História Aliados Por Acaso, Companheiros Por Escolha! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Bankotsu, Personagens Originais
Tags Bankotsu, Inuyasha, Shichinintai
Visualizações 7
Palavras 4.139
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Demorou mas valeu a pena a espera. Por favor abaixem as armas e não me matem por ter ficado meses sem postar. Tive alguns contratempos e problemas pessoais... simplesmente não tinha motivação para continuar a escrever o cap mas, agora estamos de volta e com mais um cap fresquinho para vocês, cheio de mistérios e acima de tudo risos e REVELAÇÕES e EsterEggs! Bom, se mais demoras. Desculpem pela espera e vamos logo para o Cap.

Boa leitura!

Capítulo 4 - Estamos de Volta! Começa a Saga do Passado!


Fanfic / Fanfiction Aliados Por Acaso, Companheiros Por Escolha! - Capítulo 4 - Estamos de Volta! Começa a Saga do Passado!

Esse da imagem de capa é o Taykiou Taiga. Peço desculpa se algumas cores ficaram... né...? Mas ficou assim quando digitalizei a imagem para o meu PC. 

(Bankotsu On)

Acordei umas duas horas antes do amanhecer. Não conseguia mais dormir, me sentei o olhei para a Luna, ela dormia profundamente, instintivamente levei a minha mão até o seu rosto e o acariciei de leve! Não sei porque fiz isso mas não me importei. Me levantei e decidi ir dar um passeio pela floresta. Quando dei por mim já estava na vila ali perto, olhei em volta e algo me chamou a atenção. Uma parede completamente em ruinas! Me aproximei da parede e percebi que avia um pedaço de tecido em meio aos destroços. Afastei as pedras e percebi que o tecido era um pedaço do kimono da Luna! Então foi aqui que aquele tal de Akumugaro tentou sequestrar a Luna. Olhei para o chão e vi sangue nele, não basta tentar sequestra-la, agora ele também a magoo. Uma enorme raiva surgi-o dentro de mim, eu estava furioso. Por quê eu estava tão bravo por algo tão insignificante? Eu não sei mas terei que descobrir e rápido! Voltei para o acampamento ao amanhecer e reparei que todos já tinham acordado, todos menos a Luna.

Renkotsu – Oo-aniki, acordaste cedo hoje. Bem mais do que o habitual, visto que sempre és dos últimos a acordar.

Bankotsu – É... eu acabei por acordar um pouco cedo e decidi sair um pouco visto que vocês ainda dormiam!

Renkotsu – Oo-aniki, descobriste alguma coisa sobre o Taykiou?

Bankotsu – Não. E eu também não vi nada suspeito em nenhum lugar aqui perto.

Renkotsu – Entendo…

(Luna On)

Acordei com uma dor percorrendo todo o meu corpo mas continuei deitada e de olhos fechados, até que…

Renkotsu – … primeiro teremos que descobrir tudo sobre o Taykiou. Jakotsu, tu estas sempre com a Luna e de todos nós és o que mais fala com ela. De certeza que ela não te disse mais nada sobre o Taykiou? – Com essa pergunta que o Renkotsu-sama fez ao Jakotsu-sama eu abri os olhos encarando o céu.

Jakotsu – Tudo o que sabia eu já vos disse! A Luna não falou muito sobre o Taykiou, ela só me falou dele uma vez. Taykiou é um youkai poderoso e misterioso, ele comanda um exército inteiro formado por youkais e até mesmo humanos e hanyous e também… - Eu interrompi, já de pé e indo na direção deles!

Luna - Têm 5 generais poderosos do seu lado, apesar de ele tratar dois deles como um só general!

Bankotsu – Luna?! Quando acordaste?

Luna – Agora mesmo! – Disse e me sentei ao lado do Jakotsu-sama, de frente para o Ban! Serio que eu não o chame assim na frente de ninguém. – Vocês… querem saber sobre o Taykiou não é? – Perguntei e todos assentiram. – O nome dele é Taykiou Taiga e é um youkai bem poderoso pelo que me lembro. O “exército” dele é separado em 5 grupos. Cada um dele é comandado pelos seus generais e ele próprio.

