História Ainda Posso Te Sentir Aqui- TaeYoonSeok - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Jikook, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 154
Palavras 1.083
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Lírica, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MIL PERDÕES



SÉRIO!!!


DESCULPA <3


<3<3

Capítulo 10 - (009) --- Seus olhos dizem algo, me deixe saber


Fanfic / Fanfiction Ainda Posso Te Sentir Aqui- TaeYoonSeok - Capítulo 10 - (009) --- Seus olhos dizem algo, me deixe saber

POV's Kim Taehyung




Essa foi a gota d'água!




Não aguento mais viver! Há algo muito errado com minha vida.

Meu pai tinha me chamado de imprestável.. Lixo, merda, imbecil, doente, idiota... E novamente apanhei.

Depois que Min me defendeu, eu não falei nada, agradeci somente e falei que iria ficar a só. E quando estava indo para o pátio, vi meu appa conversando com a diretora.



Oque eu fiz agora?




Ela disse que eu teria que ir embora, então, sem falar nada, fui até a sala e peguei minhas coisas.

-Está tudo bem Tae? -perguntou Hobi quando me viu saindo da sala com meu material, e ele estava com Yoongi

-Meu pai me chamou para ir embora... Tchau -eles vieram me dar um beijo mais eu recuei e fui para perto de meu pai, que me afrrastou até a diretora e entregou um atestado de 5 dias.

Não volto vivo.

Ele me levou para casa e me jogou no chão com toda sua força

-Escute aqui, NÃO QUERO VOCÊ DE MIMIMI COM AQUELES DOIS, -disse me chutando - ENTENDEU?!

-S-sim ap... Sr. Kim! -tentei deixar o mais claro possível, por conta de estar sendo agredido.

-É bom mesmo. -ele me deixou jogado e saiu de casa

Arranquei minha mochila e a joguei em um canto qualquer e me deitei no sofá tentando respirar e fazer com que passe a dor. Foi quase impossível, mais logo consegui.

Mancava pela casa inteira, com lágrimas escorrendo, mas não podeira de deixar de fazer a janta. Afinal, meu appa e seus amigos iriam vir aqui em casa e eu novamente ficarei sem comer.

Preparei algo meio complexo, afinal, kimchi e bimbap é difícil de se fazer.

Arrumei a mesa inteira e quando estava arrumando os talheres, Yoongi me ligou e eu deixo no viva-voz para fazer as coisas

-Está tudo bem aí Taehyung? Você saiu e nem falou nada... -disse ele

-Eu estou Yoongi, só ficarei em casa por uns 5 dias

-CINCO DIAS?! -Escutei a voz de Hobi no fundo

-Desculpa... -desliguei e suspirei deixando as lágrimas rolarem por meu rosto.

Coloquei tudo na mesa, bebidas, comidas, pratos, talheres e copos. Deixei a casa arrumada e peguei meu material e quando ia subir, vi meu pai chegar.

-Arrumou tudo Kim? -ele disse pindurando seu casaco

-Sim Sr. Kim! -disse me reverenciando como antigamente. Era algo que ele exigia.

-Okay, pegue algo para comer que eles estão chegando. E não saia de seu recinto. ENTENDEU?!

-Sim Sr.Kim! -disse fazendo o que ele pediu

-NÃO SAIA -alertou mais uma vez

-Sim Senhor! -disse fazendo uma reverência e indo para meu quarto.

Tranquei a porta de meu quarto e pindurei minha mochila. Peguei uma caixa e logo achei.

Quem eu mais precisava.

Minha lâmina, a Lia.


(A:Se pegarmos a primeira letra, a quarta e a última dá Lia. Pensei em coloca Animal porque é ao contrário de lâmina, mais não iria fazer sentido algum)


Me sentei com as costas coladas na parede e mirei em msu pulso.

-Me perdoem por tudo....

Coloquei Let Me Know, e comecei a me cortar.

A cada corte, um gemido de dor baixo saido de meus lábios, sangue e cicatrizes.

Fiz nos dois braços, ao total, 247 cortes.

