História Algemas do Amor.(Imagine incesto Sehun) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, Sehun, Xiumin
Tags Exo, Incesto, Kpop, Sehun
Visualizações 80
Palavras 930
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii Gente.
Eu tinha excluindo essa fic sim,mas eu reli ela,e acabei ganhando mais criatividade.
OBRIGADA A VOCÊS MEUS AMORES QUE COMENTARAM CONTINUA A FIC
ESTOU MUITO FELIZ.
Agora sem mais delongas vamos ao capítulo
❤3❤

Capítulo 18 - Seleiro


Fanfic / Fanfiction Algemas do Amor.(Imagine incesto Sehun) - Capítulo 18 - Seleiro

S/N On

Mamãe? Era ela? Não pode ser ela já tinha morrido a muito tempo. Ah meu deus,eu estou confusa,mas estou emocionada.

_Mãe? É a senhora mesmo. Meu Deus.-Abracei a mulher fortemente e ela retribuiu.

_Demorei,mas cheguei.-Falou. 

(...)

Nossa eu não sabia que a minha mãe era tão doce e gentil. Ela falou de sua jornada do Brasil até aqui em Seul. Ela falou do meu antigo "pai" e falou do meu biologico,que Hoje em dia já falecido. Eu estou me divertindo muito com ela,mesmo eu tendo conhecido ela agora mas,eu já a amo muito,minha mãezinha. E outra coisa,ela amou meus filhos, é tanto que não para de fazer tranças no cabelo de Isabel.

_Eu gostei mais daqui da Coreia do sul,tem menos guerra que o Brasil.-Falou e todos caíram na gargalhada.

_Então mãe,seria muita falta de educação eu mandar a senhora ir dormir em um albergue, então,a senhora vai dormir no quarto de hóspedes com Yoora,a minha cunhada.-Falei apresentando a moça de cabelos curtos.

_Ah muito prazer, irmã de Sehun?-Pergunta e eu mudei a expressão e ele também.

_Ah não,eu sou irmã do ex marido dela.-falou e minha mãe tentou disfarçar.

(...)

Elizabeth on

Eu estava muito feliz de conhecer minha avó,ela era muito divertida,e engraçada. Mas eu estava preocupada com outra coisa, talvez eu tenha feito besteira sim,mas o que posso fazer,estou apaixonada por Jonghyun. Nós combinamos de nos encontramos na fazenda de 19:30,e são exatamente,19:30. Nervosa, Medrosa,isso me definia. Eu já era muito amiga dele,mas eu nunca fiquei muito perto dele.

Bem,visto meu vestido branco,e arrumo meus cabelos. Desço as escadas sem fazer barulho,para não acordar todo mundo.

Vou para a fazenda e de lonje vejo uma iluminação. E quando chego perto vejo uma mesa pequena com dois banquinhos e logo a minha frente o meu fazendeiro lindo e perfeito aos meus olhos. Esse homem,ele é uma dose de pecado,Quando eu olhava em seus olhos eu via a malicia em si.

_Elizabeth? Você veio.-Falou dando um abraço forte em mim. 

_Claro que vim. E Jonghyun,que lindo o que você fez.-Falei analisando o seleiro cheio de feno e o cantinho aonde estava a nossa comida.

_Sente-se por favor.-Falou dando espaço para mim sentar. Eu me sentei e ele logo sentou em seu canto. Era estranho,eu nunca vi ele vestido assim, tão arrumado. _Então Elizabeth, gosta de macarronada?-Pergunta e eu sorri boba.

_Você sabe né, você é o único que sabe disso.-Falei e ele riu alto.

(...)

Depois de muita conversa, nós ainda permanecemos conversando. Bem,eu tinha bebido um pouco de vinho, é errado? Sim,e muito,mas nada pode interromper esse momento especial.

_Elizabeth, você é tão linda,eu nem sei como me expressar.-Falou colocando uma mecha no meu cabelo para trás. Eu sorri boba para ele. _Eu quero te perguntar uma coisa.