Jakotsu – Não entendi. Primeiro disseste que ele só tinha 4 generais, como assim eles são 5?

Luna – Eles são 5 generais mas dois deles são tratados com um!

Kyokotsu – Não estou a entender! Por quê ele trata duas pessoas como uma?

Luna – Eles são gémeos e sempre lutam juntos, não houve uma única vez que eu os vi afastados um do outro em uma luta, eles são o Kenishimaru e Shirudomaru e possuem uma habilidade especial. Geralmente em todas ou quase todas as batalhas eles fundem os seus corpos ficando assim maiores e mais poderoso além que, surpreendentemente, apesar do tamanho eles se tornam extremamente rápidos. Eles lutam juntos como se fossem um só, dai o Taykiou os tratar como um só general.
Eles são idênticos na aparência, a única coisa que muda é que o Kenishimarutem o cabelo preto e o  Shirudomaru tem cabelo branco.

Tem também o Akumugaro, pode-se dizer que ele é o “cachorrinho” do Taykiou já que ele sempre obedece a tudo e mais alguma coisa que o outro pedir e eu acho sinceramente de que se o Taykiou pedir para o Akumugaro cair do precipício ele caia mesmo de um precipício, e o mais alto do país de preferência! Akumugaro é um youkai mercenário e extremamente cruel. Ele já foi responsável por causar o caos total no Norte, tanto que eu já ouvi boatos sobre o próprio lorde do Norte ter de intervir por ele se ter tornado demasiado problemático! Foi por causa disso que ele se juntou ao Taykiou. O lord do Norte, daquela época, era forte demais para o Akumugaro e ele foi obrigado a se juntar ao Taykiou para permanecer vivo. Foi Taykiou quem defrontou o lord no lugar dele. Desde então, aquele demónio faz tudo o que o seu líder ordenar. Ele é selvagem, não teme a morte e nem obedece a ninguém que não seja o seu mestre.

Bankotsu – E os outros dois?

Luna – O quê?

Renkotsu – Eles são cinco generais certo? Até agora só mencionaste três deles. E os outros?

Luna – Bom… digamos que não vamos precisar nos preocupar com eles. Na verdade, de todos os generais, só precisamos ficar de olho no Akumugaro!

Renkotsu – Como assim?

Luna – Nenhum dos generais do Taykiou queria estar sobe o seu comando. Cada um deles teve um motivo em especial para fazerem parte do “exército” do Taykiou. A maioria foram “salvos” por ele. Porém… assim que se entra para o exército dele… é praticamente impossível sair de lá…!

(A partir daqui, iremos recuar no tempo. Desde o dia em que a Luna encontrou o Taykiou Taiga pela primeira vez até o dia do seu encontro com o Bankotsu no primeiro capítulo da fic.)

 Dez anos atrás…

Luna Off

Uma jovem youkai de cabelos pretos e olhos azuis passeava perto de uma pequena vila. Ela decidi-o então entrar na vila. Como do costume, alguns humanos ainda tinham medo. Talvez pelas roupas que usavam que era um tanto quanto diferente da dos outros? Ela não sabia ao certo. Não entendia por que todos tinham medo dela se ela nem fez nada de mal para eles. Porém ela já estava habituada a viver sozinha naquele mundo! Ia tão distraída, perdida em pensamentos que acabou esbarrando em alguém e quase caiu.

??? – Ei! Olha lá por onde andas.

Luna – D-desculpe.

??? – Ora… o que temos aqui… - O homem youkai segurou o queixo da Luna e se aproximou como se estivesse examinando-a da cabeça aos pés.

(Quem esse cretino pensa que é para te tocar dessa forma? Deixa-me acabar com ele!) Uma voz équo na mente da jovem. Era Tsubaki, sua fera.

(Não Tsubaki! Não quero ficar encrencada por tua culpa, novamente!) Respondeu firmemente. Tsubaki não disse mais nada, pois de repente…

??? – Solta ela Akumugaro! – Um jovem youkai de cabelo loiro curto e olhos verdes vinha caminhando na direção dele, acompanhado de uma bela mulher de longos cabelos vermelhos e olhos dourados.

