História Ainda vai segurar a minha mão? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 1.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


(Creditos ao artista do desenho)

Capítulo 2 - O Desenho


Fanfic / Fanfiction Ainda vai segurar a minha mão? - Capítulo 2 - O Desenho

Passei alguns longos segundos olhando fixamente para o desenho...era eu, em desenho…

Peguei minha mochila saindo da escola indo em direção a minha casa olhando fixamente o desenho o caminho todo, virando várias vezes a folha tentando achar algo como um nome, uma carta, qualquer coisa! Mas a única coisa que tinha era uma assinatura ao lado do desenho

- Mess… - Disse baixo o que estava escrito na assinatura tentando me lembrar de algo que fizesse sentido com uma assinatura assim, e assim como a mesma dizia, agora minha cabeça também estava uma bagunça…

Cheguei em casa e passei pela cozinha apenas para cumprimentar minha mãe e irmã e fui direto para o quarto logo depois, me jogando na cama levantando o desenho com os braços o suspendendo sob minha cabeça e mantendo meu olhar fixado naquele papel me forçando a lembrar de qualquer coisa que pudesse me levar até a pessoa que fez isso. Sentindo o sono tomar conta de mim e o peso dos meus olhos me forçar a fechá-los aos poucos, automaticamente meus braços caíram sobre mim, um em minha barriga e o outro escorregou para um pouco fora da cama, ainda segurando o desenho, acabei por dormir daquela maneira mesmo.

7:30 AM - Canmore, Alberta  - Canadá - Incredible Minds High School

“Sexta-feira, Jess… Já é sexta e ainda não sei nada sobre aquele desenho, nem tenho suspeitos, eu não sei mais oque fazer, eu tenho ficado os intervalos dentro da sala para olhar nos cadernos das pessoas ( eu sei que isso é errado, não me culpe) e procurando por algo parecido com o nome que estava no desenho, e nada, eu estou ficando louca com isso...Eu só tenho até hoje, não vou sobreviver o fim de semana sem saber sobre isso, e o pior de tudo é que eu ainda sinto que estou sendo observada o tempo todo, isso é normal? será que se eu procurar um médico isso para? ou tem um psicopata por aqui? Eu não aguento mais isso, me ajuda Jessie!
Até daqui dois dias talvez, amo-te”

A dias escrevo para Jess sobre isso, mesmo sabendo que minhas cartas chegam em uns dois dias lá, eu escrevo porque não tenho com que gritar a agonia que está na minha cabeça, talvez o mal de ser curiosa seja maior que eu…

9:30 AM

Não vou passar mais um intervalo na sala já que claramente o causador disso tudo não fica em minha sala…

~Sai andando pelo pátio enorme da escola até me sentar perto de onde ficava o jardim, eu sempre gostava de ficar no jardim por adorava ficar ao ar livre, mas estava chovendo, e então me sentei perto e senti o cheiro da chuva a distância…
Percebo um grupo de quatro pessoas passar por mim, tal grupo que percebi ficar próximo a mim até demais nos últimos dias, um deles era da minha sala, mas nunca nos falamos.
Quando estavam passando por mim pude ver um garoto alto de cabelos brancos e tatuagens na mão chamar minha atenção quando li a palavra “Mess” escrita com uma letra em cada um de seus dedos. Me levantei quando eles tinham passado pouco por mim~

- Ei! - Gritei um tanto alto no intuito de chamar sua atenção e tirando o papel dobrado de meu bolso vendo os quatro se viraram para mim. Fui até o garoto alto de cabelos brancos esticando o desenho desdobrado em direção a seu rosto

- Foi você não foi? - Disse alto esperando uma resposta quando ouvi um dos garotos rir e envolver seu braço sobre os ombros do garoto a quem esticava o papel

AL - É John, te descobriram! Olá linda, prazer, eu sou o Alex! - Com um sorriso largo e uma cara de quem não perde uma piada esticou a mão que não estava no ombro de seu amigo para que eu o cumprimentasse.