Acabei me cortado, sim esse foi sem querer, perto do ossinho do dedo e doeu... Muito.

Limpei tudo e tomei um banho, quando sai, desliguei a música e escutei risadas altos vindo do andar de baixo.

Meu pai e seus amigos.

Fiz as lições, os trabalhos e estudei mais algumas coisas e deitei-me na cama.

-Omma... Me tire daqui omma... Não aguento mais, me livre deste homem horrível que é meu pai. Sei que a senhora achou ele bonito mais eu não aguento mais omma....




POV's Min Yoongi

-Cinco dias é muito! E se ele morre até lá? E se o pai dele o mata? -Hoseok dizia essas palavras nervoso. Eu e ele estávamos preocupados com isso.

-Amor, se acalme... Lembre do que nós vimos no jornal?

-De ontem?

-Sim

-Não....

-Que o pai do nosso bolinho poderia perder a guarda do filho dele? Por causa do escândalo de que o pai matou a mãe dele?

-Lembro sim! E que ele responde em liberdade também...

-Hey -exclamou Min Hee parada na porta- Vocês me excluem mais sabe quem estava o consolando com a morte de sua mãe ontem? Eu! Vocês poderiam pelo menos terem me avisado... Ele disse que eu sou uma amiga muito legal com ele e que sempre terá que saber de tudo! E agora eu quero saber oque está havendo!

Olhamos para ela e logo minha flor responde.

-Min Hee, oque você quer saber?

-Por que você me exclui Hobi? Eu tento me aproximar mais parece que você me esquece... Eu tenho um segredo que envolve VOCÊ! E SE VOCÊ ME ESCUTASSE ME ENTENDERIA! SABERIA O PORQUE DE EU QUERER QUE VOCÊ FIQUE BEM!

-Segredo? Que segredo?

-Hoseok... Meu pai, não é meu pai, era meu primo... Eu sou sua irmã. Mamãe só queria nosso bem! E quando tentava me aproximar de você me afastava! Por favor Hoseok! Me diga!

Ele estava em choque. Peecebia isso pelo seu olhar.

-Min, você não é minha irmã! Eu tenho certeza disso!

-Desculpa, escondi isso... Desculpa invadir sua vida para te proteger, desculpa por te estudar com você para lhe vigiar e ver se estâ no caminho certo... -ela sai do quarto e escuto ela entrar no próprio quarto

-Yoonnie... Eu estou sendo o errado desta história... Não...

-Você não fez nada de errado... Apenas afastou sua irmã! O que pôde deixá-la mais confusa e triste...

Ele abaixa a cabeça e a chama

-MIN HEE!!! Eu te amo! MANA! Me perdoa! VAMOS JUNTOS VER TAEHYUNG!!!! -grito e ela o abraça.

Enquanto eles estavam de melanção, eu fiquei no sofá.


POV's KIM TAEHYUNG

Chega... Não aguento mais!

-Omma....

Falava sozinho, andava pelo quarto de um lado para o outro e puxava meus cabelos com forças, sem os arrancá-los.

Não aguento mais viver! E se eu me cortar bastante e... Me matar?

Boa!

Abri a janela e me cortei... Muito. Sabia que meu pai tinha uma arma... Talvez se eu usa-la...?

A peguei escondido, e logo me sentei de costas na janela e a mirei na minha cabeça, sabia que não teria coragem de atirar, mas de me jogar, sim! Eu fiquei adimirando a arma enquanto escutava meu pai conversando.

Logo olho para frente e vejo Hoseok com os olhos marejados.

-Tae.... Você não vai se matar não é?

-Eu quero acabar com meu sofrimento Jung...

-Essa não é a melhor forma! Por favor! Viva!

-Jung ... Eu amo você, Yoon e Min... Mas desculpa... -joguei a arma no chão e me pindurei na janela

-NÃO TAEHYUNG POR FAVOR! -ele grita tentando me puxar, mais é tarde de mais. Já havia me jogado...







A sensação da dor é tão boa não?

Escuto meu nome sendo chamado e logo apago.

Espero que seje para sempre...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...