Akumugaro soltou o queixo da jovem e encarou o loiro.

Akumugaro – Haaa… Taykiou-sama, eu só queria assustar um pouco ela.

Luna começou a recuar lentamente o mais disfarçadamente possível mas a mulher youkai que antes se encontrava ao lado do loiro apareceu atrás dela.

??? – Sinto muito pelas ações do meu colega. Educação e cavalheirismo não são o seu forte!

Luna quase teve um enfarte mas não demostrou o susto e olhou rapidamente para a mulher atrás de si.

Luna – T-tudo bem… não tem problema.

Taykiou – Mas tem problema sim. Isso é algo que ele terá de melhorar e muito.

Luna olhou para Taykiou e o mesmo estava a sorrir para ela.

Taykiou – Não tens medo de mim?

Luna – Hum…? Deveria ter?

Taykiou – *sorrindo mais ainda* Talvez…

Um gélido arrepio percorreu o corpo de Luna.

Luna - …

??? – Taykiou-sama, agora é o senhor quem a está a assustar!

Taykiou – Sério? *“Volta ao normal”* Sinto muito, não era a minha intenção. Ainda não me apresentei, o meu nome é Taykiou Taiga. Diga-me senhorita, qual é o seu nome?

Luna – L-Luna. Hikari… Luna …

 

Luna On

Quem é ele? Por que ele começou a olhar para mim dessa forma quando eu disse o meu nome? Será que ele sabe sobre o meu clã?

De repente, Taykiou sorriu. Porque é que eu fiquei com calor de repente?

Taykiou – Luna… hum? É um belo nome assim como aquém pertence. – Ele disse e eu acho que acabei corando um pouco. – Para compensar a ousadia do meu subordinado para com a senhorita, gostaria de convida-la a vir na minha casa para uma refeição especial.

Luna – T-tudo bem… J-já q-que insiste tanto. – Para de gaguejar cacete! Por que eu estou tão nervosa, o que ele fez comigo? Tudo bem, qualquer coisa eu deixo a Tsubaki assumir o controle e me tirar de lá.

Taykiou – E eu insisto. Por aqui por favor… - Ele apontou com a mão o caminho que eu deveria seguir e eu obedeci.

A mulher ruiva ficou do meu lado me guiando enquanto o Taykiou e o tal de Akumugaro nos seguiam sempre mantendo uma certa distância por ordem do Taykiou que sempre impedia aquele colosso de avançar mais do que deveria e sempre ficava atrás do Taykiou.

Durante o caminho comecei a conversar um pouco com a mulher do meu lado, estava farta de tanto silêncio. Descobri que o nome dela é Tsukina e que ela trabalhava para o Taykiou a mais de 10 anos! Ficamos a conversar sobre assuntos aleatórios enquanto os rapazes ficavam quietos só nos seguindo e não tardou até chegarmos na entrada de um enorme palácio.

Os guardas nos deram autorização para entrar e eu fiquei maravilhada com a beleza do lugar. Taykiou sem dúvida tinha muito bom gosto. De repente várias lembranças invadiram a minha mente, lembranças dos meus pais, da minha irmã… aquele lugar me lembra muito a minha casa que agora não existe mais!

Tsukina – Algum problema senhorita Luna?

Luna – Hum? – Nem tinha percebido que estava a chorar! Sequei as minhas lágrimas rapidamente e sorri encarando o nada. – Não… Eu estou bem. Eu só… me lembrei de algo. – Ao fim de tantos anos ainda não consegui esquecer a minha família e contínuo com saudades de casa!

Taykiou – Vamos entrar. Por aqui senhoritas. – Taykiou seguiu na nossa frente e eu e Tsukina o seguimos até o interior do enorme palácio.

Chegamos num grande salão e percebi os olhares dos “subordinados” do Taykiou sobre mim, principalmente os homens… era um tanto quanto desconfortável aquilo. Taykiou percebeu isso e lançou um olhar como se dissesse “parem com isso agora” e parece que eles receberam a mensagem pois eles logo pararam de me olhar.

