi.

"Sim". – mandei.

Nós ficamos conversando até minha cabeça doer. Ele não podia vir me ver. Mas eu queria ver ele.

Acessei a câmera do meu celular. Queria ver como meu rosto estava.

Fiquei horrorizada. O lado direito do meu rosto estava horrivelmente inchado. Tinha um ferro ao redor dos  meus dentes. Tipo aparelho ortodôntico, só que esse não me deixava abrir a boca. Eu tinha pontos na testa. Respirei fundo e senti um puxão na barriga. Havia um curativo no lugar do puxão. Eu não sabia há quanto tempo eu estava desacordada. Meus pais beijaram minha testa no lugar que não tinha pontos. Eles iam sair do quarto.

Eu puxei a mão da minha mãe. 

"Eu quero ver o Yoongi." – escrevi.

Ela pegou a lousa da minha mão e escreveu:

"Você ainda está em um estado muito delicado. Semana que vem talvez."

Peguei a lousa.

"Quanto tempo fiquei desacordada?"

"Dois dias."

"E o show dos meninos?" – escrevi desesperada.

"Eles fizeram o show, (s/n). não foi alegre, mas..."

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...