_O que?-Pergunto curiosa.

_Namora comigo?-Pergunta segurando minha mão. Deixei gotas de lágrimas escorrerem em meu rosto,e de uma vez fui para o seu abraço.

_Sim,claro que sim.-Falei e do nada eu ataquei seus lábios ferozmente. Quando eu saio do mesmo ele me encara,e logo eu fico corada. Me ajeito no banco.

_Por quê parou?-Pergunta sacana. E eu sorri ladino.

Puxei sua gravata e o carreguei até um canto aonde tinha bastante feno. O deixei sentado em cima do local. Eu fico em frente do mesmo e começo a tirar meu vestido lentamente,deixando somente uma camisola a cima do joelho de renda,dando para ver meus seios pequenos e minha intimidade ainda com poucos pêlos.

Jonghyun morde os lábios,e percebo uma animação em sua calça. Ele se levanta e vai para perto de mim me agarrando com força, Fazendo eu ter um choque. O mesmo morde meu pescoço e logo parte para o lóbolo da minha orelha. Esculto sua respiração asselerada e logo ele fala algo.

_Gostosa. Como pode ser tão gostosa apenas com 15 anos.-Falou lambendo meu pescoço me fazendo ir ao paraíso.

_E como você pode ser tão gostoso com 40 anos.-Falei em seu ouvido.

_Vem cá vem.-Ele me puxa e me deixa sentada em eu colo.

Ele rasga minha camisola,me deixando toda exposta para o maior. Ele ataca o meu seio esquerdo,dando chupadas e mordidas. Eu não perco oportunidade e começo a tirar sua roupa, peça por peça.

(...)

_AHHH,Hum,hum.....-Gritei mais uma vez. Eu estava dando um dane se para o mundo, não tem sensação Melhor do que transar,e ainda mais transar sentada em cima de um Homem,como Jonghyun. Eu não parava de quicar nele, e claro ele ajuda._Ahh..ahh...ahhhh,Jonghyun!-Gritei do tamanho prazer.

_Hum,tô perto Princesa.-Falou em um tom meio desesperado. Não demorou e eu logo sentir jatos dentro de mim e em minha barriga. 

_Arh,Amor,eu amei isso.-Falei ofegante caindo por cima dele.

_Coitado dos bixos,eles devem ter ficados surdos de tanto você gritar.-Falou divertido e eu começo a rir.

S/N on

Eu juro ter ouvido um grito de algum canto. Já são,21:00 da noite,o que é isto?. Me levanto da cama de vou no quarto de Elizabeth,ah meu Deus,ela não está aqui,e agora,Sehun nem em casa está.

Desço as escadas e vou a fazenda,quando vejo que a luz do celeiro está ligada,UE? O que Minho e Jonghyun fazem uma hora dessas. Me aproximei do lugar até escultar barulhos estranhos, não, não pode ser.

_OHH, Elizabeth!-Eu não acredito. Minha filha,eu devia ter desconfiado. Era os gemidos dela que eu estava escultado do meu quarto.

Eu apenas saio desse lugar,desgostosa e decepcionada. Não posso falar a Sehun,ele iria bater nela até sair sangue,e ele, poderia até morrer.

Ai Jesus.

Elizabeth On

07:00 AM

Abro os meus olhos e vejo que ainda estou no celeiro. Percebi que Jonghyun ainda está dormindo,e ainda estamos pelados.

_Hyun oppa?-Chamei e ele logo abriu os olhos lentamente.

_Hum,bom dia princesa.-Falou dando um beijo em minha testa. _Dormiu bem?

_Sim sim.-Falei e ele sorri pequeno.

Pego as minhas coisas e me visto rapidamente. Saio do seleiro com ele,quando vejo o meu,Pai?

_Vadia!


Continua...


Notas Finais


Ohhhh
Tá tenso em! 👀

Até a próxima
❤👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...