História Aishiteru - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Ino Yamanaka, Naruto, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Sasusaku
Exibições 241
Palavras 2.250
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Break Heart


Fanfic / Fanfiction Aishiteru - Capítulo 7 - Break Heart

Sakura

Eu estava em frente a Naruto sem dizer nada há tempos. Não porque não sabia o que falar ou não quisesse falar mas simplesmente porque não conseguia.

Andei até Naruto e fiquei a centímetros dele, curvei meu corpo um pouco para ficar da sua altura e olhar em seus olhos. Naruto tinha a boca entreaberta, a franja caia sobre seus olhos azuis e seu rosto estava corado.

– O-o que está fazendo? Por que está tão próxima assim? – Ele se levantou e correu para trás de mim. – Eu já sei de tudo, sobre você e Sasuke… – Sua voz saiu falha. – Por que não me contou?

– Eu queria que Sasuke te contasse, mas deixa isso pra lá. Nós precisamos conversar e é muito sério. – Suspirei e sentei no banco em que Naruto estava segundos atrás. – Pode ser só um palpite meu mas mesmo que eu pague um mico idiota e não seja verdade eu preciso te perguntar e resolver isso agora. Eu vou ser direta. – Olhei seriamente para o loiro. – Você está apaixonado por mim?

– Direta mesmo. – Sussurrou. –  Sabe, eu sempre quis te dizer isso, desde o dia em que você foi embora eu descobri que a amava, na verdade, eu acho que sempre estive apaixonado por você mas o Teme estava sempre entre meus sentimentos por você, talvez seja por isso que eu neguei ou tentei negar o que sentia por você, porque lá no fundo eu sempre soube que ele te amava também e eu tinha ciúmes disso. “Como um cara arrogante como ele poderia fazer uma garota como você o amar” eu pensava e cada vez mais ia me afastando de Sasuke.

Naruto estava de costas para mim, ele falava de um jeito calmo mas tenho certeza que está gritando por dentro. Eu ouvia tudo atentamente e  tentava não chorar.

– Eu sentia inveja do meu melhor amigo, sabe o quanto isso é ruim? – Sua voz saia falha ao final de cada palavra. – Você foi embora e levou tudo com você. Sasuke ficou ainda mais fechado, mais arrogante e passou a sair com todas as meninas da escola só para esquecer você, ele piorou nos estudos e começou a ter alguns problemas de saúde e toda a vez que eu falava de você ele sempre negava os próprios sentimentos mas, é claro que eu sabia de tudo. – Ele virou par mim. – Eu te amo e isso não vai mudar, sinto muito.

Levantei do banco cabisbaixa, eu estava me derramando em lágrimas a cada palavra dele. Como ele pode dizer algo assim desse jeito? Eu não consigo aceitar que meu melhor amigo, uma pessoa que eu considero da minha própria família está apaixonado por mim.

Andei até ele em passos lentos, eu me sentia fraca. Pensar que depois das minhas palavras Naruto pode nunca mais querer falar comigo dói, ele é como um irmão para mim. Foi com ele que eu passei a maioria dos meus momentos mais felizes, era ele quem enfrentava os garotos que faziam bullying comigo e era sempre ele que me consolava e me animava quando estava magoada com algo ou alguém.

– Você é idiota por gostar de alguém como eu. – Soquei de leve seu peito. – Foi por minha causa que você e Sasuke se desentendiam quando éramos crianças. Eu lembro até hoje daquela briga…

FlashBack On:

Eu, Sasuke, Ino e Hinata estávamos esperando Naruto no parquinho em frente a nossa escola. Hinata e Ino estavam na gangorra e eu estava junto a Sasuke no balanço.

– Sasuke-kun, você gosta da Ino-chan? – Perguntei a Sasuke.

Ele estava usando uma calça jeans preta, uma blusa de frio de algum super herói e usava uma toca cinza na cabeça. Suas mãos estavam em seu bolso e ele olhava para o Sol se pondo a nossa frente.

– Não. – Ele foi frio como sempre. – E não te interessa de quem eu gosto. Cuida da sua vida.

– S-sim. – Mordi o lábio contendo o choro.

Eu não falei mais nada após aquilo. Naruto chegou poucos minutos depois e passamos o resto do dia brincando. Tudo estava indo bem até que Sasuke me fez cair no chão e por acidente eu arrastei comigo, ele caiu por cima de mim.

– S-Sakura-chan? Você está bem? – Naruto correu até nós e  me ajudou a levantar.

– Tudo bem, caímos na areia. – Limpei o vestido branco que usava com minhas pequenas mãozinhas.

– E eu que me foda né? – Sasuke se levantou bravo.