Luna Off

O almoço ocorreu entre muitas conversas, piadas e risadas… Taykiou e os seus generais faziam de tudo para que a Luna se sentisse bem-vinda apesar de não o demonstrarem, porém… Kibomaru, um jovem youkai de cabelo castanho e olhos negros, um dos generais mais fortes de Taykiou e Tsukina começaram a brigar sabe-se lá o motivo. Ninguém se importou, era como se já estivesse habituados com aquilo. Luna olhou a cena e ao fim de uns segundos algo veio em sua mente e ela tentou conter o riso mas isso não passou despercebido pelo, e vocês já devem ter adivinhado quem, Taykiou que ao ver que a jovem queria fazer um comentar a respeito do assunto mas não dizia nada, decidio então tentar convence-la a falar.

Taykiou – Algum problema senhorita Luna?

Luna – Hum…? Nada não.

Taykiou – Vamos, eu sei que você quer falar algo sobre essa briguinha entre esses dois.

Luna - … -

Taykiou – Pode falar, ninguém vai-se incomodar com isso.

Luna – Na verdade…

Taykiou – Hum?

Luna – Acho que é mais uma pergunta do que um comentário…

Todos os generais do Taykiou (exceto o Kibomaru e a Tsukina) incluindo o próprio e alguns subordinados prestavam atenção na conversa.

Taykiou – Pode perguntar…

Luna - … *contem uma risada* Quando vai ser o casamento? *aponta para as duas criaturas que pararam de brigar no mesmo instante e se espantaram e ao mesmo tempo coraram com o comentário da Luna*.

Todos começaram a rir do comentário da azulada enquanto os dois generais coravam violentamente encarando a jovem.

Taykiou – Hahahaha… Quem sabe amanhã eles casem! Hahahahahaha…

??? – Hahahaha… Muito bom, garota! Hahahaha…

??? – Verdade, essa foi muito boa mesmo! Hahahaha…

Tsukina – É serio Luna? Eu? Casar com esse dai…? *aponta para o Kibomaru*

Luna – E dai? Eu shippo?

Todos – Hahahahahahahaha…

???– E a pirralha não é a única a shippar vocês os dois, viu?

Tsukina – Cala a boca Kenishimaru! Eu preferia um milhão de vezes me casar com o Akumugaro do que com essa peste!

Kiba (Kibomaru) – Eu tenho um nome, sabias?

Tsukina – Problema que não é meu, eu te chamo da forma que EU quiser!

Kiba – Quem te deu esse direito?

Tsukina – Eu, ué?!

Kiba – AI É?

Tsukina – SIM, SEU BAKA RETARDADO ESTUPIDO!

E os pombinhos começaram a discutir de novo, ou pelo menos iam até que…

??? – Se querem namorar fação isso no vosso quarto e não aqui!

Tsukina/Kiba – QUEM É QUE ESTÁ A NARORAR AQUI SEU DEMENTE!

??? – Eu é que sou o demente? Vocês os dois estão a precisar de óculos viu?!

Ken (Kenishimaru) – HAHAHAHA… Verdade Shiru (Shirudomaru). HAHAHA…

Tsukina/Kiba – PARA DE RIR SUA HIENA DESGRAÇADA!

Ken – Eita, TPM tá braba viu?! Hahahaha…

Tsukina/Kiba – O que é que tu disseste?

Eles continuaram a discutir e a Luna só observava e ria da cena enquanto terminava a sua refeição. Estar ali a fazia sentir-se em casa novamente! As brigas do Kiba e da Tsukina pareciam muito as briguinhas dos seus primos e o comentário do Ken a fez lembrar do Inunotaichou quando ele ainda era vivo e por vezes fazia algumas visitas á sua família e passava um dia ou mais lá no castelo em que viviam! (Autora: Olha o spoiler…

Shiro: Foda-se o spoiler eles vão saber na minha fic mesmo!

Autora: Bem visto!

Luna: SERÁ QUE DÁ PARA VOLTAR PARA A FIC?

Autora: CALMA MULHER! Sem stresse.)

