História Aí eu te conheci - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Jeon Wonwoo
Tags Jeon Wonwoo, Seventeen, Texting, Wonwoo
Exibições 113
Palavras 1.655
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


tenho coisa pra falar só no final, beijo
ps.: Franz é o nome do restaurante e do dono do restaurante.

Capítulo 11 - (10) Ava


Fanfic / Fanfiction Aí eu te conheci - Capítulo 11 - (10) Ava

 

Joshua está falando sem parar há mais de dois minutos. Cogito a ideia de sair correndo bem na hora que ele passa a mão pelos cabelos, aflito.

- Joshua? Fala sério. Por que você está tão nervoso? Até parece que vão te reprovar.

- Mas vão me reprovar – ele fala, rápido como um raio. – E eu não tenho dinheiro para pagar um período a mais.

- Deixa de coisa. Não vai ser tão difícil passar naquela prova.

- Fale por você e seu cérebro idiota de gênio.

- Joshua Hong – seguro as mãos dele antes que ele possa puxar os próprios cabelos. – Amor da minha vida. Precioso – ele dá uma risadinha nervosa e olha para mim, esperando que eu termine de falar. Acho que ele já sabe o que vou dizer. – Pare de drama.

- Sabia que você ia dizer isso.

- Eu vou te ensinar as modificações do software, está bem? Você vai conseguir fazer a prova e vai passar. E se não passar, o que não vai acontecer - acrescento depressa -, você vai continuar trabalhando nesse poço de alegria que é o Franz, vai conseguir o dinheiro para o período, vai refazer o período, vai passar e vai se formar. Está ouvindo?

- Não sou tão otimista como você.

- Bom, então eu serei otimista por nós dois – sorrio.

- Não vou aguentar trabalhar aqui por mais 6 meses, Ava. É tortura demais.

- Se eu aguento trabalhar aqui, você também aguenta.

- Você tem um motivo para trabalhar aqui. Quando tiver juntado o dinheiro, é só pegar o primeiro avião e partir para a Coreia. Eu vou ter que ficar enfurnado aqui sabe-se lá até quando.

- Garoto – dou uma tapinha na bochecha de Joshua e ele pisca os olhos. Por algum motivo - talvez a descendência asiática de Joshua, aquele gesto me fez imaginar como são os olhos de Wonwoo. – Se você continuar com essa manha eu vou usar seu cabelo para limpar o balcão. Vai dar tudo certo. Confie em mim. Agora pare de se lamentar.

Joshua faz uma careta e coloca a cabeça no meu ombro, puxando meus braços e colocando-os sobre seus ombros, para que eu pudesse abraçá-lo.

- Vai dar tudo certo, Josh – repito enquanto o abraço.

- O que eu faria sem você?

- Nada, obviamente – dou de ombros e sinto a risada dele contra meu ombro. - Você seria um poço de desilusão e chatice ainda maior.

- Então eu seria como você? – ele pergunta ainda com a cabeça escorada no meu ombro.

- Exatamente. Melhores amigos, sabe? Estamos conectados – brinco e escuto alguém gritar por nós dois.

Franz aparece do nada atrás do balcão do restaurante e grita de novo. O que foi totalmente desnecessário, já que nós estamos frente a frente. Mas Franz é assim mesmo: muito. Tudo dele é muito. É coisa do Franz, como diz Joshua. Muito alto, muito barrigudo, muito chato, muito sotaque alemão quando grita meu nome.

- Não sei se vocês viram – ele grita. Franz é meio surdo, então sei que ele não grita por que quer. Caramba, custa alguma coisa ele se afastar mais antes de gritar? – Mas tem cliente no restaurante.

- Ele poderia escrever ao invés de falar – Joshua comenta, com o tom de voz normal, porque sabe que Franz não vai ouvi-lo.

- O que foi, Hong? – quase senti meus tímpanos vibrarem.

- Eu disse que já estou indo, Franz – Joshua grita, para que o dono do restaurante o ouça. – Ich werde!*– meu melhor amigo grita de novo e eu rio enquanto o vejo caminhar na direção de uma mesa que acabou de ser ocupada.

