História Akatsuki - INTERATIVA - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Personagens Originais
Exibições 20
Palavras 1.568
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Comédia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - O Viajante Discriminado


*Vila Oculta da Areia*

 

Hyaku caminhava  tranquilamente pelas areias quentes do Deserto do País do Vento, o sol escaldante brilhava no céu do meio dia, mas o jovem não se incomodava e caminhava tranquilamente sob a leve sombra de algumas núvens que pairavam logo acima.

 

Havia acabado de sair de Suna, bem, escapar de Suna, pois como em todos os lugares por onde Hyaku já havia passado, as pessoas o olhavam torto e muitas delas já tentaram pendê-lo.

 

O motivo? Andava com o corpo do pai enrolado em lenços de seda nas costas e isso era um tanto suspeito ali.

 

Ele poderia muito bem negar que aquele era seu pai, mas no vilarejo aonde o uso de marionetes é comum, seria difícil alguém não notar que aquela marionete era feita de um corpo humano.

 

Hyaku já avistava o vilarejo de Yatane (N.A.: Sim, esse vilarejo existe de verdade no mapa geográfico de Naruto) ao longe e apressou ainda mais o passo, se Suna não havia mandado uma mensagem para aquele vilarejo Hyaku teria sorte de passar pelo menos a noite ali antes de prosseguir sua viajem.

 

Alguns metros a sua frente, um vulto encapuzado caminhava na direção contrária a de Hyaku, o rosto estava oculto embaixo de um chapéu de palha com tiras de papel nas pontas, sua capa negra dançava ao sabor do vento e seus passos eram lentos e pareciam não ter dificuldade em caminhar pela areia.

 

Hyaku não ficou com medo, afinal aquela pessoa deveria ser algum habitante de Yatane e talvez estivesse se dirigindo a Suna para fazer sei lá o que.

 

Mas assim que passaram um do lado do outro, Hyaku sentiu que a pessoa fez um movimento na direção do jovem que imediatamente sacou uma kunai que serviu de escudo para aparar o golpe da katana que o viajante empunhava.

 

Hyaku saltou para longe do viajante e sacou a kunai, o viajante também se afastou, ainda se mantendo oculto por seu manto e seu chapéu.

 

-Bons reflexos- o viajante falou rindo pelo nariz- impressionante.

 

Hyaku percebeu que na verdade o viajante era uma mulher, por conta da voz.

 

-E quem seria você?- Hyaku olhava fixamente para a viajante.

 

-Eu? Bom...- a jovem tirou seu chapéu, revelando ser uma garota de mais ou menos 21 anos de idade, cabelos azul-acinzentados, olhos de um tom de rosa variante entre groselha e magenta e uma expressão de indiferença- Me chame de Yuno, vim aqui para conversar...

 

-Você não parecia querer conversar a alguns segundos atrás- Hyaku revidou ainda com a kunai empunhada, Yuno bufou.

 

-Sabe, por mim eu te mataria agora... mas meu sensei me castigaria se eu o fizesse. E eu odeio conversar, então vou direto ao ponto: Vim convidá-lo a participar da Akatsuki...- ela encarava Hyaku enquanto o vento soprava.

 

Hyaku riu pelo nariz.

 

-Eu conheço as lendas dessa tal Akatsuki... Mercenários, Nukennins de Rank S, assassinos cruéis e por aí vai. Não vou me juntar a vocês nem morto!- ele fez um movimento com as mãos e a marionete do pai de Hyaku saiu de dentro dos lençóis de seda.

 

Yuno ergueu uma sobrancelha.

 

- Hitokugutsu hein? Hum, eu tive uma ideia- ela retirou o manto negro e revelou que usava um sobretudo negro com núvens vermelhas- Que tal apostarmos? Se eu vencer esta batalha, você entra para a Akatsuki, caso eu perca, pode me matar se quiser.

 

-Parece uma boa aposta- Hyaku abriu um sorriso de canto e lançou a marionete na direção de Yuno que não moveu um músculo.

 

Lâminas afiadas surgiram das mãos da marionete e quase acertaram Yuno, mas a jovem simplesmente saltou desviando das lâminas.

 

Hyaku não perdeu tempo, com um movimento rápido, saltou ao mesmo tempo que Yuno e sacou uma kunai, mas antes que usasse qualquer movimento, Yuno sorriu e uma parede de água o atingiu e o lançou ainda mais para o alto.

 

Após a parede de água se dissipar, Hyaku caiu em queda livre em direção ao solo arenoso enquanto era observado por Yuno.

 

Hyaku caiu no chão com um baque surdo, aparentemente inconsciente.

 

-Hora do golpe final- Yuno caminhou na direção de Hyaku empunhando a katana- Xeque...

 

-Shinra Tensei- Hyaku falou estendendo um braço. No mesmo momento uma grande força invisível lançou Yuno para trás.

 

Ou o que parecia, um clone de água de Yuno.

 

-Mas o que?- Hyaku se levantou de um salto e olhou em volta.

 

Um chute certeiro atingiu Hyaku no rosto, o jovem foi arremessado longe e desabou na areia, que arranhou sua pele o fazendo sangrar um pouco.

 

-C-como...- Hyaku se levantava enquanto o sangue escorria de seu nariz- Como você.

 

-Olha pra cima- Yuno apontou e Hyaku olhou para o céu, agora sem nuvem alguma.

 

-Porq...- Hyaku nem pôde terminar pois um grande tentáculo de água agarrava o seu pescoço.

 

-Desista... Você não pode me derrotar- Yuno bufou- Melhor se render.

 

Hyaku soltou um riso debochado.

 

-Não desta vez- ele estalou os dedos e um grande redemoinho de areia começou a prender Yuno no solo- você está presa.