Depois do almoço, Tsukina levou a Luna a conhecer o palácio e o Taykiou pediu para que Luna o fosse ver mais tarde para lhe propor algo. Tsubaki ficaria atenta a tudo e não deixaria que lhe acontecesse nada, então estava tranquilo e favorável para falar com o “Boss” mais tarde.

Luna On

Luna – Hum… Tsukina-sama?

Tsukina – Pode tratar-me apenas por Tsukina, não precisa ser tão forma comigo senhorita Luna!

Luna – Digo o mesmo, então.

Tsukina – *riso* Certo! Então, Luna, o que me ias perguntar?

Luna – Aqueles dois gémeos…

Tsukina – Hum?

Luna – Eu senti uma aura poderosa vindo deles… Quem são eles?

Tsukina arregalou os olhos quando eu disse que tinha sentido uma aura poderosa vinda dos dois gémeos! Acho que falei demais, esqueci que nem todos têm esse poder!

Tsukina – Eles são o Kenishimaru e Shirudomaru, assim como eu eles são generais do Taykiou!

Luna – Generais?

Tsukina – Sim! Taykiou divide o seu exército em 5! Cada um dos generais e ele próprio comandam uma parte do exército, a diferença é que ele pode controlar os cinco exercito e nós controlamos apenas um! Akumugaro e aquele inútil do Kibomaru também são generais!

Luna – Mas então o exercito não deveria estar dividido em seis ao invés de cinco?

Tsukina – Kenishimaru e Shirudomaru não são só irmãos gémeos, eles são inseparáveis e costumam fazer tudo em conjunto, incluindo lutar, como se fossem um só. Por esse motivo, Taykiou os considera como UM SÓ general! Depois de mim e do Kiboinútil eles são os mais fortes! Akumugaro é o mais fraco de nós os cinco mas é o braço direito do Taykiou.

Luna – Entendi, até que faz sentido. Tsukina-chan… hum… posso chama-la assim?

Tsukina – Pode.

Luna – Posso fazer só mais uma pergunta?

Tsukina – Sim.

Luna – Quando o Taykiou me perguntou se eu tinha medo dele, e disse que talvez eu devesse ter… o que ele quis dizer com isso? Quem de fato é ele?

Tsukina – Ele é Taykiou Taiga, um youkai poderoso e nobre, respeitado e temido por todo o pais! Muitos que o vêm pessoalmente morrem de medo na sua presença. Talvez seja por isso que ele perguntou se tinhas medo dele ou não. Já na parte do “talvez…”, acho que era só brincadeira dele. Tem vezes que o Taykiou gosta de provocar e tem outras que ele é um pouco brincalhão mas só quando está de bom humor ou quando ele gosta realmente de alguém. Acho que ele gostou de ti e por isso quis brincar um pouco! Mais alguma pergunta?

Luna – Que colar estranho é esse que estás a usar?

Tsukina usava um colar estranho que estava escondido pelas suas roupas. Como eu consegui velo sendo que ele estava bem escondido? Não sei bem explicar, eu apenas senti. É um dos meus poderes mas eu não sei bem explicar como funciona. Percebi que Tsukina começou a suar frio e assustou-se com a minha pergunta, ela ficou calada por alguns segundos antes de me responder.

Tsukina – É-é apenas um c-colar que eu uso.

Luna – Parece mais uma coleira do que um colar!

Tsukina – É s-só um acessório q-que costumo usar, n-nada demais.

Luna – Um acessório bem estranho mas tudo bem, não tem problema. Não sou eu que vai dizer o que usas ou não! *Sorri*

Continuo a achar que ela me esconde algo, sinto cheiro de mentira vindo dela quando ela me disse que era apenas um colar.

Continuamos com a visita guiada pelo palácio enquanto falava-mos de assuntos aleatórios. Tsukina era uma garota legal, acho que encontrei uma amiga.

Depois da visita, Tsuki me levou até o Taykiou.

Taykiou – Finalmente chegaram. Tsukina poderias deixar-nos a sós um pouco?

Tsukina – Claro, Taykiou-sama. – Ela fez uma leve referência antes de sair. Ela se afastou um pouco do lugar em que eu e o Taykiou estávamos e parou, como eu sei disso? Eu consigo sentir a aura das pessoas e a dela estava um pouco afastada do lugar e depois ficou imóvel. Acho que ela está a minha espera. Pelo cheiro não dava para perceber se ela estava parada ou se continuava em movimento e indo para outro lugar então acho que o Taykiou não percebeu nada.

