História Alice - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Tags Magia, Romance, Suspense
Visualizações 33
Palavras 722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


olaaaaaaa,volteiiii
feliz dia dos estudantes,parabéns a todos que estuda para fazer um Brasil melhor
enfim,esse capitulo vou escrever um pouco sobre romance,então se voce não é muito fã,recomendo a pular...
vamos ao capitulo...

Capítulo 6 - Terceiro Dia


Fanfic / Fanfiction Alice - Capítulo 6 - Terceiro Dia

ELOÁ ON

No dia seguinte após o incidente com a Bruna e o Miguel,todos ficamos assustados,mas o que ralmente estava nos assustando era fato de a comida estar acamando o mais rápido possível,mesmo nós economizando o máximo era como se ela estivesse sumindo.Eu como sou a mais medrosa do grupo é obvio que nem saia da casa,para ter noção do meu medo,eu nem tomava banho sozinha,a Bruna tomava comigo pois a mesma também estava com medo.

-bom dia eló-gabriel entra no meu quarto

-bom,não está

-olha,eu sei que estamos assustados mais não se preocupa tudo vai ficar bem

-eu espero,o que eu mais quero é chegar em casa e fingir que nada disso ocorreu na verdade

-em breve voce vai estar em sua casa e assim voce não vai precisar ficar olhando na nossa casa

-por que tá falando isso?

-porque é o que voce quer,não é?

-não,por que eu quereria isso?

-porque voce nós avisou,nós disse para ir embora e ninguem te deu ouvidos

-tudo bem,o que eu menos quero é ficar longe de voces e principalmente de voce

-por que?

-voce sabe 

-não eu não sei-ele fecha a porta e senta na cama ao meu lado

-não se faz de desentendido

-Eloá eu também gosto muito de voce

-voce o que-?-ele não responde mais ataca logo meus lábios

sua mão vai parar no meu rosto e a minha no seu,ele logo me deita ficando em cima de mim,e começa distribuir beijos por todo meu pescoço deixando varias marcas,ele se levanta vai até a porta e a tranca e tira sua blusa jogando num canto do quarto,vem em minha direção e tira meu vestido,ele volta a me beijar veloz distribuindo vários beijos molhados por meu corpo me deixando arrepiada.Depois de uns minutos ele tira minha calcinha e eu tiro sua calça e sua cueca

-voce sabe fazer em?-pergunta se contendo dos gemidos

-nunca fiz,mas já vi em filmes-eu ri

-melhor,sua primeira vez vai ser comigo

Abaixo e faço o que ele manda,passando alguns minutos ele tira meu sutiã e beija delicadamente meus seios,me deixando mais e mais arrepiada,logo ele começa a me dar fortes estocadas,que era como mais uma dor que depois se tornou em prazer,ficamos assim por minutos até eu chegar no meu limite,ele se joga ao lado do meu corpo exausto.

-eu te amo Eloá-fala meio ofegante

-eu também te amo Gabriel

                                                   QUEBRA DE TEMPO

THALIA ON

Depois da nossa "janta" ficamos na sala conversando coisas aleatórias...até...

-gente e se a Alice não for tão malvada?-Kai se prenuncia

-do que voce tá falando Kai?-agora é a vez do Leo

-olha,talvez ela esteja perdida,e seu espirito não encontra paz

-e matando gente ela não vai mesmo-fala Evellin

-e se alguém a matou e ela só quer vingança?

-e por que nós?o que nós fizemos para ela?-pergunta Fernando

-talvez ela queira que nós a ajuda

-não, voce tá maluco Kai,dede quando um espirito pede ajuda a um humano para ajudar ele?-pergunta Gabriel

-eu já li em livros e filmes,em que quando o espirito não consegue descansar em paz ele pede ajuda aos seres humanos

-são livros Kai,apenas isso-Penelope fala

-então o que é isso então?

-talvez essa casa tenha um sinal negativo muito forte

-sinal negativo?me poupe

-me poupe o que kai?melhor que espirito quer ajuda

-pessoal vamos com calma-agora era a minha vez de se prenunciar

-todos estamos nervosos,mas não podemos perder a cabeça-Bruna fala

-concordo com ela

Quando nós resolve ir para nossos quartos dormir a luz apaga do nada

-de novo?-pergunta Bruna

-só isso que la sabe fazer-fala Fernando

quando aluz volta um liquido vermelho começa descer da escada

-gente o que é isso?-pergunta Eloá

-parece que é sangue

-sangue,mas vem da onde?-pergunta KAI-assim que ele pergunta um corpo cai do andar de cima 

-AAAAAAAAAAAAAAA-nós grita

-g-gen-t-te é u-um cor-cor-p-po-fala Evelin tremendo de susto e talvez um pouco de medo

-da onde saiu esse corpo?

-não sei Tha,mas é melhor nós dormir lá no jardim,porque aqui dentro eu não quero dormir-argumenta Leonardo

-ok-falamos em uníssono,menos Leo

Por sorte o jardim daqui é coberto e estava calor mais a gente estava com frio menos a Penelope que continuava normal,talvez seja o susto que deixou nós com os pelos arrepiados,mais uma noite que nós passa a tarde.

Será que o Kai está certo.Será que ela quer apenas a nossa ajuda?

 

 


Notas Finais


Descupa pelo capitulo longo...
A primeira vez da Eloá e do Gabriel,não ficou muito bom,por ser a primeira vez que escrevo história desse tipo.
Quem quiser mais outros casais escrevam nos cometários,assim voces me ajudam
Enfim,obrigado por quem está lendo minha historia,muito obrigada
Bjs....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...