História Ainda bem que você existe. - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Nathaniel
Exibições 30
Palavras 1.163
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oiehh, hoje tem capitulo mais cedo "Yehh", mas não acustumem não.

Capítulo 14 - Festa do pijama.


Fanfic / Fanfiction Ainda bem que você existe. - Capítulo 14 - Festa do pijama.

     Tomamos café da tarde e subimos para o corredor dos dormitórios:

     -Você ainda não conheceu meu quarto né? – Nath me perguntou.

     -Ainda não.

     -Então vai conhecer agora.

     Nós fomos em direção ao seu quarto e ele abriu a porta para eu entrar, seu quarto é lindo, todo em detalhes de azul ao contrário do meu que é em detalhes de rosa, sentei-me na sua cama e elogiei seu quarto por ser muito bem organizado. Ele se sentou do meu lado e começou a me beijar, um beijo quente e gostoso, enquanto nos beijávamos Ambre estava na porta do meu quarto me procurando:

     -N-nath – falei entre o beijo.

     -Hm – fala parando o beijo.

     -Ambre está me procurando, é melhor eu ir até ela, se não ela é capaz de vir me procurar aqui.

     -Ok – eu lhe dei um selinho e sai.

     Fui até o meu quarto onde Ambre batia na porta:

     -Oi Ambre.

     -Oi Vi, eu estava te procurando.

     -Por quê?

     -Hoje vai ter uma festinha no salão, pra ser mais exata, uma festa do pijama. Você vai?

     -Vou sim. Quem mais vai?

     -Todos os alunos.

     -Até os meninos?

     -Sim.

     -Que horas?

     -As 09h00min.

      -Ok, nos vemos lá.

     Entrei no meu quarto e fui escolher um pijama para usar essa noite, não quero nada muito curto, afinal os meninos vão estar lá e usar um pijama curto não pega muito bem, iria chamar muita atenção. Fiquei encarando meu guarda roupa:

     -Hm esse baby-doll tá curto e essa camisola nem pensar, esse pijama até seria uma boa ideia, mas está um pouco folgado e aparece meu sutiã, MEU DEUS eu não tenho roupa pra ir e estou ficando louca, tô até falando sozinha.

     Continuei encarranco o meu armário e achei um conjuntinho que eu havia ganhado dos meus pais na viagem para Paris, uma camiseta e um short de pano rosa bem claro, coloquei em cima da minha cama para ir com ele. Sai do quarto e fui até o quarto da Priya para conversarmos um pouco, é sempre bom passar um tempo com ela, ela é gentil e bem compreensiva. Bati na porta de seu quarto:

     -Priya posso entrar?

       -Pode – eu entrei e fechei a porta.

      -Tudo bem?

     -Tudo e com você?

     -Estou bem.

     Conversamos e ela me contou tudo que nós fazemos em uma festa do pijama, o que acontece e que eu não escaparia do jogo de verdade ou desafio. Vamos esperar que  sorte esteja do meu lado essa noite.

     O tempo passou bem rápido, logo já estava na hora da festinha, eu coloquei minha roupa e fui até o salão, fui uma das primeiras pessoas a chegar, junto comigo só havia chegado Ambre, Charlotte, Li, Íris, Violette e Jade. Nós fomos arrumando tudo até todos chegarem, Nós nos sentamos e já fomos direto jogar verdade ou desafio, a garrafa parou no Castiel e no Kentin:

     -Verdade ou desafio? – perguntou Kentin

     -Desafio.

     -Eu desafio você a beijar a Íris – Castiel se aproximou dela, colocou as mãos no rosto dela e a beijou de um modo um pouco agressivo, o beijo não durou quase nada.

     -Pronto – depois a garrafa parou na Ambre e na Rosalya.

     -Verdade ou desafio? – perguntou Rosalya.

     -Verdade.

     -Qual é o nome do garoto que você gosta?

     -C-castiel – agora a garrafa parou em mim e na Violette.

     -Verdade ou desafio Violette?

     -Desafio.

     -Eu te desafio a beijar o Jade... De língua.