Luna – O que queria falar comigo, Taykiou-sama?

Taykiou – Eu estive a pensar um pouco e simplesmente decidi… - ele fez uma pausa antes de continuar. – que te vou matar! – *Luna quase falece do kore!*

Luna – Q-que? – E disse assustada mas depois me lembrei o que a Tsukina tinha dito sobre ele gostar de brincar um pouco com as pessoas que gosta de verdade e assim que ele abriu um sorriso e riu um pouco eu percebi que era só brincadeira mesmo. MAS NÃO TINHA OUTRA COISA PARA BRINCAR NÃO? TINHA DE SER LOGO ESSE “VOU TE MATAR” DELE?

Taykiou – Brincadeirinha!

Luna - … - ISSO NÃO É BRINCADEIRA SEU BESTA, EU IA TENDO UM ENFARTE IMBECIL!

Taykiou - *Ainda sorrindo* Na verdade eu gostaria de te propor algo!

Luna – E o que é exatamente?

Taykiou – Eu gostaria que ficasses aqui no meu palácio sobe os meus cuidados!

Luna - …?!

Taykiou – Claro que serias uma subordinada especial.

Luna – Como assim?

Taykiou – Seria como se foces um dos meus generais apesar de não o seres. Além disso ficarias em dois exércitos diferentes, no meu e em outro que eu, obviamente, permitirei que escolhas! Só receberias ordens do teu general e de mim e terias poder para ordenar o que quisesses aos outros menos os restantes generais! Ninguém poderia ousar em te desobedecer!

Luna – I-isso não seria um pouco… injusto para com os outros?

Taykiou – Eles não terão escolha, claro que não és obrigada a aceitar a minha proposta. Então, o que vai ser? Irás aceitar a minha proposta e ficar ou irás recusar e partir?

Luna – E-eu…

(Eu estou cansada de estar sozinha, à quase 200 anos que vivo só neste mundo.) – Penso até que Tsubaki me responde.

(E eu não conto?)

(É diferente Tsubaki e tu entendeste muito bem o que eu quis dizer!)

(Luna, eu quero o teu bem e tu sabes. O que achas-te deles?)

(Eles são engraçados! Este lugar, as brigas da Tsuki e do Kibomaru-sama… Me faz lembrar a minha casa! É… reconfortante, mas…)

(Mas…?)

(Será que eu posso mesmo confiar neles? Ainda agora os conheci e não sei nada sobre eles!)

(Segue o teu coração Luna! Eu sempre apoiei todas as tuas decisões e agora não seria diferente. E eu sempre estarei aqui para te proteger.)

(Obrigada Tsubaki. És a melhor fera/amiga do mundo!)

(Eu sei. ^^)

Luna – E-eu… *suspira*  –  “Segue o teu coração…” –  Eu fico!

Taykiou – *Sorrindo* Ótimo, eu darei a notícia esta noite. E sobre o exercito… Calculo que queiras ficar no da Tsukina?

Luna – Sim.

Taykiou – Nesse caso deixarei que lhe dês a notícia pessoalmente.

Luna – Tudo bem. Mais alguma coisa, Taykiou-sama?

Taykiou – Não, é tudo!

Luna – Sendo assim… com sua licença. – Disse já me levantando mas Taykiou me impedi-o.

Taykiou – Um minuto.

Luna – Sim?

Taykiou – Olha para mim.

Luna – Hum… Eu estou olhando…?

Taykiou – Agora… diz-me, Luna, o que é que tu vez?

Luna – Hum… Você sentado na minha frente me olhando?

Taykiou – *rindo* Muito engraçado… só isso?

Luna – Deveria ver algo mais?

Taykiou – T – Cortei a criatura no começo da frase.

Luna – Deixe me adivinhar! A sua resposta vai ser “Talvez…”?

Taykiou – Além de linda és inteligente! (Autora: Pronto, já deixou a criatura um pimento com seu comentário desnecessário.

