História Ai no Sora - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yosuga no Sora
Tags Anime, Drama, Ecchi, Haru, Sora, Yosuga No Sora
Exibições 85
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shonen-Ai, Visual Novel
Avisos: Adultério, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


HOI! *O*
Estou de volta ~
Sabe... Essa cap ta meio fraco ;-; i'm sorry ;----;
Er...
Mas espero que gostem TuT er isso!

P.s. Cliquem nesse link para o cap não ser tão tedioso: https://youtu.be/qeI0K26_5ZA

Capítulo 11 - Aquele sorriso tão mentiroso


Fanfic / Fanfiction Ai no Sora - Capítulo 11 - Aquele sorriso tão mentiroso

O dia estava sorridente.
O sol brilhava como nunca.
Haru se recuperava bem.
Sora estava cada vez mais feliz.

- Sora-chan - Nao chamou - Vamos?
Sora sorriu e foi aonde Nao, que estava um tanto preocupada, mas Sora nem notou. Elas estavam indo visitar Haru.
- Nao, você acha que Haru sairá logo do hospital?
Elas andavam no mesmo ritmo em direção a estação de trem.
Nao forçou um sorriso.
- Você realmente o ama, não é? - Nao perguntou olhando para as nuvens que se moviam preguiçosamente no céu.
Sora pareceu confusa com aquela pergunta que veio tão de repente.
- Claro que o amo!
- Se um dia ele ir embora... O que fará?
Sora parecia enfurecida.
- O QUE QUER DIZER!? - Sora gritou. - PORQUE ELE IRIA EMBORA? VOCÊ ESTÁ QUERENDO QUE ELE VÁ?
Nao sorriu. Ela parecia triste.
- Nao... O que fez você dizer isso? - Sora estava com lágrimas nos olhos.
- Só quero que esteja preparada.
Nao falou aquilo sem pensar. Deixou Sora chorando e voltou para casa.

~~~

Sora desistira de ir ao hospital no dia anterior.
Havia voltado para casa, chorando, e acabou dormindo.
Acordou e ficou pensando a manhã inteira em Haru partindo. O coração dela se despedaçava a cada visão criada em sua mente de Haru... A deixando para sempre.
Ela tentou levantar, mas estava tonta, se sentia quente.
Febre.
- Sora-chan... - A voz de Nao soou longe. - Vim... Pedir desculpas por ontem... - Ela abriu a porta do quarto de Sora dando de cara com ela jogada na cama. - Sora-chan!? O que houve!?
Sora resmungou um pouco, mas não podia fazer nada, não podia impedir Nao de cuidar dela.
Nao cuidou de Sora.
Deu remédio, a alimentou, trocou sua roupa e a pôs para dormir. Logo depois indo para a cozinha e lá ficou, deitada por cima da mesa.

Sora acordou, ainda meio cansada.
Levantou e procurou por Nao, a achando na cozinha. Dormindo.
- Ei... - Sora pôs as mãos sobre as costas de Nao. - Acorda.
- Hm...? - Aos poucos ela foi acordando. - Sora-chan?
- O quê?
- Pode me dar um beijo?
- Hã?! Do quê está falando? - Sora se afastou bruscamente.
Nao levantou-se e foi se aproximando de Sora.
- Você ama o Haru-kun... Eu sei - Nao segurou de leve o rosto de Sora - Mas... Eu estou sofrendo tanto... - As lágrimas fugiram dos olhos de Nao, seu peito doía. Ela não conseguia mais esconder o que sentia - Não aguento te ver triste, mas não aguento te ver amar tanto assim ele!
- O que você...?
- Sora-chan... Eu me apaixonei por você! - Nao falou alto - Eu sei que você nunca irá deixar o Haru-kun e isso me machuca tanto! - Ela falava em meio de soluços. Sora apenas ouvia, no início com expressão assustada, mas logo sua expressão se amenizou e ficou mais calma. - Sora-chan... Eu... Eu... Não sei o que fazer...
- Não entendo... - Sora finalmente abriu a boca - Você amava meu irmão.
- ISSO FOI A MUITO TEMPO! - Nao gritou, mas logo cobriu sua boca com as mãos - Desculpa... Eu... Nós mudamos, certo?
- Nao, isso é loucura! Ele pediu que fizesse isso?! É isso, não é?! - Sora gritou.
- NÃO! Não... não... - Nao, ainda chorando, aproximou seus lábios dos de Sora, beijando-a.
Sora estava surpresa, não sabia como agir. Nao não parecia mentir. Ela não estava mentindo. Sora estava confusa enquanto Nao a beijava. O que a fez mudar assim?
Quanto Nao separou seus lábios dos de Sora, pôde ver a expressão confusa de Sora.
- Sora-chan...
- SAI DAQUI! - Sora gritou enquanto corria para o seu quarto - SOME DAQUI!
Sora se jogou na cama e se cobriu.
- Sora-chan... - Nao se aproximou do quarto de Sora - Me desculpa... Eu não consegui esconder o que sinto... E eu disse tudo aquilo ontem... Eu ... Só queria que se preparasse para o pior, para não sair tão ferida - Nao ia se arrepender, mas não podia esconder aquilo também - Haru... A situação dele... Não esta tão boa... Ontem você ia ver e eu só quis prepará-la, mas acho que não fiz do jeito certo, me perdoa.
Os passos de Nao foram ficando cada vez mais distantes, até que finalmente desapareceram.
Sora ficou debaixo das cobertas, desejando que a doença de Haru fosse para ela.
Ela não queria acreditar naquilo. Haru já parecia tão bem. Ela só não o visitou dois dias e ele fica assim?
Sora lembra vagamente da expressão preocupada de Haru todas as vezes que ela chegava no hospital.
Ele estava fingindo?
Ele estava fingindo!
Sora se contorce na cama, chorando cada vez mais alto, sem poder controlar sua dor, aquela maldita dor no peito e aquela sensação... Solidão. Ela não queria que Haru se fosse, ela preferia morrer, preferia sentir a dor de 40 estacas em suas costas, mas perder Haru era muito para ela.
Ele era sua família. Seu irmão. Seu amante. Seu tudo.

~~~

No dia seguinte Sora levantou da cama, exausta, com os olhos inchados. Ela não conseguira dormir a noite inteira.
Ela estava decidida a ir ver Haru e exigir a verdade, mesmo sem coragem suficiente.
Nao não foi ver Sora. Ela estava em casa, chorando, igualmente a Sora. Chorava por Haru, por Sora e por ela.

~~~

Sora chegou no quarto de Haru, que estava dormindo.
Impaciente, Sora foi até o médico de Haru, que a informou de sua atual situação.
"Só um milagre o tirará dessa" essa foi a frase do médico.
Sora estava tão desesperada... Não sabia como reagir, não conseguia mais ser forte.
Foi para o banheiro e começou a chorar, soluçar.
Ela ia o perder?
Ele havia mentido.
Ele havia dito que nunca ia abandoná-la.
Sora queria morrer. Queria parar de sentir aquela maldita dor no coração.

Depois de muito chorar, Sora voltou ao quarto de Haru, que ainda dormia.
Ele parecia sentir dor, mas não parecia ter medo.
Sora tentou sorrir.
- Você é realmente muito forte.


Notas Finais


Eu realmente espero que tenham gostado T^T
Desculpa pelo cap curto ~
Na próxima prometo caprichar mais
Beijos 💕 seu pudinsinhos lindos 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...