História Além de uma Amizade - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amigos, Amor, Drama, Reencontros, Romance
Exibições 9
Palavras 1.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 8 - Vens?


Fanfic / Fanfiction Além de uma Amizade - Capítulo 8 - Vens?

-Vens?- perguntou ele.
Eu estava paralisada a olhar para ele.
Eu não faço a minima ideia como arranjei coragem para cantar, mas fi-lo. Enquanto cantava, escutava o que dizia. Era como se aquela canção tivesse sido escrita para mim e para o Fred. Eu não sabia se devia ir com ele.
Ele continuava a encarar me á espera de uma resposta.
-Uma salva de palmas para a Sasha e o Fred.- pediu o DJ.
Eu ouvi a multidão a aplaudir.
-Vocês são uma dupla incrivel.- sussurrou o DJ.
Virei me para o público.
-Obrigada.- e ao dizer isto sai dali.
Eu não queria encarar o Fred. Eu tinha imenso medo do que podiamos dizer um ao outro. Eu não queria arriscar.
Sai do Karaoke a correr, tendo consiência que o Fred estava atrás de mim. Andei mais rápido.
-Sasha.- disse ele, mas quase não se ouviu por causa da gritaria das pessoas.
Eu entrei por entre a multidão.
A Sam devia ter alguma coisa a haver com isto. Por isso é que ela insistiu tanto para eu ir ao karaoke!
Eu não sabia onde estava a Sam e não trouxe o meu telemóvel para lhe ligar.
Eu não fazia a minima ideia onde eu estava a ir. Havia tantas pessoas á minha frente que eu não via nada.
Quando finalmente saí da multidão reparei que estava na parte mais isolada do parque. Como é que eu vim aqui parar. Eu já ia dar meia volta, quando me apercebi que ele estava atrás de mim.
-Agora não podes escapar.- disse ele.
Virei me.
-O que é que tu queres Fred?- perguntei nervosa.
-Eu... Sasha eu... Nem eu sei.- disse ele. Ele também parecia nervoso.
-Então porquê que vieste atrás de mim?- perguntei.
-Sasha, eu passei quatro anos sem te ver! Não sabia como é que estavas ou o que fazias. E do nada vejo-te numa festa de um cara qualquer e ficas á espera que não te procure?
-Sim. Era mesmo disso que eu estava á espera. Mas já viste. Estou com perfeita saúde e muito bem obrigada. Podes ir.- disse eu rude.
-Tu não precisas de me falar assim.- ele parecia ofendido.
-Mas eu quero. Agora, por favor, deixa-me ir para casa.- e ao dizer isto passei por ele.
Ele agarrou-me no pulso.
-Achas que vou deixar-te ir assim?-disse ele a olhar me.
-Larga-me.- pedi.
-Sasha, olha eu sei que errei contigo e arrependo-me, mas não precisas de me tratar assim.
-Larga-me.- pedi outra vez.
-Tu também erraste.
Eu olhei-o.
-Eu nunca disse que não o tinha feito. Agora, larga-me. Por favor Fred.- disse.
-Sasha, eu...
-FRED LARGA-ME.
Ele soltou me.
Quando dei conta, algumas pessoas olhávam para nós. Detesto ser o centro das atençoes. Pelo menos neste momento.
-Passa-se alguma coisa?- disse um segurança.
Boa, só faltava a policia.
-Não.- dissemos eu e o Fred ao mesmo tempo.
O segurança pareceu não acreditar em nós ao inicio,mas quando reparou que não estávamos a mentir foi-se embora.
-Bem, isto foi. ..-começou o Fred.
-O que é que queres mesmo de mim?
Ele olhou me novamente.
-Eu não sei, Sasha. Acho que no fundo...eu só queria ver-te outra vez.
-Já me viste, por isso..
-Fogo Sasha! Desculpa. Podes não acreditar, mas eu não queria que as coisas tivessem acontecido daquela maneira. Eu demorei imenso tempo a perceber que estava errado, mas pelo menos não fugi como tu.- acusou me.
-Eu não fugi! Eu não tinha escolha.- defendi-me.
-Mas mudarias isso?
Eu calei me e foi isso que me denunciou.
-Estás a ver? Foste embora e nem sequer me disseste nada!
-E porquê que isso te afeta? Durante aquele ano estavas a lixar-te para mim. Para ti deve ter sido um alivio veres-te livre de mim.- acusei o.
Eu sabia que as coisas não eram bem assim, mas se era para acusar, que assim fosse.
-Posso ter-te passado essa ideia, mas não era assim. Tu sabes. Podias ter-me contado..
-Eu não podia. Tu sabes que não!
-Porquê?
-Porque nós nem sequer podiamos estar na mesma sala sozinhos! Porque eu já nãp confiava em ti e tu também não. Porque a nossa amizade morreu ali!!- gritei.
Ele olhou-me e eu sabia que estava a chorar. Como ele não disse nada decidi continuar.
-Sabes Fred, tu agora podes admitir que estás errado, mas há 4 anos atrás não era assim! Só me ia magoar mais do que já estava! Porque tu foste perito nisso!
-E tu? Tu mentiste-me Sasha! Eu confiei em ti e o que tu fizeste? Trais-te a minha confiança. Isto tudo começou por tua causa. Eu não te pedi para gostares de mim! Foi uma escolha tua.- disse ele.
Eu já estava mal e com aquela acusação os meus olhos não aguentaram...
Ele reparou nisso e no impacto que acusou..
-Sasha, eu...
-CALA-TE!! Ainda bem que me fui embora. Eu não senti nem um pouco a tua falta. E quando eu me for embora outra vez, só espero não te voltar a ver. Eu ás vezes me pergunto se a nossa amizadd foi real ou estavas apenas a gozar comigo.
Ele pareceu chateado.
-Talvez a segunda....
Eu não aguentei e fui me embora sem olhar para trás. Os meus olhos não aguentavam.

