História Além das sombras - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, Big Bang, Black Pink, EXO, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Cl, Irene, Jisoo, Lay, Lisa, Park Bom, Sandara Park, Seungri, T.O.P, Taeyang, Xiumin
Tags 2ne1, Blackpink, Fantasia
Exibições 7
Palavras 2.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá xuxus, mas um capitulo e pra ver que estou inspirada fiz em plena semana de provas 😂😂😂😂😂
Mas é só pensar em EXO que passa a ansiedade, falar em EXO...não!!!!! É melhor lerem pra me entenderem😉😘

Capítulo 6 - Pesadelo ou realidade?


Fanfic / Fanfiction Além das sombras - Capítulo 6 - Pesadelo ou realidade?

“CL / ON”

                  ✿ฺ´`✿ฺ✿ฺ´`✿ฺ✿ฺ´`✿ฺ

Não demorando muito já estávamos na entrada do castelo, Irene foi a primeira a saltar em seguida Dara e eu.

   - Irene bem vinda ao meu...

  - Majestade! Majestade! – Bom vem gritando em minha direção desesperada.

   - O que houve Bom? – a olho com ar de desinteresse, pois Park Bom era filha de SeungHyun meu caçador de todas as horas e ela era sempre exagerada em tudo, sempre era a primeira, a saber das coisas, até cheguei a suspeitar que invadia minha sala dos espelhos, mas nunca a peguei em flagrante.

   - Majestade! – chega se curvando e depois me olha com ar de preocupada – meu pai SeungHyun tentou empedi-los, mas acabaram fugindo.

   - Do que está falando Bom? Seja mais clara sabe que odeio enigmas. – falo revirando os olhos.

   - Sua irmã majestade, fugiu e... – mal acaba de falar interrompo levantando uma das mãos a fazendo parar de falar.
- Bom, chame seu pai, diga que me encontre na sala dos espelhos. – falo calma esperando ser só mais um dos exageros dela.

   - Sim senhora! – ela sai depressa.

Viro para Irene e Dara, soltando um suspiro desanimador.

   - Irene precisa voltar para casa agora.

   - O que? Mas eu ia...

   - Sim! Mas previstos aconteceram e agora precisa voltar. – falo já dando as costas.

   - Eu não me importo, em conhecer o castelo sem você, a professora Dara pode me levar. – persistia ela quase choramingando.

   - Não! Eu dei uma ordem e não uma sugestão.

Viro para Dara a olhando firme.

   - A leve de volta e reforce as ordens.

Dara assentiu para mim, levando de volta para a carruagem, dava pra notar sua frustração e persistência em querer ficar, mas não tinha tempo para aquilo, volto para a sala dos espelhos a espera de SeungHyun para constatar o que Bom havia dito.

   - Mostra-me a sala das correntes. – falo ao um dos espelhos, logo vejo que estava totalmente vazia, mas me mantia neutra me recusando acreditar.

   - Majestade! – SeungHyun chega se curvando.

   - SeungHyun! Você está vendo o que estou vendo? – fico virada pro espelho a frente com a intenção que ele olhasse para o mesmo.

   - Sim majestade!

   - Então o que sua filha estava falando não é boato? – arqueio uma das sobrancelhas ainda olhando para o espelho.

   - Majestade – voz tensa – Eu sempre desconfiei dele daquele lobo, ficava lá dentro a horas com ela, até parecia combinar algo, esperou que vossa majestade saísse para que assim fugisse com ela e...

   - Porque você não os impediu? – o interrompo furiosa quebrando um dos espelhos ao tocar.

   - Majestade eu... – tenso.

   - Eu deixei sob seus cuidados SeungHyun, eu só fui ali e voltei, quando chego Jisoo não está mais aqui! – começo a levantar a voz.

   - Majestade, eu me culpo por esse descuido, o que posso fazer para compensar meu erro? - Fala se ajoelhando de cabeça curvada.

Dirijo-me aos outros espelhos pedindo a localização da Jisoo, vejo que estava na Vila dos Lobos onde Xiumin, seus amigos e parentes moravam, a verdade a maior parte dos lobos do meu reino moravam ali. SeungHyun levanta a cabeça olhando ao espelho percebendo sua localização.

   - Ele a levou para a sua vila? Mas que idiota! – SeungHyun fala impressionado com que ver, pois ele sabia no que ia dar.

   - Xiumin sempre foi um lobo obediente, fiel, e cumpridor de palavras. – falo andando em volta de SeungHyun  – não foi a toa que foi escolhido pelo pai, mas toda essa lealdade infelizmente não  foi cedida a mim, e sim a Jisoo – me direciono ao espelho – eu não me surpreenderia com isso, pois sabia que cedo ou mais tarde ele iria ficar contra mim e proteger ela.

   - Por isso está tão tranqüila? – ele me olha bobo.

Dou um sorriso de canto da boca o olhando como se a resposta fosse obvia.

   - Meu caro caçador, lobos fiéis aos seus protegidos são cegos, tolos e emocionais, ele vai fazer de tudo para mantê-la longe.

