História Akuma Musume - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens Kaai Yuki, Kaito, Len Kagamine, Meiko, Miku Hatsune, Rin Kagamine
Tags Kagaminecest, Len×rin, Mikuxkaito, Rinlen, Servant Of Evil
Exibições 7
Palavras 900
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Ficção, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


...

Capítulo 1 - Capítulo único


"Rainha!", gritou um homem enquanto observava a figura loira dando a luz a duas pequenas crianças, puras e inocentes.... Claro, só por enquanto. Logo duas crianças nasceram, Riliane, a filha mais nova com um ralo cabelo loiro e olhos azuis, e Alexiel, o irmão mais velho semelhante a sua irmã. Assim, apenas pode-se ouvir a voz aliviada da rainha antes que perdesse a vida.

[...]

Três anos haviam se passado, os pequeninos conseguiram um amigo, Kaito o príncipe do reino do outro lado do mar, como todos chamavam. Ele sempre estava com Riliane, que sempre ficava deprimida quando ele se afastava. Claro, até Alexiel se aproximar dela e a fazer sorrir novamente. "Ei!", Disse o garoto, "Não fique triste! Eu ainda estou aqui!", ele sorriu para ela. "Eu sei! Hehe!" ela sorriu de volta para o irmão, e assim de mãos dadas eles foram brincar.

[...]

Ambos finalmente possuíam cinco anos, estavam crescendo muito rapidamente. Logo os adultos notaram isso, e viram que se eles ficassem juntos seus planos não serviriam de nada, por isso os adultos separaram os gêmeos miseráveis.

"Nosso nascimento foi muito desejado
             O sino da igreja nos abençoou
             Por razões egoístas de adultos
            Nosso destino foi separado em dois."

[...]

Anos, muitos anos se passaram, ambos agora possuíam seus quatorze anos e nesse dia voltariam a se reencontra, Alexiel já não possuía esse nome, agora ele era chamado de "Allen", um forte servo que deve morrer para salvar sua princesa, a tirana princesa que se formou com a personalidade podre. "Minha princesa...." disse Allen em um tom de voz calmo e relaxado, mesmo que na verdade estivesse muito feliz por reencontrar a irmãzinha. "Hum?" Ela riu sarcasticamente antes de continuar, "O que fazes em minha presença, servo?" ela realmente estava o desprezando, ela não estava brincando, sua personalidade estava podre, desde a raiz. "Hum... Não lembras de mim?" Disse ele com um tom de desapontamento na voz. "E por que eu deveria lembrar-me de ti?" Disse ela o encarando "Eu não me interesso por pessoas como você!" ela disse um pouco raivosa. "Nossa, eu achei que tu lembrarias de mim... Rin... Afinal o mesmo sangue que corres em ti corre em mim" Ele disse observando a gêmea se espantar. "L-Len?!" Ela correu e o abraçou. "Sim, my lady.... Sabe, agora eu irei te proteger com a minha vida!". "Eu sei!".

Mesmo que todos no mundo
            Se tornem seu inimigo
            Eu ainda irei te proteger
            Então só continue a sorrir como sempre

[...]

"Len", disse ela com sua voz calma. "Por favor vá a cidade verde, sabe compre algumas coisas!" disse ela a o gêmeo. "Claro, voltarei logo!", "Sim".

Logo Len chegou ao País verde, onde avistou Kaito, um ex-amigo passeando com uma belíssima garota típica da região, ela era tão bela que Len apaixonou-se a primeira vista pela menina.

Quando voltaste, se assustou com a ordem que recebera provinda de sua igual. "Len" Disse ela calmamente "Destrua o País verde!" Disse ela sorrindo. "... Sim minha princesa!" E Len logo se dirigiu ao País Verde onde matou todos sem misericórdia, principalmente sua amada. Ele estava fazendo tudo aquilo por Rin... Por que então ele estava chorando?

Quando eu visitei um país vizinho
            Vi uma dama verde andando pela cidade
            Era tao gentil e sorridente
           Que me apaixonei a primeira vista

Mas se minha princesa ordena que
           Eu elimine aquela garota
           Eu lhe obedecerei
           Por que as lágrimas não param de cair?

[...]

"RIN!" Len gritava desesperado pela irmã que estava calma em seu quarto. "O que foi Len?", ela disse com uma voz tranquila. "Fuja daqui imediatamente! Não é seguro!" ele disse como se fosse óbvio e ela se assustou. "Não se preocupe, é apenas um protesto..." ela disse voltando a beber seu chá. "Não... Rin, isso é uma revolução!". 

Logo Len havia trocado suas roupas pelas de Rin, que com lágrimas nos olhos jogou seu irmão para a morte para que ele pagasse por seus pecados, seus grandes e tenebrosos pecados.

[...]

A princesa havia sido capturada, ou melhor, o irmão gêmeo dela havia. Ele logo seria decapitado para pagar os pecados da irmã, mas ele não se arrependia, era como se ele soubesse que tudo também era culpa dele.

Finalmente a execução ocorreu, o sangue da cabeça que rolava desceu respingando na plateia. Onde se encontrava a fugitiva chorosa, que vira seu irmão morrendo na sua frente por sua culpa.

Riliane conseguiu fugir pagando o preço de ser deixada sozinha no mundo, se fosse assim, preferia ter morrido realmente.

[...]

Agora Rin vive em uma cabela afastada da cidade, que teima em dizer "Realmente, a princesa era a filha do mal" o que não deixava de ser mentira, mas ela sempre se lembrou do conhecido "servo do mal" que abandonou a irmã. Haha, pena que isso não aconteceu.

Agora a loira mora com uma sobrevivente do País Verde, que possuía cabelos brancos. Sim, agora elas eram amigas. Todos os dias porém, Rin se direciona ao mar e com tudo de seus pulmões ela grita e chora, pedindo para que seu desejo seja realizado, poder voltar a ver seu querido irmão.

[...]

Finalmente Rin chegou ao seu leito de morte, e antes de soltar seu último suspiro mencionou "Oh! É hora do chá! Espero que isso exista no inferno! Hahaha..." E assim, ela foi descrita pelo resto da história como...

 

A VERDADEIRA FILHA DO MAL!


Notas Finais


...

Ruim? Sim ou claro?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...