História Ain't My Fault - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jeffrey Dean Morgan
Personagens Andrew Lincoln, Jared Padalecki, Jeffrey Dean Morgan, Jensen Ackles, Misha Collins, Norman Reedus, Personagens Originais
Tags Andrew Lincols, Cockles, Destiel, Genevieve Padalecki, Jared Padalecki, Jeffrey Dean Morgan, Jensen Ackles, Lena Evans, Misha Collins, Norman Reedus
Visualizações 20
Palavras 769
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei? Demorei...
Desculpa amores, problemas técnicos no cérebro
Pois é... fiquei sem ideias de como terminar a fic, mais já sei.
O Cap ta bem pequeno mais o próximo vai ser enooorme... aguardem...

Capítulo 5 - Capítulo 5 (Penúltimo)


Fanfic / Fanfiction Ain't My Fault - Capítulo 5 - Capítulo 5 (Penúltimo)

Pov.Jeffrey

Aperto a arma em minha mão e respiro fundo, olho para ela que me olhava atenta.

 

-Não vou pedir de novo LENAA - ele grita mais alto quando pronuncia o nome dela, tudo fica em silencio por um tempo e então ouvimos sua voz novamente- eu avisei Lena.

 

Vários tiros sem disparados e alguns homens arrombam a porta, me ergo e atiro em suas direções, acerto dois que caem no chão, pulo da bancada indo até os outros três que entraram juntos, chuto a mão de um que apontava a arma para mim fazendo sua arma voar pelo recinto, empurro ele no segundo cara e desvio de um soco vindo do terceiro cara e lhe dando um ganche de esquerda o fazendo voar para trás, ouso um tiro e um dos caras cai no chão morto. Olho para trás vendo Lena com a arma apontada, ele dispara novamente e acerta o outro cara em cheio, sua mira é ótima, mais como? Ela não é apenas uma dançarina?

 

Sinto algo quente encostar em minha cabeça.

 

-Solta a arma Lena – a voz de Mark ecoa pela sala e ouso ele engatilhar a arma que estava apontada para mim, Lena o encarava com o rosto indecifrável, seus olhos exalavam raiva e ódio- solta se não estouro os miolos dele- ela abaixa a arma de vagar e joga no chão. Vejo vários homens virem até mim tampando meu rosto com um saco e me levando para algum lugar.

 

Sinto-me ser jogado em algum lugar fechado e ouso a risada de Mark.

 

-Você prometeu, solta ele!! - Ouso Lena gritar perto de mim e sinto algo cair perto mim, com certeza a jogaram do meu lado e estávamos em algum trailer, sinto minhas mão serem amarradas e a portas se fecharem.

 

-Dean... me perdoa... –ela fala com a voz chorosa- eu...

 

-Shiii... tudo bem, a gente vai sair dessa...

 

-Não, não vamos... ele vai nos matar...

 

A viagem foi longa e tensa, quando o carro parou fomos tirados de lá de dentro, fui ajoelhado em algo molhado, depois de muito tempo, que jurava ter sido horas e horas tiraram o saco de pano da minha cabeça, pisco varias vezes até me acostumar com a claridade do local, olho ao redor não reconhecendo nada, era algum tipo de deposito ou algo do tipo, minhas mãos continuam amarradas, olho para frente e vejo Mark e Lena ao seu lado, suas mãos não estavam amarradas e sim juntas na frente de seu corpo, ela já não estava com a mesma roupa, vestia uma calça preta colada e uma jaqueta preta, seu cabelo preso em um rabo de cavalo, olha pra frente e seu olhar estava vazio.

 

-Então Jeffrey... –Mark começou chamando minha atenção para si- você sabe quem realmente é Lena Evans? –senti meu sangue gelar, olhei para Lena e me fiz a mesma pergunta mentalmente.

 

Não... Não sei que é Lena Evans.

 

-Por que eu tenho certeza que não –ele ri- Lena é meu diamante reluzente, e uma ótima atriz devo ponderar... Afinal, te enganou perfeitamente –olho para ela e olhava para baixo- mais acima de tudo... Uma assassina fria –suspirou- Lena recebeu o melhor treinamento de elite, sua mira é perfeita e seus movimentos e golpes certeiros e fatais, meu crescimento na sociedade é por conta dela, é claro que guando a conheci e a mandei para os treinamentos não achei que ela aguentaria a barra, mais ela se manteve forte e determinada, claro... Pelo dinheiro –meu ar se tornou pesado, não conseguia acreditar em nenhuma palavra- e então veio às ações, ela elimina alguns concorrentes meus, dormia com outros para pagar minhas dividas, cuidava dos meus contrabandos de drogas... Ela era bem fiel a mim...

 

-Chega... – sussurro.

 

-Dai veio você... Bancando o herói... Você balançou muito a nossa relação, mais é o velho ditado, o rio sempre volta pro seu mar –ele se aproxima de mim e segura meu queixo fazendo olhar em seus olhos- e nenhum tira metido a besta vai tira-la de mim –joga meu rosto para o lado- Mate-o.

 

Assim que ele ordena olho para ela e ela se posiciona na minha frente, pega a arma nas suas costas e a ponta para mim.

 

Olho em seus olhos negros e é a única coisa que vejo antes do tiro.   


It’s easy to fall in love, but it’s so hard to
Break somebody’s heart
What seemed like a good idea has turned into a battlefield


É fácil se apaixonar, mas é tão difícil
partir o coração de alguém
O que parecia uma boa ideia se transformou em um campo de batalha
 


Notas Finais


Juro postar o outro essa semana mesmo... bjssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...