História Akai Ito - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Akai Ito, Bts, Got7, Otp, Shotacon, Sonhos, Surubangtan, Yaoi
Exibições 9
Palavras 1.466
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

<3

Capítulo 4 - Capítulo Quatro


Os livros nem sempre tem as respostas que você precisa.
As vezes é preciso procurar em locais ''escondidos'' dos mesmos.
Algumas páginas não vistas, podem esconder verdades por detrás da história

Por isso, as vezes, a resposta passa do seu lado, mas você, distraído, não percebe.

Autor(a) desconhecido(a)

 

================================================================================

 

Você pode se achar louco, ou só está exagerando quando seu amigo te conta algo fora da realidade que aconteceu com ele, e você fica na dúvida se aquilo que ele disse é realmente verdade; pois você não estava com ele ali, no exato momento em que aconteceu esse ''algo'', então a desconfiança se faz presente.

Mas esse não era o caso de Kim TaeHyung; ele sempre ouviu seu melhor amigo - Mark Tuan - dizer seus sonhos com o tal garoto estranho; '' de cabelos negros e olhos igualmente negros, a pele branca e macia, os lábios rosados como creme de morango, o timbre suave da voz, o corpo com as mais atraentes curvas, coxas e bunda bem marcada pelas roupas que ele usava no sonho[...]'' e dentre muitos outros adjetivos que ele usou para descrever o garoto de seus sonhos. Mas se você for pensar um pouco, tentar desenhá-lo em sua mente, você pode perceber um pouco, que a beleza do garoto era esplendida e surreal, assim como Mark sempre dizia.

 

Agora a caminho da faculdade, Kim TaeHyung estava distante de pensamentos, enquanto ouvia sua música preferida; Gangsta Sexty - Hollywood Unded. Cantarolando a música enquanto - tentava - no mínimo criar uma pequena coreografia para a mesma música, e em alguns toques da bateria, mexia os indicadores como se fosse baquetas. Logo que passou em frente à uma loja de artigos antigos, pôde ver um relógio igual ao que seu pai já havia lhe dado, como uma lembrança de si. Mas, como nem sempre o destino ajuda; seu padrasto descobriu que o garoto guardava algo como lembrança de seu verdadeiro pai. E logo tratou de quebrar o relógio, juntamente com o coração de Kim TaeHyung.

Mas Kim TaeHyung não se deixava abalar pelas palavras do velho - novo - namorado de sua mãe, e, futuro padrasto; sempre cumpria sua promessa de nunca chorar por quem não merecia suas lágrimas.

Logo tardou de prestar de novo a atenção para a música que tocava em seus fones de ouvidos, e pensar em algo que lhe faça feliz; como pandas e unicórnios, assim criando, os pandacórnios que ele tanto amava.

Já perto do estacionamento da faculdade, não avistou o carro de seu melhor amigo, então mandou uma mensagem para o mesmo, perguntando se o mesmo já estava a caminho. Porém, foi ignorado com sucesso.

Entrou na faculdade, indo para o refeitório da mesma, comprar algo para comer, que, embora tenha tomado café da manhã, ainda estava com uma fome de leão.
Após sua compra feita, misto quente e um refrigerante, voltou a entrada da faculdade, onde viu uma cabeleira loira que era muito conhecida, sentada em um dos bancos da entrada. Seguiu em passos felinos, porém rápidos até Mark, com o objetivo de lhe assustar. 

- Te achei, finalmente! - TaeHyung gritou, fazendo Mark dar um pulo tão alto, que as folhas de uma planta alta que tinha ali, entraram na sua boca.

- Caramba! Quer me matar do coração, filho da mãe!? - exclamou Mark, em alto e bom som, tirando as folhas de sua boca.

- Desculpa - o Kim sentou ao lado do amigo - Descobriu alguma coisa do ''garoto dos seus sonhos'' ?

- Assim você me faz parecer aquelas garotinhas de filmes americanos que procuram um ''príncipe encantado'' - o loiro disse em tom fingido de magoado com indignação

- Em aparência... - Kim provocou. Ele sabe que o amigo odeia que lhe chamem - mesmo indiretamente -  de garota por sua aparência.

Caralho, eu já falei que não pareço uma garota, demônio - o loiro se irritou

- Enfim, já descobriu alguma coisa do tal garoto ? - o Kim perguntou enquanto mordia um pedaço do seu sanduíche.

- Bem que eu queria, mas nada... - disse cabisbaixo - Porra, já são quinze anos procurando por ele e nada

- Bom, você quase rodou a Coréia inteira em procura dele... - Kim disse mais para si mesmo do que para seu amigo, pensando em algum lugar que não tenha ido - Ah, você não foi para Busan!

