História Ain't a Fairytale - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Aeron Greyjoy, Alannys Greyjoy, Arya Stark, Benjen Stark, Brandon "Bran" Stark, Brienne de Tarth, Catelyn Stark, Cersei Lannister, Dacey Mormont, Daenerys Targaryen, Davos Seaworth, Eddard Stark, Gendry, Hodor, Jaime Lannister, Jeyne Poole, Joffrey Baratheon, Jon Snow, Khal Drogo, Loras Tyrell, Lyanna Stark, Lysa Arryn, Melisandre, Myrcella Baratheon, Osha, Personagens Originais, Renly Baratheon, Rhaegar Targaryen, Rickon Stark, Robb Stark, Robert Baratheon, Sandor Clegane, Sansa Stark, Stannis Baratheon, Theon Greyjoy, Tommen Baratheon, Tyrion Lannister, Tywin Lannister, Viserys Targaryen, Ygritte, Yoren
Tags A Dança Dos Dragões, A Fúria Dos Reis, A Tormenta De Espadas, As Crônicas De Gelo, Fogo, O Festim Dos Corvos
Exibições 22
Palavras 1.138
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


GENTE AQUI EU ESTOU
VOLTEI
PRA ACABAR ISSO AQUI

Capítulo 26 - Sane


 A dor de cabeça era colossal, a dor no corpo era atordoante, Sane sentiu seus músculos tensos.Saiu do leito sentindo o corpo pesado. Viu as bandagens no corpo, sentiu algumas coladas pelo sangue em sua pele cheia de marcas e cicatrizes, mas principalmente escamas. As crostas azuis que revestiam seu corpo cresceram com o tempo, surgiram com suas cicatrizes, surgiram com seus desesperos. Só de pensar que ela matou seu amado Albby com suas próprias mãos, e que por ser um warg ele se viu morrer pelos olhos de seu urso, a fazia se desesperar, a fazia querer chorar, queria se trancar e ficar sozinha com a única coisa que poderia fazê-la despertar.Seu pequeno e amado Akko, junto com o cristal branco preso em seu pescoço. Sentiu algo gelado na mão, o que a fez sair de seus devaneios, era Vento-Cinzento, com sua pelagem escura e olhos amáveis. Mal percebeu Robb Stark a sua frente, banhando-a com seus labirintos de olhos azuis.Ele a empurrou levemente pelos ombros, obrigando-a a se sentar na cama novamente. Vento-cinzento subiu ao seu lado no leito e cheirou seu rosto, ela ergueu a mão para acaricia-lo atrás das orelhas mas sentiu um ferimento abrindo.Akko urrou e Sane percebeu que ele deitava a seus pés na cama, ela sorriu minimamente pra criatura e o silêncio foi instalado entre eles.Apenas suas respirações eram audíveis. Seu sangue nas bandagens estavam escuros como breu. -Esta na hora de troca-Los.-Robb suspirou. -Não se importe que eu o faço.-Sane não se perdoou pelo tapa, se ele continuasse na sala era possível vê-la chorando.Algo que ela não queria. Robb suspirou e bateu um pé fortemente no chão, começou a caminhar até o outro lado pegou as bandagens e retornou.Esticou cuidadosamente seu braço e removeu a bandagem, mas Sane o afastou.Não queria que ele visse suas escamas, não queria que ele visse sua alma. -Por que?- -O que?- -Você gosta mais do Jon não é?-Sane franziu o cenho.-Você contou a ele primeiro, disse tudo sobre a Ilha e o que aconteceu no barco.- -Robb eu…eu não contei nada porque você poderia simplesmente levar de meus braços o título de suas escuderia.- -Sane!- -Se isso acontecesse eu acho que não Seia uma mulher completa.- -Sane!- -Acho que ficaria triste por dias ao lado do Leão e Jaime teria que me contar uma de suas histórias idiotas pra me manter calma. - -Sane!!-O som de sua voz cortou o ar do cômodo, ele deu um sorriso complacente.-Eu nunca faria isso com você!- As ataduras foram trocadas, com isso sangue novo voltou a encobri-las.Robb estava sorridente, uma vez ou outra Sane sentia o mais alto acariciar suas escamas. -Robb senhor, eu posso sentir isso…-Falou meio sem jeito. -Robb Sane, Robb…-Ele riu soprado.-Eu sinto muito mas elas são belas, verdes como água e parecem tão delicadas.Você procurou o motivo de tê-las?- -Sim, vi que era uma espécie de doença, devo ter contraido-a quando estava na Ilha.- Robb mal tivera a chance de responder e Jon estava dentro do cômodo. -Os cavalos estarão prontos pela manhã.