     -Isso não Vitória – disse Violette.

     -Desculpa, mas é o jogo minha pequena – dei um sorriso travesso e olhei para Jade que não havia se oposto – Violette se aproximou dele vermelha que nem um pimentão e o beijou, ela estava muito envergonhada.

     -Tá agora roda a garrafa – parou na Ambre e na Priya.

     -Verdade ou desafio? – perguntou Priya.

     -Desafio.

     -Eu desafio você a ficar trancada cinco minutos no banheiro com o Castiel.

     -Por que logo eu? – questiona Castiel.

     -Porque eu escolhi você – os dois vão para o banheiro e Priya tranca a porta pelo lado de fora,

Rosalya coloca o cronometro para contar.

Vitória off.

Ambre on

     Eu vou para o banheiro com o Cast e a Priya tranca a porta nos deixando a sozinhos lá dentro:

     -Cast, você nunca me desejou?

     -Do quê você tá falando?

     -Você nunca teve vontade de mim? Nem mesmo agora que estamos sozinhos?

     -Você é bonita, mas eu sou muita areia para o seu caminhão.

     -Eu posso te provar que não é não.

     -Duvido – ele fala me dando um sorriso malicioso.

     Eu dou um beijo quente em seus lábios, ele aperta minha bunda e coloca a mão em baixo da minha blusa e aperta meus seios com força, eu quase gritei, mas ninguém podia saber o que estávamos fazendo, eu jogo ele sentado no chão e me sento eu cima do seu membro que começou a endurecer, e começo movimentos de vai em vem enquanto ele aperta a minha bunda, paramos quando escutamos a porta abrindo, eu me levanto rapidamente e saio na frente, por sorte não deu tempo de ninguém ver nada.

Ambre off

Vitória on

     Eu ouvi tudo que eles fizeram, mas não disse absolutamente nada, continuamos o jogo e a garrafa parou em mim e no Armin:

     -Verdade ou desafio                Vi?

     -E-eu escolho... – as duas opções eram ruins para mim “se ela escolher verdade pergunto se ela é virgem, e se escolher desafio a faço beijar o Kentin”, falo com Nath por pensamentos e ele me diz para escolher verdade e mentir, seria melhor para nós dois – verdade.

     -Você é virgem?

     -Eu... Sou – falo e rodo a garrafa.

     Nós continuamos jogando por uma hora, a garrafa não parou mais em mim. Depois fomos dormir, pois amanhã cedo teríamos aula. Todos tiveram que dormir com alguém e sobrou para mim e Nathaniel dormirmos juntos, pois todos já tinham seus pares, Ambre dormiu com Castiel:

     -BOA NOITE GENTE – falei bem alto para que todos ouvissem. Eu e Nath nos deitamos de frente um para o outro – boa noite meu amor – eu disse.

     -Boa noite minha linda – nos beijamos calmamente e dormimos.

     -De manhã bem cedo eu acordei e todos ainda estavam dormindo, eu me aproximei do Nath e lhe dei um beijo doce em sua boca o acordando, ele me deu um sorriso:

     -Bom dia amor – ele disse.

     -Bom dia – nos beijamos de novo.

     Eu me levantei e fui no banheiro, fiz minha higiene matinal e sai, logo em seguida Nath foi, enquanto eu ia acordando todos. Comecei pelo Armin e o Alexy:

     -Meninos acordem – falei baixinho me ajoelhando na frente do colchão deles, eles abriram os olhos e ficaram em estado de transe, pois tinham acabado de acordar – bom dia!

     Depois fui até Ambre e a acordei, e assim fui chamando todos, me ajoelhava perto deles e os chamava até acordarem e dava um ‘bom dia’ calmo e gentil com uma voz doce.

     Após chamar todo mundo, eles continuavam deitados tentando dormir mais (quem manda terem ido dormir tarde),Nathaniel saiu do banheiro e me sentei no meio de todos ainda sonolentos e...


Notas Finais


Espero que tenham gostado, um pouco de suspense, o que acham que vai acontecer?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...