– O que é “foda”? – Ino e Hinata perguntaram juntas.

– Não sei, ouvi Itachi falando para meu avô. – Sasuke deu de ombros. – Ei, você!

Ele apontou para mim e caminhou em passos firmes até onde eu estava. Estávamos perto um do outro como nunca antes e naquele momento meu coração batia sem parar. Eu não sabia o que estava acontecendo com meu corpo mas não queria que aquela sensação acabasse.

– Você me arrastou com você. Dá próxima vez se fede sozinha!

– Será que ele não quis dizer “fode”? – Ino sussurrou para Hinata.

– Meu pai vive falando isso quando assiste futebol e a mamãe sempre diz que é uma palavra feia. – Ela fez uma expressão pensativa.

– Sasuke, não fale assim com a Sakura-chan! – Naruto afastou Sasuke com uma mão e com a outra me puxou para trás de seu corpo. – Foi você quem a fez cair e aposto que foi de propósito.

– Eu não perderia meu tempo com essa garota feia. – Ele falou alto e irritado. – Afinal, o que ela está fazendo aqui com a gente? Essa garota entro de penetra no nosso grupo, eu não quero essa esquisita com a gente! Sai daqui garota!

Me afastei um pouco de Naruto com uma mão na boca e outra no peito. Eu não conseguia conter as lágrimas e os soluços abafados.

– Qual é o seu problema, Sasuke? Por que você sempre implica com a Sakura-chan? Não é porque ela é alegre, divertida e tem pais vivos que você deve brigar sempre com ela! Se é porque você é órfão que não gosta da Sakura,, você também não devia gostar be de mim, nem Ino e nem Hinata.

– Cala a boca, seu inútil! – Sasuke virou-se para ir embora. – Você sempre fica bravo quando o assunto é a sua namoradinha, não é Naruto?

Sasuke transbordava ironia com aquelas palavras.

– Você não pode falar assim com ele, Sasuke-kun. – Eu falava cabisbaixa. – Ele só estava me defendendo de alguém chato feito você. Eu te odeio agora!

Sasuke não disse nada, ele apenas olhou para mim, para Naruto e foi embora. Eu não queria ter dito aquilo a ele porque não era sério, na verdade, eu só queria machucá-lo assim como ele fez comigo. Depois daquilo Sasuke e eu nos distanciamos um pouco, eu evitava ficar sozinha com ele como antes e quando estávamos juntos eu sempre agia como se o odiasse mas a única coisa que eu não conseguia evitar era amá-lo e eu nunca descobri o porquê.

FlashBack off

O clima entre Naruto e Sasuke ficou tenso depois daquele dia. Os dois que estavam sempre brincando quase não se olhavam direito após aquele dia. Sempre que Sasuke se aproximava de mim, Naruto o afastava. Não importava o tempo ou ambiente, eu nunca conseguia me resolver com Sasuke porque Naruto não permitia. Agora eu entendo o motivo.

– Eu fiz vocês brigarem aquele dia, não foi? – Eu já não conseguia parar de chorar.

– Não, o que aconteceu aquela vez foi culpa do Sasuke. – Nós estávamos um a frente do outro mas parecíamos tão distantes. – Sasuke é meu melhor amigo mas também é um idiota. Ele pode te dizer o que for agora, pode te apresentar para a família ou prometer que nunca vai te machucar mas nada disso é verdade, ele só quer ficar com você depois te largar e dizer “peguei ela” para os outros amigos idiotas com quem ele anda.

Eu olhei séria para ele, queria socar sua cara por dizer essas palavras tão tranquilamente mas eu não consegui. Eu sabia que Naruto estava sofrendo com isso mais do que eu.

– Um cara que não consegue admitir os sentimentos para si mesmo, que passa anos machucando quem supostamente “ama” e que dorme com quase todas as garotas da escola para esquecer ela não tem moral para nada. Ele não pode simplesmente dizer “namora comigo” depois de tudo que ele fez você passar. – Naruto virou de costas para mim novamente. – Eu odeio isso nele.

Ele deu um passo e mais outro em direção a praça da escola, Naruto estava indo embora e eu sabia que se ele realmente fosse, eu não conseguiria alcançá-lo novamente.

– Naruto, espera! – Corri até ele e o abracei por trás. – Eu me lembro do seu beijo, aquele que você roubou de mim um dia antes de eu ir embora, eu me lembro. Sinto muito por não ter dito antes e ter deixado você criar expectativas. Naruto, eu te amo muito, mais do que você imagina mas não do jeito que você quer e precisa ser amado, quem eu amo assim é o Sasuke. Ele pode ser um babaca estúpido mas eu o amo e você precisa entender. – Há uma pessoa que te ama como você precisa ser amado e essa pessoa não sou eu.

