História Alguém Entre As Flores(Jikook) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, CL (Chaelin Lee), EXO, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Jikook, Jimin, Jungkook, Markson, Namjin, Yaoi, Yugbam
Visualizações 33
Palavras 2.143
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii, obrigado por visitar minha fic. Espero que goste ^-

Boa leitura <3

Capítulo 5 - 04 - Irmãos


Fanfic / Fanfiction Alguém Entre As Flores(Jikook) - Capítulo 5 - 04 - Irmãos

O dia amanheceu e os três rapazes ainda estavam deitados. Jungkook foi o primeiro a acordar, sentindo Bambam ainda agarrado a ele, então empurrou o braço do menor levemente e levantou. Olhou para a cama, observando Bambam e Jimin ainda dormindo, era uma cena fofa, até mesmo angelical. Bambam estava deitado próximo a Jimin, um pouco agarrado, e Jimin se encontrava deitado com o queixo acima da cabeça de Bambam, quase como um gesto de proteção e reconforto. Jimin parecia até mesmo um irmão mais velho protegendo o mais novo.

Jungkook desceu as escadas e foi em direção a cozinha, vasculhou a geladeira e os armários, pegando alguns ingredientes para o café da manhã. Quebrou alguns ovos e depois os bateu levemente com o garfo, colocara algumas ervas e despejou uma pequena quantidade sobre uma frigideira já quente e com óleo. Após as omeletes estarem prontas, Jungkook subiu até o quarto, encontrando Jimin e Bambam do mesmo jeito que estavam anteriormente. Jungkook então decidiu tomar um banho, caminhou até a mochila que trouxera, pegando a toalha de banho e separou algumas roupas limpas, caminhou até o banheiro e entrou embaixo do chuveiro.

Jimin acordou, sentindo Bambam agarrado a si, olhou para o rosto do mesmo, finalmente sem lágrimas, agora tão angelical, não conseguia imaginar como alguém tivera a coragem de fazer algum mal a ele. Levantou e caminhou até o corredor, quando se virou para a escada, escutou o barulho da porta atrás abrindo, virou-se e deu de cara com Jungkook que saíra do banho apenas com uma toalha branca em volta da cintura, resultando em um Jimin violentamente corado:

- M-me desculpa – O garoto colocou as pequenas mãos em frente aos olhos.

- Tudo bem – Respondeu Jeon levemente corado, vendo Jimin descer as escadas rapidamente.

Jungkook foi até o quarto, vendo Bambam ainda dormindo. Após vestir-se, o rapaz se aproximou do mais novo e tocou seu ombro levemente, dizendo:

- Bambam, Bambam — O garoto abriu os olhos minimamente, vendo Jungkook — Levante. Vamos tomar café da manhã.

- Já é de manhã? — De repente o rapaz olha pelo quarto com a expressão assustada — Ele ainda está aqui?

- Fica tranquilo, só estamos eu e o Jimin aqui além de você — Respondeu Jungkook, afagando os cabelos brancos do menor — Vamos descer, fiz omeletes.

- Okay – Bambam levantou lentamente e seguiu Kookie até a cozinha.

Ao chegarem, se depararam com a mesa já posta e Jimin preparando algo na frigideira, panquecas. Ao terminar, Jimin virou-se, se assustando ao encontrar os dois rapazes parados a sua frente e, com a mão no peito, disse:

- Vocês dois querem me matar? — Os dois rapazes riram — Parecem assombrações parados ai.

Jimin pegou o prato cheio de panquecas e despejou uma calda brilhante, feita pelo mesmo, cheia de pedaços de morango, framboesa e mirtilos. Os três rapazes se sentaram a mesa, comendo as omeletes e panquecas. Bambam estava cabisbaixo, com a expressão triste, um pouco envergonhado pelo acontecimento da noite passada. Ainda com a cabeça baixa, disse:

- E-então... — Os outros rapazes direcionaram sua atenção para o mais jovem — Me desculpem por ontem, vocês não tinham que ter me visto daquele jeito horrível e muito menos me ajudado.

- Ei, está tudo bem — Jimin sorriu gentil — Eu te conheci ontem, mas você já é como um irmão caçula e, enquanto eu estiver por perto, nunca mais ninguém vai fazer mal para você, ok?

- Ok — O garoto sorriu tímido — Agradeço a vocês dois por ficarem comigo, mas tenho que ir trabalhar.

Quando o garoto começara a se levantar, Jungkook segura o braço do mesmo, o fazendo sentar na cadeira de novo e disse:

- Não vai a lugar nenhum — O rapaz suspirou lentamente — Vou ficar aqui com você por hoje.

- Nem pensar Kookie — Jeon o olhou confuso — Chae-rin e Mark entram em colapso se não tiver pelo menos um de nós dois lá.

- Mas... – Antes de concluir a frase, fora interrompido por Jimin.

