História Alexsander e o livro mágico - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Drama, Ficção, Hentai, Mistério, Romance
Visualizações 9
Palavras 808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olaaaaa , como estão ?
Então mais um capítulo pra vocês , espero de coração que gostem , boa leitura 😆❤️❤️ e Sorry por qualquer erro.

Capítulo 2 - Vovó?


Fanfic / Fanfiction Alexsander e o livro mágico - Capítulo 2 - Vovó?

Quarta-feira 12 de julho

Pov's Alexsander

- Tudo bem -eu disse a ela,e então resolvi que iria lá dar uma olhada estava sem sono e abalado pelos acontecimentos. – Vovó, eu vou ir lá dar uma olhada agora, tudo bem ? – perguntei e ela afirmou com a cabeça que eu poderia ir, apontando para a esquerda, onde havia um corredor longo. – no final do corredor você vai encontrar uma porta, aqui está a chave que vai abrir a porta.

Com o fim dessas palavras eu me retirei da mesa, e fui andando lentamente até o fim daquele corredor. Onde havia um pequeno alçapão, procurei por uma fechadura onde pudesse encaixar a chave que minha avó havia me dado, a chave era um tanto peculiar, mas no momento não dei muita bola. Eu queria mesmo ver o lugar que eu iria passar boa parte dos meus dias. Cheguei até a porta era um pouco difícil de abrir, mas com um pouco de força a abri, uma nuvem de poeira saiu de dentro e senti que a renite iria me fazer uma bela e longa visita, tinha um interruptor, apertei ele e logo uma fileira de lâmpadas ligaram com dificuldade, pelo visto a vovó não vem muito aqui, então decidi descer logo aquele lance de escadas e ver como está lá em baixo, me deparei com algumas caixas e outras coisas que não eram mais utilizadas. Bem nada como uma bela faxina para deixar isso aqui um brinco. Acho melhor voltar amanhã cedo, já é quase 00:00, subi as escadas de volta, apaguei as luzes e tranquei a porta. Fui em direção a vovó para lhe dar boa noite, mas ela não estava mais na cozinha e eu ainda não estava familiarizado com a casa para ir atrás dela, resolvi ir logo para meu quarto e me deitar.

Quebra de tempo

Quinta-feira 13 de julho

Pov's Alexsander

Acordei com a minha vó me chamando para tomar café, então como ela pediu eu me levantei e fui até o banheiro primeiramente fazer minha higiene matinal e arrumar a cama, depois de tudo feito fui até a mesa do café que estava linda e cheia de comida. Então eu me sentei e disse

-Bom dia vovó –E ela gentilmente respondeu ao meu bom dia.

-Bom dia meu anjo, pode comer o que quiser, depois do café eu vou até a cidade, quer vir comigo? Temos que ver sobre sua transferência para um colégio perto de onde moramos.

– Claro vovó, vamos sim e eu preciso comprar umas coisas também pra arrumar o porão. –terminei a frase e fui tomar meu café.

Quebra de tempo

Eram duas da tarde e eu estava no centro junto com a vovó, ela tinha ido a escola e eu fiquei em uma lojinha comprando umas leds e coisas para enfeitar meu novo local de trabalho, quando algo fora da lojinha chamou minha atenção, era um gatinho meio ruivinho perambulando sozinho, como sou um tarado por gatos eu saí instantaneamente dá lojinha e fui em direção ao gatinho, que saio correndo logo em seguida e obviamente eu fui atrás dele, mas o perdi de vista. Voltando pra loja termino de comprar as coisas e vou até um café, onde marquei de encontrar com minha avó. Me sentei e pedi um suco de laranja , que era o favorito da minha mãe. Meu coração apertou com os flashbacks que passaram na minha mente, os bons momentos e tudo me deixou bem triste, meu coração doía e meus olhos estavam marejados. Decidi afastar os pensamentos e não tardou muito para avistar minha avó vindo, com umas compras e se sentando junto de mim

- Olá meu querido – ela disse se ajeitando na cadeira e me encarando – fiz sua matrícula e você pode começar amanhã cedo – ela disse olhando o cardápio e chamando o garçom que venho rápido – Olá tudo bem ? Eu gostaria de um café preto médio – Okay senhorita – disse o garçom e a vovó deu risada.

Logo o que pedimos chegou e tomamos e demos umas risadas, pagamos a conta e voltamos para a casa e eu fui direto pro porão dar uma ajeitada.

Quebra de tempo

Pensei que nunca fosse acabar e como previsto da faxina eu estava espirrando feito louco, mas valeu a pena estava tudo limpinho e arrumado. Fui chamar a vovó pra ver e sai pela casa a procurando, porém não a achei. Então decidi chamar ela – Vovó , a senhora está por aí ?? , quero lhe mostrar uma coisa, pode vir aqui em baixo.Não tive nenhuma resposta, e resolvi subir procurar por ela, e ela não estava em nenhum. Havia um quarto no fim do corredor com a porta entreaberta, como não queria ser um invasor de privacidade, chamei por ela antes de entrar e novamente não tive resposta, então entrei no quarto e..


Notas Finais


Então hahaha , até mais logo ,tem mais capítulos, me digam o que acharam , beijooos ❤️❤️❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...