T – Não é um comentário desnecessário, eu só disse a verdade!

*Shiro aparece do além e interrompe a conversa* S – SERÁ QUE DÁ PARA VOLTAR LOGO PARA A FIC? EU QUERO SABER O QUE ACONTECE A SEGUIR E VER SE TERMINAS O MEU CAP AINDA HOJE!

Au – Mas é impossível terminar o teu cap ainda hoje!

S – Então torna possível, ué!

Au - … - Vamos terminar logo essa porra de cap!)

Luna – Hum… Obrigada?

Taykiou - *Sorrindo que nem um bobão* Podes ir se quiseres.

Sai do quarto e fui até onde Tsukina estava.

Tsukina – Então, como foi?

Luna – Ele me fez uma proposta e eu acabei aceitando. Agora faço parte do teu exército e do exército do Taykiou!

Tsukina – O-O QUE? T-tu a-aceitaste ficar aqui?

Luna – Sim, bom… é melhor do que ficar andando sem rumo pelo país… - Sussurrei a ultima parte mas acho que a Tsukina me ouviu. – Algum problema?

Tsukina – Não, nada não! Mas… agora que aceitas-te… achas mesmo que o Taykiou vai-te deixar sair daqui caso algum dia queiras ir embora?

Luna – Ele não me obrigou a aceitar e duvido que consiga-me obrigar a ficar caso eu queira ir embora deste palácio! Nunca ninguém me obrigou a fazer nada que eu não quisesse e ele não será o primeiro. Nem nunca haverá um primeiro!

Tsukina – *suspiro* Tudo bem, só espero que não te venhas a arrepender da tua escolha mais tarde!

Luna – Claro que não.

Tsukina – Mas… tu disseste que estás em dois exércitos diferentes?

Luna – Sim! No do Taykiou e o outro ele deixou que eu escolhesse e eu escolhi o teu. Além de que não sei se me sentiria a vontade se ficasse com um dos rapazes, principalmente o Akumugaro.

Tsukina – É verdade, eles dão cabe da cabeça de qualquer um!

Luna Off

Enquanto isso…

??? – Taiga, já encontras-te algum Kurai Okami (Lobos sombrios)?

Taiga (Taykiou) – Sinto muito, Jet-sama, ainda não encontrei ninguém do clã! Vou continuar a procura!

Jet – Tudo bem, eu confio em ti Taiga, sei que não me irás desiludir!

Pensamento do Taiga On

Não posso entregar a Luna. Não sei por quê! Eu simplesmente não consigo. Jet pode confiar em mim, mas isso não significa que eu também confie nele!

Pensamento do Taiga Off

Voltando ao palácio do Taykiou…

Durante o jantar, Taiga deu a nova noticia como tinha dito. Alguns celebraram a chegada de um novo membro da “família”, já outros ficaram com inveja pelo fato deles se matarem para serem promovidos e a Luna mal chegou e já recebeu um título daquele. Mas ninguém se atreveu a protestar. Afinal, eles não ousariam provocar a fúria de Taykiou Taiga!

Depois do jantar, Taykiou levou a Luna até o seu novo quarto. Tsukina queria fazer isso no seu lugar, mas por insistência do “lorde” ela não o fez.

Luna On

Taykiou me acompanhou até o meu novo quarto, ao entrar fiquei maravilhada com tanta beleza. Taykiou, sem dúvida alguma, tinha muito bom gosto!

Taykiou – Se precisares de alguma coisa é só pedir.

Luna – Obrigada Taykiou-sama. Eu estou bem, não precisasse incomodar.

Taykiou – Tudo bem então. – Com essas palavras Taykiou sai do quarto e fecha a porta, me deixando sozinha naquele enorme quarto. Assim que me deitei na cama adormeci no mesmo instante! Eu estava realmente cansada. Mas infelizmente, como tudo que é bom dura pouco, aquele pesadelo não me deixou dormir por muito tempo!

 

Continua…


Notas Finais


Espero que tenham gostado do cap. Vou tentar não demorar para postar o próximo.
Bjs e até o próximo capítulo. Tchaaauuuuuuuu! S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...