- Eu fico com ele e você vai trabalhar — Viu Jungkook abrindo a boca para negar, mas logo a fechando — Fica tranquilo, Jin e Tae conseguem cuidar da confeitaria sem mim por um dia.

- Ok então, obrigado Jimin – Kookie sorriu para Jimin que retornou sorrindo tímido com as bochechas levemente coradas.

Jungkook levantou-se da mesa e subiu as escadas, em direção ao quarto. Jimin ficara sozinho com Bambam na cozinha. Pensou em perguntar sobre o rapaz que viram sair de moto na noite passada, mas preferiu não dizer nada, o garoto já estava mal o bastante, falar sobre a noite passada só pioraria. Jimin, amigável, diz:

- Então, Bambam, o que vai querer almoçar hoje? Posso fazer o que quiser – Recebeu um sorriso infantil do outro.

- Sério? – O garoto parecia animado com a ideia.

- Sim, claro – Jimin riu da euforia do rapaz de cabelos brancos.

- Queria comer algo chinês ou talvez japonês... — O rosto do garoto se formou em uma expressão de quem tivera uma ideia — Pode fazer Yakisoba?

- Claro — Jimin sorriu ao ver o sorriso fofo de Bambam — Só preciso ver se tem todos os ingredientes. Eu só vou subir e falar com o Jeon e já resolvemos isso.

Jimin subiu as escadas rapidamente e foi em direção ao quarto, encontrando a porta fechada, deu duas batidas contra a mesma e escutei Jungkook dizendo que poderia entrar. O garoto então abriu a porta, encontrando Jungkook devidamente vestido e pronto para trabalhar, então disse:

- Então Kookie... — O garoto parou ao ver a expressão risonha de Jeon — Algum problema?

- Kookie? – O garoto deu uma risada leve.

- Ah, é que escutei Bambam te chamando assim e achei que agora que somos amigos poderia também. Algum problema em eu te chamar assim? — Jimin estava curioso

- Não, claro que não — Recebeu um sorriso do menor — Mas enfim, o que ia falar?

- Ah, sim. Então, pode trazer algumas roupas suas para cá depois? — Recebeu um olhar confuso de Jeon — Acho melhor dormirmos essa noite aqui com o Bambam.

- Claro, posso sim – Sorriu.

Jimin e Jungkook então desceram as escadas, encontrando Bambam mexendo em seu celular. Jungkook se despediu dos dois rapazes e seguiu para seu trabalho. Jimin voltou para a cozinha, seguido de Bambam, e disse:

- Então, vamos ver se temos tudo aqui.

Bambam e Jimin começaram a vasculhar os armários, felizmente, encontrando todos os ingredientes necessários, resultando em mais um sorriso infantil vindo de Bambam.

Após alguns minutos de viagem, Jungkook chegou ao grande prédio de FYC, caminhou até o elevador, cumprimentando a recepcionista, e subiu até o último andar. Mark estava como sempre, agitado, e perguntou a Jeon sobre Bambam, que logo o respondeu, dizendo que Bambam não trabalharia hoje e saiu em direção à sala da CEO. Jungkook bateu três vezes na porta e ganhou permissão para entrar. Quando adentrou a sala, Chae-rin estava elegante como sempre, Jeon se aproximou da mesa e disse:

- Desculpe-me o incômodo, mas vim avisar que Kunpimook não poderá vir trabalhar hoje.

- Por qual motivo – Chae-rin mantivera a expressão séria.

- Ele não está nada bem de saúde então não vai poder vi. Algum problema? – Jungkook mantinha a expressão tão séria quando a da mulher a sua frente.

- Não, nenhum – Fora a primeira vez que Jeon vira Chae-rin sorrindo.

- Obrigado – Jungkook sorria, mas ainda tentava manter o ar sério.

O rapaz virou-se e saiu, fechando a porta em seguida.

Na casa de Bambam, Jimin adicionava shoyu ao molho que iria no Yakisoba enquanto conversava animadamente com Bambam. Jimin acrescentara também vários legumes ao molho, mexendo algumas vezes para misturar os sabores. Bambam observava tudo atenciosamente, nunca imaginaria que Jimin cozinhava tão bem. Após alguns minutos, a conversa acabou por chegar ao rapaz da noite anterior, Jimin, mesmo com receio, perguntou:

- Então Bambam... — O rapaz viu o mais novo tornar sua atenção para ele — Sobre ontem... Quem era o rapaz que estava saindo quando eu e o Kookie chegamos?

O silêncio se instaurou no ambiente, gerando desconforto para ambos.

- Se não quiser, não precisamos falar sobre isso. Está tudo... – Jimin é interrompido pelo mais jovem.