POV Freda
d
Ok, eu sou oficialmente o rapaz mais estupido de todos.
Eu não queria dizer aquilo, quer dizer.... A ideia não era aquela... Eu fui mesmo muito estupido!
Quando eu vi a Sasha a chorar eu senti uma dor muito forte... Não era uma dor qualquer.... Eu senti algo que nunc senti.
Eu só não fui atrás dela porque eu sabia que não ia valer de nada.
Recebi uma mensagem.
Era a Lola.
"Oi amorzinho, tás a onde? Pensei que podiamos ver um filme em minha casa e passavas cá a noite".
Eu não estava mesmo com vontade para isso.
"Desculpa, estou ocupado. Teste de condução. Fica para outro dia."
Apanhei um taxi e fui me embora. Tenho que ver como vou resolver isto.

POV Ana
Eu estava em casa a ver o Titanic, enquanto comia um pote de gelado de baunilha. Tinha uma caixa de lenços quase vazia e vestia o meu pijama dos BTS.
Sim, eu sou super louca pelos BTS e a melhor coisa que me podia acontecer era ve-los ao vivo!
-Ele não te ama!- gritei á protagonista.
-Tens razão.
Estava tão obcecada com o filme e a pensar no Diogo que nem reparei que a Sasha tinha chegado. Ela estava horrivel.
-Mas o que é que te aconteceu?- perguntei ao parar o filme.
-É muito complicado. E tu? Porque raio é que estás a ver o Titanic de pijama e a comer gelado?
-Eu só conto se tu me contares.- disse eu.
-Ok. Há gelado de chocolate?
Passado 10 minutos a Sasha já estava sem maquiagem, com um pijama de pandas e a comer gelado de chocolate.
-Conta.- pedi.
-Vi o Fred outra vez.
-A sério?
-Yh.
Ela contou a historia toda e eu ouvia atentamente.
-Sasha..
-Hum.
-Tu avisas te a Sam?- perguntei.
Estava na cara que não. Ela pegou no telemovel e enviou uma mensagem.
-Já está! E o que aconteceu entre ti e o Diogo?
Eu contei-lhe tudo sobre a minha discussão com o Diogo.
-Ele vai perceber que tu és o amor dele.- disse a Sasha.
-Basta saber se quando isso acontecer eu vou querer estar com ele.- disse.
Ela olhou-me e pos o filme no play.
Passado 5 minutos ela perguntou-me:
-Ana, porque raio estamos a ver o Titanic, se nem somos grandes fãs.
-Porque queremos afogar as nossas tristezas.
Eu e ela começámos a rir.

Notas Finais


Gostaram????? Qual sera o final para aAna?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...