História Algemados pelo Destino - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Comedia, Hinata, Naruto, Romance
Exibições 189
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoal! Não sou nova por aqui (fiz uma outra conta, já faz muito tempo que não escrevi e nem li nenhuma fanfic, então estou apenas relembrando como era xD) Mas espero mesmo assim que gostem e.e (Essa fanfic é apenas uma imaginação que veio de repente, mas se caso eu conseguir imaginação para continuar, vai ser uma das histórias que com certeza irei continuar escrevendo).

Capítulo 1 - Prólogo


Algemados pelo Destino

Capítulo 1 – Prólogo

- Por que eu tenho que ser tão desastrada? Eu não acredito que realmente fiz isso! – disse Hinata se culpando pela milésima vez pelo seu vergonhoso ato. – Eu não sirvo mesmo pra medicina, meu negócio é música! Mas quem diz que minha mãe aceita isso? Vou fugir e se tornar uma produtora de sucesso! Com certeza!

Ao entrar no banheiro que de acordo com Hinata era o banheiro mais imundo que ela já viu na vida, se deparou com suas colegas de trabalho, que nunca foram gentis com a estagiária no começo de sua vida na medicina.

- Olha, será que é a pessoa que ao invés de cortar a veia renal cortou a do pâncreas? – cassou sua colega de trabalho; Ino, por seu grande avanço na medicina.

- Pois é, será que não é a pessoa que ao invés de cuidar da vida dela está cuidando da dos outros? – respondeu Hinata, já irritada com o comentário sem graça da loira.

- Pelo menos ela não cortou a veia errada! – a rosada defendeu a amiga.

Hinata simplesmente revirou os olhos enquanto as demais caiam na gargalhada, no fundo ela queria xingar-las de todos os palavrões existentes, mas ela disse para si mesma que não valia a pena. Saiu dali vermelha de raiva de deixar novamente as duas caçoarem dela sem poder fazer alguma coisa.

- Eu queria um dia dar um troco nelas... Daria tudo para isso acontecer, pena que isso me prejudicaria muito mais do que eu sozinha já me prejudico. – se entristeceu ao se lembrar dos erros que sempre comete no trabalho. – Por que não posso ser boa no trabalho como elas? Sakura praticamente nunca errou uma vez sequer em cortar algo, Ino sabe de letra cada osso, músculo e qualquer coisa que aparecer. E por que eu não tenho um dom também? – tagarelou a morena novamente sobre como as outras pessoas são incríveis e ela sem nenhum talento.

Já eram 18h00min em seu relógio, ela não queria ficar ali por mais nenhum instante, mesmo tendo que permanecer até as 20h00min, ela resolveu ir para casa e esfriar a cabeça do seu “vexame” no trabalho.

As coisas nunca deram certo para a morena, no seu primeiro namoro foi traída em apenas uma semana juntos, no trabalho sempre fez algo errado como; quebrar algo, jogar café em seus colegas e no próprio patrão e “cortar o local errado”. E seu único desejo era ser uma produtora musical, ela sempre compôs músicas desde criança, sempre foi apaixonada por instrumentos e qualquer tipo de música que lhe atraia a atenção, porém seus pais sempre foram contra essa idéia de compor músicas ou qualquer tipo de idéia que ela sugerisse que não fosse algo relacionado a “medicina”.

- Poxa, estou sem dinheiro para pagar um táxi, que droga! – retrucou.

De repente viaturas e mais viaturas passaram a sua frente numa velocidade feroz, ao que se deduzia um roubo de mercadorias.

- Olá senhorita – um rapaz com uma máscara e roupas rasgadas lhe chamou a atenção – Você poderia guardar isto para mim? – ele lhe entregou um colar de pérolas brilhantes e de aparência caríssima, ela ficou impressionada com uma pessoa com roupas rasgadas ter um objeto desses, mas resolveu deixar para lá. – É muito valioso para minha família, infelizmente eles morreram, mas eu sobrevivi, você vê essas viaturas? – ele apontou para o lado onde os carros passaram. – Eles estão atrás de mim porque acham que eu furtei isso, tome, eu vou fugir e tentar uma vida no exterior, porém antes quero dar isso para alguém que o cuide verdadeiramente, você pode me fazer esse favor? – disse o homem com voz de choro, Hinata se comoveu rapidamente e aceitou a oferta sem pensar duas vezes, apanhou o objeto e como um alívio o rapaz lhe respondeu – Obrigado moça! – e partiu tão de repente que nem ela mesma o viu partir.

A morena, comovida com a história do rapaz, andou calmamente olhando para o objeto em sua frente, pensando em como existem pessoas boas no mundo, quando se assustou ao sentir mãos sobre seus ombros e retirar o objeto de sua mão rapidamente a prendendo com algemas, Hinata estava sem entender nada do que acontecia naquele instante, só escutou antes de entrar no carro um policial lhe falar com voz de superioridade como se ela fosse uma criminosa:

- Você está presa, sua ladra! 


Notas Finais


Eai, gostaram? se sim fico feliz e ficarei mais ainda se receber comentários! Haha
Não sei se continuarei, mas vou tentar continuar esta histórias xD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...