- Está tudo bem. Confio em você — Jimin sorriu reconfortando o mais jovem — Então, há uns três meses, comecei a namorar um garoto dois anos mais velho, com a sua idade, ele era bom para mim e tudo mais, mas de uns tempos para cá, ele estava muito ciumento, obsessivo e eu acho que ele me considerava como apenas um boneco. Sempre que ele estava cansado, vinha aqui e nós transávamos, era basicamente isso, a partir de um momento, nosso namoro não tinha mais amor da parte dele, só sexo. Então eu decidi que terminaríamos, mas que podíamos continuar amigos e, a princípio, ele parecia ter aceitado bem isso. Então, ontem, resolvi o chamar para vir aqui e assistir filmes com a gente, como tínhamos programado e ele veio um pouco mais cedo para me ajudar a organizar as coisas. Estávamos organizando tudo, quando ele veio para cima de mim, querendo sexo e, quando eu neguei, ele simplesmente tentou me forçar e me levou para o quarto. Mas acho que quando cansou de eu me negando, me bateu e saiu, foi ai que vocês chegaram.

Ao parar de falar, Bambam já chorava abundantemente, sendo abraçado por Jimin que afagava os cabelos brancos do mais jovem e dizia:

- Vai ficar tudo bem, vai ficar tudo bem — Apertou o abraço um pouco mais — Eu e o Kookie não vamos deixar ninguém fazer mal a você de novo.

Os dois ficaram assim até o Yakisoba ficar pronto, comeram e depois de arrumar tudo, deitaram e assistiram a filmes pelo resto do dia.

Chegadas as 18h00, Jungkook passava pela porta do grande edifício, subindo em seu carro e dirigindo em direção a sua casa, entrou, pegou algumas roupas e outras coisas. Logo após, embarcou no carro, dirigindo em direção a casa de Bambam. Ao chegar bateu na porta e chamou por Bambam e por Jimin, mas não recebeu resposta de nenhum dos dois, então empurrou a porta, a qual, por sorte, estava aberta. O rapaz adentrou a casa, fechando a porta atrás de si, subiu as escadas e foi em direção ao quarto.

 A cena que Jungkook viu quando entrou no quarto poderia matar alguém por overdose de fofura, Jimin e Bambam estavam dormindo praticamente abraçados na cama, em frente à televisão na qual se passava um filme qualquer. Bambam, mesmo que maior, estava deitado com a cabeça no peito de Jimin, enquanto o outro estava com o queixo sobre o topo da cabeça do mais jovem. Por conta do apoio de seu queixo, Jimin estava com os lábios formados em um pequeno bico, o qual Jungkook achava fofo, mas tratou de sumir com esses pensamentos de sua cabeça, não poderia estar pensando isso de um garoto, muito menos de um que conhecera há uma semana.

Quando Jungkook se preparava para se virar, Jimin começara a acordar, vendo Jungkook parado na porta. O garoto levantou-se e cumprimentou Jungkook, dizendo logo em seguida:

- Kookie, você pode ir comigo até minha casa? Preciso pegar roupas e algumas outras coisas.

- Claro que posso – Sorriu mostrando seus “dentes de coelho”, os quais Jimin achava muito fofos, mas não admitia.

- Ok, vou só avisar o Bambam então – Jimin retribuiu com um de seus lindos “eye smiles”

O garoto caminhou até a beirada da cama, tocando o ombro de Bambam três vezes delicadamente. O garoto abriu os olhos, sonolento, vendo o rosado a sua frente:

- Ei, eu e Kookie vamos a minha casa, rapidinho para pegar algumas roupas e já voltamos, ok?

- Ok, eu vou ficar bem – O garoto coçou os olhos, sonolento.

- Já voltamos – Jimin afaga os cabelos do mais novo.

Jimin caminhou até o canto do quarto, pegando a pequena mala que trouxera no dia anterior e desceu as escadas, sendo seguido por Jungkook. Os dois garotos saíram da casa e embarcaram no carro, em direção a casa de Jimin. Quando os rapazes chegaram, Jungkook ficou esperando no carro enquanto Jimin fora pegar as roupas. O rapaz entrou rapidamente na casa, cumprimentando seus pais que se encontravam na sala e informando os mesmos que iria dormir fora novamente. Jimin pegou algumas roupas que precisava e outras coisas básicas. Desceu as escadas rapidamente, se despediu dos pais e saiu de casa, embarcando no carro. Os rapazes seguiram viagem normalmente, conversaram calmamente durante todo o percurso, ao se aproximarem da casa viram algo que os assustou profundamente, a moto do rapaz da noite passada. Jungkook estacionou o carro rapidamente, mesmo que um pouco distante da casa. Os rapazes saíram rapidamente do carro, andando em passos rápidos em direção a casa. Quando se aproximavam da casa, escutaram algo que os fez tremer violentamente, um grito choroso que carregava dor e desespero:

- SOCORRO!


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3 Comentem ^-

Obrigado por ler <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...