   - Até mesmo sacrificar a sua espécie por isso? – ele aponta a vila refletida nos espelhos.

   - SeungHyun! SeungHyun! você precisa estudar mais sobre os lobos em vez de só caçá-los – falo irônica – Xiumin é como uma criança inocente você dar uma faca pra ela, ela por si só já faz o estrago – falo olhando para a vila com um sorriso maléfico.

   - Então vou sair à caça é isso?

   - Sim! Mas não vá sozinho leve seus homens, quero que arranque ela de lá, e traga o lobo vivo eu mesma pretendo castigá-lo.

   - e se a esconderem ou a defenderem?

   - Então... – estendo a mão no espelho fazendo refletir a vila toda pegar fogo. – matem todos!

“Jisoo  / ON”

-------- “Corria desesperada por dentro da mata numa floresta que dava uma vila, mas antes que pudesse chegar nela, eu noto algo diferente, me sentia mais quente, meu coração batia mais rápido que o normal, minha visão mas ampla e o meu olfato mais apurado. Paro e olho pra baixo vendo duas patas enormes,percebo que tinha um focinho, olho para trás uma calda longa e peluda, eu era um lobo, mas como isso aconteceu? Pensava quando ouço gritos ao longe e logo vi uma fumaça acima, parto em direção a vila chegando lá, olho todos correndo de um lado para o outro,alguns em chamas, outros esticados no chão decapitados, vejo SeungHyun à minha frente segurando a cabeça sem corpo, era um lobo e quando percebo quem era sinto pontadas no coração e com muita raiva parto pra cima dele, mas que pudesse o alcançar minha visão escurece” ------------

Acordo assustada sentando na cama com a respiração ofegante. Levo minhas mãos à cabeça, a abaixando e apoiando nos meus joelhos levemente levantados, começo a sussurrar preocupada:

   - O que ela vai fazer? Porque esse pesadelo?

Nem havia notado onde estava de repente ouço uma voz a minha frente.

  - Ela quem?

Aquela voz parecia tão familiar, levanto o rosto e noto um rapaz alto de cabelos negros e curtos, um moreno formoso, havia até algumas marcas em seus ombros e braços, pois estavam com eles descobertos.

   - Quem é você? On-onde estou? Cadê Xiumin? – falava sem pausa notando os detalhes em volta.

   - Bom, primeiro preciso saber se está bem – ele se aproxima fitando meus olhos – Não parece abatida, está ferida?

   - Você é medico? – cruzo os braços o encarando.

   - Não, mas preciso informar seu amigo. – ele responde também cruzando os braços.

   - Xiumin? Sabe onde ele está? Diga-me, por favor, eu preciso falar com ele, eu imploro.

   - Calma ai bela adormecida, ele estava ferido tivemos que trazer a senhorita curandeira, Xiumin está com ela nesse momento, por isso preciso saber como está para poder trazer ela aqui se estiver ferida. – ele me encara sério.

   - Eu estou bem, só um pouco com fome.

   - Certo vou providenciar alimento pra você. – ele fala me dando as costas indo até aporta.

   - Você não me respondeu a minha pergunta moço. – o olho intrigada.

   - Xiumin está aqui do lado, estamos na Vila dos Lobos dentro da casa dele, e eu... - ele volta pra perto e sorrir de canto me olhando com aqueles olhos salientes – Não se lembra de mim boneca?

Quando ela fala “boneca” eu viajo no passado, e vejo de relance os quatro garotos que Xiumin havia me apresentado na primeira vez que vim aqui, arregalo os olhos surpresa o olhando de cima a baixo.

   - Cha-Chanyeol?

   - Eu sei faz um certo tempo que não nos vemos, não é mesmo? Mas sou o mesmo acredite.

   - Você está tão...tão...tão diferente! – eu iria dizer bonito, mas ele era muito convencido, então queria poupar elogios.

   - Agente cresce né boneca? – ele fala irônico – Já você está àquela mesma garotinha, só que espichou mais um pouco.

   - Garotinha? – pergunto franzindo o cenho.

   - Claro a menos que me mostre à diferença. – ele fala malicioso.

   - Dependendo de mim nunca irá conhecer. – falo séria já me levantando ansiosa para ver Xiunin, quando três rapazes entram no quarto.

   - Jisoo você está bem? – fala um deles.

   - Si-Sim estou. – sento de novo na cama tentando reconhecê-los.

   - Jisoo somos nós, Baekhyun, Chen e Lay! – ele sorrir apontando para cada um me fazendo lembrar.

   - Meu Deus vocês estão tão...

   - Lindos? – interrompe Chen passando as mãos nos cabelos.

   - Sedutores? – Lay arquea uma das sobrancelhas.

   - Crescidos e diferentes? – fala Baekhyun apertando os olhos ao sorrir.
- Baekhyun continua o mesmo cavalheiro de sempre, já os outros os mesmos safados.

Todos riem, e eu pela primeira vez desde sei lá, quando minha irmã me prendeu não sorria.

   - Que bom que está bem estávamos preocupados, principalmente Xiumin. – Baekhyun se senta à minha frente.