Exclamou o Kim, o que fez Mark lhe dar um tapa em sua própria testa

- Como eu sou uma anta - se xingou internamente até do que não era palavrão, ''por que não foi para Busan ?''

- Sim, você é - Kim comentou rindo do olhar mortal que o amigo lançou para si.

Agora Mark tinha outra viagem para procurar esse garoto que tanto lhe atormenta - de um modo bom - e estava confiante de que o iria encontrar lá.

================================================================================

Logo após o término das aulas da faculdade, Mark e TaeHyung caminhavam em direção à casa de um amigo do Kim. Segundo o mesmo, esse amigo entendia muito bem de sonhos, signos, significados e principalmente, lendas, dentre muitas outras coisas.

Durante o caminho, Mark era obrigado à ouvir as reclamações de TaeHyung sobre sua prima preferir Ornitorrincos do que Coalas. Sinceramente, era cada coisa que Mark era obrigado à ouvir; como da vez em que o Kim contou que ele e sua tia discutiram por no máximo uma hora. O motivo ? Simples, azul era melhor que verde. Ou da vez em que um professor de Kim - no fundamental - quase o expulsou da sala por simplesmente dizer que o professor não tinha um pênis no meio das pernas, e TaeHyung fez questão de abaixar as calças do mesmo para ver se realmente ele tinha um pênis ali.

E Mark apenas ria e se divertia com as histórias bizarras que o amigo contava. Até que finalmente chegaram na casa desse amigo. O caminho da faculdade até a casa desse amigo, demorava indo apé, por isso foram com o carro de Mark.

- Qual o nome desse seu amigo ? - Mark indagou depois que o Kim apertou por no mínimo umas quatorze vezes a campainha.

- Min - foi interrompido pela porta sendo aberta, revelando uma pessoa de cabelos esverdeados, totalmente espatifados para todos os lados. A pele branca era como neve, ou açúcar, o rosto estava amassado assim como suas roupas e a cara inchada evidenciava sono.

- SUGA! - Kim gritou e se agarrou no pescoço do esverdeado.

- Sai, demônio! - era percebível o mal humor no seu tom de voz.

- Nossa, Suga. Esqueceu que eu ia te visitar hoje ? - perguntou Kim indignado e foi entrando na casa do amigo como se fosse sua.

O esverdeado apenas bufou e deu espaço para Mark entrar. Sentaram os três no sofá.

- Não vai oferecer um café para as visitas ? - Kim perguntou novamente

- Cala a boca! Você já é cavalho velho, sabe muito bem onde tem café - Suga odiava quando era acordado, sem ser por conta própria ou seu despertador.

- Mas o Mark não sabe - defendeu, na real, Kim TaeHyung queria irritar Suga

- Então pega você o café - respondeu rude

Kim ficou alguns segundos de boca entreaberta, tentando buscar alguma resposta, mas isso foi em vão.

- Então... Mark, esse é Min YoonGi, e Suga, esse é Mark Tuan - apresentou os amigos aleatóriamente.

Os dois trocaram pequenos acenos com as cabeças.

- O que você queria ? - YoonGi, ou Suga, perguntou para Kim

- Meu amiguinho aqui - abraçou Mark - Está sonhando desde os seis anos com uma pessoa que ele não conhece - explicou

- Só isso ? - perguntou como se não fosse nada - E pra que exatamente vocês querem minha ajuda ?

- Bom, já que você entende de sonhos e essas coisas, deve ter algum conhecimento sobre isso... - Suga concordou - Pra ser mais direto, nós vamos para Busan procurar esse garoto, e queremos que você venha conosco - Kim olhou o esverdeado manhoso.

- O que eu ganho com isso ? - perguntou Suga se ajeitando no sofá

- Uma viagem para Busan, e, mais livros para sua coleção, lá tem uma enorme biblioteca - chantagem. Kim sabia que Suga adorava livros.

- Ta. Mas eu vou querer um encontro com essa gracinha aí - Suga se levantou junto à Kim, e apontou para Mark, que sorriu envergonhado

- Tudo bem. Nós vamos viajar daqui uns dois meses mais ou menos, nas nossas férias - decidiu Kim

 

Agora era só esperar esses dois meses se passarem, para que, Mark pudesse tentar achar esse garoto. E também, ter um encontro com esse Suga.

 

Agora era só esperar...


Notas Finais


OII! resolvi falar aqui nas notas finais oq eu pretendia.
Eu, particulamente, to adorando escrever essa fanfic, e eu espero que vocês estejam gostando também.

Eu queria uma pequena ajuda de vocês, para um novo shipp que eu possa escrever

por exemplo: JaeBum e Jin
YugYeom e Hoseok
YoungJae e NamJoon

me digam nos comentários qual o próximo shipp q vcs querem q eu faça

espero que tenham gostado

Até a próxima! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...