 

Yuno olhou para baixo entediada.

 

-Genjutsu? Sério?- ela bocejou- Seria cômico se não fosse mal feito.

 

Hyaku franziu as sobrancelhas.

 

-Mal feito? Como assim?!- Hyaku fez um movimento com a mão e a marionete de seu pai voltou para o seu lado.

 

-Em primeiro lugar, seu chakra não é Doton- Yuno saiu da areia com uma torrente de água, que se condensou em suas costas formando grandes asas de água- e em segundo lugar- ela fechou os olhos- ISSO é um genjutsu- ela estalou os dedos e o cenário pareceu se quebrar.

 

Hyaku esbugalhou os olhos e tossiu sangue, em seguida olhou para sua barriga que agora estava atravessada com a katana de Yuno.

 

-C-como...-Hyaku ofegou enquanto olhava para Yuno.

 

A jovem se ajoelhou em frente a Hyaku e retirou a katana da barriga do rapaz.

 

-Simples, você não teve o treinamento específico para lidar com genjutsus- Ela fechou os olhos- pelo menos não com os meus- ela tornou a abrir os olhos, que agora estavam vermelhos e com algo semelhante a triângulos dentro de círculos tatuados nas íris.

 

-Isso é... Um Sharingan?- Hyaku ofegava.

 

-Eu tenho cara de Uchiha por acaso?- Yuno estalou os dedos e tudo voltou ao normal, Hyaku não estava ferido e ele ainda estava parado no caminho que trilhava até Yatane.

 

Ele olhou para os lados, perplexo.

 

-Toda essa luta... foi um GENJUTSU?!- ele berrou.

 

Yuno arrebitou o nariz e desviou o rosto.

 

-Como se eu quisesse gastar meu tempo e meus segredos com você- ela semicerrou os olhos que estavam normais agora- eu não sou do tipo que luta, por isso fiz isso, me poupei, te poupei e nos poupei (N.A.: Referência do Luba sz) de gastar uma gota de chakra, obrigada e de nada. Agora vamos, meu sensei nos espera- ela caminhou na direção de Yatane- Ah quase esqueci, Suna já avisou a Yatane que você tá solto por aí, se eu fosse você, viria comigo. Pensa só, ser livre, não ser discriminado por praticar um ato de respeito- ela apontou para a marionete- colaborar para a paz... você não quer isso? 

 

Hyaku desviou o olhar.

 

-Bom... você não parece ser uma pessoa má.... Tudo bem, eu vou.

 

Yuno sorriu.

 

-Excelente- ela estendeu os braços e um tremor começou- Ah uma pergunta? Você se importa em viajar pelo subterrâneo?

 

Hyaku negou.

 

-Ótimo! Então segura firme e prende a respiração por alguns segundos- ela sorriu e uma parede de água explodiu abaixo dos dois os puxando para baixo.

 

...........

 

Epílogo

 

-Ah vocês chegaram!- o homem saudou Yuno e Hyaku que se aproximaram do centro da grande caverna que servia de QG da Akatsuki- Hyaku Gouda certo? Me chamo...

 

-Paaaaaiê voltei- Hiro entrou na caverna não se importando com a presença de Hyaku ou Yuno, estava coberto de arranhões e as mãos se apoiavam na nuca.

 

-Ah Hiro- o homem saudou o filho, suspirando- onde está o Garou?

 

-Não consegui pegá-lo- Hiro disse sorrindo como se anunciasse algo bom.

 

O homem fez uma expressão zangada.

 

-Como assim, não conseguiu?

 

-Não consegui ué, ele tava acompanhado. Bem acompanhado por sinal- Hiro soltou um riso sarcástico e Yuno bufou.

 

-Você é um idiota Hiro, não consegue nem recrutar mais um membro!

 

-E você Yuno? Tão poderosa e só sabe chorar e se lamentar. Se eu tivesse metade do poder que você tem, talvez eu conseguisse ser mais út...- Hiro foi prensado na parede por Yuno que apertava o pescoço do rapaz.

 

-Escuta aqui seu desgraçado, JAMAIS diga que minha maldição é um dom! ENTENDEU?!-Yuno gritou o que fez Hiro se encolher.

 

-Já chega! - o homem trovejou- Hiro, mostre o esconderijo a Hyaku e em seguida o leve junto com você para pegar o Garou. Yuno e eu vamos viajar por um tempo.

 

-Eu posso pegá-lo sozinha sensei!- Yuno exclamou- E-eu só preciso de genjutsu e...

 

-Não!- O homem gritou- você vai me ajudar naquele assunto, portanto, não quero que saia para recrutar mais ninguém.

 

Yuno abaixou a cabeça.

 

-Sim... sensei.

 

O homem tornou a encarar Hyaku.

 

-Hiro vai mostrar o lugar, sinta-se em casa meu jovem- ele sorriu e se voltou para Yuno- vamos.

 

Yuno assentiu e seguiu o homem pela caverna.

 

Hiro bufou e esfregou o pescoço.

 

-Aquela imbecil... ela vai ter o troco da pior maneira- ele sorriu de lado- Bom Hyaku, bem vindo a Akatsuki, vem vou te mostrar o lugar.


Notas Finais


BERGS LINDOS E XEROSOS TAÍ MAIS UM CAP SZ

Quero teorias sz (MESMO NO SEGUNDO CAP EU COLOQUEI UNS EASTER EGGS MUITO PRECISUS ENTÃO JÁ DÁ PRA FAZER UMAS TEORIA DA CONSPIRAÇÃO BEM BRISADAS -q)

Vou fazer assim, em cada cap vai ter uns easter egg pra cs formularem teorias (pq teorias são DIVINAS)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...