Uhm – Franz coça a garganta muito alto e olha para mim com os braços cruzados.

Ich werde! – minha vez de gritar. 

Amarro melhor o avental na cintura e corro para entregar o cardápio ao casal que acabou de entrar no restaurante.

 

*Ich werde: "Estou indo" em alemão.

 

 

- Vernon?

- Não.

- Eu nem falei nada.

- Só estou avisando que não vou fazer nada que você pedir.

- Levante daí e me ajude a pegar essa blusa – falo, indicando um bolo de roupa.

Vernon levanta murmurando como um boi velho, andando como se pesasse uma tonelada. Ele me ajuda a pegar a blusa do pijama e aponta para o top que estou usando. – Essas coisas não te machucam?

- Dá para se acostumar – visto a blusa e meu irmão se joga na cama de novo. - Por que você tem que ficar enfurnado no meu quarto?

- Porque meu quarto está quente – ele diz, com a voz abafada pelo travesseiro. – E eu não vou sair daqui.

- Novidade – dou uma tapinha na bunda dele, pedindo espaço na cama, e sento com o computador em cima das pernas cruzadas.

- Ei, você já recuperou seu Facebook?

- Já.

- Foi aquele seu amigo? – meneeio a cabeça, concordando. - Por que ele te hackeou?

- Por que eu hackeei ele. Eu te contei dos aplicativos.

Ah. Contou... Bem, eu faria o mesmo que ele – meu irmão dá de ombros, mesmo depois de eu ter empurrado sua cabeça. – Por falar nisso, acho que foi ele que te mandou mensagem quando você estava tomando banho. Era uma sigla – Vernon aponta para o meu celular.

Pego o celular e leio a mensagem de Wonwoo.

 

 

Wonwoo

KAIST

Por que?

 

 

- Não acredito.

- O que foi?

- É a mesma universidade! – cutuco Vernon animadamente. - Wonwoo estuda na KAIST!

Corro até a escrivaninha e remexo nas gavetas, procurando os papéis marcados pelo brasão azul.

- Olha! – digo quando acho o envelope e coloco os papéis no colo do meu irmão. – É a mesma universidade! A que eu passei! A que eu quero estudar desde sempre!

- Caramba – Vernon franze a testa e ri da minha euforia. - Que doidera! 

- Eu sei! Meu Deus, parece mentira.

Vernon balança a cabeça devagar e pisca para mim.

- Ei, você já pensou na possibilidade de ele ser um maníaco?

- Ele não é um maníaco - reviro os olhos e tiro os papéis das mãos dele.

- Como você sabe?

- Eu não sei. Mas tenho inveja.

- Inveja de um maníaco?

- Vernon, se você não parar de chamar ele de maníaco quem vai virar maníaca sou eu. E ainda vou colocar uma fita nessa sua boca grande – falo e ele se cala com uma risadinha. – Eu preciso ver como ele é.

- Como quem é?

- Wonwoo.

- Por que?

- Não sei. Só preciso. Ele me hackeou porque disse que precisava ver como eu era. Agora eu que preciso ver como ele é. Foi por isso que perguntei onde Wonwoo estuda, para começo de conversa.

Abro o Facebook e faço uma busca por todos os alunos da KAIST chamados Wonwoo. 39 perfis. Desconsidero as pessoas com mais de 22 anos e as com menos de 19 e o número cai para 7.

Por que meu coração está tão acelerado? Talvez porque já revirei todo o blog de Yeri procurando por fotos de Wonwoo, mas nunca achei. E se ele não for quem diz que é? O nome dele é mesmo Wonwoo? Ou ele tem mesmo 19 anos? São tantas possibilidades. Talvez eu não o ache e fique sem saber como ele realmente é. Na verdade, nem sei porque quero tanto saber como ele é. Talvez porque não consigo formar uma imagem dele na minha cabeça. Quando penso em Wonwoo, tudo o que consigo ver é o desenho de um rosto, como um borrão, e isso me mata de curiosidade.

