História AJUDANDO UMA ESTRANHA - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles, Originais, Taylor Swift
Personagens Harry Styles, Personagens Originais, Taylor Swift
Tags Acidente, Adolescente, Amizade, Amor, Apartamento, Ben, Dor, Fanfic, Harry, Haylor, Haylor Swiles, Padaria, Paixão, Primo, Rua, Shipper, Styles, Susie, Swift, Swiftie, Swizzle, Taylor, Traição, Tristeza, Urso
Visualizações 33
Palavras 980
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Bicicleta


Taylor acabou rindo da situação.

- Você me meteu um susto danado! (Falou a moça, encostando a mão em seu peito.)

- Até parece, você estava calma! (Ele piscou para ela, e em seguida riu.) - Anda lá, me diz, existe algo em que você não é boa? Eu acredito que não!

- Tem muitas coisas! Consertar coisas, dançar... (Sorriu e Harry a interrompeu rapidamente.)

- Oh, não creio. Dançar? (Um sorriso de lado brotou em seus lábios quando ele puxou a moça contra si.) - Vamos resolver isso, agora! (Ele caminhou até a sala e afastou a mesinha de centro. Pegou seu celular e colocou uma música lenta. A sua preferida.)

- Oh meu Deus, não não! (Taylor falou rindo.)

- Eu não aceito um não como resposta a isso, Tay! (Ele a puxou para o meio da sala.) - Eu fiz parte de um grupo de dança no colegial!

- Ah, faz-me rir! (Taylor sorriu o olhando.)

- Ei, não duvide! Eles me chamavam de Rei da Pista! (Harry sorriu convencido.) - Agora vamos ver... (Ele voltou a música e foi até Taylor. Mordeu levemente seus lábios até a música começar a soar pelo interior da sala.)

- Oh não... (Sussurrou a moça quando ele esticou a mão.)

- Me acompanha nessa dança, senhorita Swift?

O sorriso de Taylor aumentou, realmente era impossível dizer não para ele, principalmente naquela cena!

- Claro... Mas perdoe-me se eu pisar no seu pé.

E com um ar divertido, Harry sussurrou um: - Sem problema.

- Hoje vamos nos divertir apenas... (Ele murmurou e pegou vagarosamente uma mão de Taylor a puxando em sua direção.) - Assim, coloque seus dois braços em meu pescoço...


Taylor, enquanto observava atentamente o rosto do jovem, fez o que ele pediu. Sem notar, ela deixou um sorriso bobo escapar por seus lábios.


O que há comigo? Oh.


- Certo, agora eu vou colocar minhas mãos em sua cintura. (Harry sussurrou encarando seus olhos.)


Que olhos.



- Agora, feche seus olhos. (Continuou sussurrando.)


Entre um pequeno suspiro e outro, a loira fechou os olhos esperando o próximo passo a seguir.


- Deixe seu corpo ser guiado pelo som da música... (Ele murmurou colando ainda mais seu corpo contra o  e de Taylor.) - Isso... (Murmura começando a mexer seus pés.) - Tente liberar toda a tenção do seu corpo... (Respirou fundo, sentindo seus quadris se movimentarem em sincronia.)


Harry fecha seus olhos e encosta o queixo na cabeça da moça.


Taylor seguia calmamente seus movimentos, abriu os seus olhos e encarou Harry, sorriu largamente.


- E depois você diz que não sabe dançar.


- Eu estou te seguindo, Hazza. (Murmurou a moça.)


- Você tem talento! (Brincou ele, e ambos riram.)


Eles continuaram dançando todas as músicas da playlist do celular de Harry, e mesmo que elas nao fossem lentas eles continuavam juntinhos. Taylor pisava nos pés de Harry de vez em quando mas ele não ligava para aquilo. Assim que notaram que as músicas tinham terminado, ele desceu seus olhos verdes para ela, a olhando.


Taylor, levemente corada e com um arrepio pecorrendo seu corpo, falou:


- Eu... Você dança muito bem.


- Você também tem seu jeito, querida. (Ele sorriu.) - Pronta para seu primeiro dia na padaria? (Se afastou.)


- Prontissima! (Taylor falou o observando, ela não queria se afastar ainda.)


Harry sorriu, totalmente envergonhado e seguiu para seu quarto. Trocou de roupa rapidamente e seguiu até a porta.


- Estou atrasado. Venha, vamos indo.


Taylor seguiu ele, caminharam animadamente até a saída do prédio, e o mesmo fizeram até chegarem na padaria.



- Você fica com o caixa, está bem? (Ele atravessou​ o balcão.)


- Certo! (Taylor continuou o observando, ela sentia que não conseguia parar de olhar para Harry.)


- Bem... Já que está vazia por enquanto, gostaria de me ajudar a fazer os pães? Vamos ver se é boa nisso também! (Ele riu e ambos entraram para a pequena cozinha.)


Depois de uma tarde inteira de serviço na padaria, Harry caminhou rapidamente na direção da Taylor, que estava sentada em uma das mesas do estabelecimento.


- Então, o que você quer fazer agora?


Taylor o observou durante um tempo, como já era de costume da moça.


- Você tem uma bicicleta?


- Bem, tenho uma lá no fundo, faz muito tempo que não a uso! (Ele sorriu.) - Por que?


- Quando eu morava na rua, eu andava muito... E conheci um lindo lugar.


O sorriso de Harry diminuiu um pouco, na rua?


- Oh, eu não sabia que você tinha morado na rua.


Taylor abaixou o olhar, ela não queria falar sobre essa época ainda recente.


- Mas tudo bem, vamos nesse lugar.


Taylor caminhou até o fundo da padaria e viu a bicicleta, saiu a segurando e parou na frente da padaria.


- Vou querer saber sobre o assunto depois, mocinha. (Harry disse enquanto fechava a padaria.)


- Uh, eu irei pensar. (Ela sorriu e subiu na bicicleta, Harry riu balançando a cabeça negativamente e se sentou.)


- Deveria ser ao contrário. (Resmungou ele é ela gargalhou começando a pedalar.)


- Ah, só lembrando, não garanto que nós não vamos cair! (Brincou e Harry riu.)


- Estou assustado, me deixe descer! (Brincou Harry e eles continuaram a andar pelas ruas da cidade.)


Harry ria das coisas que Taylor falava e esperava que Taylor os levasse para onde planejava.


- Eu sou o rei! (Ele gritou abrindo os braços.) - E você minha motorista! (Continuou.)


Uma senhora, já muito velhinha que passava alí observou os jovens na velha bicicleta.


- Essas crianças de hoje em dia. (Resmungou ela continuando a caminhar.)


Quando finalmente chegaram a um lindo jardim próximo a reserva da cidade, Taylor sentiu a bicicleta derrapar e eles caíram na grama.


Harryzito enquanto ria, tentava segurar Taylor.


- Acho que caímos! (Taylor riu e sem querer acabou rolando pra cima de Harry, a moça ficou meio séria enquanto observava os olhos dele.)




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...