Estiquei minha mão que não segurava o desenho para Alex o cumprimentando, porém sem dizer nada em quanto via o aparentemente “John” soltar um risinho leve e empurrar minha mão um pouco para baixo para olhar para meu rosto

JH- Porque quer saber? - Falou me olhando com uma expressão irônica e um sorriso de canto

Abaixei meus braços os cruzando

- Ah eu não sei, até porque alguém que você não conhece faz um desenho seu, deixa em sua mesa e sai correndo é algo super normal, acontece todos os dias né? Poxa que coisa já estou irritada com isso, não cabem mais desenhos meus que estranhos sinicos fazem de mim em casa - Meu tom sínico na voz fez os três gargalharam atrás de John que passou seu sorrisinho de canto para mim ficando com uma expressão levemente assustada com minha resposta

AL- Ai eu gostei dela, podemos levar? - Disse Alex como quem pede um cachorrinho para a mãe

Ri das palavras de Alex em quanto via John tentar formular uma resposta coerente

JH- Eu desenho tudo o que acho que vale a pena desenhar, não é nada demais - Dando de ombros e olhando para o lado tentando desviar o olhar, disse suas palavras em tom de indiferença, porém olhou rápido ao ouvir minha voz prestes a responder

- Mas é algo demais quando você pega seu desenho diário de alguém e coloca ele em cima da mesa da pessoa e sai correndo, fala, o que você quer? - Perguntei séria esperando uma resposta do menino que agora me olhava sem saber o que dizer

AL - Queremos você com a gente, os excluídos mais incríveis que você vai conhecer - Disse Alex sorrindo largo, em quanto John o olhava com uma certa vergonha e o outro menino e a menina concordavam com a cabeça.

- Sério? - Olhei para John que parecia ser o único que não concordou com o dizer do amigo, ele apenas concordou meio sem jeito com a cabeça

- ...Tá bom né… - Com um tom claramente estranhando aquela situação, disse olhando para os quatro a minha frente vendo Alex e a menina sorriu largo, o outro garoto ao seu lado sorrir levemente e John apenas coçar a nuca levemente rindo

Antes que eu pudesse dizer algo vi a menina de cabelos curtos e olhos grandes vir até mim

SM - Perfeito! Oi Annie, eu sou a Sam  - Disse esticando a mão para me cumprimentar, fiz o mesmo a olhando um tanto confusa

- Oi Sam que estranhamente sabe meu nome sem nunca ter conversado comigo - Disse olhando todos rirem da maneira com que eu falava

SM - Math é da sua sala, por isso sabemos seu nome - Sorrindo, apontou para o garoto ao seu lado que esticou a mão para mim na mesma hora

MT - Olá senhorita Annie, sou Matthew, mais conhecido por meus queridos colegas como Math, prazer em te conhecer, estudamos juntos - Disse formalmente me fazendo rir com a obviedade de sua frase já que eu já havia o visto em minha sala sentado a duas cadeiras à minha frente enquanto eu me sentava na última cadeira da janela, sem muita vontade se socializar com o resto da sala…

Math, Alex e Sam ficaram ao meu lado quando John esticou a mão para mim

JH - Bem vinda aos anti-sociais da cidade - O cumprimentei rindo um pouco da sua frase

- Considerando que vocês ainda andam juntos acho que eu sou a mais anti-social da cidade

SM - Você era!  - Disse sorrindo e andando à minha frente junto com Alex, mas não antes do mesmo bagunçar meus cabelos com uma das mãos e quase gritar um “Bem vinda” com seu sorriso largo e John andando logo atrás dele sorrindo antes de passar por mim. Antes de começar a andar senti Math parar ao meu lado porem sem olhar para mim

MT - Vamos?  - Falou colocando uma de suas mãos em minhas costas, sorri para o mesmo e andamos juntos até a sala


Notas Finais


Os próximos capítulos serão um sobre cada personagem que apareceu agora tirando Annie, sua mãe, sua irmã e Jess, que terão capítulos sobre elas depois, cada capitulo terá o nome do tal personagem, porem a historia continuará seguindo normalmente, mas com foco no personagem do capitulo, espero que esteja gostando <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...