História Algo Mais ->> Kaisoo - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 367
Palavras 1.439
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong-haseyo. 👯
Mais um capítulo da fanfic.
Espero que gostem.❤
Boa Leitura.📖
Ass:🐰

Capítulo 17 - O Que Você Fez Jongin?


Fanfic / Fanfiction Algo Mais ->> Kaisoo - Capítulo 17 - O Que Você Fez Jongin?

~Do Kyungsoo ON~

~De Noite~

Eu e Jongin estamos deitados na cama do quarto dele, vendo um filme. Quando meu celular toca:

-Número desconhecido. - Falei baixo, porém Jongin ouviu e pegou o celular de minha mão.

-Eu atendo. -Aceitou a ligação e levou o celular até seu ouvido. - Alô. Não, número errado, tchau. -Desligou e me devolveu o celular.

-Quem era? - Perguntei.

-Não sei. Vem, volta a ver o filme. - Me puxou e me fez deitar em seu peitoral. Enquanto acariciava meus fios de cabelo.

~Dia Seguinte~

Acordei antes de Jongin. Saí debaixo de seus braços delicadamente, pois o mesmo não me soltou um minuto sequer durante a noite toda. 

Fui até o banheiro fazer minhas higienes. Quando saio do banheiro não vejo mais Jongin na cama. Dei alguns passos e sou surpreendido, por duas mãos em minha cintura me erguendo. 

-Wuaa! Jongin! - O mesmo se senta na cama, me colocando em seu colo. - Por que fez is...-Interrompido.

Tenho meus lábios selados, antes mesmo de terminar a fala. Jongin levou uma de suas mãos até meu cabelo, o mexendo delicadamente durante o beijo. Tentei afastá-lo, porém o mesmo levou suas duas mãos rapidamente até minha costa me segurando. 

Parei de resistir e cedi ao beijo carinhoso de Jongin pela manhã. Antes mesmo da falta de ar se fazer presente, fomos interrompidos por Xiumin:

- Garotos! Ainda não acordaram? Vão se atrasar! 

Empurrei Jongin e respondi: 

-Já estamos descendo. 

-Okay. Não demorem. -Retornou.

"Bobo". Gesticulei com minha boca, recebendo um sorriso de Jongin em troca. 

~Na Escola ~

Eu e Jongin adentramos a escola de mãos dadas, recebendo olhares de muitos. 

-Nos olham estranho, melhor pararmos. -Disse baixo para Jongin. 

-Não. Eles que aguentem, mas eu não te solto. - Apertou mais minha mão, qual segurava. Fomos até a sala de aula. 

Quando as aulas terminaram, era a hora do intervalo. Jongin veio até minha mesa e disse:

- Espera aqui, okay? Eu vou comprar algo para comermos. 

Acenti com a cabeça e recebi um beijo na bochecha. 

~10 Minutos Depois~

Jongin ainda não veio, estou ficando preocupado. 

Olhei pela janela da sala, onde da no corredor e vi duas garotas correndo. 

-Hey! - Chamei e uma delas me olharam. - Onde estão indo? 

-Está havendo uma briga com dois garotos na frente do refeitório, estão dizendo que um deles é da sua sala e outro da minha. Vem! - Eu que havia me direcionado até a porta, fui puxado pela garota até o local.

Quando chegamos vimos uma roda formada por gente. 

-Licença, licença por favor. - A garota dizia nos levando para frente. 

Quando ficamos de frente às pessoas que estavam brigando, me deparei com Jongin, segurando a gola da camisa de um garoto. 

-Vamos! Repete! -  Disse Jongin e desferiu um soco no maxilar do garoto. - Repete, seu idiota! 

-Jongin! - Gritei e vi o mesmo se virar para mim. E percebi que o mesmo estava com o rosto machucado. - O que pensa que está fazendo?!! 

-Han. - O garoto falou, cuspindo um pouco de sangue. - Seu namoradinho veio. 

-Seu idiota! -O largou e chutou seu estômago. 

-JONGIN! CHEGA! - Fui em sua direção, e agarrei seu braço. - VAMOS. - Fui o puxando, até a sala. - Quando chegarmos em casa vamos ter uma conversa muito séria. 

-Mas, Soo eu...- Interrompido. 

-Vamos conversar em casa. Agora temos aulas. 

Me virei e dei um passo, porém fui impedido de seguir.

Jongin envolveu seus braços em volta de minha cintura e me abraçou fortemente. 

-Me desculpe Soo. Eu sei que você não gosta de brigas, mas...bom eu te conto tudo quando chegarmos em casa. Só me desculpe. Okay? - Beijou meu pescoço. 

-Eu te perdôo. Só não faça mais isso. Certo? - Perguntei me virando de frente para o mesmo. 

-Certo! - Me roubou um beijo. - Te amo, baby. 

-Eu também te amo. - Jongin acariciou meu rosto.  

~Depois Das Aulas~

~Em Casa~

Chegamos em casa e fui para a cozinha fazer o almoço, antes das crianças chegarem. 

-Que cheirinho bom. - Jongin me abraçou enquanto eu refogava alguns legumes. 

-Estou fazendo um almoço caprichado. - Respondi, adicionando as cebolas na panela. 

-Não é do almoço. - Passou seu nariz em meu pescoço, o cheirando. - É você, Soo. -Beijou meu pescoço. 

-Jong...in. Daqui a pouco as crianças chegam. - Disse enquanto um arrepiu passou por meu corpo.

-Só uma lasquinha, Soo...-Pediu manhoso. 