-Robb assentiu.-De acordo com nossos homens eles foram um pouco antes da grande muralha, não estão muito longe do Castelo, mas nem muito perto da parede gelada.- -Vão seguir aquelas coisas?- -Sane…eles vieram por um motivo certo?Temos que descobrir por qual é.-Robb olhou-a nos olhos. -Eu não sou contra, mas pensei que teria de ir sozinha.-Ela sorriu. -Você sabe que não está sozinha.-Jon sorriu com os olhos e depois se retirou, Robb foi junto, dizendo que a menina deveria descansar para o dia seguinte e assim ela fez, mas as dores nas costas e em algumas escamas não permitiram tal ato. Para piorar sua noite, Sane sonhou com os recentes ocorridos, os animais e aos convidados do festim mortos, e o que aquela em especial lhe disse antes de ser morta. "Ela está voltando…nossa rainha de lerna irá voltar e tomar o que é dela…Westeros é dela…." Balançou a cabeça negativamente se livrando de tamanha assombração.O dia seguinte seria cheio o bastante para ficar com tais pensamentos em mente. O dia amanheceu dourado, já vira os céus assim em tempos que estivera no Sul, com Jaime e o Anão.Andou calmamente sentindo suas feridas fechadas, que, graças aos deuses e toda a habilidade do Mestre se curaram logo. Olhou ao redor e não viu ninguém, apenas a velha ama de leite e Hodor. -A senhora sabe onde Robb e Jon estão ama?-Ela continuou a tricotar e sorriu. -Foram a árvore coração.-E la foi Sane até os jardins. Robb e Jon estavam ajoelhados de fronte para a a árvore, ao lado dos dois o senhor Eddard Stark fazia também sua prece aos deuses.Senhora Catelyn e suas filhas, juntamente com o pequeno Brandon estavam em um canto mais isolado observando-os. Ela voltou a atenção para os três homens de costas para o lago escuro que jazia na frente da árvore de folhas vermelhas até que alguém puxou sua capa escura.Era a pequena Arya. -Quando voltar a senhora pode me ensinar a ser uma dançarina da água, assim como Sírio é nas canções que me conta?-Sane sorriu. -Claro que sim Arya.- -Toma conta dos dois…eles são tão teimosos quanto Javalis.-Ela riu.Despediu-se e foi até a mãe.Essa olhou para Sane com um semblante sério e um brilho nos olhos.Não foi o mesmo brilho de quando a via como pequeno Irwin. O trio foi até o estábulo, juntamente com o Mestre de armas e lorde Stark.Esses falaram com Robb enquanto, Jon e Sane ficavam a espera. -Somos invisíveis Sane.-Jon fez uma careta. -Vós tu nem tanto, Lorde Stark ainda vos fala.-Jon sorriu. -Aprendeu a falar assim na Ilha?-Ela franziu o cenho.-Com tamanha formalidade…- -Sim…-Sorriu sem jeito. O cavalo de Robb ficou sobre duas patas quando ele saiu trotando na frente com vento-cinzento ao seu lado. Jon, sendo seguido por fantasma estava logo atrás, e ao seu lado estava Sane com seu urso gigante. Foram mais a frente correndo como duas crianças até adentraram a floresta, apertaram as rédeas do cavalo e os animais se acalmaram. -Akko é tão grande que você poderia montar nele Sane.-A mulher riu. -Você pode tentar Robb, mas não acho que Akko deixaria.- -Como conseguiu domá-lo?-Perguntou o bastardo. -Do mesmo modo que vós domaram os lobos.- -Como?- -Achei Akko ainda pequeno na Ilha, minto, ele me achou, a mãe dele estava morta a poucos metros.Acho que alguns destroços do barco podiam tê-la matado.-Respondeu acariciando a crina de Sombra.Jogando seu semblante triste de lado, Sane trouxe outro assunto.-Leu o mapa corretamente lorde Stark?- -Robb, Sane…Robb…-A mulher revirou os olhos.-Sim, tenho certeza, Meistre disse que uma nova ilha emergiu daquela direção.-Ele apontou a frente.-E é possível ver marcas daquelas coisas por aqui.-Abaixou minimamente seu braço, para um tronco de árvore, onde jaziam garras. -Acredito que eles querem ser achados…-Suspirou.-E se for uma armadilha?- -Estaremos prontos!- 


Notas Finais


Ate o próximo :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...