   - Baekhyun preciso falar com Xiumin agora, por favor, eu preciso falar é urgente!

   - Tudo bem, vamos até ele!

   - Ei calminha aí! – Chanyeol se manifesta – Ela precisa se alimentar primeiro!

   - Verdade deve está horas sem comer – fala Baekhyun preocupado.

Eu não podia discordar, minha barriga clamava por comida, mas aquele pesadelo me perturbava, sem mais delongas desço com eles até a cozinha, vejo uma mimosa mesa com um belo café da manhã, todos se sentam já se servindo.

   - Vem querida se sente aqui! – fala a mãe de Xiumin me conduzindo á mesa me sentando – Você está bem querida? Fica a vontade Xiumin já está descendo – fala já me servindo.

   - Sim estou bem obrigada, nossa deve está ótimo! – vejo ela me servir.

Começo a comer desesperada, era a fome que me fazia virar uma onça devorando um servo, todos me olhavam sorrindo, eu não parecia uma princesa.

   - Uau! Isso que é ser uma loba feroz! – fala Chen levantando um copo de suco como se fosse brindar algo.

   - Viva a nova loba! – diz Baekhyun.

   - Viva! – falam todos.

Fico sem jeito, mas confesso que me sentia em casa, não eram da realeza mas a simplicidade me cativava, todos voltam a conversar quando olho Xiumin descer, corro até ele o abraçando.

   - Xiumin! Graças a Deus que você está bem!

Ele meio que estranha o abraço nunca tinha feito aquilo, quando criança éramos mais chegados, mas depois de adultos a relação era apenas de protetor seguindo ordens, no entanto, estava tão acostumada com a presença dele que achava que era da família. Todos ali na mesa começam a sorrir jogando piadinhas, sobre nós dois ali abraçados, me afasto me recompondo e me corrigindo.

   - Quer dizer, eu estava preocupada com que havia acontecido e...

Viro pra mesa todos com aquele olhar imaginando coisas da gente. Então precisava conversar em particular com ele.

   – Vem preciso falar com você.

O puxo pra varanda, pois tinha mal pressentimento. Começo a falar sobre o pesadelo, que precisávamos sair dali, todos estavam em perigo por minha causa, eu falava sem parar quando ele tapa a minha boca, acho que era pra me conter um pouco e me acalmar, eu parecia aflita.

   - Eu sei que esse momento chegaria Jisoo! – ele segura minhas mãos e a fita-as. – É um sacrifício que teremos que correr.

   - Mas que sacrifício é esse? – me solto das suas mãos – Que tem que matar todos dessa vila? Não vou deixar isso acontecer não vou!

Saio correndo para dentro do quarto dele com a iniciativa de sair, mas rápido possível dali, quando desço todos já estavam reunidos na sala.

   - Não precisa ir agora Jisoo. – Baekhyun fala preocupado.

   - Nós te protegeremos. – diz Chen.

   - Jisoo me escuta vamos ao anoitecer é mais seguro. – ele pega em meu ombro.

   - Então porque me trouxe pra cá? - falo levantando a voz – Você ficou louco!

   - Jisoo...

   - Não! Olha pra eles. – vou em direção dos rapazes – São seus amigos e família, quer que eu me culpe pelo resto da minha vida?

Todos abaixam a cabeça e depois olham uns para os outros, talvez tivessem sentindo a mesma tensão que eu, então Baekhyun que parecia mais sensato enfim quebra o silêncio.

   - Ela tem razão Xiumin, vocês precisam ir, nós cuidaremos de todos aqui. – ele fala com firmeza.

Olho pra Xiumin e ele concorda com Baekhyun, viro para Baekhyun com ar de gratidão.

   - Obrigada!

   - Nada mais justo e se cuida está bem!

Abraço todos, quando chega a vez de Chanyeol ele me abraça forte e sussurra em meu ouvindo:

   - Você sempre consegue o que quer né boneca? Não se preocupe não vai se livrar de mim assim! A propósito o lobo que apareceu na sua fuga do castelo era eu.

Afasto o rosto, fitando seus olhos e de relance vejo a fisionomia daquele lobo coberto de neve, era ele, negro de olhos vermelhos, engulo seco e gaguejo.

   - O-obri-gada!

   - Me agradeça depois. – ele pisca pra mim.

Sorrio corada, Xiumin se despede de todos e chora um pouco ao abraçar sua mãe, quando vi me deu um aperto no coração, então me dirigir até Baekhyun.

   - Baekhyun me faz uma promessa?

   - Sim! - ele me olha.

   - Cuida da mãe dele, por favor!

   - Pode deixar alteza! – ele bate continência.

Já apostos saímos da casa, Xiumin se transforma, monto em suas costas e partimos dali o mais longe possível.

                 ✿ฺ´`✿ฺ✿ฺ´`✿ฺ✿ฺ´`✿ฺ


Notas Finais


E ai xuxus gostaram? Meu sonho esta em um quarto rodeados pelos meninos ahhhh😍😍😍😍...
Opsss glee volta, planeta terra chamando!
Ai desculpe eu estava imaginando !!!!💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...