Fui virado rapidamente e tendo meus lábios tomados na velocidade da luz. Kai passeava suas mãos pelo meu corpo, chegando até meus glúteos e os apertando. 

Me ergueu em cima da bancada e retirou minha camisa. Coloquei minhas mãos em seu peito e tentei separá-lo.

-São apenas 11:46, Soo. Eles não chegam tão cedo. Não se preocupe, baby. 

Sorri e ataquei seus lábios.

Levei minhas mãos até sua costa e comecei a arranha-la. Quando me lembrei de algo e separei-me de Jongin. 

-Por que fez aquilo? - Perguntei e Jongin virou um pouco a cabeça para o lado.

-Fazer o que? -Perguntou com uma expressão de desentendido completamente fofa...

 NÃO! Lembre- se do que ele fez Kyung! 

-Por que estava batendo naquele garoto? -Jongin revirou os olhos. 

-Ah Soo. Sério que você interrompeu nosso momento por causa daquele idiota? Não faz isso, baby. - Passou sua mão por minha cintura e me puxou para perto de si. -Vamos esquecer ele e focar somente na gente, hn? - Voltava a beijar eu pescoço.

-Eu não faço nada até você me explicar o por que daquilo. - Se separou e me olhou sério.

-Okay. Eu falo. - Começou a cheirar o ar. - Não tem nada queimando? 

-YAH! O almoço!!

~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆

-É a primeira vez que o Hyung queima o almoço. - Disse Baek, brincando com a comida dura e queimada em seu prato. 

Lancei um olhar aterrorizador a Jongin, que segurou o riso. 

-Podemos pedir pizza! - Falou Jongin.

-Ebaa! - Festejaram os dois irmãos menores.

-Pizza de almoço? E a saúde dos pequenos? - Perguntei. 

-Soo, uma vez na vida não faz mal. - Disse Jongin. 

-Mas ainda da para comer, olha...- Dei uma garfada no "alimento" a minha frente e levei a boca, desfrutando do gospo de pneu queimado, me levantando indo até a cozinha, colocando aquela coisa no lixo e digo ao chegar na sala... - Vão querer pizza de quer sabores? 

-Ihuul! - Festejavam os pequenos.

-Você está bem? - Perguntou Jongin ,segurando o riso. 

-Vou te assar para o almoço amanhã. 

~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆~∆

Já é de noite. E estamos na cama. Eu e Jongin e no quarto de hóspedes Baek e Sehun. 

Enquanto recebia uma carinho de Jongin, fiquei pensando ...

"Onde o Chen dorme. Tirando o quarto de hóspedes, só tem o quarto de Xiumin."

-Nini...-Chamei Jongin, que me olhou surpreso.

-Por que me chamou assim? - Perguntou.

-Não posso? Não gostou? - Perguntei triste.

-Não, bebê. - Me abraçou. - Adorei. E o que foi? 

-Onde o Chen dorme? - Perguntei direto.

-No quarto do meu appa. - Respondeu simplista. 

-Juntos?

- Não sei. Nunca perguntei. Mas por que a pergunta? - Me olhou. - Não está a fim do Chen, né? 

-Bom, ele é bonito, não posso negar...realmente muito bo...wua! 

Jongin pulou em cima de mim, me fazendo cócegas. 

-Não ouse terminar sua fala! - Disse rindo. - Eu sou seu homem! Entendeu? - Aumentou a velocidade das cócegas. Rindo junto comigo, e meu desespero. 

-Entendi! 

Parou e deitou-se novamente ao meu lado. Minha respiração descompassada, e eu com a mão no peito. 

-Não faz isso...

-Fazer o que? - Perguntei.

-Parece que nós... sabe...terminamos de fazer am...- Subi em cima do colo de Jongin e tampei sua boca com minha mão. 

-Shh! Os garotos estão no quarto da frente! 

-Haha! Desculpa. Mas assim você não está ajudando, sabe...

-Aish...-Saí de cima de seu colo. - Pervertido. 

-Você sabe que eu...-Interrompido.

O celular fixo no criado mudo ao me lado começa a tocar. E resolvi atender.

~Chamada ON~

-Alô? 

-Finalmente, Soo! Por que não me atendeu ontem? 

-Lay? 

(Nini me olhou preocupado)

-Sim! Por que não me atendeu? Fiquei triste.

-Por que será né, Lay? 

(Olhei para Jongin, que fingia estar ocupado mexendo no seus pequenos fios de cabelo)

-Ehn? 

-Nada, não. Esquece. (Jongin se levantou e saiu do quarto). Então, como você está? 

-Estou bem. Será que podíamos nos...

PI PI PI PI PI 

~Chamada OFF~

Fiquei encarando o telefone fixo sem entender.

 Jongin entrou no quarto.

-Nini o telefone parou de funcionar...- Disse manhoso. 

-Sério que estranho...- Subiu em cima de mim. - Agora eu vou roubar uma provinha de você, baby...

~Do Kyungsoo OFF~

~Kim Minseok ON~

Sai atrás de Chen pela casa e vi Jongin sair do escritório, onde as coisas ficam conectadas. Ele saiu de lá vitorioso. 

Sem entender, entrei no escritório e vi os cabos do telefone fixo desligados da tomada.

O que você fez Jongin?







Notas Finais


Annyeong-haseyo, coelhinhos! 👯
Eu queria saber se vocês querem saber o que acontece com o Chen e o Xiumin. Eu pensei em fazer apenas um capítulo explicando, para não sair do contexto Kaisoo.👬
O que acham? 😕
Bom...
Espero que tenham gostado.❤
Nos vemos no próximo capítulo.👉
Ass:🐰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...