Subo e desço a página, sem saber se quero mesmo saber como é o rosto de Wonwoo. Ele pode não ser nenhum desses.

- Você vai ficar olhando a tela por mais quantos anos?

- Cale a boca, Vernon.

Três dos sete perfis são de alunos da área de humanas, o que me deixa agora com quatro opções.

Vernon aponta para um perfil e eu o abro. A primeira foto na linha do tempo é do Wonwoo beijando uma garota.

- Seu Wonwoo tem namorada?

- Não que eu saiba – dou de ombros, pois realmente não sei se ele tem namorada.

- Bem, o nome da pessoa marcada é Kang Darae. Ele já falou de alguma Kang Darae?

- Não.

- Então vamos dizer que não é ele.

Olho os últimos três perfis e algo me diz que o Wonwoo que estou procurando é o primeiro. Abro a página e reconheço o rosto angelical de Yeri na única foto de Wonwoo. Ela está entre Wonwoo e Seokmin, que agora sei quem é, graças as minhas visitas ao blog de Yeri.

Mal posso acreditar que é realmente ele.

- É ele, certeza – sorrio, sem saber o que fazer.

- É ele mesmo?! – Vernon se aproxima da tela do computador, como se estivesse tentando ver melhor, e ri. – Se deu bem, Ava! O cara é a porra de um deus grego, mano!

Dou um tapa na cabeça dele.

- Não fale palavrão!

- Fala sério!

- Estou falando!

E Vernon também. Wonwoo é realmente bonito. Ele tem um sorriso bonito e um nariz bonito. E os olhos dele são muito bonitos. O jeito como o cabelo escuro dele cobre as sobrancelhas é muito bonito também. Caramba. Ele é todo bonito? Por que ele é tão bonito? As feições dele são tão bem feitas que tenho vontade de desenhá-lo. 

Estou olhando para a foto há tanto tempo que tenho a impressão de que Wonwoo piscou para mim. Escuto Vernon me chamando. Ele balança o celular na frente dos meus olhos.

- O que foi?

- Mensagem para você.

É Wonwoo.

 

 

Wonwoo

Você está me procurando no Facebook, não está?

Ava

Já achei, para falar a verdade.

Wonwoo

Não acredito que caí nessa.

Ava

Pois acredite.

E outra: você deveria postar mais fotos.

Wonwoo

O que?

Por que?

Ava

Por que você é bonito.

 


Notas Finais


oie!!! não me matem por esse capítulo bosta. sério. mas eu precisava atualizar aí eu te conheci (inclusive, a partir de agora, quando eu precisar me referir à história eu vou dizer aetc, ok?). nesse capítulo dá pra conhecer um pouquinho mais sobre a ava e sobre a personalidade dela. eu adoro o jeito direto e despreocupado dela! deu pra conhecer um pouquinho mais sobre o joshua (nenê) e sobre o vernon (outro nenê).
ps.: como vcs puderam perceber, na hora que a ava tá procurando o pijama ela tá só de short e top, isso porque ela é bem confortável perto do vernon e eles são muito próximos. tô só falando isso porque tem gente que pode achar estranho (na minha casa, por exemplo, a gente se troca na frente uns dos outros e tá nem aí).
ps2.: eu adoro os votinhos e os comentários de vcs
ps3.: os capítulos tão ficando muito grandes, então acho que vou ter que dar uma organizada nas coisas. no começo eu tinha um parâmetro, mas agora é tanta coisa pra falar que é impossível deixar os capítulos pequenos!
ps4.: "Seu Wonwoo tem namorada?"
ps5.: como que pode a autora ser tão apaixonada pela própria história?
ps6.: https://66.media.tumblr.com/65c97afb112828c1f7011311fef387cc/tumblr_o8zmwiiJpD1vupswbo1_500.jpg (essa é a foto que seria a do "perfil" do wonwoo. ele tá tão bonito, mas tão bonito nessa foto que eu às vezes acho que é uma pintura)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...