História Alianças Improváveis. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agent Carter, Agents of S.H.I.E.L.D., Capitão América, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers), Supernatural
Personagens Abaddon, Anthony "Tony" Stark, Balthazar, Bela Talbot, Bobby Singer, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Chuck Shurley, Claire Novak, Clint Barton, Crowley, Dean Winchester, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Gabriel, Hannah, Howard Stark, James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Johann Schmidt (Caveira Vermelha), Natasha Romanoff, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Peggy Carter, Pepper Potts, Peter Parker, Phillip Coulson, Pietro Maximoff (Mercúrio), Rafael, Rowena MacLeod, Sam Wilson (Falcão), Sam Winchester, Steve Rogers, Thor, Tia May, Visão
Exibições 23
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Fluffy, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Slash, Steampunk, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bem peço que desconsiderem a ordem cronológica de tudo, por que quando a gente tem a idéia, as vezes a gente não pensa na ordem cronológica... mas enfim né. ....

Outra coisa, são sobre os casais, não se preocupem que o casal abordado no capítulo não será algo muito recorrente!

E é isso... Espero que gostem!

Capítulo 2 - Aquele homem....


 

Ele ainda estava admirado com tamanha a semelhança entre seu antigo eu e seu atual parente de quem ele estava tomando o corpo.

- A senhora Pecado deseja falar com o senhor mestre. -  Anuncia um homem a quem ele não conhecia, na verdade ele não conhecia ninguém ali.

E então ela entra no local onde estavam, ruiva com suas inconfundíveis sardas, sentiu raiva apenas em pensar na hipótese daquela ser sua filha, aquela que não poderia carregar seu nome já que não era o filho homem que ele tanto queria, quando ele a entregou esperava que ela morresse, mas pelo jeito ainda estava viva.

- Devo presumir que você é  Synthia Schimidt, minha filha. -  Ele falou a olhando com desprezo.

- Sim e também a que trouxe a idéia de o trazer de volta para os Tulles. -  Disse Synthia, toda sua carreira como terrorista, tudo que fez para virar a Pecado, tudo que para ser respeitada acabava de ir por água a baixo agora, ela sabia que ele nunca a quis, mas ela pensou que talvez...

- Em que ano estamos? -  Perguntou ele a tirando abruptamente de seus pensamentos.

- 2016. -  Ela respondeu.

- Sua inútil! Você esperou tanto tempo para me trazer de volta? - Perguntou irado.

- Coisas deveriam ser preparadas, nada pode...

- Pare com as justificativas, agora saia e arranje um meio para que eu fique a par de tudo! -  Disse  ele se voltando para o espelho novamente e fazendo um gesto para que ela o deixasse só.
Ela sai a passos rápidos e foi até um dos muitos agentes da HYDRA ali presentes.

- Iniciar o processo de atualização. -  Ela falou enquanto o homem fazia a reverência característica da organização criminosa. - Deixe de ser idiota e vá cumprir minhas ordens. -  Ela grita com ele.

- S- Sim Senhora! -  Ele corre meio desajeitado para poder cumprir a ordem.

Ela suspira e anda até uma espécie de sacada, já estava de noite e ela nem havia visto o tempo passar. Tudo que Synthia queria era que ele, que seu pai, visse todo o esforço que ela fez.

Então sente uma mão forte em seu ombro, não se vira para ver quem é, pois sabia que o único que ousaria tocar nela era Broock, ou Ossos Cruzados, como o terrorista e agente da HYDRA é conhecido.

- Syn. -  Ele a chama. -  Você está bem? -  Era bom saber que ela era a única pessoa no mundo que ele nunca machucaria.

Ela suspirou. 

-  É claro que eu estou! -  Se virando para ele e entrelaçando seus braços no pescoço do vilão. 

- Temos coisas a fazer. -  Ele diz.

- Você tem uma missão. -  Ela fala, tirando a máscara dele e o beija.

Eles se despediram e logo ele se foi, ela também tinha uma missão, tinha que aturar  Jöhann Schimidt.

Em quanto isso bem longe da base da HYDRA na Alemanha, mais precisamente no Kanssas, Sam remexia a toa nos papéis dos homens de letras, só para ficar informado, coisa que Dean achava bem chata.

- Nossa! -  Exclamou Samuel Winchester.

- O que você achou o caminho para Terabitia? -  Perguntou Dean zombando do irmão.

– Tudo bem, não te dizer o que descobri sobre o Henry e o Capitão América. -  Sam falou balançando o documento.

O Winchester mais velho pulou da cadeira onde estava logo foi até o irmão. 

- Deixa eu ver! -  Disse o loiro.

- Calma Dean. -  Sam fala, mas sem entregar os papais para o irmão. 

- Gente eu não achei... O que vocês estão fazendo? -  Perguntou Castiel enquanto descia as escadas do Bunker.

- Eles estão sendo infantis como sempre! -  Gabriel que estava ao lado do irmão diz.

- Trouxeram tudo? -  Perguntou Sam, por que já que os anjos estavam morando no bunker também, nada mais justo do que revezarem  as idas ao mercado, não que os anjos comecem, mas era justo.

- Não somos seus empregados Sammy e não...

- Peguei! -  Dean falou tomando os documentos de Sam.

Gabriel revirou os olhos, ele estava meio irritado, mas precisamente irritado com Castiel, já que por culpa de seu irmão ele perdeu seu esconderijo no céu e pior ainda perdeu suas asas e os Winchester ficavam meio que forçado os dois a conversar e essas saída eram irritantes.

- Caramba! -  Dean exclamou tirando Gabriel de seus pensamentos.

- O que houve Dean? -  Perguntou Castiel preocupado.

- Nada Cas... quer dizer, meu avô ele ajudou a Capitão América na segunda guerra....

- E por que isso é tão surpreendente? -  O Serafim pergunta já que Henry era um homem que tentava ajudar o mundo e  era sabido que tanto o Capitão quanto o homem de letras tiveram inimigos em comum, os nazistas.

- Por que... deixa para lá Cas, só é muito bom saber disso. -  Falou Dean.

- Se você se sente assim, então que bom para você Dean. -  Fala o anjo.

- Obrigado. -  Dean fala rindo e balançando a cabeça. 

Algumas semanas depois....

Steve Rogers estava sentado na sala assistindo ao noticiário quando uma notícia chamou sua atenção, era sobre negócios, mas o homem de quem falavam Hanz  Schimidt, era tão familiar, aquele rosto e aquele sobre nome, aquilo só podia ser coisa da sua cabeça, por conta do sobrenome, mas e  se não fosse coisa da cabeça dele.

Mas então ele sente o sofá se movendo e olha para o lado para ver Tony Stark.

- Tá na hora do meu seriado! -  Ele assistia Grey ' s Anatomy.

- Estou  assistindo ao noticiário! -  Disse o Capitão  que havia chegado primeiro na sala e estava ali assistindo a mais tempo.

- E daí? -  Perguntou o bilionário.

- E daí que... quer saber não vou discutir com você! -  Diz mais velho ao moreno, afinal Steve tinha muita coisa para pensar.

- Como queira Capicolé! -  Falou debochado e Steve bufou ao sair.

- Então já começou? -  Perguntou Clint ao entrar na sala.

- Já. -  Tony falou desanima perdendo a vontade de assistir ao seriado.
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...