– Hum. – Ele se soltou de mim. – Essa doeu.

Eu engoli suas palavras como fossem cacos de vidro em brasa. Eu acabei de ferir uma das pessoas que eu mais amo, essa sensação é horrível.

– Que seja... – E essas foram suas últimas palavras antes de me deixar sozinha com meus pensamentos esmagadores de culpa.

Naruto, você ouviu alguma coisa que eu disse? Se ouviu, entenda.

Eu não posso te amar assim...

Naruto

A primeira coisa que vi pela manhã foi uma mensagem de Sasuke.

“Leve as coisas da Sakura pra escola”

Apertei o celular nas mãos. Ela dormiu com ele aquela noite de novo?

Minutos depois Ino apareceu no meu quarto gritando para eu me apressar que já estávamos atrasados. Eu me troquei, desci as escadas e fui tomar meu café da manhã.

– Sabe da Sakura? – Perguntei a minha irmã sentada em cima do balcão da cozinha.

– Ela me mandou umas mensagens do celular do Sasuke. – Deu de ombros. – Ela não me deu detalhes AINDA mas parece que Sakura foi assaltada e Sasuke a ajudou, a levou para casa e tal. Eles passaram o dia todo presos em casa ontem por causa da neve. Isso é tudo que eu sei.

Eu senti que ela estava me escondendo algo mas não a forcei a dizer, afinal se alguém boca aberta como Ino está escondendo algo é porque ela realmente acha que eu não preciso saber. Sendo assim, eu acho melhor eu não saber mesmo.

[…]

Eu sabia que estava atrasado para aula então pedi a Ino para achar Sakura e entregar a ela sua mochila.

Corri como um louco em direção a minha sala para depois descobrir que não era eu o atrasado mas sim o meu professor Kakashi. Como sempre atrasado.

– Dobe. – Sentei a frente de Sasuke como sempre. – Tem uma coisa que eu preciso te falar.

– Falando desse jeito você me assusta, Teme. – Brinquei. – O que foi?

– Estou namorando.

Eu demorei alguns minutos para digerir a informação e mais algumas horas para processar o que ele acaba de dizer.

– Quem é a louca? – Sorri.

– Sobre isso...– Coçou a nuca. – É a Sakura.

Eu não queria acreditar que aquilo estava acontecendo de verdade. A garota por quem estou apaixonado desde criança agora está namorando meu melhor amigo? É isso mesmo que está acontecendo? Acho que ainda não processei a informação.

– Você dormiu com ela? – Se ele dissesse "sim" eu não responderia mais por mim.

– Não.

– Você a ama? – Encarei ele sério como nunca antes. – Ama?

Ele desviou o olhar e não respondeu. Eu queria dizer que aquilo seria um “não” mas eu sei que na verdade foi um sim. Ele a ama só não tem coragem de dizer em voz alta.

– Se você não admite seus sentimentos por completo não tem o direito de namorar com ela. – Serrei o punho. – Você só está com ela para aumentar seu ego! Idiota!

– Eu não tenho que admitir nada para ninguém. – Sorriu de canto. – Eu não tenho nenhum objetivo com a Sakura, estou com ela porque quero estar e ponto.

– Você é mesmo um idio…

– Você devia esquecer isso. – Me interrompeu. – Eu sei que você é apaixonado por ela e tal mas esse sentimento egoísta não faz bem para você, não vai fazer bem para Sakura e não está fazendo bem para minha prima.

– O que Hinata tem com isso?

– Depois eu que sou o idiota. – Murmurou. – Você é único que não vê que ela te ama.

– O-o que?

– Agora eu te pergunto. Você quer estragar a amizade de Hinata com Sakura? Ou quer magoar mais ainda minha prima?

– Eu não vou estragar nada com ninguém.– Tirei meu material da bolsa. – Eu amo a Sakura, isso não vai mudar Sasuke mas quero que saiba que eu não atrapalhar seu relacionamento. Se é você quem ela ama, eu não posso fazer nada, considere-se o vencedor. 

– Hun. – Murmurou.

Sasuke Uchiha é um idiota, egocêntrico e está sempre fazendo merda quando o assunto é relacionamento social mas eu tenho certeza de que Sakura pode fazer ele mudar. Eu a amo muito mas não é a mim que ela ama, eu não posso fazer nada com relação a isso a não ser aceitar né? Eu preciso deixar que ela mude Sasuke, que ela traga cores a vida escura dele nem que para isso eu tenha que me distanciar dela e usar Hinata pra esquecê-la.


Notas Finais


Muitas tretas estão por vir hahaha aguardem....
Até o próximo!
Xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...